mais sobre mim

subscrever feeds

Terça-feira, 30 DE Outubro DE 2012

Estranhos Astronautas em Albufeira

Ficheiros Secretos – Albufeira

EP 3 – Estranhos Numa Terra Estranha

 

Astronautas perdidos na estação de comboios das Ferreiras

 

Esta imagem foi obtida na semana passada na Estação de Comboios situada nas Ferreiras-Albufeira, por um residente local que se encontrava nas imediações e que foi surpreendido com esta verdadeira aparição, imediatamente registada pelo próprio no seu telemóvel. Tudo se passou já de madrugada, com a estação completamente deserta e durante a passagem de um comboio às escuras e completamente vazio.

 

O individuo ficou aterrorizado quando estes se aproximaram do local onde se encontrava escondido, parecendo que atrás dos capacetes destes estranhos astronautas, se escondia não um ser vivo mas verdadeiros cadáveres deambulando por ali sem saberem o que fazer. Fugiu então apressadamente da estação, acabando por encontrar mais à frente um jipe de uma patrulha da GNR, aos quais relatou o sucedido. Inacreditavelmente para este cidadão os soldados da patrulha convidaram-no a fazer o teste do balão e um teste extra à presença de drogas ilegais, ao que ele se recusou, tendo sido levado posteriormente e sob ordem prisão por desobediência, para os calabouços da instituição.

 

Toda esta cena acabou por ser gravada sem o conhecimento do residente e dos agentes da GNR presentes, pelos dois estranhos astronautas que presenciaram toda esta cena espetacular de seres vivos contradizendo-se e anulando-se, enquanto os mortos os observavam em perfeito deleite como se a vida deles fosse melhor que a dos outros. Com a suspensão da greve da CP os estranhos astronautas apanharam imediatamente o primeiro Foguetão Alfa que apareceu, partindo em direção a outra estação desconhecida.

 

(imagem – GOOGLE)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:08
Terça-feira, 30 DE Outubro DE 2012

Passos SAT-1

Grande Tempestade

 

O olho da tempestade – o paraíso – está sempre rodeado por uma parede – o inferno – onde ocorrem os fenómenos mais severos e violentos. O problema para nós é que a tempestade está sempre em movimento – e o olho também!

 

Portugal – No centro da imagem obtida pelo segundo satélite português o Passos SAT-1

 

O satélite português Passos SAT-1 lançado em órbita da Terra a 21 de Junho de 2011 a partir do Centro Espacial de S. Bento – com o objetivo de analisar a situação global do nosso país a partir de estudos científicos e financeiros de Elevado Potencial – conseguiu finalmente detetar aquilo que parece ser a zona da Península Ibérica onde se situa Portugal.

 

Os cientistas portugueses do Ministério da Educação trabalhando conjuntamente com os seus colegas das Finanças – e face à imagem recebida a partir do satélite Passos SAT-1, que mostra o local completamente limpo de nuvens ameaçadoras – afirmam agora que a pior fase da tempestade que assola o nosso país já passou, podendo nós regressar claramente e de imediato aos mercados adjacentes.

 

Durante a conferência de imprensa convocada pelo Governo para divulgar as suas extraordinárias conclusões sobre as imagens recolhidas pelo satélite governamental Passos SAT-1, registou-se um pequeno incidente entre a assistência presente, com um dos convidados a atirar um sapato pelo ar na direção dos Ministros e gritando veementemente ao mesmo tempo, “ toma lá com o satélite ó besta, então não vês que estamos no olho-do-cu da tempestade”?

 

(imagem – NGM)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:53
Terça-feira, 30 DE Outubro DE 2012

O Cometa 168P/Hergenrother

Um cometa é um corpo celeste que quando da sua aproximação ao Sol apresenta uma pequena atmosfera envolvente – o coma – e por vezes até uma cauda, tudo isto provocado pelos efeitos dos ventos e radiações do Sol, sobre o corpo celeste durante o seu movimento.

 

Os cometas terão origem no Cinturão de Kuiper ou na Nuvem de Oort

 

No caso do cometa 168P/Hergenrother, possivelmente o seu núcleo ter-se-á quebrado recentemente, originando o aparecimento de um segundo núcleo ou fragmento, com um pequeno coma pouco percetível.

 

(imagem – remanzacco.blogspot.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:38
Domingo, 28 DE Outubro DE 2012

Preocupações e Despreocupados

Nova Iorque à espera de SANDY

 

Os Norte-Americanos mostram-se extremamente preocupados com a chegada do furacão SANDY a Nova Iorque!

 

E nós? Será que nos preocupamos com alguma coisa?

Pelos vistos não, nem com a nossa SAÚDE!

 

(imagem – huffingtonpost.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:13
Domingo, 28 DE Outubro DE 2012

Life on Red Planet at Risk

Manned Mars Mission Would Put Life on Red Planet at Risk, Scientists Say

 

If all goes according to plan, the first Mars One astronauts will touch down on the Red Planet in 2023

 

Humanity has long dreamed of putting boots on Mars, but those boots have the potential to stomp all over any life forms that may exist on the Red Planet.

 

A seething, swarming mass of 100 trillion microbes will accompany every astronaut who lands on Mars. This diverse "micro biome" has evolved with humans for eons and provides a number of services, from helping people digest their food to keeping pathogenic bacteria at bay.

 

While these microbes are intimately tied to humans, many of them will jump ship if transported to the Martian surface — with unknown consequences for a planet that may or may not host life of its own.

 

"We have the responsibility to Mars, I think — even if it's just Martian microbes — not to kill them by the act of detecting them," Cynthia Phillips of the SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence) Institute said at the SETIC on 2 meeting in June in Santa Clara, Calif. [5 Bold Claims of Alien Life]

 

"If you have human astronauts there," Phillips added, "there's no way to sterilize them. They're spewing out thousands of microbes every second. So it's a real problem."

 

(huffingtonpost.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:23
Domingo, 28 DE Outubro DE 2012

ALIENS – Crise e Imigração

A Vida não existe apenas com objetos disponíveis e sem sujeitos para os manipularem

 

ALIENS somos nós, vivendo num sistema que só valoriza o objeto, a sua comercialização e tudo o que tem a ver com esta absurda e impraticável transformação – de espaço em mercado. O sujeito já não existe, apesar de ter nome e registo de matrícula.

Olha, afinal também é um objeto, criado, utilizado e depois deitado fora.

Safa!

Mas não poderei eu ser antes reciclado, em vez de exterminado?

 

Imigrante ALIEN em desespero

                                                                     

Lembram-se do filme ALIENS?

Pois o seu protagonista original foi encontrado há poucos dias a trabalhar numa pedreira situada no concelho algarvio de Loulé, completamente abandonado à sua sorte e instalado num contentor sem as mínimas condições de higiene. Rumores com alguma credibilidade vindos de residentes na região central do Algarve e com epicentro nas proximidades de Boliqueime afirmam que este imigrante ALIEN terá vindo ao engano até à nossa região, com falsas promessas de altos salários e condições profissionais do outro mundo, acabando agredido e roubado por redes mafiosas de leste e finalmente escravizado na construção civil – após uma brutal bebedeira e uma grande cena de pancadaria – por agências portuguesas legais de exploração de mão-de-obra livre-escrava. Na passagem pela sua bomba de gasolina instalada nas proximidades da localidade, Animal Cavalo ofereceu-se para intermediar o conflito existente entre os mafiosos de leste – tendo logo escutado atentamente os conselhos escritos por PUTIN, através da sua página de FACEBOOK – e estes novos esclavagistas portugueses – tendo logo escutado atentamente os conselhos escritos por EDUARDO, através dos jornais portugueses recentemente adquiridos por “testas de ferro” (“a cabeças de cortiça”). E como é típico nestes casos em Portugal, esquecida estrategicamente na discussão deste incidente a sua vítima principal – o imigrante ALIEN – este ainda teve apesar de tudo, forças para vir até à cidade de Albufeira e solicitar a ajuda solidária do cidadão e benfeitor Diospiro Silva. Este afirmou no entanto e sem olhar de frente o “pedinte” estar de saída antes que fosse tarde de mais e quanto a emprego agora nem na câmara, nada feito, só se fosse mesmo no turismo. Devia estar a gozar, só se fosse mesmo para ele! E não é que tinha acertado?

 

(imagem – Google)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:23
Domingo, 28 DE Outubro DE 2012

Our Universe: A Simulation?

Physicists May Have Evidence Universe Is A Computer Simulation

 

The Matrix

 

How?

 

They made a computer simulation of the universe. And it looks sort of like us.

 

A long-proposed thought experiment, put forward by both philosophers and popular culture, points out that any civilization of sufficient size and intelligence would eventually create a simulation universe if such a thing were possible.

 

And since there would therefore be many more simulations (within simulations, within simulations) than real universes, it is therefore more likely than not that our world is artificial.

 

Now a team of researchers at the University of Bonn in Germany led by Silas Beane say they have evidence this may be true.

 

In a paper named 'Constraints on the Universe as a Numerical Simulation' they point out that, current simulations of the universe - which do exist, but which are extremely weak and small - naturally put limits on physical laws.

 

Technology Review explains that "the problem with all simulations is that the laws of physics, which appear continuous, have to be superimposed onto a discrete three dimensional lattice which advances in steps of time."

 

What that basically means is that by just being a simulation, the computer would put limits on, for instance, the energy that particles can have within the program.

 

These limits would be experienced by those living within the sim - and as it turns out, something which looks just like these limits do in fact exist.

 

For instance, something known as the Greisen-Zatsepin-Kuzmin, or GZK cut off, is an apparent boundary of the energy that cosmic ray particles can have. This is caused by interaction with cosmic background radiation. But Beane and co's paper argues that the pattern of this rule mirrors what you might expect from a computer simulation.

 

Naturally, at this point the science becomes pretty tricky to wade through - and we would advise you read the paper itself to try and get the full detail of the idea.

 

But the basic impression is an intriguing one.

 

Like a prisoner in a pitch-black cell, we may never be able to see the 'walls' of our prison - but through physics we may be able to reach out and touch them.

 

(Huffington Post UK | By Michael Rundle)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:11
Sexta-feira, 26 DE Outubro DE 2012

Colateral

Albufeira – Ficheiros Secretos

O Estranho caso do Agente Borboleta

 

Nada se cria, nada se perde, tudo se transforma

(Lavoisier)

 

A HISTÓRIA DE IBÉRIO ALGAR

 

Esta história – entre muitas outras histórias assinaláveis, guardadas num arquivo privado de manuscritos antigos e de confirmada origem árabe – foi-me contada numa tarde de Verão do passado mês de Setembro, sentado no miradouro do Pau da Bandeira e observando deliciado este mar calmo e sereno. O meu contador de Histórias apresentou-se como descendente do famoso poeta árabe Ibério Algar, que na sua passagem por terras algarvias terá deixado para os seus discípulos e descendentes, muitas histórias verídicas e de encantar.

 

Nessa história o poeta descreve uma das suas passagens pelo estreito de Gibraltar, deixando a pairar no ar um certo perfume de mistério e de fantasia, ao afirmar ter efetuado uma travessia sem nenhum tipo de sobressaltos, observando do alto e sentado numa cadeira bem confortável e rotativa, toda a extensão do mar Mediterrâneo. Sugerindo até ter repetido a mesma viagem – a pedido e por puro prazer e divertimento – no mesmo dia e à mesma hora. Isto fez-me lembrar a Máquina do Tempo.

 

Os Árabes foram muito importantes para o desenvolvimento cultural e científico da Europa durante a sua passagem e estadia pelo nosso continente, podendo-se integrar nesse grupo o nosso poeta Ibério Algar

 

E para uma melhor compreensão da filosofia e experiência de vida de Ibério Algar, nada melhor do que a citação de uma frase a si atribuída: “O tempo não existe e daí a nossa possibilidade de viajarmos entre mundos de diferentes realidades opcionais, mas alternativas e paralelas. Atravessando níveis de realidade dispostas em camadas sobrepostas caoticamente, com diferentes alterações de valores padronizados de energia, capazes de aproveitar o aparecimento de buracos na matéria – por alteração da sua massa – para se transportar instantaneamente para outras órbitas energéticas diferenciadas, mas constituindo sempre como plataforma de vida, o mesmo elemento básico – a Partícula e o seu Universo”.

 

Com o início da reconquista cristã Ibério Algar acabou por se refugiar em Espanha partindo em direção à região de Granada, onde ficou instalado num palácio de um príncipe árabe durante um curto e merecido espaço de tempo, para repouso e recuperação necessária de tantas canseiras e sofrimentos. O seu rasto acaba por se perder nos misteriosos palácios e jardins de Alhambra, à procura daqueles que vira e com quem convivera outrora – numa das suas viagens “aéreas” – e que agora pareciam querer esconder-se ou fugir dele, talvez como desafio á força da sua fé e à sua crença nas forças do Universo.

 

O AGENTE BORBOLETA

(Ibério Algar pelo seu contador)

 

Criatura Sobrenatural muitas vezes associado ao fenómeno OVNI

 

I

 

A borboleta atravessou apressada a teia de aranha que se encontrava à sua frente e entrou pela janela do 1.º andar do prédio em ruínas, sem sequer pedir desculpa à aranha detentora daquela rede de alimentação. O dia estava frio e chuvoso e a hora combinada para o encontro aproximava-se rapidamente. Não queria falhar mais uma vez com a sua presença face ao intruso, nem deixar que a osga sua amiga se escapasse por entre as paredes rachadas da habitação, desaparecendo de novo como se não tivesse nada a ver com o assunto.

 

II

 

Aos olhos da borboleta a casa parecia ter uns mil anos, forte nos alicerces que a sustinha mas frágil nas paredes de madeira e de estuque que a fechavam. Os tetos já tinham desabado parcialmente, apresentando bocas abertas e escancaradas para os andares superiores do edifício em ruínas, que por um lado arejavam todos os animais aí residentes mas pelo outro lado permitia aos metediços e mal cheirosos morcegos entrarem e saírem a seu belo prazer. Tudo parecia ter sido mais uma vez combinado para a atrasar na sua missão, boicotando assim e de uma forma repetitiva, os seus planos tão minuciosamente elaborados.

 

O Sol é o farol da vida e o guardião do conhecimento do mundo onde vivemos. Mas não nos deixemos encandear pela força da Natureza e com isso, a maltratemos com as nossas experiências egocêntricas e absurdas

 

III

 

No interior da habitação do 1.º andar a borboleta virou à direita, dirigindo-se de seguida para o fundo do corredor mergulhado numa escuridão variável, dependendo do baloiçar do único candeeiro ainda em funcionamento. A corrente de ar quase que a fez chocar contra essa inesperada mas orientadora presença luminosa e enquanto se desviava para o seu lado esquerdo, ainda conseguiu vislumbrar no interior da bola iluminada o seu conhecido gafanhoto, lutando furiosamente contra aquela luz ofuscante e mortal; reparou de passagem numa outra cena deveras preocupante para o inseto – colocado mais acima sobre o cabo de suporte do candeeiro, numa posição de espera e de paciência próprio de um caçador experimentado, estava um cruel camaleão de estimação.

 

Construída à nossa imagem a casa física morre como nós, deixando no entanto espaços misteriosos por revelar, que nos inundam o pensamento e nos põe a sonhar

 

IV

 

Estava uma noite de Lua Cheia e a luz infiltrava-se por todos as fendas da casa. A zona das escadas era uma das mais bem iluminadas por esta luz suave e natural – vinda do exterior através da claraboia instalada no terraço – e por essa razão a ideia fixa da borboleta de se dirigir na sua direção, subindo as escadas aí construídas em espiral de modo a rapidamente alcançar o terraço. O encontro com a osga e com o intruso – a sua sombra sempre presente – fora combinado previamente e para esta noite, realizando-se no canto norte desse terraço. Mas a borboleta também já fora preparada para o que desse-e-viesse e alguns amigos de sangue estavam desde há momentos de alerta, para possíveis acidentes de percurso.

 

V

 

A osga e o intruso estavam à espera quando a borboleta transpôs finalmente a claraboia e se introduziu no espaço iluminado pela Lua, completamente às claras e a céu aberto. Inicialmente nada se passou, apenas se ouviu um ligeiro ruído em redor dos muros meios desfeitos que rodeavam todo o terraço. A borboleta pousou sobre o suporte apodrecido da antena de televisão, enquanto alguns grãos de ferrugem caiam sobre o telhado fendido e cheio de musgo, que ainda cobria parte da casa. Parou e pôs-se a observar. Enquanto isso a osga olhara para o intruso, acabando por ignorar as causas do ruído. Nesse momento tudo parou, até ao momento em que se deu a sucessão rápida de acontecimentos.

 

A Osga

Monstro meio-homem meio-réptil, o seu desejo é o de destruir todos os humanos à face da Terra

 

VI

 

Relembre-se que de um dos lados da barricada estavam a osga e o intruso e do outro lado a borboleta e um número indeterminado de amigos de sangue. Numa primeira fase a borboleta bateu as asas como combinado, esperando pela resposta sonora da osga. Ela deveria aparecer de seguida diante de si, assinalando a sua presença com uma luz emitida por um pirilampo fixado no seu corpo e transportando consigo a encomenda combinada. Tal não sucedeu o que começou a incomodar a borboleta. Numa segunda fase o intruso avisou a osga de que iria abandonar o local, deslocando-se em direção ao cabo desligado da antena, que se balouçava perto de uma tomada elétrica de emergência. A borboleta não o viu mas sentiu o seu calor e movimento. Enquanto isso a osga deslocou-se sorrateiramente até `perto da antena, colando-se a ela como um fantasma, numa posição acessível de ataque e de sucesso garantido, ficando aí pacientemente a aguardar. O intruso ligaria a antena à tomada, a borboleta sairia disparada com os efeitos da descarga, a osga cumpriria a sua função alimentar e acima de tudo a encomenda seria preservada.

 

O aparecimento do Intruso poderá ter ligações ao mundo fantástico do temível Chupa-Cabras

 

VII

 

Mas nada se passou assim. A borboleta levantou voo e a antena até aí equilibrada com a distribuição do peso insignificante do seu corpo, acabou por cair para o lado oposto ao do seu voo, esmagando e eletrocutando o intruso – que depois se veio a descobrir ser a fêmea tirana do casal – na sua queda aparatosa no chão. A osga desorientada com o sucedido, ainda tentou escapar-se no meio da confusão instalada, procurando escapulir-se no meio da primeira fenda viável que viesse a encontrar, o que também não conseguiu. Ao tentar pôr-se em retirada viu-se perante um verdadeiro exército de pulgas, térmites e carraças sugadoras que a cercaram, picaram, devoraram, furaram-lhe os olhos, empalmaram e desmontaram, não deixando nada para trás dado o perigo de voltarem a aparecer. A encomenda acabou por ser entregue ao seu legítimo dono, evitando-se assim males maiores para a humanidade e a continuidade da normalidade do quotidiano de todos os animais vivendo à superfície da Terra.

 

A Cibernética criou Marvin, O Androide Paranoide

Robot possuidor de um QI extraordinário, utilizado a bordo da nave espacial “Coração de Ouro” e exercendo as suas funções para a Companhia Cibernética Sírius

 

VIII

 

No seu quarto o agente começou a arrumar cuidadosamente os seus aparelhos eletrónicos, concluída que estava a missão que lhe tinha sido superiormente atribuída. Técnico reputado na área da cibernética e especializado em nano máquinas, era fácil constatar a delicadeza e carinho com que tratava os seus animaizinhos mecânicos – verdadeiros soldados da fortuna – não só pelo privilégio de tratar deles como de seres vivos se tratassem – pareciam cada vez mais conscientes das suas ações – como pela liberdade e segurança de ação que eles proporcionavam. Tinha vencido os outros agentes inimigos, não tendo a lamentar nenhuma vítima colateral.

 

IX

 

Pegou então na sua pequena mochila pessoal, olhou mais uma vez pela janela do seu pequeno quarto de hotel e comparando mentalmente este nascer do Sol com o do seu ponto de origem, pensou que poderia viver neste mundo alternativo sem grandes problemas de adaptação. Mas o arbítrio não o convencia a aceitar o desafio e sabia de antemão, que este nunca seria o seu verdadeiro lugar no Universo.

 

Falando de Espaço-Tempo: utilizando os “Buracos de Minhoca” podemos atalhar entre dois pontos muito distantes no Universo

 

X

 

Ligou finalmente o aparelho de transporte RET (redimensionador espácio-temporal), aplicado com técnicas biotecnológicas inovadoras no pulso do seu braço esquerdo – artefacto de alta tecnologia que o iria levar de volta ao seu lugar de partida – programando-o com toda a precisão e precauções associadas, de modo a atingir uma execução com pleno sucesso de todo o plano inverso de retorno. E então deixou de existir subitamente, engolido pelo espaço e recolocado no seu lugar.

 

(imagens – Google.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:14
Quinta-feira, 25 DE Outubro DE 2012

Portugal 2012

Wake Up From your Slumber

 

Portugal’s agony is only getting started

October 16, 2012

(Submitted by Heydrich)

 

The Portuguese politicians’ budget for 2013 will radically worsen the country’s depression. The media calls this the “road to prosperity.”

 

Finance Minister Vitor Gaspar confirmed that with his 2013 budget, the average income tax will increase from 9.8% in 2012 to 13.2% in 2013, equal a month's wages for many workers. On top of this, Mr. Gaspar will nail everyone with an additional 4 percent tax that he calls a “surcharge.”

 

Meanwhile he will reduce the amount of money in circulation by 2.7 billion euros, and will fire another 12,000 public sector employees.

 

Among the public employees that still have jobs, their retirement age will be raised to 65. Their overtime and sick-leave pay will be cut. Temporary work contracts will be slashed. Payments for pensions, unemployment, and sickness will be reduced or eliminated.

 

In May 2011 the Troika created 78 billion euros out of thin air, and gave it to Portuguese bankers and politicians, who pocketed the loot while dumping the debt (plus the compounding interest) on the Portuguese masses. This ruinous theft is called “fiscal soundness.” Anyone who questions it is called a “militant.”

 

As a result, Portugal’s economy is forecast to contract for a third straight year in 2013, meaning the depression has doubled, doubled again, and will double again.

 

Mr Gaspar said his 2013 budget would allow Portugal to reduce its budget deficit to 4.5%. Supposedly he must reduce Portugal’s budget deficit below the European Union target of 3% of GDP. This will not happen, of course, so Portugal will continue to be destroyed by the debt-and-austerity cycle. Politicians will continue to pocket loot from the Troika, and continue to make the masses pay for it via ever-harsher austerity.

 

As in Spain and Greece, Portugal has had ever-larger street protests against this ever-harsher austerity. Opposition Socialist Party leader António José Seguro described Mr. Gaspar’s budget as "a fiscal atomic bomb.” The General Confederation of Portuguese Workers, the largest union group with some 600,000 members, will hold a general strike against austerity on Nov. 14.

 

Mr Gaspar’s tax increases will be particularly hard on Portugal's middle class. Someone earning €41,000 ($53,000) a year, for example, will pay almost half his income (45 percent) to the bankers, compared with 35.5 percent now. Someone earning €7,000-€20,000 per year will pay nearly a third of his income (28.5 percent) to the bankers.

Companies making annual profits over €7.5 million will pay an extra tax of 5 percent on top of their 25 percent corporate tax.

 

Because of the tyranny of bankers and their puppet politicians, Portugal has one of the highest (if not the highest) rate of emigration in Europe. The YouTube video below shows that many communities in Portugal are now abandoned ghost towns. Some citizens hope that rich people will buy the ghost towns and transform them into spots for rich tourists, so at least the local peasants can have jobs cleaning toilets for their betters.

 

The video also shows that queues outside African and South American consulates in Lisbon get longer each day. (Soon we will see protests not against immigrants from the Third World, but against immigrants from Europe.)

 

http://www.youtube.com/watch?v=EP-MZzkhkVE

 

Portugal has traditionally exported some of its manpower, but in the past it was blue-collar workers and villagers who left for a better life. Now it's the skilled and well-educated.

Because of the euro currency, and political corruption, Europe is a has-been.

 

(Image – google.com / Article – wakeupfromyourslumber.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:27
Quinta-feira, 25 DE Outubro DE 2012

Presidenciais Norte-Americanas de 2012

          

Michelle e Mitt

 

Enquanto Michelle Obama (democratas) afirma preferir ver o marido “sem nada” – ou seja, literalmente nu e sem cuecas – a campanha de Mitt Romney (republicanos) agradece e apresenta as “cuecas mágicas” do seu candidato.

 

        

David e Hommer

 

Mas onde estava David Beckhan a reclamar a devolução da sua imagem de marca?

Esta questão – importantíssima pois revela parte dos segredos escondidos dos dois candidatos – tem dividido a opinião de muitos dos seus potenciais eleitores, às eleições de 6 de Novembro deste ano nos EUA. Um deles foi o conhecido cidadão Hommer Simpson, que na dúvida não hesitou e votou “cuecas mágicas”!

Com uma ajuda da Raposa (Fox).

 

(baseado em dados – DN e imagens – Google)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:16

pesquisar

 

Outubro 2012

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
16
17
19
23
24
27
29
31

comentários recentes

Posts mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro