mais sobre mim

subscrever feeds

Domingo, 31 DE Março DE 2013

Impávidos e Serenos, 60 Anos Depois

“North Korea Declares War on the United States”

(disinfo.com)

 

Coreia do Norte

 

O "Ultimato" fala numa "batalha final de vida ou morte" e "duma guerra nuclear".

...

O Pentágono deu ordem a que bombardeiros furtivos B-2 sobrevoassem a região como aviso à Coreia do Norte.

...

A Coreia do Norte já disse que tinha os seus mísseis prontos para atacar os Estados Unidos e a Coreia do Sul, em resposta aos exercícios militares conjuntos dos dois países.

...

As duas Coreias vivem praticamente em permanente tensão desde o fim do conflito coreano em 1953, que não teve um tratado de paz.

 

(notícia – Expresso)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 02:41
Sábado, 30 DE Março DE 2013

O Bombardeiro

Estratégia Norte-Americana: provocar o provocador!

Com que objectivo? E quais as consequências?

                                                                                                              

Os Estados Unidos enviaram hoje para a Coreia do Sul dois bombardeiros B-2 capazes de lançar bombas nucleares, para integrarem um exercício militar conjunto – disseram tropas norte-americanas estacionadas naquele país asiático.

 

 

Como todos sabem a Coreia do Norte além de ter como vizinho a sua “geopolítica cara-metade” Coreia do Sul, faz fronteira com duas das maiores potências militares e económicas mundiais, a enorme China – logo o seu maior aliado – e a poderosa Rússia. Com o frágil Japão colocado à sua frente e lá para o fundo os EUA.

 

 

Qual será então a reacção destes dois monstros mundiais face à possibilidade de uma terceira força adversária despoletar um conflito nuclear junto às suas fronteiras? Provavelmente não ficarão impávidos no seu sofá a ver a destruição dos seus interesses económicos e geoestratégicos – como o está a fazer a decadente Europa – mas agirão de imediato e sem qualquer tipo de limitações, na sua salvaguarda e na dos seus aliados!

 

(imagem/notícia SIC e imagem GOOGLE)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:01
Sábado, 30 DE Março DE 2013

Coelho da Páscoa

Governo, Pedófilos, Proxenetas e o Coelho da Páscoa

 

“Os pedófilos extrovertidos nunca andam em cuecas mas sim bem vestidos, bem lavados e parecendo assexuados: deste modo e caindo na teia sem saber, a vítima deixa de ter qualquer hipótese de sobrevivência. Esta é a razão pela qual os outros – os pedófilos e proxenetas mais introvertidos – passam a vida a oferecer o seu cu e a vender o cu dos outros”!

 

Apesar da revolta do Ovo da Páscoa contra o usurpador Coelho Sucedâneo de Chocolate, lá vamos nós ter que passar mais uma Páscoa a levar com ele e com as pragas que o mesmo animal transmite, matando todo o seu grupo e assim renovando toda a sua estirpe – com a excepção do mesmo e dos seus guarda-costas. Veja-se na imagem seguinte a ausência total dos progenitores já expulsos da comunidade, emigrados ou suicidados, tudo em nome da verdadeira e pura pátria neoliberal descendente do Estado Novo e fonte refundadora do Portugal dos Coelhinhos!

 

Páscoa Feliz – Crianças fugindo de potencial pedófilo

 

Este falso coelho ainda não se apercebeu dos graves traumas que já está a provocar na mais recente geração de seres humanos, psicologicamente aterrorizados com a presença constante de homens disfarçados de bestas deformadas e acéfalas e como tal, podendo estes últimos libertar a qualquer instante os seus instintos mais violentos e ferozes, comendo num abrir e fechar de olhos as pobres das criancinhas, sem deixar nada para ninguém.

 

E DO CU DA GALINHA SAIU UM COELHO!

(origem da corrente maioritária governamental)

 

COM O PILHA GALINHAS ACTIVO NA CAPOEIRA!

(origem da estratégia da muleta governamental)

 

(imagem – huffingtonpost.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:07
Sexta-feira, 29 DE Março DE 2013

Colisão

Cometa em rota de colisão com Marte?

Os últimos cálculos efectuados pala NASA – como sempre tranquilizadores para assim evitarem alarmes desnecessários – indicam que este cometa passará a cerca de 300.000Km da superfície de Marte. E sem colidir!

 

Marte – vestígios de impacto

 

No próximo ano de 2014 e por altura do fim do mês de Outubro, um cometa passará nas proximidades do planeta Marte. Dada a sua descoberta ser ainda muito recente e desse modo ainda não se poder caracterizar rigorosamente as propriedades deste corpo celeste – constituição, velocidade, dimensão e trajectória, entre outras – existe sempre uma possibilidade por menor que seja deste cometa estar em rota de colisão com o planeta vermelho. A probabilidade da ocorrência dum evento deste tipo – dado o ponto de cruzamento das suas órbitas os colocar tão próximos um do outro – é ainda uma hipótese bastante considerada entre a comunidade de astrónomos, pelo que o interesse despertado pela passagem deste cometa tão perto de nós, tem vindo a crescer à medida que a notícia se espalha e que surgem novas informações sobre o mesmo. Além do interesse pela observação deste extraordinário fenómeno, quais poderão ser as consequências para o equilíbrio local do sistema – no caso particular do planeta Terra, um dos planetas vizinhos de Marte – se a colisão for directa e significativamente violenta? O Sistema Solar faz parte dum organismo vivo colectivo, em que alterações mesmo que pontuais provocadas num dos seus infindáveis pontos constituintes – evoluindo e organizando-se por contacto – poderão provocar alterações assinaláveis em zonas do espaço adjacentes, por reacção a uma acção anterior e de modo a restabelecer o equilíbrio original. E assim repetir o mágico ciclo da vida, envolvendo energia, matéria e movimento e a linguagem da fórmula E=MC².

 

(imagem – NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:25
Sexta-feira, 29 DE Março DE 2013

Colaboracionistas

O nosso Universo Vivo faz parte de um lugar Infinito sustentado por uma base de dados Geneticamente responsável pela sua transformação e evolução e técnico cientificamente suportado por dois alicerces básicos adquiridos e muito Simples de compreender – a Memória e a Cultura, em constante Movimento. Com muitos outros Universos Vivos interagindo “sexualmente” entre si e lançando no espaço sem fim – e sem tempo – o espermatozóide resultante da intercessão entre sistemas, na sua gloriosa odisseia pela descoberta do óvulo reprodutivo.

 

A Planta de Júlia

 

Um colaboracionista pode representar para muitos um mau elemento, algo a evitar sempre que se apresente sem ser previamente convidado e um presságio alarmante do futuro e crescente desrespeito pela hierarquia. A hipótese teórica da existência de uma memória e cultura colectiva a favor da partilha colaboracionista esbarra aqui e necessariamente num impedimento racional provocado pela utilização – para lá do limite da decência – do significado da palavra, aqui obliterada por adjectivação pornográfica do seu significado de modo a esconder a violação consciente e deliberada da palavra.

 

Um colaboracionista pode ter as mais diversas origens e não se limitar apenas ao mundo dos racionais. Neste último caso o seu significado pode ir desde o Céu até ao Inferno, dependendo dos objectivos (e níveis) de execução pretendidos por parte do “clero e da nobreza” e da garantia de um período de pré apatia condicionada por parte da “plebe” – para isso servindo a refundação social baseada numa escravatura bem ensinada e libertadora.

 

Mas felizmente o nosso planeta ainda está cheio de seres vivos – animais e vegetais – maioritariamente irracionais, que apesar de não compreenderem muito bem porque optam virar à direita em vez de o fazerem à esquerda – quando ainda por cima existe uma quantidade infinita e confusa de direcções, que sempre obrigam a analises reflexivas e profundas – são capazes de partilhar e ligar diferentes níveis de espaço e aí concretizar a sua transformação e a de toda a natureza existente.

 

A Júlia Borboleta sabia que se aproximava rapidamente o seu tempo de metamorfose e de como era importante e decisivo para o sucesso da sua evolução, a escolha do local apropriado e seguro para a encubação do seu ovo. Para tal contaria com o apoio e protecção da sua amiga a Planta Passiflora, que do alto da sua desinteressada irracionalidade, lhe reservara o seu próprio “sofá”: assim as formigas não teriam hipótese e redireccionariam os seus objectivos, transformando-os e adaptando-os.

 

[Simples <=> Complexo]

 

(imagem – nationalgeographic.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 02:51
Quinta-feira, 28 DE Março DE 2013

Rafael Bordalo Pinheiro

“Há sempre alguém no mundo que – mesmo contra tudo e contra todos – ainda dá valor à memória e à cultura de um povo”

 

Homenagem Google

 

Rafael Augusto Prostes Bordalo Pinheiro

(Lisboa, 21 de Março de 1846 — 23 de Janeiro de 1905)

 

Foi um artista português, de obra vasta dispersa por largas dezenas de livros e publicações, precursor do cartaz artístico em Portugal, desenhador, aguarelista, ilustrador, decorador, caricaturista político e social, jornalista, ceramista e professor. O seu nome está intimamente ligado à caricatura portuguesa, à qual deu um grande impulso, imprimindo-lhe um estilo próprio que a levou a uma visibilidade nunca antes atingida. É o autor da representação popular do Zé-Povinho, que se veio a tornar num símbolo do povo português.

 

(fonte – wikipédia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:42
Quinta-feira, 28 DE Março DE 2013

Incompetência Total

“Cortador de Relva trucida Aníbal e seu Fiel Coelho”


José Sócrates

 

Numa derradeira tentativa de manter à tona de água o barco do Grande Homem do Leme e do seu ajudante Manga-de-Alpaca, utilizando uma instituição pública falida e como tal posta ao seu dispor, Paralelo Relvas acabou – na prossecução da Terraplanagem dessa instituição e indirectamente do seu próprio país – por atingir inadvertidamente e duma forma violenta o barco já anteriormente condenado, acelerando em definitivo o seu processo de afundamento: com todos nós ainda lá dentro e com a rataria em debandada geral, nos salva-vidas exclusivamente construídos para eles.

 

Coitados de nós!

 

(imagem – sapo)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:17
Terça-feira, 26 DE Março DE 2013

Viva la Muerte – Portugal Resort

O Plano de Aplicação Esquizofrénica do Grande Líder Refundação Coelho:


Tradução adaptada a actual líder político português:

O Meu Portugal é o Melhor Portugal e quem diz o contrário só pode ser um traidor

 

O Regresso a um modelo avançado de Estado Novo Salazarista!

(agora com uma componente neoliberal apologista da teoria da terra queimada)

 

Pobrezinho mas amável, útil mas desprezível.

Um povo circulando em bandos sem rumo, actuando como animais abandonados procurando os raros desperdícios de um mundo perdido, sempre na esperança de que num certo dia ao acaso e como por intermediação divina, possa ser aleatoriamente seleccionado e transportado para o paraíso repetidamente prometido.

Colocada a elite em centros de refundação ideológica, primeiro passo para a futura e pacifica aceitação do patriótico desígnio “Com Custas Para o Utilizador”.

Povo e elite vistos como um conjunto de excedentários contratados a recibos vermelhos, revelando escassas capacidades motoras e mentais e denotando grande propensão para actos violentos e delatórios – dificilmente utilizáveis por longos períodos de tempo, por insuficiências de manutenção e devido ao seu rápido desgaste.

Um país sem massa cinzenta, envelhecido e em decomposição recessiva, pretensamente destinado à prestação automática de serviços a uma geração de velhos senis europeus e com um dia de amanhã incerto mas desesperadamente repetitivo, consumado em rituais nunca sentidos, mas apreendidos e fielmente executados

Velhos abandonados tratados por zombies esfomeados – um verdadeiro filme de terror!

 

(imagem – disinfo.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:41
Segunda-feira, 25 DE Março DE 2013

Controlo Mental HI-FI

Olha bem para mim o teu fiel amigo e verifica sem receio como eu consigo projectar o teu cérebro num espaço limitado apenas a duas dimensões: tudo isto porque o teu cérebro foi dividido em três zonas, todas elas parcialmente lobotomizadas (e coloridas) e reduzidas a um único plano (ou fatia), caracterizado pela brutal e deliberada ausência da dimensão profundidade. O colorido associado a cada uma dessas zonas tem apenas como objectivo (fundamental) a transmissão de uma mensagem subliminar de autoridade a toda a comunidade envolvente – sobretudo a mais resistente à mudança – relembrando-lhes os três princípios básicos do bom funcionamento mental baseados na Teoria Pavloviana do Semáforo: vermelho (parar), verde (andar) – como cores primárias obrigatórias (sinónimo de dever) – e amarelo (aguardar) – como cor secundária opcional (sinónimo de direito).

 

Alta-Fidelidade

Com o primário azul disponível mas estranhamente não utilizado

 

E ainda por cima podendo eu aproveitar para nosso benefício o equipamento emissor e receptor de ondas electromagnéticas de que vens munido, profundamente implantado no teu cérebro através da utilização de técnicas intrusivas e parasitárias e aí colocado com um único desígnio virtual – já que a realidade hoje em dia confunde-se com o ilusório, complementando-se mutuamente como dois velhos amigos abraçados, abandonados e sem reacção aparente à chegada da morte: tornarmo-nos todos felizes num mundo em extinção, de modo a usufruirmos até ao mínimo detalhe de todas as nossas cerimónias fúnebres, mas agora em rituais de sangue, realizados ainda com os nossos corpos vivos.

 

(imagem – google.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:09
Domingo, 24 DE Março DE 2013

Eleições na Alemanha – O Nacionalismo de MERKEL ao Ataque!

Não tendo permissão para utilizar armamento militar para dominar a Europa, a Alemanha socorreu-se agora de uma outra arma muito mais sofisticada e de impacto inicial e visual extremamente SOFT: a Arma Económica.

 

J. D. Rockfeller se apercebera disso no século passado – demonstrando competência e lucidez no seu exercício de patrão (e essa é a vantagem da direita de natureza objectiva, sobre a esquerda de natureza subjectiva) – considerando que a utilização duma massa uniforme de empregados era muito mais vantajosa a nível de manipulação e em termos de produção de mais-valia (tal e qual como os escravos), comparativamente à necessidade de se ter que formar em alternativa uma sociedade organizada mas inevitavelmente deformada (para os patrões), em que até se era obrigado a enfrentar pacientemente, as dúvidas insultuosas do mais comum dos cidadãos, mais pensadores ou menos pensadores.

 

E essa produção uniforme de homens-subjectivos – transformando-os em mais-valia-objectiva – seria efectuada como não poderia deixar de ser noutras unidades produtivas auto-replicadas, às quais se atribuiria o estatuto pomposo mas não suficiente, de Escola (dos pobres) ou Universidade (dos ricos). Mas sempre acompanhada solenemente pela vassalagem do douto prostituto.

 

“Eu não quero uma nação de pensadores. Eu quero uma nação de trabalhadores”

(John D. Rockefeller)

 

Se um projéctil de uma arma militar provoca no ser humano consequências físicas imediatas (aspecto positivo a salientar pelos seus apoiantes e estrategas), por outro lado as imagens desta violência extrema – e desrespeitando todos os valores inerentes à nossa condição humana – são impossíveis de justificar ou mesmo de negar pelos seus Generais Militaristas, face às evidências brutais e irreparáveis que sempre provocam (aspecto negativo que nem os nazis – com os seus campos de concentração – nem os norte-americanos – com os seus danos colaterais – conseguiram até hoje esconder). No caso da utilização da arma económica o modo como ela é apresentada pelos novos Generais Economicistas, além de ser mais diluída no tempo – adormecendo a vítima com falsos avanços e recuos, para assim tudo continuar na mesma – torna-se mais aceitável pelas suas vítimas não só porque agora não vêm tantos mortos, como também porque os feridos vão morrendo aos poucos sem se verem, abandonados e esquecidos entre as paredes das suas casas em ruínas.

 

Chipre

 

As Novas Vítimas da Velha Alemanha choram pelo roubo das suas poupanças ligadas a uma vida inteira de trabalho, pelo desemprego galopante que aí vem e pela bancarrota eminente que ameaça o país – que irá inexoravelmente destruir o futuro das suas novas gerações e colocar a sua terra à venda no mercado da oferta e da procura.

 

Cercados por todos os lados na sua paradisíaca ilha mediterrânica e sob os olhares atentos da Grã-Bretanha, Rússia, Grécia, Turquia, Israel e agora até da Alemanha (via CEE), os cipriotas vêm-se literalmente num beco sem saída: numa ilha dividida entre cipriotas-gregos e cipriotas-turcos, contando com a presença de forças militares estrangeiras (inglesas) em bases situadas no seu próprio território, observados ao longe pelos israelitas devido à sua posição estratégica e contando ainda com os investimentos russos e respectiva lavagem de dinheiro (além da presença preventiva de forças militares da ONU), só faltava mesmo a chegada de Merkel a exigir o seu dízimo, o controlo económico e financeiro total do país e a exclusividade na exploração do gás natural. E o ponto da situação é...os cipriotas vão para a miséria e os russos pagam para ver!

 

(imagens – retiradas da Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:40

pesquisar

 

Março 2013

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
14
23
27

comentários recentes

Posts mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro