mais sobre mim

subscrever feeds

Terça-feira, 30 DE Abril DE 2013

Sinónimo de Morte

Eu estou em extinção!


Koala

 

Porquê?

 

Porque destruíram a minha casa – no seio da natureza no meio da minha espécie.

E porque não gosto de viver em hotéis – enterrado na cidade no meio de outra espécie.

 

(imagem – huffingtonpost.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:15
Terça-feira, 30 DE Abril DE 2013

The Center of the Earth

1,000 degrees hotter than previously thought

(Jennifer Kingson – nytimes.com)

 

The different layers of the Earth and their representative temperatures: crust, upper and lower mantle (brown to red), liquid outer core (orange) and solid inner core (yellow). The pressure at the border between the liquid and the solid core (highlighted) is 3.3 million atmospheres, with a temperature now confirmed as 6000 degrees Celsius.



Scientists have determined the temperature near the Earth's centre to be 6000 degrees Celsius, 1000 degrees hotter than in a previous experiment run 20 years ago. These measurements confirm geophysical models that the temperature difference between the solid core and the mantle above, must be at least 1500 degrees to explain why the Earth has a magnetic field. The scientists were even able to establish why the earlier experiment had produced a lower temperature figure. The results are published on 26 April 2013 in Science.

 

The research team was led by Agnès Dewaele from the French national technological research organization CEA, alongside members of the French National Center for Scientific Research CNRS and the European Synchrotron Radiation Facility ESRF in Grenoble (France).

 

The Earth's core consists mainly of a sphere of liquid iron at temperatures above 4000 degrees and pressures of more than 1.3 million atmospheres. Under these conditions, iron is as liquid as the water in the oceans. It is only at the very centre of the Earth, where pressure and temperature rise even higher, that the liquid iron solidifies. Analysis of earthquake-triggered seismic waves passing through the Earth, tells us the thickness of the solid and liquid cores, and even how the pressure in the Earth increases with depth. However these waves do not provide information on temperature, which has an important influence on the movement of material within the liquid core and the solid mantle above. Indeed the temperature difference between the mantle and the core is the main driver of large-scale thermal movements, which together with the Earth's rotation, act like a dynamo generating the Earth's magnetic field. The temperature profile through the Earth's interior also underpins geophysical models that explain the creation and intense activity of hot-spot volcanoes like the Hawaiian Islands or La Réunion.

 

(imagem e texto: Jennifer Kingson – nytimes.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:10
Segunda-feira, 29 DE Abril DE 2013

O Efeito Gaspar

Quando se persegue irracionalmente um determinado objectivo – não entendendo os sinais, mesmo sendo astrólogo – o efeito pretendido pode até ser o contrário do inicialmente previsto.


Portugal – O Lugar do Morto

 

Após mais uma fuga de informação originada no Governo e oriunda do Ministério das Finanças, um grupo clandestino de jornalistas colocados na prateleira, teve acesso a documentos confidenciais associados ao Plano Gaspar de Emergência, criado pelo próprio para liquidar na totalidade a dívida de Portugal.

 

O Plano seria basicamente o seguinte: implodir integralmente o edifício com todos os habitantes no seu interior, utilizando posteriormente uma técnica revolucionária de desintegração total a laser, de modo a destruir definitivamente todas as raízes daninhas que ainda pudessem sobreviver.

 

O buraco produzido seria de seguida inundado pelo oceano Atlântico, criando uma nova zona costeira no ocidente espanhol e revolucionando assim as zonas de fronteira das províncias da Estremadura e da Galiza.

 

Numa das suas já famosas previsões o Ministro das Finanças afirmaria que com esta única e derradeira opção o país saldaria definitivamente todas as suas dívidas, podendo assim e sem qualquer tipo de limitações recomeçar do ponto zero.

 

Só teríamos que investir no mar como o tem ultimamente afirmado o refundado Homem do Leme, agora com carta de submarino tirada no Ministério dos Negócios Estrangeiros: é que quando a porta se abre devemos sempre aproveitar a oportunidade nem que seja para fugir.

 

(imagem – retirada da Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:12
Segunda-feira, 29 DE Abril DE 2013

Consenso

O que acham... Qual a vossa opinião... Por favor...


666

 

Ah... Pois... Claro... Obrigado!

 

E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na mão direita ou na testa, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome.

 

(imagem: retirada da Web – texto: Wikipedia)

tags: , ,
publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:03
Domingo, 28 DE Abril DE 2013

Patriota

Temos que compreender o nosso querido líder e Presidente: não tem cultura nem tem memória, dois dos principais baluartes da identidade e soberania de um povo.


O mais fiel amigo do homem, a Presidente!

 

Poderia como possível solução seguir o exemplo dos presidentes norte-americanos, adoptar um cão e incutir-lhe – apesar da irracionalidade deste último – aquilo que ele não tem.

 

(imagem – Tracey Buyce – National Geographic)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:26
Sábado, 27 DE Abril DE 2013

Milagre ou Uma Questão De Mau Hálito?

Nas comemorações oficiais do 25 de Abril realizadas na Assembleia da República mais uma vez o nosso Presidente esqueceu as dificuldades tremendas em que vivem a generalidade dos seus cidadãos e decidiu novamente e de uma forma insana e provocadora defender a sua facção, mesmo que com tal actuação indigna de um Chefe de Estado enterrasse definitivamente a identidade e soberania do seu povo.

 

No início da sua intervenção oral os cravos colocados diante do Presidente ainda respiravam

 

Como se já não chegasse a crise que afecta todos os cidadãos ainda tínhamos que levar em cima com a guerra entre aqueles que decidiram mal – o PS – e os outros que mais se aproveitaram disso – o PSD! Tenham paciência mas se estes políticos tivessem um mínimo de decência, desapareceriam no mais curto espaço de tempo antes que o país lhes pedisse explicações. E se houvesse Justiça em Portugal não seria nunca um Isaltino a ser o bode expiatório, neste caso e momento aproveitado com o único e evidente objectivo de esconder estrategicamente o trabalho desenvolvido atrás dos arbustos pelos verdadeiros ladrões e vigaristas, que como vampiros nos cercam há anos e anos, mas agora sem disfarce e sem dó nem piedade.

 

Mas depois do início da intervenção oral do Presidente os cravos à sua esquerda caíram e morreram

                                       

Consequências do discurso de “consenso” do Presidente:

 

Gaspar abre guerra “duríssima” no Governo

 

Propostas das Finanças partiram conselho de ministros, que só terminou à noite. Cortes nas pensões opuseram ministros a Gaspar e Portas ameaçou romper. Terça-feira há mais.

 

O conselho de ministros só terminou perto das nove da noite e, ao que o Expresso apurou, decorreu num clima de confronto "duríssimo". "Foi muito duro", confirmou um dos presentes, sem adiantar certezas sobre o desfecho de uma confrontação de ideias que voltou a prolongar-se por 11 horas e que terá levado Paulo Portas a ameaçar romper.

 

"Isto está por um fio", desabafava outro dos presentes ainda no rescaldo do conselho considerado como "dos mais difíceis".  Paulo Portas protagonizou, com Paula Teixeira da Cruz, Miguel Macedo, Aguiar Branco e Álvaro Santos Pereira a barragem a algumas das propostas mais radicais das Finanças, nomeadamente no que toca a cortes nas pensões e salários.


BASTA!

(imagens: Público – texto: Expresso)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:07
Sábado, 27 DE Abril DE 2013

A Esperança Alienígena

Angela Merkel – nascida e tendo vivido na sua juventude na defunta República Democrática Alemã – já nem sequer representa o defunto grande estado alemão, mas um emaranhado de interesses económicos privados globais, escondidos atrás de instituições puramente financeiras e especulativas, como é o caso flagrante do Banco Central Europeu com sede na Alemanha.


RDA – Humano

 

Com o discurso único a globalizar-se por todo o planeta, resultante de uma estratégia de controlo global aplicada pela poderosa economia privada mundial – e fortemente assente na especulação financeira – poucas opções ou alternativas sobram às estruturas económicas e sociais dos estados, notoriamente em completa desagregação desde o fim da União Soviética e a queda do Muro de Berlim. Acabada a desculpa do Inimigo Exterior, o estado deixou de ser necessário para a protecção dos interesses privados, tornando-se agora o sector público – tão útil e imprescindível anteriormente em áreas como a segurança, a saúde, a educação, a justiça, a solidariedade – uma fonte de despesa e de instabilidade e até um possível foco de contestação às directivas emanadas pelo poder.

 

Se só alguém vindo do exterior poderá encontrar o caminho da nossa salvação, talvez um extraterrestre vindo das profundezas desconhecidas do nosso pensamento e memória ancestral – mesmo que semelhante a Ata o pequeno ser descoberto no deserto de Atacama localizado no Chile – nos indique a direcção correcta a seguir para atingir esse objectivo sagrado.


Chile – Humanóide

 

Deste modo podemos concluir na generalidade que dos humanos já nada de novo se pode esperar. Resta-nos olharmos para cima e tentar descobrir nos céus as respostas para os nossos problemas e anseios consecutivamente expostos como sem solução e que irremediavelmente nos acabarão por levar por repetição constante do mesmo erro, à depressão colectiva e ao suicídio. E o que é que poderemos aguardar que aconteça de tal forma que esse acontecimento inesperado nos possa transportar para outra dimensão do conhecimento e para a aceitação de outras realidades sequenciais ou paralelas? Por milagre ou por coincidência estratégica só vejo mesmo como expectativa de ruptura e inovação cognitiva, a chegada de alienígenas! Humanóides ou não.

 

(imagens – retiradas da Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:52
Sexta-feira, 26 DE Abril DE 2013

O Futuro Já Não Passa Por Nós

O Estado Foi Destruído, Viva A Barbárie!

 

A destruição do Estado tem um único objectivo conhecido e comprovado: dar preferência à matéria-prima e à produção selvagem e desenfreada de mais-valia. Só assim a vontade e o poder de um indivíduo, se poderá sobrepor à esperança de biliões.


VIRGIN – Nave Espacial Privada – Teste de Voo

Deserto da Califórnia – 12.04.2013

 

A esperança num futuro intemporal e paradisíaco a ser oferecido graciosamente a toda a humanidade e passado totalmente a usufruir dos prazeres que a natureza nos iria oferecer em toda a sua plenitude – ainda por cima e como se fosse “a cereja em cima do bolo”, com a fantástica revolução tecnológica a acompanhá-la – acabou.

Com o fim da União Soviética e a consequente queda do muro de Berlim, o Estado e as suas hierarquias privilegiadas deixaram de ter inimigos. Logo e evidentemente – mesmo para um cego, surdo e mudo – o indivíduo como parâmetro e referência foi eliminado, sendo irreversivelmente substituído por números meramente contabilísticos: muitos desses criminosos e assassinos foram ainda não há muito tempo julgados e condenados por actos similares – mas menos maquiados – no Tribunal de Nuremberga.


ISS – Estação Espacial Internacional

 

No nosso tempo e face à crise das pseudo democracias – inventadas pelos historiadores do regime e transformadas em contos moralistas – o serviço público está já e definitivamente pelas horas da morte, sendo substituído no presente e por obliteração do sistema solidário e não lucrativo – porque é que será que os impostos têm que dar lucro? – por um outro sistema alternativo e de sentido único, em que o privado é a solução hierarquicamente e responsavelmente escolhida e as suas orientações a nossa última e derradeira salvação.

 

Num planeta onde milhões de pessoas morrem de fome e de outras formas de doença provocadas pelo sistema económico onde vivemos, onde não existe um milhão para ajudar um bilião apesar de existirem quadriliões e quadriliões na mão de uns tantos parasitas (o sonho não concretizado no passado por qualquer democrata nazi ou liberal estilo selvagem), uma mão cheia de multimilionários dos mais diferentes continentes resolvem investir fortunas sem limites e dimensões, em satélites como a Lua ou planetas como Marte: e eu que vivo neste profundo e violado Algarve, perdido no meio dos seus resorts, indígenas e residentes – sobretudo velhos, bêbados, prostitutas e prestadores de serviços – não percebo a razão da nossa miséria final, nós que vivemos num paraíso de sol e de mar com o campo ao nosso lado e as praias a apoiar. Até temos um Zoomarine!

 

(imagens – space.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 09:17
Quinta-feira, 25 DE Abril DE 2013

Nem Todos Foram Traidores

Nome de Código 25041974

 

O 25 de Abril pode estar moribundo, mas como qualquer animal vivo e consciente, felizmente ainda se mexe: é que não se consegue simplesmente matar um povo paralisando-o num sedentarismo de miséria, desde que como contrapartida e como equilíbrio social, ele defenda a sua memória e a sua cultura. A vida é uma viagem individual entre pontos sobrepostos num espaço multidimensional, estabelecendo a ligação entre duas comunidades que se completam no tempo tornando-se imortais.


Desenhos da prisão – Álvaro Cunhal

 

Somos nómadas como a natureza e com ela evoluímos possuindo a sua matéria e a sua energia, transformando constantemente e em partilha o espaço que nos rodeia e defende e integrando-nos como grãos de areia no Universo Colectivo. Sem esses grãos de areia o mecanismo seria perfeito, impedindo-nos de o transformar e de iniciar a procura da maravilhosa imperfeição.

 

Hoje são os traidores que festejam o 25 de Abril de 1974 nas instituições que o mesmo povo conquistou com a sua vida, pensando que deste modo se podem continuar a esconder das suas vítimas, através dum discurso miserável, putrefacto e vampírico repetido incessantemente, mas impossível de ser reflectido no espelho.

 

(imagem – retirada da Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:32
Quinta-feira, 25 DE Abril DE 2013

O Monstro Criador Do Monstro E Que Não Usa Espelho

Com o Rei a chamar os seus mais próximos e fiéis Vassalos para o interior e segurança do seu Castelo, o que irão fazer agora para sobreviverem, a Plebe e os restantes vassalos despromovidos, abandonados como o foram à sua sorte e sem qualquer tipo de direitos no exterior das muralhas protectoras do castelo?

 

“Em 25 de Abril de 2013 a Sua e a Nossa Miséria ainda não o convenceram”

 

Só um povo lobotomizado se poderia esquecer da miséria e empobrecimento a que os seus políticos os conduziram.

Como acho que eles ainda não atingiram com a sua plebe esse nível supremo de submissão e indiferença, será sempre muito difícil para nós esquecermos a cara dos nossos carrascos.

Ainda por cima quando este grupo vive e nos olha com desprezo do alto do seu paraíso, rodeado a uma distância segura do Purgatório e dos seus fiéis mercenários, enquanto nos olha cinicamente a ardermos no Inferno por eles criado.

E com alguém ao leme a conduzir-nos deliberadamente para o abismo, como demiti-lo se for Presidente?


O Retrato do Inferno e da total falta de Vergonha

 

Esta imagem concentra num só indivíduo tudo o que de pior surgiu após a queda do Estado Novo no – para nós parecendo já tão distante – dia da Revolução.

Um Presidente que toma pela primeira vez na história de Portugal após o 25 de Abril de 1974 partido por uma das facções políticas, ignorando com a sua posição demagógica e insultuosa todos os que nele não votaram e desprezando de uma forma ignóbil e descarada todo o eleitorado que nele votou e confiou e que o governo esquizofrénico actual enganou e esqueceu.

Com um governo irresponsável, incompetente e criminoso como este, destacando-se pelo desrespeito por tudo e por todos – incluindo o seu programa e os seus militantes – revela-se agora diante de nós e de uma forma clara e prepotente o enviado do Inferno, como um enorme rochedo protegendo os seus filhos e afilhados e ameaçando esmagar como potenciais inimigos, todos os outros à sua volta.

Provavelmente Humberto Delgado diria: “Obviamente Demito-o”!

Mas o que ele merecia – como todos os que tem comido da mesma panela – era ser demitido e julgado!

 

(imagem: Assembleia da República/Comemorações do 25 Abril/2013 – retirada da Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:24

pesquisar

 

Abril 2013

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
14
19
20
22
23

comentários recentes

Posts mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro