mais sobre mim

subscrever feeds

Sexta-feira, 31 DE Maio DE 2013

A Crise do Euro – Os Sonâmbulos

“Se por acaso os Sonâmbulos se preocupam com a sua Moeda e com o seu Povo, então necessitam de Acordar”


CEE – À Beira do Precipício

 

E o que é que acontecerá se os líderes europeus tropeçarem?

A Europa entrará então numa zona de penumbra por muitos e muitos anos.

 

O custo será medido em desilusão, comunidades arruinadas e vidas desperdiçadas.

 

E enquanto a estagnação e a recessão continuarem a ignorar a democracia, a zona Euro corre o sério risco de uma fatal rejeição popular.

 

(texto e imagem a partir de: The Economist – 25.05.2013)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:03
Quinta-feira, 30 DE Maio DE 2013

Geografia – Alma e Sabedoria (e Felicidade)

“A Sabedoria não entra numa Alma Maligna”

(textos bíblicos)

 

A Alma do Deserto

 

A pequena raposa regressava a casa toda contente, após um pequeno passeio realizado sob a supervisão dos guardiões do deserto, por solicitação expressa da sua mãe, nessa altura muito ocupada no arranjo do seu lar e na protecção das suas crias, enquanto o pai se ia entretendo desde o nascer do Sol, em arranjar os alimentos necessários à manutenção do bem estar de toda a sua família. Excepcionalmente o tempo estava mediamente quente mas bem suportável, com uma pequena mas bendita aragem a percorrer o corpo da jovem raposa, curiosa e aventureira e a impeli-la em direcção à sua querida casa e refugio, onde certamente a sua mãe e restantes irmãos, a esperavam com excelentes petiscos e iguarias, sempre descobertos na imensidão misteriosa da planície pelo seu pai rei da sabedoria, na sua ideia descendente de antigos e poderosos mágicos e feiticeiros, com ligações sagradas ao centro do mundo. Mas sempre sob as ordens da Mãe.

 

A Árvore da Sabedoria

 

A árvore é um elemento incontornável e fundamental da uma vasta composição que há milhares e milhares de anos nos descreve a paisagem natural que o nosso planeta de acolhimento nos oferece e connosco partilha – sem pedir nada em troca senão a sua manutenção – estabelecendo desde logo um importante elo de ligação físico e profundamente mágico entre a terra limitada mas acolhedora onde nos locomovemos – a nossa casa – e o céu belo, estrelado e misterioso que rodeia o nosso planeta e que nos faz sonhar constantemente desde a nossa infância, com outros mundos, outras terras e outros seres vivos curiosos e aventureiros como nós. Até pela sua longevidade, pela sua perseverança e pelo seu estoicismo face a todos os elementos que a tem erodido desde o seu aparecimento à face da Terra, ela pode ser mesmo considerada como um verdadeiro receptáculo – não só simbólico, mas também real – da ideia sobre a existência de mundos de espaços sucessivos e paralelos em constante movimento e transformação, unidos através de canais de ligação integrados mas ainda não compreensíveis por nós, no que concerne à visibilidade desses mesmos mecanismos de deslocação e logicamente das suas técnicas de utilização.

 

(imagens – Francisco Mingorance e Manish Mamtami – NG)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:49
Quarta-feira, 29 DE Maio DE 2013

Prepotência Legal para Desqualificados

Todos os dias Eles (os ricos) inventam e exigem aos outros (os pobres) qualquer coisinha.


Câmara de Elvas (PS) obriga proprietários a caiarem as casas antes da visita do PR

 

E vão ter mesmo que pagar!

E então porque não pintam Eles os edifícios do Estado?

 

(imagem – Sapo)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:40
Terça-feira, 28 DE Maio DE 2013

O Período Troika

Este pode ser o nosso futuro

 

Com a “Bala de Prata” já gasta com o Vampiro Estrangeiro, resta ao Caçador – para resolver definitivamente o grave Problema demográfico que até nos obriga a emigrar – aumentar finalmente a velocidade de crescimento do País!

 

Descodificador:

Bala de Prata – expressão utilizada por NMS

Vampiro Estrangeiro – PP

Caçador – PPC

Problema – excesso de velhos e de desqualificados

País – Portugal

 

(imagem retirada de: caninga.blogspot.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:35
Terça-feira, 28 DE Maio DE 2013

A Lua (Alienígena?)

Módulo orbital japonês KAGUYA

(em 31 de Outubro de 2007)

 

Polo Norte da Lua – Crateras

 

Lua: esse satélite misterioso orbitando o planeta Terra – sendo vizinhos muito próximos, mas com diferentes composições – que desde sempre deixou no nosso imaginário um rasto profundo de sonho e de fantasia, podendo ser mesmo um vagabundo vindo das profundezas desconhecidas do espaço (deliberadamente?) e capturado num ponto do seu trajeto (propositadamente?) pela força exercida pela gravidade terrestre.

 

(imagem – JAXA/NHK)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:03
Segunda-feira, 27 DE Maio DE 2013

Lobotomia Sem Cirurgia e Com Lágrimas Escondidas

“É possível destruir um povo – e a sua cultura e memória – sem se recorrer à lobotomia”


Será esta a nossa sina?

 

Cirurgicamente Portugal é:

 

- Um território dirigido por uma minoria hipócrita e mesquinha de indivíduos, cuja única realidade – já não sonham nem usam o espelho – é viver à custa de todos os outros;

 

- Um espaço maioritariamente esquecido e desprezado, povoado por inúmeros rebanhos de ovelhas, de carneiros, de cabras e de bodes, todos muito ordeiros e pobres, alegres e generosos, mas sempre e por precaução, sem opinião. Andando sem pensar ou hesitar, em direcção ao precipício sagrado, como se fosse esse o seu destino fatal;

 

- Um território que de tanto doer, até as lágrimas sabe esconder.

 

(imagem retirada de – Web/blogue de Beatriz Saraiva)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:59
Domingo, 26 DE Maio DE 2013

The United States’ Capitals Of Inequality

Mississippi basin

 

Welcome to the San Francisco Bay Area. The epicenter of the tech industry. The global vortex of venture capital. One of the most brutally unequal places in America, indeed the world.

 

In the distribution of income and wealth, California more resembles the neocolonial territories of rapacious resource extraction than it does Western Europe. The only states that compare to California’s harsh inequalities are deep southern states structured by centuries of racist fortune building by pseudo-aristocratic ruling classes, and the East Coast capitals of the financial sector.

 

It’s a strange club, the super-inequitable states of the U.S. This list pairs the bluest coastal enclaves of liberal power with the reddest Southern conservative states. In terms of wages and wealth these places have a lot in common.

 

The economies of Louisiana, Mississippi, and Alabama remain bound by racial inequalities founded in slavery and plantation agriculture; the wealthy elite of all three states remain a handful of white families who control the largest holdings of fertile land, and own the extractive mineral and timber industries, and the regional banks.

 

Texas, with its sprawling cities, global banks, energy corporations, universities, and tech companies, is more like California in that its extreme economic inequalities are as new as they are old. Stolen land and racial segregation combine with unworldly new fortunes built on the Internet and logistical revolutions in manufacturing and markets to manifest a gaping divide in power and wealth between the few and the many. The Texas border, like California’s, opens up vast pools of Mexican and immigrant labor for super-exploitation by agribusiness and industry.

 

The same goes for New York, Connecticut, and Washington D.C. the other most unequal places in the United States. New York and Connecticut, like California, have become societies divided by an upper stratum of financial-sector workers and corporate employees whose salaries and investments simply dwarf the bottom half of the population’s earnings, and unlike the South, this extreme level of inequality is rather new in its source of valorization.

 

Washington D.C. is split between the federal haves, mostly fattened contractors who run the military, or who represent the interests of the billionaires in California and New York, and the have-nots, mostly Black and immigrant service sector workers who wait on these technocrats of empire.

 

(JacobSloan – disinfo.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:53
Domingo, 26 DE Maio DE 2013

O Identificador de Palhaços

“O Palhaço Branco – como palhaço aristocrata que é – quando contracena com outros palhaços, tenta sempre tomar o controlo da situação”

(a partir de Wikipedia)

 

Revoltado contra si próprio e contra a crescente prevalência dos humanóides na análise biológica e comportamental dos seres humanos – os criadores dessas réplicas espectaculares e cada vez mais perfeitas – uma das mentes mais iluminadas e brilhantes da sociedade intelectual oficial, resolveu assumir o papel original de identificador e controlador da qualidade dos diferentes tipos de palhaços.


Robots Palhaços

 

Acredito que sem querer com a sua acção insultar o palhaço por si instantaneamente escolhido – terá sido uma reacção inconsciente – o objectivo único a alcançar e verdadeiramente pretendido pelo conhecido intelectual VIP, era o de responder patrioticamente aos avanços da tecnologia artificial japonesa, com a experiência revolucionária nacional na área da cibernética, utilizando exclusivamente componentes – a nível de software e hardware – biológicos e naturais, de que ele seria um grande exemplo e um dos mais avançados protótipos até agora reconhecidos.


Robot identificador de odores

 

Esta atitude nacionalista e patriótica foi no entanto mal interpretada por muita gente – talvez também como uma reacção inconsciente – tendo dado origem ao aparecimento de queixas e protestos vindos dos mais variados sectores da sociedade portuguesa, seja da parte dos defensores reais e fictícios do individuo identificado como palhaço, seja da parte de uma associação de palhaços até hoje desconhecida, por inexistente.

 

No entanto tudo se deverá resolver rapidamente a bem de todos, com o reconhecimento por parte do pretenso protótipo identificador de que se terá excedido nas suas afirmações e constatações finais, consequência de uma sobrecarga inopinada num dos seus circuitos que o terá levado a confundir a avaliação do nível artístico com a do nível técnico, do (inocente) atingido.


Erro de software

 

Certamente que os ofendidos verificarão que a origem da mensagem com erro terá residido numa simples deficiência de software instalado, devolvendo o intelectual VIP para os serviços técnicos de manutenção, onde sofrerá uma simples (e nova) formatação do disco.

 

Cá ficaremos ansiosos a aguardar o lançamento do seu novo livro.

 

“O Identificador/Controlador perdeu-se provavelmente numa entidade incluindo várias subrotinas ou então esqueceu-se da ID correcta a utilizar, acedendo a outra aplicação ainda activa e a referências de memórias e de execuções incorrectas, para o cumprimento integral dos objectivos do programa a desenvolver”

 

(imagens: BNPRESS/CRAZYLABO/HAVEFUN)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:38
Quinta-feira, 23 DE Maio DE 2013

Prevenir o Futuro

O Hipócrita por Estratégia e o Homem Estilo Preservativo – que aproveita todas as Novas Oportunidades que lhe vão surgindo à mão

 

O Mestre e A Coisa

 

Não é necessário curvar-nos ou então rastejar, para sermos bem vistos pelo chefe e ganharmos uma futura promoção.

 

Para nós – e desses já cá temos muitos – já chega o não aconselhável durão, diga sim ou diga não.

 

“Não há derrapagem orçamental em Portugal”!

(Wolfgang Schäuble)

 

(imagem – i)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:34
Quarta-feira, 22 DE Maio DE 2013

Incluídos e Excluídos

Por aqui vai passando um tornado arrasador, esmagando tudo o que vai aparecendo à sua frente. Mas protegidos pelas muralhas do Castelo – pelo menos enquanto não caírem e houver povo para o reparar – o Rei e os seus súbditos vão apreciando o poder e a força do seu ódio, pela ralé crescente de pobres, necessitados e adoradores de extraterrestres.

 

Estados Unidos da América – Catástrofe Natural

                                     

Aqui Somos Incluídos

 

Um violento tornado atingiu anteontem a cidade norte-americana de Oklahoma, causando mais de duas dezenas de mortos e duas centenas de feridos. Praticamente terra planando todas as estruturas que encontrou no seu percurso, como cinemas, escolas, hospitais, pontes, estradas e muitas outras estruturas básicas. Nesta tragédia provocada por causas naturais – apesar do grande contributo indirecto originado em causas artificiais com intervenção humana, como a poluição e aquecimento global – ainda podemos ingenuamente e apesar de tudo, ignorar algumas evidências e culpar o acaso ou o azar pelo sucedido.

 

Portugal – Catástrofe Artificial

 

Aqui Somos Excluídos

 

Reuniu-se anteontem sobre a presidência de Cavaco Silva – uma vez mais e sem conteúdo – o Conselho de Estado destinado a analisar o período pós-troika. Com a presença dos principais responsáveis (ou representantes) pela gravíssima situação económica que o país atravessa, nada se sabe do que lá se tratou ou se de algum modo alguém se mostrou preocupado com a realidade, até porque o seu presidente nunca soube para que servia um espelho, nunca se olhando nele e recusando-se a ver o estado do monstro que criou e a extensão perigosa dos seus tentáculos por toda a nossa sociedade, corrompendo topos os seus valores e atirando o país para a indiferença sem futuro e para o seu fim definitivo e irrecuperável. O objectivo é só um: destruir toda a estrutura do Estado, abandonar todos os cidadãos à sua sorte e organizar uma nova sociedade e poder baseado unicamente no factor económico e financeiro, sem cultura, sem memória, sem solidariedade, sem sociedade, apenas com empresas como baluartes de resistência – e em contra ciclo natural – à transformação e evolução de todas as leis conhecidas do Universo. À volta das muralhas do Castelo o povo procura aproveitar por aproximação ao poder do Sol a protecção do Rei, contentando-se com os poucos restos que lhes são atirados por caridade e desprezo no meio da nova barbárie ocidental – uma catástrofe.

 

Santa Sé – A esperança nos extraterrestres

 

Aqui ainda temos Fé

 

O Papa Francisco praticou anteontem (alegadamente) um exorcismo em plena praça de S. Pedro. Não resistindo à possível presença do Diabo no corpo deste cidadão e sujeitando-se a todo o tipo de comentários de todos os seus apoiantes e adversários – os anjos bons e os anjos maus – o Papa resolveu intervir imediatamente e assumir nas suas próprias mãos a solução para os problemas de que sofria esta ovelha tresmalhada do seu rebanho. Ao contrário dos nossos falsos políticos – oportunistas unicamente interessados no seu currículo e conta pessoal – Francisco assumiu o seu papel profissional e fez-me mais uma vez acreditar em Fátima e no possível regresso dos alienígenas ao centro de Portugal para nos virem salvar, agora que a revolta de N.S. de Fátima e de S. Jorge é bem visível face à sua utilização e manipulação indevida pela falsa nobreza actual.

 

(imagens – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:09

pesquisar

 

Maio 2013

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
15
17
19
20
21
24
25

comentários recentes

Posts mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro