mais sobre mim

subscrever feeds

Sexta-feira, 28 DE Fevereiro DE 2014

Vêm aí os Russos!

Os EUA empurram, a Alemanha deixa-se empurrar, a Ucrânia é empurrada...e depois vem a Rússia e empurra ao contrário. De que é que estavam à espera? E é por coisas como esta que a Europa está a morrer às mãos da Alemanha, com a Rússia a controlar, os EUA a ver e o resto do mundo sem ligar: para eles a morte da Europa, já há muito foi declarada.

 

Sebastopol

 

Com a crise política na vizinha Ucrânia a atingir o seu clímax – o Presidente fugiu da Ucrânia para a Rússia talvez através da Crimeia, entregando virtualmente todo o poder nas mãos dos rebeldes pró-ocidentais – a Rússia viu-se obrigada a defender de imediato os seus interesses nesta importante região fronteiriça tal e qual como o fez na Geórgia.

 

Desse modo não causa nenhuma admiração para qualquer indivíduo minimamente informado, que a Rússia na defesa dos seus interesses e da forte comunidade russa vivendo na Crimeia, tenha aparentemente iniciado a invasão da Ucrânia: primeiro duma forma não declarada, mas rapidamente se podendo traduzir numa invasão efectiva.

 

O que não se compreende no meio disto tudo é a estratégia adoptada pelos Estados Unidos da América e pela Alemanha com os acontecimentos que têm afectado a Ucrânia e que poderão levar a mais uma espécie de balcanização. Com que objectivo? Provocar a Rússia?

 

E se tudo se passasse por exemplo no México ou no Canadá – países fronteiriços com ligações históricas aos EUA – e os interesses e cidadãos norte-americanos começassem a ser perseguidos e agredidos – o que faria a América?

 

(imagem – huffingtonpost.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:52
Sexta-feira, 28 DE Fevereiro DE 2014

Terramoto de 1969

“Os portugueses devem-se recordar dos anos vividos no Estado Novo, para assim poderem perceber a estratégia verdadeiramente ignóbil e sem valores deste Governo – não nos deixando levar pela apatia e indiferença não natural e respeitando a memória e defendendo a cultura nossa e dos nossos pais: segundo eles cada um de nós deve-se safar como puder, já que o Estado só existe para os proteger e não para defender os seus cidadãos”.

 

 

No dia 28 de Fevereiro de 1969 – há precisamente 45 anos – Portugal foi atingido por um sismo de magnitude 7.3 na escala de Richter, provocando uma onda de pânico um pouco por todo o país e causando algumas vítimas e a destruição de algumas habitações: o sismo teve o seu epicentro no oceano Atlântico a sudoeste do cabo de São Vicente (onde a amplitude atingiu a amplitude de 8.0) e por ter sido no mar e a várias centenas de quilómetros do continente, não atingiu proporções mais dramáticas. O último grande sismo registado no nosso país e que teve graves consequências a nível do número de vítimas e da destruição de habitações – e outros edifícios e estruturas básicas – tinha sido registado há 214 anos atrás (1755), sendo neste caso acompanhado por um tsunami que ainda agravou mais o dramatismo da situação.

 

 

O sismo teve o seu epicentro no Banco de Gorringe afectando toda a Península Ibérica e o norte de África: além de ainda me lembrar muito bem desse acontecimento – residia em Espinho e o início registou-se de madrugada (03h 41mn), acordando-nos com um barulho estranho, imenso e crescente que tudo fazia abanar – recordo-me também da minha primeira viagem a Marrocos realizada pouco tempo depois, com a minha mãe firmemente agarrada ao banco ao lado do condutor, enquanto atravessávamos uma estrada de montanha no norte do país entre Ceuta e Tanger, completamente encoberta pelo nevoeiro e com algumas partes laterais (da berma) em falta, já que tinham aluído com o tremor de terra.

 

 

No caso de Portugal o sismo teve uma duração de quase um minuto, sendo seguido por várias réplicas (uma delas de magnitude 5.4 na escala de Ritcher): a zona mais atingida foi a do Algarve, seguido da zona de Lisboa e finalmente de toda a zona abrangendo todo a costa litoral de Portugal (onde ficava Espinho mais a norte) e o Alentejo. No caso do Algarve as consequências foram mais gravosas, como o foi o caso de Fonte de Louzeiros, uma pequena aldeia situada no actual concelho de Silves e fazendo parte de Alcantarilha: as casas da aldeia caíram todas, não se registando no entanto e milagrosamente nenhuma vítima nas mais de trinta pessoas aí residentes. Como curiosidade e homenagem a um homem bom – a partir da reportagem da SIC – convém recordar aquele fotógrafo que aí enviado de Lisboa ainda sentiu o drama daquela população abandonada, correndo até Albufeira para expor o sofrimento desta gente humilde e trabalhadora agora destroçada e da colaboração e ajuda prestada pela Câmara Municipal de Albufeira e do seu Presidente.

E o outro socorro (do Estado Central) chegou lá?

“Não, não houve nenhum socorro nesse tempo”!

 

(imagens – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:46
Quinta-feira, 27 DE Fevereiro DE 2014

O Menino Jesus

Se o Montenegro (lidere parlamentari du pêesedê) ainda defende o assassinato da Língua Portuguesa ressuscitando o Acordo Ortográfico depois do aborto que foi o caso da co-adopção, porque não usar a imagem de Jesus (treinadori du eselêbê) para vender amendoins:

 

Amendoins Peaners

 

É que no segundo caso e apesar de tudo o seu nome é Jesus, enquanto no primeiro nem o cérebro dele deve atingir a dimensão dum amendoim.

 

(imagem – facebook.com/peaners)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:51
Quinta-feira, 27 DE Fevereiro DE 2014

Mancha Solar AR1990

Explosão registada na região da superfície solar designada por AR1990. Foi uma das mais violentas erupções na coroa solar registadas neste ciclo da nossa estrela (X4,9), produzindo uma brilhante emissão de CME (em princípio não dirigida para a Terra).

 

Explosão Solar – diferentes visões dos momentos iniciais

 

Manchas solares como a AR1990 são por vezes a continuação de outras detectadas anteriormente, mas que com o movimento de rotação do Sol voltam a reaparecer por vezes ainda activas: no caso desta mancha trata-se da terceira vez e pelos vistos foi de vez – do ponto de vista da potência agora registada.

 

(imagem – SDO)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:31
Quarta-feira, 26 DE Fevereiro DE 2014

O Sultão dos Mil Filhos

“Pode ter vivido no Reino de Marrocos – tão perto de nós – o recordista mundial de todos os tempos em número de filhos: trata-se do sultão marroquino Moulay Ismaïl que reinou entre os anos de 1672 e de 1727, estimando-se que tenha deixado uma descendência de 1.171 filhos”

 

Este marroquino foi o primeiro grande sultão da dinastia Alaouite a reinar em Marrocos (este dinastia ainda controla actualmente o país) sendo para além disso o recordista na permanência no poder – 55 anos. Considerando-se como descendente de Maomé o fundador do Islão, este sultão exerceu o seu poder duma forma violenta e sanguinária acabando por ficar conhecido pelo seu “estilo vingativo e sedento de sangue”: contando com o apoio e a força de um exército por si criado e composto por mais de 150.000 homens, ninguém no reino de Marrocos se atrevia a criticá-lo ou contestá-lo ou o seu destino seria inevitável – como o comprova logo no início do seu reinado o assassinato de centenas de chefes inimigos e os mais de 30.000 mortos durante o cumprimento do seu mandato real e divino.

 

Reino de Marrocos – Sultão Moulay Ismaïl

 

No entanto além de ser um animal extremamente violento e sanguinário também era – como acontece com muitos outras espécies animais – um excelente exemplar de reprodutor. Sendo já um dos protagonistas do Guinness Book of World Records devido aos seus 888 filhos, eis que agora um grupo de investigadores especialistas em modelos de concepção, vem levantar a hipótese já anteriormente admitida do número de filhos do sultão ser um pouco superior ao milhar: mais precisamente 1.171 descendentes. Apesar de existirem algumas interpretações diferentes sobre a fertilidade das mulheres nessa época da história e das civilizações, os cientistas não deixaram de fazer os seus cálculos para a obtenção final dum número de indivíduos igual aos mencionados 1.171, chegando à seguinte conclusão: Moulay Ismaïl ter-se-ia relacionado sexualmente 1 a 2 vezes por dia durante pelo menos 32 anos da sua vida com perto de cem mulheres (um pouco mais, um pouco menos, dependendo da disponibilidade reprodutiva das mulheres em questão). O que não deixa de ser uma hipótese de fácil aceitação, dado o número de mulheres e concubinas postas à disposição no harém do sultão.

 

(dados e imagem – livescience.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:24
Terça-feira, 25 DE Fevereiro DE 2014

Kung-Fu Panda

Perante as autoridades ausentes os dois animais expressaram o seu ponto de vista sobre a organização da sociedade, solicitando a aplicação duma pena agravada para quem indignamente ultrapassasse o modelo, por Deus adoptado. Tinham como testemunha fundamental um vegetal verde de clorofila, escandalizado com a falta de respostas apresentadas pelo sistema e que desde sempre acompanhara fielmente na sua retaguarda e como seu Anjo da Guarda exclusivo, estas potenciais vedetas do Universo Panda.

 

Cães de origem chinesa

 

Estavam agora os dois animais num momento de impasse comunicacional, olhando fixamente para o espaço vazio situado na sua frente – e sem saberem muito bem como reagir à falta de interesse daqueles para quem a sua mensagem era dirigida – quando repararam que ninguém estava presente, que nada à sua volta se mexia e que nem a sua dona andava por ali. Ficaram estarrecidos e paralisados perante a perspectiva cada vez mais realista de se transformarem verdadeiramente em Pandas, paralisando progressivamente no tempo e sem verem a comida passar.

 

(imagem – huffingtonpost.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 08:42
Segunda-feira, 24 DE Fevereiro DE 2014

Aurora Boreal à luz da Lua

Aurora boreal registada na noite de 18 para 19 de Fevereiro na região central do estado norte-americano do Maine – nordeste dos EUA – a latitudes mais a sul do que o seria previsível.

 

Aurora Boreal – Maine – Taylor Photography

 

Segundo os especialistas nestes fenómenos este acontecimento terá sido provocado por mais uma tempestade geomagnética originada em CME oriundas do Sol, que na sua viagem através do espaço encontraram uma pequena falha no campo magnético (protector) intermédio da Terra – motivado pelo ligeiro deslocamento para sul desse mesmo campo magnético – acabando por penetrar na atmosfera terrestre e provocar estes fenómeno menos habitual nestas regiões situadas a latitudes inferiores.

 

(dados: earthsky.org – imagem: miketaylorphoto.smugmug.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:09
Domingo, 23 DE Fevereiro DE 2014

A Última Grande Potência Mundial

“No meu país a elite vende as nossas memórias e valores – o sujeito e o objecto – e subverte a sua própria ética particular – prostituindo-se de novo: mata-nos por abandono e morre da doença”.

 

O único país conhecido sobre a face da Terra que foi capaz de manter o equilíbrio fundamental – para a sua manutenção no lugar de topo da hierarquia mundial – entre a força da espingarda (da arma) e o poder do canudo (do diploma). Agora transformando-se progressiva e inexoravelmente num autêntico estado pré-ditatorial, inicialmente controlado por um aglomerado indeterminado de grandes corporações internacionais, que inevitavelmente se terão que associar em grandes conglomerados, que se irão por sua vez e através da aplicação da lei do mais forte e do mais poderoso, aniquilar-se mutuamente até ficar só um: o Estado Privado Perfeito à imagem do Paraíso de Deus.

 

USA/CSA

 

Impondo durante estes últimos anos da história da civilização mundial todo o seu poderio económico e militar, este país soube tirar partido da sua estratégia de mercado ultra expansionista – não reconhecendo fronteiras por supremacia militar – para extrair do lado de fora das suas fronteiras os seus cérebros mais brilhantes e promissores, prometendo-lhes o sonho nacionalista do país e os futuros brilhantes que aí vinham. Ao mesmo tempo que assentava toda a sua estrutura de dominação sobre uma base de sustentação dirigida prioritariamente ao desenvolvimento da sua indústria militar, tornado sector de topo e prioritário para todo o desenvolvimento económico e comercial, através do controlo da venda e da circulação de armas em todos os mercados espalhados um pouco por todo o mundo: no fundo uma globalização para uma mais eficaz centralização.

 

(imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:07
Sábado, 22 DE Fevereiro DE 2014

Waves of Destruction: History's Biggest Tsunamis

Em 2015 cumprem-se 260 anos sobre o terramoto de 1755 – o qual atingiu o nosso país – afectando sobretudo a zona de Lisboa e a bacia do rio Tejo, o qual foi seguido dum tsunami que devastou toda a zona da baixa. Não existem previsões para um novo terramoto desta dimensão, mas entretanto – e desde já – alguém se prepara para assumir o papel de Marquês do Pombal.

 

Lisboa

The Great Lisbon Earthquake:

“On Nov. 1, 1755, a colossal earthquake centered in the Atlantic Ocean — and whose three jolts of shaking lasted 10 minutes — destroyed Lisbon, Portugal, and rocked much of Europe, people took refuge by boat. A tsunami ensued, as did great fires. Altogether, the event killed more than 60,000 people”.

 

(imagem e texto/inglês – livescience.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:58
Sexta-feira, 21 DE Fevereiro DE 2014

O Vulcão do Monte Kelut

Vulcão Kelut – 14.02.14

 

Depois da erupção registada este mês no vulcão do Monte Kelut situado na Indonésia e que levou à evacuação de milhares de pessoas aí residentes, outro problema adicional está agora a surgir.

 

Poluição provocada pela queda de cinzas vulcânicas

 

Durante a sua erupção iniciada este mês o vulcão Kelut terá lançado sobre a superfície situada em seu redor perto de 50 milhões de m³ de depósitos.

 

Kali Code – Yogyakarta – 200Km do vulcão

 

Registando-se na zona do vulcão uma elevada precipitação e com os rios a começarem a transportar consigo material piroclástico e outras rochas e detritos, a água do rio começa agora a transformar-se numa espécie de lama, ameaçando as suas margens e as aldeias aí situadas.

 

Monte Kelut – Tempestade atmosférica

 

A erupção não afectou no entanto todas as zonas em seu redor: certas zonas a sul do vulcão não foram afectadas, ao contrário do que aconteceu a norte onde se situam as zonas mais atingidas como Puncu e Pandan Sari.

 

(dados e imagens – The Watchers)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:51

pesquisar

 

Fevereiro 2014

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9

comentários recentes

Posts mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro