mais sobre mim

subscrever feeds

Segunda-feira, 29 DE Fevereiro DE 2016

Marte Reeditado

“O dinamismo elevado característico das zonas costeiras traduz-se numa constante evolução destas áreas. Algumas formas modificam-se, mudam de posição, umas desaparecem e outras aparecem.” (wikipedia.org)

 

Um dos fatores que mais me atraíram para viver junto do mar.

 

m2.jpg

Marte: Desertos, pedra e areia
(cores alteradas – tal como em todas as imagens editadas)
Valor lógico: 1 (Verdadeiro)

 

A diferença entre o planeta Terra e o planeta Marte estaria devidamente justificado no respetivo colorido: uma Terra multicolor e de fortes tons azulados (fazendo-nos lembrar o Céu), um Marte de uma só cor e de tons avermelhados (lembrando-nos o Inferno). Recorrendo-se ao photoshop para confirmar a imagem e desse modo nos propondo uma nova realidade (reeditando-a sem sobressaltos e simultaneamente evitando o espanto, nunca exigindo explicações).

 

Muitas das imagens que recebemos de Marte (como de muitos outros cospos celestes) têm por vezes em comum o de serem apresentadas a preto-e-branco e com uma pobre definição. E se por um lado o contraste entre estas duas cores revela muitas das imperfeições naturais e artificiais dessas imagens (afinal de contas uma das cores resulta da mistura de todas as outras e a outra define-se como ausência de cor), por outro lado a utilização na sua composição de todas as paletes de cores pode-nos sugerir cenários completamente diferentes e até mesmo de natureza oposta: de uma Natureza Morta (na realidade existindo e fazendo parte do conjunto, mas não exibindo outras tonalidades demonstrando atividade e organização) passando para uma Natureza Viva (com cada elemento invocando a sua frequência e o seu lugar próprio no mundo).

 

“Um excelente método a utilizar por parte das organizações privadas que se perfilham desde há muito tempo no horizonte com o objetivo revolucionário de colonizar Marte, será o de proporem aos técnicos de multimédia da NASA um photoshop acolhedor e turístico do referido planeta: tornando-o parecido com a Terra e pronto para receber terrestres.”

 

Talvez abrindo uma agência de viagens ou então uma imobiliária.

 

m3.jpg

Marte: Oceanos, vegetação e vida
(cores alteradas – tal como em todas as imagens editadas)
Valor lógico: 0 (Falso)

 

E assim vemo-nos (apesar de tudo) com alguma incerteza e espanto a olharmos para estas imagens de Marte (registadas, enviadas e editadas) sabendo de antemão que estamos a observar um planeta morto, árido, desértico e quase tão seco como um osso chupado: um planeta que em vez de ser apresentado morto e a preto-e-branco (como se fosse um cemitério sem corpos), é-nos aqui disponibilizado sob um colorido bem-vivo como se ainda respirasse e como se fosse na Terra.

 

Questionando-nos inevitavelmente sobre todas as outras imagens a nós fornecidas pelas mais diferentes agências espaciais, já que todas essas imagens ao serem editadas e publicadas facilmente poderão ser manipuladas ao longo de todo o seu trajeto (do remetente ao destinatário). Será o planeta Marte tal e qual como nos é apresentado todos os dias ou será que nele poderemos ver espelhada uma outra realidade? Como assim Marte pode representar o nosso passado, o nosso futuro ou até mesmo (pelo menos nalgumas das suas regiões ainda desconhecidas) o nosso presente.

 

Por essa razão termos abandonado a Lua (a menos de 400.000km da Terra) e pretendermos colonizar Marte (neste momento localizado a cerca de 160.000.000km de nós).

 

(imagens: youtube.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:01
Domingo, 28 DE Fevereiro DE 2016

Corrida de Fundo

Um dia algo correu por este canal

 

Mais uma imagem do ainda misterioso planeta Marte, que só serve para confirmar que um dia este corpo celeste (por acaso nosso vizinho) esteve bem vivo e em pleno movimento. Registada durante a 62153ª passagem da sonda norte-americana 2001 MARS ODYSSEY, desde 24 de Outubro de 2001 orbitando o planeta.

 

PIA20264 B.jpg

Marte – Olympica Fossae
(18.12.2015)

 

Para qualquer tipo de leigo (mais ou menos erudito) destacando-se desde logo no cenário (apresentado em PIA 20264) a depressão curvilínea, contínua, profunda e sugestivamente direcionada, tão típica de um leito de uma corrente qualquer: como as margens de um rio da antiga História de Marte.

 

Uma região marciana (OLYMPICA FOSSAE) localizada a sul de ALBA MONS (e pertencendo a uma zona profundamente atingida num passado bastante remoto por movimentos tectónicos e fenómenos de vulcanismo) nesta imagem apresentando uma extensa depressão (canal) muito provavelmente cavada pela passagem de lava. E de água?

 

(imagem: NASA)

tags: , ,
publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:39
Domingo, 28 DE Fevereiro DE 2016

Mais Meteoritos

Bolas de Fogo
Agora na Península Ibérica

 

ASTE.jpg

Espanha
Bola de Fogo
(21.02.2016)

 

Desde o dia 19 de Fevereiro pelo menos quatro meteoritos (bastante brilhantes) foram registados a atravessar a atmosfera da Terra, sobre o território da Península Ibérica (sendo observados nos céus de Espanha, de Portugal e de Marrocos). Num desses casos o meteorito atravessou os céus do sul de Espanha e de Portugal, sendo observado durante a sua aproximação como uma bola de fogo cada vez mais brilhante (pelas 02:42 UTC), até se desintegrar e desaparecer. O meteorito foi detetado pelas estações de Toledo, de Sevilha e de Huelva, tendo colidido com a atmosfera terrestre a cerca de 120km de altitude e a uma V=30m/s. Ter-se-á desintegrado por volta dos 40km (de altitude).

 

(imagem: thewatchers.adorraeli.com/University of Huelva)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:45
Domingo, 28 DE Fevereiro DE 2016

Super Terça-Feira, 1 Março

No dia 08.11.2016 os EUA elegerão o seu próximo Presidente. Até lá realizar-se-ão as Convenções dos partidos DEM (25/28 Julho) e REP (18/21 Julho) para a escolha dos seus candidatos. De momento não se conhecem candidaturas alternativas Independentes.

 

Seal_of_the_President_of_the_United_States.svg.jpg

 

Após a realização da próxima SUPER TERÇA-FEIRA os dois candidatos DEMOCRATAS (Hillary Clinton e Bernie Sanders) terão cumprido 36% do seu percurso para a sua nomeação em CONVENÇAO como o candidato presidencial DEM.

 

IMG_2644.jpg

 

Por seu lado os cinco candidatos REPUBLICANOS (Donald Trump, Ted Cruz, Marco Rubio, John Kasich e Ben Carson) terão cumprido 61% do seu percurso para a sua nomeação em Convenção como candidato presidencial REP.

 

IMG_2647.jpg

 

O que nos conduz à conclusão imediata de que após o dia 1 de Março tanto o candidato presidencial DEM como o candidato presidencial REP (se nada de extraordinário acontecer) estarão praticamente escolhidos: Hillary Clinton pelos DEM e Donald Trump pelos REP.

 

(imagem: wikipedia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:56
Sábado, 27 DE Fevereiro DE 2016

O Estado da Alemanha

Mutter Angela – Mitfuhlend Mutter – Mamma Merkel
“Europe’s Conscience on the refugee crisis”
(Newsweek)

image-898422-thumbflex-dnjv-898422.jpgc54e366e-4c44-4c12-af01-212d41beaa08-620x522.jpegmerkel-cover.jpg

A Mãe de Todos os Refugiados

 

Se alguém quiser ter uma ideia de qual é o ambiente geral na Alemanha relativamente à sua situação político-económica, basta olhar para o gráfico apresentado pela DW (dw.com) e verificar qual o nível de satisfação da população alemã no que refere ao trabalho do seu atual Governo. Nos últimos sete meses o Governo de coligação dirigido por Angela Merkel (CDU/CSU+SPD) tem vindo sistematicamente a descer de popularidade (com exceção de um interregno de dois meses), encontrando-se neste momento nuns baixíssimos 38% (fins de Fevereiro).

 

0,,19026571_403,00.png

 

Não sendo a tudo isto estranho o facto de a Alemanha ter recebido só no ano de 2015 centenas de milhares de refugiados, oriundos maioritariamente da Síria (vizinhos da Turquia e com ligações à grande comunidade turca na Alemanha). E com a confusão na Europa a aumentar sem que se veja sequer o canudo onde se encontra o buraco de onde avistaremos a solução, é fácil de adivinhar o sentimento e a resposta de qualquer cidadão posto frente uma invasão, sem reação e sem proteção. Numa corrida impressionante de milhões em fuga desesperada da guerra e da morte, mas com a mesma sempre presente e visível no horizonte.

 

0,,19026592_403,00.png

 

Pelo que a resposta à pergunta “terá o Governo sob controlo a situação dos refugiados?” ser evidente e inquestionável (pela sua força e claridade): 81% de Nãos. O que como consequência tem levado de novo ao rápido desgaste da política do Governo alemão personificado na figura do sua chanceler e dirigente da CDU Angela Merkel, metamorfoseando-a quase que num ápice de Boa Mãe da Alemanha em mais uma mãe (mulher) das muitas outras irresponsáveis: sendo já muitos os que declaram o seu fim, o mais tardar marcado para 2017 (nas próximas eleições alemãs).

 

Partido Área
Política
Governo (Ministros)
Oposição
Eleições
2013
(%)
Sondagem
2016
(%)
Variação
+/-
(%)
CDU+CSU Centro Direita G (7+3) 45 35 -10
SPD Centro Esquerda G (6) 29 24 -5
Esquerda Esquerda O 8 9 +1
Verdes Centro Esquerda O 7 10 +3
FDP Centro Direita O 2 5 +3
AFD Direita O 2 12 +10

 

Para já com a coligação no poder a perder 15% nas últimas sondagens desde as últimas eleições de 2013 (CDU/CSU+SPD) e com a Direita (mais rigorosamente a extrema direita populista do AFD) a crescer rapidamente para os dois dígitos (num crescimento de 10%). O que não augura nada de bom para o futuro da Alemanha e da Europa inconscientemente fazendo-nos recuar 80 anos. E não vejo a locomotiva alemã com força para toda a Europa. Entretanto a Guerra aproximasse cada vez mais de nós e os exércitos de WALKING DEAD já aí estão entre nós: a Verdade está aí, só tens mesmo de Acreditar.

 

(imagens: spiegel.de – theguardian.com – europe.newsweek.com – dw.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:34
Sexta-feira, 26 DE Fevereiro DE 2016

Carolina do Sul (DEM) e depois Super Tuesday (DEM/REP)

SuperTuesday_logo.jpg

 

A quatro dias da SUPER TERÇA-FEIRA os candidatos Democratas e Republicanos preparam-se para a avalanche de primárias do próximo dia 1 de Março, com os DEM a elegerem 878 delegados (em 12 primárias) e os REP a elegerem outros 624 (em 13 primárias). A situação atual é a seguinte (recordando que ainda há a acrescentar os delegados Democratas eleitos nas primárias de amanhã na Carolina do Sul – 53) – e com HC a bater BS nas sondagens por 57% contra 33%:

 

Candidato Convenção Delegados
HC DEM 505
BS DEM 71
Candidato Convenção Delegados
DT REP 82
TC REP 17
MR REP 16
JK REP 6
BC REP 4

 

Como se pode verificar o avanço de Hillary Clinton no campo Democrata é já bastante apreciável (devido aos SUPER-DELEGADOS). E com a maioria de delegados para se conseguir a nomeação em Convenção a estar fixada em 2382, HC já percorreu 21% do seu percurso enquanto BS e de momento se fixa nuns preocupantes 3%.

 

Do lado Republicano e ainda com um número reduzido de delegados eleitos Donald Trump lidera de momento com uma grande vantagem (já percorreu 7% do seu percurso), enquanto Ted Cruz e Marco Rubio (já percorreram 1% do seu percurso) parecem lutar para ver qual deles será o verdadeiro e derradeiro adversário de DT.

 

27 Fevereiro – CAROLINA DO SUL (DEM)
1 Março – SUPER TERÇA-FEIRA (DEM/REP)

 

(imagem: bostonherald.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:45
Sexta-feira, 26 DE Fevereiro DE 2016

Asteroides e Cometas

No próximo dia 5 de Março (um sábado) um asteroide passará nas proximidades do nosso planeta. No entanto até ao dia de hoje os astrónomos não nos conseguiram confirmar se ele fará uma tangente à Terra (mais ou menos distante) ou mesmo uma secante (colidindo com a Terra). Nem sequer informar-nos da data exata da sua passagem ou se o mesmo ainda existe. Falamos do asteroide 2013 TX68 um calhau com cerca de 30m de dimensão e que passará a cerca de 14,5 milhões de quilómetros da Terra…se por acaso não for a 18.000Km…se por acaso for nesse dia…se por acaso ainda existir. Formidável – e que se cuidem os satélites!

 

Comet-P2016-BA14-3-22-2016-Steven-Tilley.jpg

Cometa P/2016 BA14

 

Já no que diz respeito aos cometas, durante o próximo mês de Março seremos presenteados com a aproximação (ao Sol) de dois deles: os cometas 252P/LINEAR 12 e P/2016 BA14.

 

Maiores Aproximações de cometas à Terra:
(Todas)

 

Ordem Cometa LD Ano
1 C/1491 B1 3.7 1491
2 D/1770 L1 5.9 1770
3 Tempel-Tuttle (1366) 8.6 1366
4 P/2016 BA14 9.1 2016
5 C/1983 H1 12.1 1983
6 Halley (837) 13.0 837

 

Maiores Aproximações de cometas à Terra:
(Apenas Século XX e XXI)

 

Ordem Cometa LD Ano
4 P/2016 BA14 9.1 2016
5 C/1983 H1 12.1 1983
7 252P/LINEAR 12 13.8 2016
11 Pons-Winnecke (1927) 15.4 1927
17 Schwassmann-Wachmann 3 24.1 1930
18 C/1983 J1 24.5 1983

(LD: Distância Terra/Lua – 1LD = 384.400Km)

 

Com o primeiro destes dois cometas com a sua maior aproximação à Terra a estar prevista para o próximo dia 22 de Março (a mais de 5 milhões de quilómetros de nós) e com o segundo (e inesperado cometa) a acompanhá-lo (numa trajetória muto semelhante) e passando a cerca de 3,5 milhões do nosso planeta. O que até poderá significar que o cometa 252P/LINEAR 12 se fragmentou em dois, originando o outro cometa P/2016 BA14. E podendo mesmo originar uma chuva de meteoros. Dois cometas que se integrarão agora na lista daqueles que passaram mais próximo da Terra e com o novato cometa P/2016 BA14 a ser o medalhado de ouro para os Séculos XX/XXI – além de ser o primeiro a passar mais perto da Tera nos últimos (2016 – 1770) 246 anos.

 

(dados: earthsky.org – imagem: Steven M. Tilley/iTelescope.net Observatory/Siding Spring/Australia)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:22
Quinta-feira, 25 DE Fevereiro DE 2016

No Carnaval – Meteorito cai no Atlântico

E só se soube muitos dias depois do desfile

 

A esmagadora maioria dos meteoritos que têm entrado em rota de colisão com a Terra (mais de 99%), devido às suas reduzidas dimensões (muito mais pequenos que o meteorito que caiu recentemente no Atlântico), desaparecem aquando da sua entrada na atmosfera (como as estrelas cadentes). No entanto um dos fatores além da sua dimensão que torna estes meteoritos inofensivos, é certamente o do momento em que entrados na atmosfera terrestre explodem: invariavelmente a grandes altitudes (o do Atlântico desintegrou-se a 30km). O problema surgirá no dia em que um destes pequenos corpos celestes explodir perto de nós (da superfície terrestre): lembrando-nos aí a bomba de Hiroshima.

 

3175B50500000578-0-image-a-1_1456171935613.jpg

Local de impacto do meteorito de 6 de Fevereiro sobre o Atlântico

 

Passados mais de quinze dias sobre o Evento Astronómico do Ano (envolvendo o planeta Terra e um outro corpo celeste), a mundialmente reconhecida (pela sua excecionalidade) agência espacial norte-americana NASA, vem-nos agora informar que no passado dia 6 de Fevereiro um meteorito entrou em rota de colisão com a Terra, acabando por explodir a cerca de 30Km de altitude sobre o Oceano Atlântico. A isto chama-se previsão (para assim nos podermos proteger de possíveis consequências) baseada em conhecimento (de especialistas excecionais) – mas será mesmo assim? Um Evento que deixou de o ser ao não se apresentar provas ou uma única testemunha (e nem sequer sendo notícia). E só nos apercebendo dele olhando (acidentalmente) para os próprios arquivos da NASA (uma espécie de RTP Memória):

 

Near Earth Object Program – Fireball and Bolide Reports

(dados aproximados: neo.jpl.nasa.gov/fireballs)

 

Data Dimensão Altitude Potência Impacto
06-02
(2016)
5-7
(metros)
30
(km)
13
(quilotoneladas TNT)
A 1000Km
(da costa Atlântica do Brasil)

(Meteoro de Chelyabinsk: cerca de 20m de dimensão e 500kt de potência)

 

Um meteorito muito mais pequeno do que atingiu a região russa de Chelyabinsk há três anos atrás (provocando muitos danos materiais e mais de um milhar de feridos – devido à onda de choque), não tendo sido notícia apenas porque caiu no mar, mas que no entanto se tal tivesse ocorrido em terra, provavelmente teria originado outra história com algo mais para contar (apesar de ser desde logo o que mais energia libertou desde 2013). Uma história que ao contrário do que muitos pensariam poderia ser até bastante interessante (e positiva), recordando que a potência do meteorito seria 40X inferior ao de Chelyabinsk e as consequências do seu impacto com a Terra dada a sua dimensão (por volta de 5m) não teria a mesma repercussão – evidentemente desde que não atingisse em cheio uma zona populosa.

 

Chelyabinsk-meteor-008.jpg

15 de Fevereiro de 2013 – Meteoro de Chelyabinsk

 

O que não nos deixa de surpreender (a não deteção e posterior divulgação do meteorito) num mundo onde um satélite com equipamentos da mais alta tecnologia incorporada e colocado a centenas de quilómetros da Terra consegue localizar e observar até ao mais pequeno detalhe o que estamos a fazer a cada momento que passa: bastando apenas apontar e começar a olhar. Onde estava a comunidade científica que todos os dias acompanha os fenómenos internos ou externos que podem influenciar o normal funcionamento do planeta e do meio ambiente que nos recebe e protege, quando nenhum deles (ou outro qualquer) utilizando um único que fosse dos seus órgãos dos sentidos (e outros periféricos tecnológicos associados) o percecionou e mencionou: cegos, surdos e mudos. Sociedade Civil (observatórios, satélites, sismógrafos, etc.) e até Militar (vejam lá a que ponto de degradação tecnológica chegaram os militares norte-americanos). Nem dá para acreditar.

 

(imagens: WEB)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:48
Quarta-feira, 24 DE Fevereiro DE 2016

OVNI

Imagem de um disco voador observado na região de Las Vegas (Novo México). Trata-se de um registo real e fidedigno revelado por um meteorologista da estação norte-americana KOB-TV (Jorge Torres) a partir de fotos enviadas por espetadores para a referida estação. Como se pode verificar trata-se de um enorme objeto voador não identificado (ou OVNI) voando a baixíssima altitude e quase tocando o solo. Não é percetível no entanto a presença de seres extraterrestres (não se vêm portas nem janelas). Nem terrestres por sinal – terão sido já abduzidos?

 

Cb25v5dUEAANaD0.jpg

 

Mas tal como sempre acontece na Natureza existe sempre uma explicação para os fenómenos que ela nos apresenta, muitas dessas vezes sendo a opção mais simples a única e a correta. No caso anterior e como afirma o chefe meteorologista (norte-americano) da estação KOB-TV, tratando-se apenas de “nuvens lenticulares ou de uma nuvem prateleira”. Mas não deixando de acrescentar que em muitos acontecimentos similares as nuvens poderão esconder (ou sinalizar) a presença de algo mais: para uns um OVNI para outros, um fenómeno atmosférico bizarro.

 

(imagem: Jorge Torres/twitter.com/@JorgeTWeather)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:00
Terça-feira, 23 DE Fevereiro DE 2016

ALIEN SCOTT ataca no interior da ISS

“Ainda não foi descoberta a nacionalidade do ALIEN.
Mas pelo aspeto não deve ser Mexicano.”
(US Presidential 2016)

 

Segundo as últimas notícias provenientes dos Estados Unidos da América (USA) e tendo como origem a rede de televisão NBC, a Estação Espacial Internacional (ISS) terá sido invadida por uma espécie alienígena. Os seis astronautas a bordo da ISS (KELLY/USA, KORNIENKO/RUS, VOLKOV/RUS, PEAKE/UK, KOPRA/USA e MALENCHENKO/RUS) terão sido subitamente surpreendidos pela presença de um ALIEN, que se terá sub-repticiamente introduzido a bordo da estação aquando do último reabastecimento.

 

snapshot A.jpg

 

Entretanto os responsáveis técnicos pela missão e pela tripulação a bordo da ISS afirmam que tal acontecimento só terá sido possível, dado o ALIEN contar com a presença de um colaborador seu no interior da própria estação: o que parece confirmar-se já que no momento do aparecimento do ALIEN deu-se pela falta de um dos seis astronautas. Confirmando-se tratar-se do norte-americano SCOTT KELLY o qual se terá transmutado num GORILA com a colaboração distante (na Terra) do seu irmão-gémeo Mark Kelly.

 

snapshot B.jpg

 

O que levou desde logo os investigadores a estudarem a correlação (talvez ocasional) que terá existido entre os irmãos-gémeos SCOTT e MARK e a transmutação do primeiro por intervenção exterior e alienígena num GORILA (ou seja, para um ALIEN, numa espécie muito semelhante à nossa): procurando perceber o sucedido, descobrir os seus responsáveis (e operadores) e interiorizar os seus objetivos. Talvez não passando tudo de algo natural e como consequência de alguma mera alteração comportamental: afinal de contas SCOTT KELLY está no fim da sua permanência na ISS (terminando daqui a poucos dias).

 

snapshot C.jpg

 

Nos últimos desenvolvimentos sobre este incidente aparentemente ocorrido a bordo da ISS e na presença de astronautas e de um potencial ALIEN, os cientistas que têm estado a acompanhar este caso pensam que o que terá acontecido integrar-se-á num exemplo de metamorfose temporária humana provocada pela mudança de idade, pela alteração radical do meio ambiente e pelos efeitos provocados por raios cósmicos de propriedades e origens desconhecidas: talvez mesmo dirigida e vinda das profundezas do Espaço Exterior. Ou então mais um erro induzido pelos nossos órgãos dos sentidos e contando na brincadeira com mais dois gémeos malandros.

 

(imagens: NBC)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:51

pesquisar

 

Fevereiro 2016

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
14
15
16

comentários recentes

Posts mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro