mais sobre mim

subscrever feeds

Quinta-feira, 30 DE Junho DE 2016

Sinais para a Europa

Como um Sintoma da sua Doença

(de um Continente por Sinal Paralisado)

 

aljazeera.com.jpg

No aeroporto internacional de Istambul o massacre foi cometido à entrada do mesmo

Não no seu interior como o sucedido em Bruxelas

Com os passageiros completamente expostos

E ainda no exterior do perímetro de segurança

 

Enquanto a Grã-Bretanha prossegue o seu caminho já há muito desenhado de abandono progressivo da UE – sendo o referendo BREXIT apenas mais um dos episódios desta tão elaborada SAGA – por seu lado a Alemanha lá continua toda entretida com a sua liderança económica e financeira da EUROPA, agora podendo contar adicionalmente com a grande possibilidade da fuga de alguns nichos de mercado de Londres para Frankfurt, fortalecendo ainda mais o seu poder de decisão, a sua capacidade de controlo e sobretudo a sua eficácia (por imposição) de orientação ideológica (entendendo-se exclusivamente como económica e financeira e desprezando todos os aspetos sociais – especialmente fora da Alemanha).

 

35C4A4DE00000578-3664710-image-a-51_1467159863128.

Um dos atiradores e bombista-suicida

Iniciando o ataque com rajadas de Kalashnikov

E concluindo-o com a sua própria explosão

 

Assim de um lado temos agora a Alemanha (e todos os países ricos do norte), do outro lado todo o resto da Europa (com a França e todos os países pobres do sul) e resguardados no seu canto, na sua ilha da Europa, a independente Grã-Bretanha. Tendo ainda de um dos lados a Rússia e do outro os EUA. Num momento em que surgem muitos pontos em comum com o tempo que antecedeu o início da última grande guerra mundial – substituindo-se apenas nesta nova e brutal guerra (para já económica) os povos de leste pelos povos do sul, mas agora com a projeção futura a não ser o da reconstrução do Eixo Europeu mas a do seu abandono e substituição pelo Eixo Asiático. Ou não fosse esse o desígnio há muito assumido pelos norte-americanos.

 

x.jpg

Um dos bombistas-suicidas após ser abatido a tiro mas estando ainda vivo

Segundos antes de fazer deflagrar o seu cinto explosivo

E com o segurança que o atingiu a fugir de imediato

Ao aperceber-se do que iria acontecer de seguida

 

E assim chegamos ao atentado levado a cabo ontem ao final da noite no aeroporto de Istambul – neste momento com as vítimas a aproximarem-se dos 50 mortos e 200 feridos – pretensamente levado a cabo pelos terroristas do Estado Islâmico num momento em que os mesmos começam a recuar tanto no Iraque (com a intensificação dos bombardeamentos norte-americanos) como na Síria (devido aos fortes bombardeamentos russos), obrigando-os à prática de outros exercícios de violência brutal, paralela e para eles (necessariamente e como mecanismo de autodefesa) complementar – deslocando-os do palco de guerra para o palco de alguns dos seus financiadores (mas respeitando sempre e até à morte o patrocínio da Arábia Saudita). E logo na altura em que de novo se reatavam as relações entre a Rússia e a Turquia, com o pedido de desculpa do presidente turco Erdogan a ser enviado finalmente e pelo próprio ao seu homólogo russo Putin.

 

f_turkey_passrunning_160628.nbcnews-ux-1240-700.nb

Fugindo à explosão que se previa eminente

Face à presença de um dos três bombistas-suicidas

(com outro nas proximidades e o terceiro na entrada do metro)

 

Um atentado tendo de novo como alvo um aeroporto internacional europeu – neste caso o de ATATURK em Istambul – onde circulam atualmente cerca de 60 milhões de passageiros por ano oriundos de toda a parte do mundo: considerado o 11ºaeroporto com maior tráfego de passageiros a nível mundial e o 3º do continente europeu. Na sequência e em tudo idêntico ao atentado ocorrido há pouco mais de três meses no aeroporto de ZAVENTEM localizado na capital da Bélgica (Bruxelas a 22 de Março), também atingindo uma estação de metropolitano neste caso situada perto do Parlamento Europeu (e de outras agências associadas). Provocando com o seu triplo ataque (dois bombistas suicidas no aeroporto e um outro no metro) quase 300 vítimas entre mortos (mais de 30) e feridos (mais de 250).

 

5oyjznnde6zb_-d4lah6usy7qstzlq7p-xlarge.thefinance

O momento de uma das explosões

Registada pelas câmaras de vigilância do aeroporto

Com as pessoas a serem apanhadas na sua fuga desesperada

 

No aeroporto de Ataturk com o ataque terrorista a ser levado a cabo por três operacionais (fala-se de testemunhas que terão visto na altura do atentado um outro grupo suspeito em fuga), que certamente terão tido colaboração no próprio local do atentado de modo a aí se poderem infiltrar com maior facilidade (mesmo que no perímetro exterior de segurança) e transportando consigo e sem que fossem detetadas armas de tiro como as automáticas KALASHNIKOV e cinturas carregadas de explosivos à volta dos seus corpos de bombistas-suicidas: de momento a caminho de bater o número de vítimas registadas na Bélgica com cerca de 40 mortos e 240 feridos a registar (para já). Com dois dos operacionais a fazerem-se explodir à entrada do aeroporto e o terceiro numa entrada de metro aí existente.

 

160628203010-19-istanbul-ataturk-airport-explosion

Com a Turquia a ser o único país a servir de muralha

Ao avanço do conflito no Médio Oriente

E simultaneamente perante a fuga há muito iniciada pela GB da EU

Os povos da Europa vêm-se agora cada vez mais perdidos e ignorados no seu próprio continente

 

Apêndice

 

Entretanto, como responsáveis e incapazes que sempre foram (politicamente) e como sempre (e incompreensivelmente) de costas voltadas para a Realidade (que também ajudaram a criar), eis que a Europa se vira para a Ilha (o BREXIT inglês) e ignora o Continente (o MASSACRE turco) – levando um murro na mona (na Grã-Bretanha) e mais um tiro no cu (na Turquia)!

 

E com a distância entre Bagdad e Lisboa (dois limites do Califado) a ser cada vez mais curta e perigosa: antes ficando em Bagdad (a 4.800Km no Iraque) agora em Istambul (a 3.200Km na Turquia).

 

“1/3 Da Viagem e já com Batedores (para os restantes 2/3) ”

 

Num atentado certamente levado a cabo pela fação moderada dos mercenários e terroristas associados ao Estado Islâmico – e como tal certificados pela CIA ou pelo Pentágono e com a garantia da chancela dos EUA e a bênção sagrada da Arábia Saudita (com a Europa como beata ou como simples sacristão).

 

(imagens: aljazeera.com/dailymail.co.uk/youtube.com/nbcnews.com/thefinancetimes.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:32
Terça-feira, 28 DE Junho DE 2016

JUNO

Júpiter a 4 de Julho

 

Com a chegada a JÚPITER marcada para a próxima 2ªfeira (e ao contrário das missões anteriores), a sonda JUNO aproximar-se-á do planeta pelo seu Polo Norte e não pelo seu Equador – o que segundo a NASA oferecerá uma nova perspetiva de todo o seu sistema planetário, contribuindo assim para uma sua melhor compreensão. Veremos. Pelo menos a jovem Juno irá fazer companhia à velha Galileu.

 

PIA20701.jpg

As luas Ganimedes, Calisto, Io, Europa e o planeta Júpiter

Ainda com Júpiter a quase 11.000.000Km de Juno – mais de 28X a distância Terra/Lua

(PIA 20701)

 

Na sua aproximação ao gigante gasoso do nosso Sistema Solar – o planeta JÚPITER – e quando já se encontrava a pouco menos de 11 milhões de Km da Terra (precisamente há uma semana atrás), a sonda da NASA lançada há quase 5 anos de Cabo Canaveral por um foguetão ATLAS V 551 em direção à região do Espaço rodeando esse planeta (onde o circundará numa órbita solar por um período de quase 2 anos findo o qual mergulhará no planeta sendo destruída), oferece-nos agora uma das primeiras imagens da última parte da sua grande viagem (de quase 600/1000 milhões de Km – distância variável): enviada por um veículo – a sonda JUNO – deslocando-se através do Espaço utilizando como fonte de energia a nossa estrela de referência o SOL e tendo prevista a chegada ao destino da sua missão o dia da Independência dos EUA – 4 de Julho (na próxima 2ªfeira). A segunda sonda a ser enviada com êxito em direção ao planeta Júpiter, tendo como sua antecedente ainda no ativo a sonda GALILEU (em missão nas imediações do planeta desde fins de 1977) – mundialmente conhecida como tendo sido testemunha direta de um grande Evento Cósmico regional, a colisão do cometa SHOEMAKER-LEVY 9 (sua fragmentação e destruição) com o gigante gasoso Júpiter.

 

[Nota: continuando ainda por explicar a toda a opinião pública a baixa qualidade de muitas das imagens disponibilizadas pela NASA]

 

(imagem: photojournal.jpl.nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:56
Terça-feira, 28 DE Junho DE 2016

Euro 2016 – Quartos-de-Final

A caminho dum

PORTUGAL-ALEMANHA

(contando com o apoio indireto dos deuses gregos de 2004)

 

Com os próximos jogos – seleção da Polónia nos QF e País de Gales ou Bélgica se passar às MF – se verá se as opções de FS foram ou não as mais corretas. Para se equiparar à campanha do EURO 2012 com Paulo Bento no comando da seleção, Fernando Santos terá no mínimo que chegar às meias-finais; para a superar, a final de Paris deverá ser o nosso destino – o mais certo contra a Alemanha.

 

62337.jpg

Marselha – Estádio do Velódromo

(onde decorrerá o jogo dos QF POL-POR)

 

Já nos quartos-de-final do Europeu e ainda invicto, Portugal prepara-se agora para disputar com a Polónia um lugar nas meias-finais do torneio – utilizando de início serviços mínimos (três empates por 1-1, 0-0 e 3-3) e mesmo assim eliminando a Croácia (de seguida, à tangente e apenas por 1-0). Com o seguinte calendário a desenvolver-se entre a próxima quinta-feira, 30 e a final de Domingo, 10:

 

JOGO DIA Local Equipa Equipa
QF - - - -

A

(20:00 - RTP1)

30.06

(Quinta-feira)
Marselha Polónia Portugal

B

(20:00 - RTP1)

01.07

(Sexta-feira)
Lille País de Gales Bélgica

C

(20:00 - RTP1)

02.07

(Sábado)
Bordéus Alemanha Itália

D

(20:00 - RTP1)

03.07

(Domingo)

Paris França Islândia
MF - - - -

E

(20:00 - RTP1)

06.07

(Quarta-feira)
Lyon A B

F

(20:00 - RTP1)

07.07

(Quinta-feira)
Marselha C D
F - - - -

G

(20:00 - RTP1)

10.07

(Domingo)

Paris E F

 

Sendo neste momento e concluído os oitavos-de-final:

 

Uma das 5 equipas em prova ainda sem derrotas (a sexta seria Suíça já eliminada);

A 7ª equipa mais concretizadora ainda em prova a par da Itália (já com a Espanha e Croácia eliminadas);

A 3ª equipa em número de remates à baliza (só ultrapassada por Bélgica e Alemanha);

A 4ª equipa em número de passes e em número de cantos (ataque);

A 2ª equipa com mais faltas cometidas (só ultrapassada pela Itália) e a 3ª com mais faltas sofridas (só superada por Itália e Polónia) – 3 cartões amarelos;

Contando na lista dos 14 melhores marcadores com Ronaldo e Nani com dois golos cada (o outro golo de Portugal é de Quaresma);

E ainda com Ronaldo como o 3º jogador mais rematador (só ultrapassado por Bale e De Bruyne) e com Pepe a ser o 15º jogador com mais passes tentados.

 

maxresdefault.jpg

Ricardo Quaresma – POR-CRO

(festejando o seu golo que qualificava Portugal para os QF)

 

Para rematar e como conclusão sendo evidente que a escolha do treinador Fernando Santos de ficar em 3º lugar do seu grupo foi de todas a mais correta e a de maior alcance, sendo apenas concretizada já para lá da hora (quando a Islândia marcou o golo da vitória e ultrapassou Portugal) e atirando a seleção de Portugal para o lado mais acessível do quadro eliminatório (evitando Itália, Alemanha e França) – e assim contando, como as únicas equipas a interporem-se entre Portugal e a final do dia 10 em Paris, a Polónia (QF) e a Bélgica ou País de Gales (MF).

 

Assim no próximo dia 30 de Junho se verá se a 1ªparte da profecia do (ainda) Deus Grego Fernando Santos se concretizará (eliminando a Polónia), abrindo as portas para a concretização da 2ªparte dessa sua profecia (eliminando o País de gales ou a Bélgica) e assim comparecendo na final em Paris no próximo dia 10 e regressando finalmente a Portugal no dia seguinte a 11 – como Campeão ou Vice-Campeão Europeu.

 

[Mas se tudo correr mal o regresso será logo a 1 – e não apenas a 11! Nesse caso estaremos perante um simples problema de visão dupla, na projeção pelos vistos distorcida da profecia de FS]

 

(dados e imagens: uefa.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:43
Segunda-feira, 27 DE Junho DE 2016

Brexit

Como os Conspiradores interpretam o EXIT!

 

"The EUROZONE will lose three or four members Greece, PORTUGAL, maybe Ireland and could break up altogether because of the growing friction between France and Germany." (Tim Congdon/International Monetary Research)

 

f0c3a021df8a28f4e3936660c10f3aba_XL.jpg

EUROZONE

Rest In Peace

 

"Possibly GERMANY will leave. Possibly other central and eastern European countries – plus Denmark – will have joined. Possibly, there will be a multi-tier membership of the EU and a mechanism for entering and leaving the single currency. I think the project will survive, but not in its current form." (Peter Warburton/consultancy Economic Perspectives)

 

Será mesmo verdade ou mais uma manipulação?

 

Entretanto e para confirmar a Hipocrisia Europeia continua a reinar – ameaçando simbolicamente o peixe miudinho (por exemplo Portugal) de modo a assim salvar o peixe bem graúdo (por exemplo a Grã-Bretanha):

 

Bruxelas poderá avançar com sanções "simbólicas" contra Portugal e Espanha

(económico.sapo.pt)

 

No entanto podem estar descansados pois esta nova novela (no fundo uma versão renovada), tem tudo para durar (uns quatro anos) e muito para conversar (combinar para continuar).

 

(dados e imagem: superstation95.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:06
Sexta-feira, 24 DE Junho DE 2016

Depois da Venezuela a vez do Brasil

“Today we live in a society in which spurious realities are manufactured by the media, by governments, by big corporations, by religious groups, political groups... So I ask, in my writing, What is real? Because unceasingly we are bombarded with pseudo-realities manufactured by very sophisticated people using very sophisticated electronic mechanisms. I do not distrust their motives; I distrust their power. They have a lot of it. And it is an astonishing power: that of creating whole universes, universes of the mind. I ought to know. I do the same thing.” (Philip K. Dick – goodreads.com)

 

Menos Verde

 

Isídio.jpg

António Isídio Pereira da Silva

Assassinado em 2015 no Brasil

Apenas por defender a sua pequena comunidade (como o são a esmagadora maioria das restantes comunidades espalhadas um pouco por toda a região da Amazónia/algumas delas ainda desconhecidas) na difícil e quase impossível luta contra as grandes e poderosas empresas de exploração ilegal de madeira (e sua posterior substituição por explorações agrícolas e de produção animal), instaladas num terreno sem lei e apoiadas em mercenários bem armados

 

Para quem ainda tinha dúvidas de que atividades fundamentais (para o acelerar do nosso desenvolvimento cognitivo e criativo) como pensar, questionar, propor e proteger, não eram por si próprias (e como fator decisivo de sobrevivência da nossa espécie) vistas como respostas válidas e credíveis às modificações do meio ambiente exterior (como se a adaptação não fizesse parte de todo o processo de transformação e evolução), basta refletir um pouco mais e concluir rapidamente, que todos aqueles que apresentam algo de novo mas que no entanto não possa ser logo no momento absorvido (aceite e certificado pela estrutura dominante), ou são progressivamente esquecidos ou então acabam mortos (no fundo a mesma coisa). Como se constata no Brasil e se confirma no Mundo.

 

185 Environmental Activists Across 16 Countries Were Killed in 2015

(Brazil – 50 confirmed murders of environmental activists – ecowatch.com)

 

Como infelizmente o confirma a organização ambiental (e de defesa dos direitos do homem) Global Witness, ao afirmar que no ano passado foram mortas 185 pessoas em todo o mundo apenas por tentarem defender as suas próprias comunidades de projetos declaradamente ilegais mas contando com poderosos apoios vindo do exterior (por omissão política deliberada). Destacando-se entre os dezasseis países (e águas internacionais) pertencentes aos cinco continentes da Terra – e nos quais a pratica de assassinatos de ativistas políticos é já há uma pratica comum – o maior (e mais rico) território da América do Sul o Brasil, de novo alvo da cobiça (internacional), da corrupção generalizada (nacional) e do apoio do crime organizado (suportado pelas estruturas paralelas atuando no interior do próprio Estado): só no Brasil com 50 assassinatos de ativistas políticos conhecidos (27% do total).

 

As demand for products like minerals, timber and palm oil continues, governments, companies and criminal gangs are seizing land in defiance of the people who live on it. Communities that take a stand are increasingly finding themselves in the firing line of companies’ private security, state forces and a thriving market for contract killers. For every killing we document, many others go unreported. Governments must urgently intervene to stop this spiralling violence.” (Global Witness campaign leader Billy Kyte)

 

In Brazil meanwhile, the fight to save the Amazon is increasingly a fight against criminal gangs who terrorise local populations at the behest of timber companies and the officials they have corrupted. Isídio Antonio was one of the latest victims. The leader of a smallholder farming community in the state of Maranhão, Isídio had suffered years of death threats for denouncing illegal logging on his land. Police have never investigated his murder. Thousands of illegal logging camps have sprung up across Brazil’s Amazon, where men armed with machetes and chainsaws cut down valuable Brazilian hardwoods like mahogany, ebony and teak. It’s estimated that 80 % of timber from Brazil is illegal, and accounts for 25% of illegal wood on global markets. Much of this is being sold on to buyers in the UK, US, Europe and China, and is contributing to one of the world's highest rates of forest loss.” (globalwitness.org)

 

Mais Cinzento

 

crimes.png

A força da Economia como justificação para tanta limpeza e assassinato

E mesmo assim não incluindo a China e grandes zonas da Ásia Central e do continente Africano

Numa revelação extremamente dramática mas para muitos já não surpreendente, face à realidade e ao quotidiano repetitivo e banalizado do mundo onde hoje infelizmente vivemos, no qual e definitivamente o Homem (o Sujeito) se transformou numa mera Coisa (um Objeto) – como tal de valor variável e ainda por cima de desgaste rápido e de manutenção dispendiosa

 

Para quem ainda tinha dúvidas sobre o percurso que o BRASIL tem vindo a percorrer nestes últimos anos (mais claramente a partir de 1 de Janeiro de 2015 data em que DILMA ROUSSEFF foi empossada para o seu segundo mandato como Presidente do Brasil):

 

- Basta relembrar quando verdadeiramente começou o processo de Impedimento da presidente Dilma (no ano anterior ao Mundial de Futebol Brasil 2014 e relacionado com denúncias sobre o envolvimento ilegal e criminoso de políticos e empreiteiros no caso Petrobras/Operação Lava Jacto);

 

- A quem o mesmo se dirigia (na realidade envolvendo individualidades de todos os quadrantes políticos brasileiros desde o Governo à Oposição e formando no seu conjunto uma enorme e intrincada teia de corrupção);

 

- E qual a parte instigadora (por acaso e aparentemente agora a vencedora) indicando o motivo real para tal comportamento (antes aliados, depois delatores) – obviamente mantendo os seus importantes cargos políticos e assim se furtando à ação dos tribunais. Podendo até (se assim o desejarem) servir-se indevidamente das Instituições do Estado para se sobreporem ao mesmo e desse modo imporem sem problemas e por inação, critérios ilegais de aplicação da lei (que os beneficiem e perdurem no tempo).

 

E já agora, qual a razão por nesse processo ter sida envolvida Dilma Rousseff (mesmo não tendo nenhum processo-crime conhecido e levantado contra ela):

 

- Sendo a mesma apenas acusada como justificação para o seu Impedimento, pela sua má condução da política económica brasileira (o que em qualquer país europeu seria certamente motivo de risota tantos os casos semelhantes que conhecemos nesta grande e já longa crise global) e ainda por ao saber de tudo o que se passava não ter dito ou feito nada – ou seja sabendo dos esquemas de corrupção (daqueles que agora a acusam) nada ter feito para os evitar (prendendo-os de imediato e não os deixando mais à solta). Nessa parte podendo ter razão (os seus críticos mesmo que também envolvidos) ou então sendo a outra (Dilma) parvinha ou mesmo ingénua – o que quando muito poderíamos aceitar se entretanto não houvesse dinheiro envolvido. Só se ela fosse Santa e a caixa fosse apenas de esmolas (e porque não…)!

 

Uma panela de pressão cada vez mais fervilhante e ameaçando eminente explosão:

 

- Com a Presidente Suspensa (desde 12 de Maio);

 

- E com o Estado completamente entregue nas mãos de políticos e empresários dos mais corruptos, que apenas se têm servido desse grande e rico país que é o Brasil para o roubarem e se enriquecerem, lançando o Brasil numa grande crise social, económica e financeira – que muito provavelmente e se nada se fizer antes (será que os EUA deixam?) lançara o Brasil no caminho da Venezuela. Com o único facto político de impacto global a tirar-se de mais esta grande crise (por acaso incluindo um pais pertencente ao grupo político e económico conhecido como os BRICS e integrando a Índia, Rússia, China, África do Sul e Brasil) a ser por um lado, mais um ataque profundo (e estratégico) dos EUA a mais um Estado aliado economicamente ao bloco de cooperação China/Rússia e integrado nos BRICS (um bloco tentando pôr em causa a supremacia económica e financeira norte-americana em todo o mundo) – neste caso o Brasil e apoiando na sombra um caricato Impedimento Presidencial – por outro lado o direcionamento (mais uma vez) da intervenção política internacional dos EUA para os mercados da América do Sul (com os casos mais mediáticos a serem antes a Venezuela e agora o Brasil) e finalmente como fator mais importante e sobressaindo de tudo o resto, a manutenção de todos os métodos, processos e objetivos a atingir, por parte da potência militar com maior capacidade de morte e destruição a nível do nosso planeta os EUA. Parecendo querer continuar a implantar a sua teoria da Terra Queimada da qual sairá aparentemente um novo mundo e uma Nova (e mais Perfeita) Ordem Mundial.

 

(imagens: globalwitness.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:17
Sexta-feira, 17 DE Junho DE 2016

A Razão da Sardinha

Por vezes chegava-se a comer sardinhas ainda antes do início da época e quase até ao fim de Dezembro: com a pele a sair, com a gordura no pão e com sensações de espantar, debaixo de um vinho fresquinho e com vapores de encantar.

 

sardinhas.jpg

Sardinha Boa

 

Já lá vão bem distantes os dias em que começando a vir o calor, o bom tempo e a praia, a pequena e saborosa sardinha nos ia acompanhando nas melhores degustações gastronómicas da região Algarvia: com esse ícone agora perdido e pertencente aos supremos sabores do Algarve, a ter o seu apogeu nos finais do século passado na sua Catedral ribeirinha da cidade de Portimão. Num museu histórico e ao vivo da indústria e da pesca Algarvia, onde ainda podíamos conviver com os últimos ascendentes e descendentes deste agora decadente sector da economia – neste caso as Pescas (como o poderia ser – e também por incúria e abandono estratégico – o outro sector de destaque nesta mesma região algarvia, a Agricultura).

 

Agora a sardinha anda mal sem gordura e sem sabor, desaparecida do mar já mais frio e com pouco para comer. Enxuta e estendida ao comprido como um esticador, carregadinha de sal e sem um único sabor.

 

NorthAtlantic60-0Wand30-65N.GIF

Razão da Sardinha

(a zona do Atlântico Norte em causa)

 

Com a sardinha algarvia – com os seus rituais de chegada e de partida – a desaparecer das suas águas (menor quantidade de capturas e de qualidade do peixe) e a ser substituída pelos seus familiares e vizinhos: não tão boa e pequenina como a sardinha algarvia mas maior e resistente como a sardinha do norte (de Peniche ou Matosinhos ou até mesmo falando espanhol). E com todo este grande drama biológico (com a sardinha em possível processo de extinção) e gastronómico (acarretando mais um grande golpe no nosso leque de sabores/prazeres um dos pretextos básicos para viver) a ser explicado com as variações de temperaturas registadas no oceano Atlântico nos últimos anos, as quais têm vindo a diminuir e a afetar todo o clima no Hemisfério Norte – num ciclo que segundo os cientistas se repete todos os 60/80 anos, afetando a temperatura à superfície do oceano que também banha Portugal.

 

“North Atlantic cooling suggests climate is about to change over much of the northern hemisphere.” (thewatchers.adorraeli.com)

 

sardinha17-esqueleto.jpg

Sardinha Má

 

"Since this new climatic phase could be half a degree cooler, it may well offer a brief reprise from the rise of global temperatures, as well as result in fewer hurricanes hitting the United States. The study proves that ocean circulation is the link between weather and decadal scale climatic change. It is based on observational evidence of the link between ocean circulation and the decadal variability of sea surface temperatures in the Atlantic Ocean." (University of Southampton and National Oceanography Centre/thewatchers.adorraeli.com)

 

Pelo que o futuro que nos espera na gastronomia algarvia, será o Museu da Sardinha na cidade de Portimão – com a fuga do atum e da saborosa conquilha, lançando-nos a correr para peixes menores (sendo estes do mar ou então de viveiro). Sugestão sarrajão grelhado e marisco caracol (com vinho branco ou cerveja e um medronho a acompanhar).

 

(imagens: WEB)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:38
Quinta-feira, 16 DE Junho DE 2016

Leito Oceânico de Marte

“Nada impede que num planeta onde no passado já possa ter existido vida (nesse caso visível por estar à superfície), a mesma ainda aí permaneça como vestígio (de uma antiga civilização extinta ou que tenha entretanto partido) ou então esteja apenas escondida dos olhos indesejados dos outros (por ser invisível e subterrânea).”

 

Numa aventura iniciada na Terra em finais de Novembro de 2011 na estação da força aérea norte-americana localizada em Cabo Canaveral (e continuada a partir do início do mês de Agosto de 2012 já na superfície marciana), o veículo motorizado transportado pela sonda CURIOSITY na sua viagem entre o planeta Terra e planeta Marte (de momento no seu 1371º dia de permanência no planeta), acaba de nos enviar mais uma imagem da superfície desse planeta situado a mais de 220 milhões de quilómetros do SOL.

 

1371MH0001530000502533R00_DXXX.jpg

MARTE – CURIOSITY ROVER – Sol 1371

 

Registada pelas câmaras instaladas no ROVER da sonda CURIOSITY no passado dia 15 (ontem), no 1371º dia marciano de estadia da CURIOSITY em Marte (um dia marciano é ligeiramente superior ao dia terrestre tendo quase 24,7 horas). E apresentando-nos mais uma vez um cenário da superfície marciana seca, desértica e aparentemente sem vida, não nos impedindo no entanto com um pouco mais de atenção e poder de observação, compreensão e memória (tudo incluído no nosso edifício pessoal e cultural), de descobrir vestígios em Marte para nós tão familiares na Terra.

 

Pelo que é cada vez mais convincente a teoria de que Marte há muitos biliões de anos atrás teria possuído um vasto oceano cobrindo uma parte apreciável da sua superfície sólida (em extensão menor que os existentes na Terra), estando provavelmente rodeado por uma camada atmosférica e até podendo conter vida – qualquer tipo de organismo por mais primitivo que fosse. Bastando olhar para a imagem anterior para logo concluirmos estarmos a ver e em presença de um leito de um oceano (com rochas, pedrinhas e areia) há muito desaparecido: como se estivéssemos na Terra, mas já sem um pingo de água – queimada, ressequida por vezes parecendo mesmo calcinada.

 

Sendo por este motivo (e por muitos outros mais):

 

Incompreensível que a partir do final de 1972 com a última missão do programa Apollo a aterrar na Lua (Apollo 17) – dando origem mais tarde e com o fim em do programa Apollo (em 1975) ao aparecimento dos Vaivéns Espaciais (em 1981) – o homem tenha abandonado os voos tripulados (com exceção dos Vaivéns e da ISS – com a montagem desta última iniciada em 1985), transformando-os em meros brinquedos (no entanto extraordinários) teleguiados de casa (como um DRONE). Como se a presença da espécie (no momento da descoberta e da conquista) não fosse essencial (para a nossa sobrevivência como espécie): sendo o movimento (como nómadas aventureiros) um parâmetro universal;

 

Incompreensível que a maior potência a nível terrestre possuindo a maior Máquina Tecnológica de Guerra e de Dominação a nível global (os EUA), se dê ao luxo de abandonar esta área de tecnologia revolucionária e de ponta, que tantas vantagens científicas e geoestratégicas tem dado a este estado, sobre todos os outros estados existentes à face da Terra. Mais rigorosamente IMPOSSÍVEL (em vez de incompreensível). Por esse motivo sendo (à falta de uma melhor e mais credível opção) um dos muitos apoiantes da tese também já subscrita por muitos (afinal de contas os voos tripulados em direção ao Espaço Exterior à Terra já foram interrompidos há quase 44 anos) de que se a NASA/Civil estagnou (morreu ou está moribunda) outra NASA/Militar renasceu (da inicial) e a substitui – certamente mais forte e poderosa e chegando até onde, hoje nenhum de nós ainda chegou (quanto muito em imaginação);

 

Concept art for The Martian 04 - the base.jpg

Filme/The Martian – Realizador/Ridley Scott – Autor/Drew Goddard

 

Compreensível (absolutamente e até em termos de investimento) que a iniciativa privada face às muitas solicitações civis e sobretudo militares vindas do setor público se prontifique a colaborar, ainda-por-cima com o Estado por trás e com promessas de garantias económicas e financeiras. Substituindo o Estado na Inovação (e no Investimento) e no mundo Empresarial (recuperando a vantagem do desenvolvimento Industrial). Com alguns como ELON MUSK a “lançarem-se para o Espaço”, em naves tripuladas, à conquista de outros planetas e de outros territórios: a colonizar, a habitar e a explorar. Num projeto já há muito iniciado com o lançamento e consolidação da sua empresa SPACE X (empresa de transporte espacial fundada há 14 anos), já hoje apetrechada com os seus foguetões reutilizáveis FALCON e com a sua nave espacial DRAGON capaz de abastecer em plena órbita a Estação Espacial Internacional/ISS (desde meados de 2012), para numa evolução consistente e ambiciosa e num futuro já muito próximo, concretizar o seu sonho há muito enunciado: a colonização do planeta Marte.

 

"There’s a window that could be opened for a long time or a short time where we have an opportunity to establish a self-sustaining base on Mars before something happens to drive the technology level on Earth below where it’s possible." (Elon Musk)

 

Apesar de continuar por explicar o definitivo abandono da Lua – pelo público e pelo privado. Para qualquer um de nós um verdadeiro Espanto (muito mais do que Mistério) – nem que fosse utilizada (a Lua) para a exploração mineral. A uma distância insignificante (inferior a 400.000Km) e com baixos custos de exploração (e até servindo para poupar o ambiente já poluído da Terra).

 

(imagem: NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:45
Quarta-feira, 15 DE Junho DE 2016

Pesadelo Americano

California Fault Lines and the Area around Yellowstone Are Shaking Like Crazy

(Michael Snyder/charismanews.com)

 

74527.adapt.768.1.jpg

Wyoming/Montana/Idaho – Parque Nacional de Yellowstone

 

A partir de observações registadas ao longo dos últimos tempos em torno da área onde está localizado o Parque Nacional de Yellowstone, muitos foram aqueles que tendo conhecimento do assunto e habitando nesta área aqui referida (ou em seu redor), já mencionaram algumas alterações no comportamento sismológico (e também vulcanológico) desta região sempre tão imprevisível (pelo menos geologicamente) dos EUA – ou não fosse aí que estivesse o SUPER VULCÃO de YELLOWSTONE e a sua enorme caldeira subterrânea.

 

Preocupação que pelos vistos se estendeu também ao articulista Michael Snyder, alarmado com a sucessão de três sismos significativos detetados na região (num período de apenas seis dias), quando o normal é a mesma ser sacudida por vários sismos diários, mas todos eles de pouquíssima intensidade e considerados não significativos – ou seja sem motivos para alarme. Numa sucessão de três sismos de intensidade 3.7 (dia 9 de Junho), 4.3 (dia 13 de Junho) e 4.0 (hoje dia 15 de Junho).

 

san-francisco-earthquake-580.jpg

Califórnia – O grande sismo de 1867 de magnitude 7.9

                                                                                                                 

E que como qualquer outro cidadão curioso interessado nestas áreas (seja leigo ou erudito) o levou a fazer uma pequena investigação para se inteirar melhor do problema e assim se prevenir para outros (mais que prováveis) fatos futuros, sugeridos pela situação e por modelos de computador. Não só na região de Yellowstone assim como noutras interligadas (não só no espaço como no tempo): focando-se desde logo nas falhas geológicas existentes na Califórnia e do seu aumento de atividade

 

Com o último sismo significativo a registar-se no passado dia 10 a 20Km a NNW da localidade de Borrego Springs/Califórnia com amplitude 5.2. Um sismo que para Michael Snyder até poderia ser aceite com alguma tolerância, não fosse o facto estranho de ser seguido por nada mais nada menos que 800 réplicas do sismo (original). Integrando-se este sismo numa situação ainda mais complexa geologicamente e estendendo toda esta região crítica ao largo da costa norte da Califórnia (onde se encontra a zona de subdução de Cascadia).

 

shutterstock_84325633.jpg

Califórnia – Preparando-se para o próximo grande sismo

 

Relembrando mais uma vez o cenário verdadeiramente apocalíptico sugerido pelos modelos ensaiados em computador pela USGS, caso ocorresse um sismo de magnitude 9.0 nessa zona de Cascadia: “The USGS has worryingly confirmed the same computer models show it is capable of producing an earthquake with a magnitude up to 9.3, which would likely trigger huge tsunami waves. This would be more powerful than the magnitude 9 tsunami-causing quakes that hit Japan in 2011, claiming thousands of lives and taking out nuclear reactors. Worse still, many scientists say the US is not yet prepared to deal with such a natural disaster and it could strike at any time.” (express.co.uk/ charismanews.com)

 

Localização Magnitude Profundidade (Km)
24km S of Twentynine Palms, CA 2.5 3.4
71km SW of Alberto Oviedo Mota, B.C., MX 2.6 11.4
(11km SW of Pueblo Nuevo Tiquisate, Guate) (5.7) (70.5)
1km E of Pacheco, California 2.5 15.8
17km SSE of Gabbs, Nevada 3.7 9.9
17km SSE of Gabbs, Nevada 3.0 13.0

(20:00 em Portugal)

 

Já hoje dia 15 com cinco sismos mais significativos, registados na costa oeste dos EUA – e com um adicional registado na Guatemala (bem perto).

 

(texto/itálico: charismanews.com – imagens: nationalgeographic.com, newyorker.com e geekwire.com – dados/tabela: usgs.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:59
Quarta-feira, 15 DE Junho DE 2016

EURO 2016

Não culpo o adversário, várias vezes os jogadores esperam ganhar um jogo e isso acaba por não acontecer. Se queriam vencer a Islândia tinham que jogar melhor. É tão simples quanto isso”. (Lars Lagerback/treinador da Islândia – como resposta às críticas de CR invocando “a imagem do autocarro islandês parado à frente da sua baliza/sapo.pt)

 

Na ressaca do dia seguinte

Portugal – 1 Islândia – 1

Estádio Geoffroy Guichard – Saint-Etienne

(14.06.16)

 

ICELAND-afp-2-xlarge_trans++gsaO8O78rhmZrDxTlQBjdD

Golo da Islândia – B. Bjarnason

Sem dúvida e pelo valor das equipas em presença o momento mágico da partida

 

Neste primeiro jogo da seleção de PORTUGAL (5ª no ranking da UEFA) no EURO 2016 – contra a seleção da ISLÃNDIA (35ª no ranking da UEFA) – o adversário a defrontar teria como maior referência e termo de comparação a sua homóloga da Noruega (22ª no ranking da UEFA).

 

E como Portugal derrotou a seleção da Noruega há cerca de quinze dias atrás em pleno Estádio do Dragão por uns esclarecedores 3-0, seria de esperar que no seu jogo de esteia neste Europeu como cabeça de série e favorito no seu grupo, PORTUGAL se estreasse a ganhar.

 

Mas como sempre e em caso de dúvida (pelos vistos um fenómeno muito persistente e comum entre os últimos treinadores da seleção nacional), no momento decisivo escolhem-se sempre os mais velhos e aqueles com maior currículo – acabando sempre e com poucas exceções por sair furado e dar asneira.

 

Pelo que para o jogo de apresentação contra a seleção da Islândia (e tomando em consideração que a Islândia na fase de grupos ultrapassou a Turquia/3ª/atirando-a para o playoff e a Holanda/4ª/eliminando-a) e como medida preventiva os escolhidos deveriam ter sido os mesmos. E com os golos marcados à Noruega (logo 3) a serem de Quaresma, Raphael e Éder.

 

Sacrificando-se mais de metade da equipa inicial (Anthony Lopes, Cédric Soares, José Fonte, William Carvalho, Ricardo Quaresma e Éder) só para lá pôr os mais consagrados (Rui Patrício, Pepe, Vieirinha, Danilo, Nani e Cristiano Ronaldo): que por diversos motivos e razões acabaram por dar cabo de tudo (estragando a nossa festa e a de todos os emigrantes).

 

Hungria 2-0 3
Portugal 1-1 1
Islândia 1-1 1
Áustria 0-2 0

(golo de Portugal: Nani)

 

Esperemos que Fernando Santos tenha finalmente aprendido a lição (dois pontos já se foram e o terceiro lugar nada garante) e que no próximo jogo contra a HUNGRIA (33ª no ranking da UEFA) decisivo por ser contra o líder do grupo – no primeiro jogo a HUNGRIA venceu a ÁUSTRIA (16ª no ranking da UEFA) por 2-0 – não só vença como acima de tudo convença.

 

E como prova do que o que eu digo se apoia em factos e é mesmo verdade, é que se por um lado Ricardo Quaresma não o pode confirmar desde o início por estar lesionado (Éder coitado só teve 5 minutos), já no caso de Nani e mesmo não fazendo uma exibição por-aí-além, cumpriu a função pelo menos marcando (o que já não fez a estrela Cristiano Ronaldo).

 

No próximo jogo veremos – sábado, 18 de Funho – o que será contra a AÚSTRIA: em Paris no Parque dos Príncipes pelas 20:00 e com milhares de portugueses a apoiar. Com uma vitória a ser suficiente para o apuramento imediato (nem que seja como um dos melhores 4, entre um total de 6 terceiros). Nada a que já não estejamos há muito habituados.

 

Portugal – Áustria

18.06.2016 – 20:00

Parque dos Príncipes – Paris

Portugal – Constituição da equipa inicial:

 

Patrício

Cédric, Fonte, Pepe, Raphael Guerreiro

Danilo, Adrien, André Gomes e João Mário

Nani e Ronaldo

 

Já agora e para finalizar apresentando a minha proposta de equipa inicial para o próximo jogo da seleção de Portugal contra a seleção da Áustria – mudando apenas três jogadores iniciais do jogo contra a Islândia (Vieirinha, Ricardo Carvalho e João Moutinho) e substituindo-os pelos outros três da vitória contra a Bélgica (José Fonte, Cédric e Adrien Silva). Por acaso uma equipa atualmente 9ª no ranking da UEFA e derrotada no passado dia 29 de Maio no Estádio Municipal de Leiria por 2-1 (com golos de Cristiano Ronaldo e Nani).

 

(imagem: telegraph.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:30
Terça-feira, 14 DE Junho DE 2016

Impacto Profundo

“Não sendo por acaso que a maior barreira de proteção colocada entre nós e o Sol (precedendo pelo menos aqui a nossa existência), seja precisamente a região do Espaço que rodeia o planeta Terra e onde se encontra o Cinturão de Van Allen.”

 

Ondas de radiações eletromagnéticas (ELVEs) oriundas da nossa estrela de referência o Sol (localizada a cerca de 150.000.000Km) e deslocando-se através do Espaço (existente entre a estrela e a Terra) a uma velocidade próxima da velocidade da luz (V≈300.000Km/s), atingiram na passada quarta-feira (dia 8 de Junho) os céus do estado norte-americano do Colorado.

 

elve_strip.jpg

ELVE registado nos céus do Colorado

(Thomas Ashcraft)

 

Como resultado do violento impacto registado entre estas partículas oriundas do Espaço (exterior) e a base da Ionosfera terrestre, foi na altura observado um fenómeno extremamente curto e luminoso (com uma duração de 0.001s e estendendo-se por uma área de cerca de 300Km) tendo como consequência visível um intenso e curtíssimo relâmpago.

 

Neste caso acidentalmente registado pela câmara de vídeo do astrónomo amador Thomas Ashcraft (já que o fenómeno dura apenas 0.001s) e com a sua objetiva dirigida para uma camada superior da atmosfera (acima de uma tempestade) localizada muito próxima da fronteira aparente Espaço/Terra: como se fosse um DONUT iluminado.

 

Um fenómeno pelos vistos já bem conhecido e compreendido pela nossa comunidade científica especialista nestes Eventos atmosféricos (para nós e talvez pela nossa situação geográfica/coordenadas nunca vistos e um pouco estranhos), explicando-se muito rapidamente pela emissão de fortes impulsos de energia eletromagnética vinda de uma fonte exterior à Terra (o Sol) e pelo seu impacto final com a camada exterior que protege o nosso planeta (e a vida nele existente).

 

Conhecidos como ELVEs (Emissions of Light and Very Low Frequency Perturbations due to Electromagnetic Pulse Sources) e impercetíveis para todos nós (devido à sua baixíssima frequência), mas indicando rigorosamente na zona de formação desse DONUT brilhante o ponto central de impacto da EMP.

 

Upperatmoslight1.jpg

Fenómenos elétricos conhecidos registados na atmosfera terrestre

(ELF, SPRITE, BLUE JET e LIGHTNING)

 

An electromagnetic pulse (EMP) is a short burst of electromagnetic energy. EMP interference is generally disruptive or damaging to electronic equipment and at higher energy levels a powerful EMP event such as a lightning strike can damage physical objects such as buildings and aircraft structures.” (Wikipedia.org)

 

Os ELVEs são assim (e basicamente) emissões de radiações eletromagnéticas provenientes (maioritariamente) do Sol, que ao chegarem aos limites da Terra e ao chocarem com a sua camada exterior (a ionosfera), provocam da parte desta uma reação curta e brilhante originando o aparecimento de um fenómeno instantâneo e luminoso mas difícil de detetar: no caso dos ELVEs durando cerca de 1/1000 de segundo (impercetível para o Homem), enquanto no caso das RED SPRITES estendendo-se a sua visibilidade por um período um pouco maior e podendo já cintilar por cerca de um segundo (por este motivo mais fáceis de observar a olho nu).

 

O que nos leva a pensar em todas as consequências (positivas, negativas ou neutras) que estes fenómenos atmosféricos (visíveis ou invisíveis) possam ter na manutenção do ecossistema vital e limitado onde todos os seres vivos vivem atualmente (no também nosso planeta Terra), se necessário estudando-os, prevendo-os, prevenindo-os e como consequência direta e lógica, tentando sempre arranjar algum tipo de solução aceitável e realista. Mas nunca ficando à espera, a aguardar os efeitos do Impacto – que até poderá ser Profundo.

 

[Tal como no sexo, com as consequências já tão bem conhecidas (até no impacto comunicacional, com o aumento de audiências)]

 

(dados e imagens: spaceweather.com e wikipedia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:50

pesquisar

 

Junho 2016

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
18
19
20
21
22
23
25
26
29

comentários recentes

Posts mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro