mais sobre mim

subscrever feeds

Segunda-feira, 29 DE Maio DE 2017

US Out of Control

US coalition 'kills hundreds' of Mosul civilians in one week

(middleeasteye.net)

 

000_MD5X2.jpg

Smoke billows as Iraqi forces clash with IS group fighters in Mosul on 5 March, 2017

(AFP)

 

Between 250 and 370 civilians killed by US-led air strikes in seven days of fighting, says monitor Airwars

 

The US-led coalition fighting the Islamic State may have killed hundreds of civilians in the first week of March in support of Iraqi forces storming western Mosul, according to reports by monitoring group Airwars.

 

Using open-source data and witness reports, the group estimated that between 250 and 370 civilians had been killed in 11 incidents in the heavily populated western side of the city since 1 March. Out of the 11 incidents, four were backed by two or more sources saying the coalition was responsible for the strikes, it said.

 

US strikes in Syria kill more civilians than Assad's air forces

(middleeasteye.net)

 

000_Was8951554.jpg

The US air force has carried out the vast majority of coalition air strikes in Syria

(AFP)

 

Monitor says US-led coalition killed at least 225 civilians in past month, surpassing 146 civilian deaths caused by Syrian government strikes

 

The number of civilians killed in air strikes by the US-led coalition in Syria over the past month was the highest monthly toll since it began its campaign against the Islamic State (IS) group in 2014, a monitoring organisation said on Tuesday.

 

The UK-based Syrian Observatory for Human Rights said that at least 225 civilians including 44 children and 36 women had been killed in the month between 23 April and 23 May.

 

(a partir de: antiwar.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:03
Segunda-feira, 29 DE Maio DE 2017

Explosão Solar Dirigida

Mesmo com o Sol neste seu último ciclo solar a estar neste momento a caminho de um mínimo de atividade (poucas manchas visíveis), de vez enquanto o Sol parece despertar (com explosões e ejeções à sua superfície) atirando-nos na nossa direção com mais umas CME. Mas apesar de tudo e até hoje sem grandes consequências para a Terra.

 

planetary-k-index-may-29-2017.gif

 

Viajando entre o Sol e a Terra num trajeto de 150.000.000Km uma CME produzida na passada terça-feira (23) na coroa solar atingiu este sábado (27) o nosso planeta e o seu campo magnético originando uma tempestade geomagnética da classe G3 (forte). Com o vento solar oriundo da nossa estrela a demorar cerca de 4 dias a cá chegar (deslocando-se a uma velocidade relativamente baixa ‒ talvez nos 300/400Km/s) mas mesmo assim e dado estar direcionada para a Terra provocando uma forte tempestade (geomagnética) e o imediato aparecimento entre outras consequências de fenómenos atmosféricos como as auroras (mesmo a latitudes em redor dos 50⁰).

 

“I haven't seen the aurora since last September ‒ that streak ends tonight. This was the view from York Beach at 10:25 PM.”

(Rob Wright Images/twitter.com)

 

DA4i1viUMAAK1G6.jpg large.jpg

USA ‒ Maine ‒York Beach

(latitude: 43.17⁰)

 

No que diz respeito ao Algarve e dada a sua latitude (cerca de 37⁰) não se tendo naturalmente notícias sobre o aparecimento de auroras, o que não impede quanto ao estado do tempo todos os cuidados a ter no que diz respeito aos raios ultravioleta: nesta região nos últimos tempos registando valores elevados na ordem dos UV8/9 (muito elevado) e ainda hoje com os dados a apontarem para UV9.

 

Neste intervalo de tempo desde a chegada da CME (27 e 28 Maio) com cinco sismos (todos sem relevância) registados nas proximidades da região do Algarve: a S Cabo S. Vicente com M2.3 e a SW Sines com M2.1 (ontem) e ainda a SW Cabo S. Vicente com M1.8, no Golfo de Cádis com M1.2 e a S Lagos com M1.0 (hoje). Já a nível Global com os cinco sismos mais significativos (M> 5) a ocorrerem ao largo da costa do Chile (M5.1) e no ocidente da Turquia (M5.0) ontem e nas Ilhas Aleutas (M5.5), no sul do Alasca (M5.1) e de novo no ocidente da Turquia (5.0) hoje (até às 11:04:59 UTC).

 

(imagens: The Watchers)

tags: , , ,
publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:56
Sábado, 27 DE Maio DE 2017

Nascida para Morrer

Não com uma extraordinária explosão (como é mais usual nestes casos) mas aqui com uma implosão deixando no seu lugar um buraco negro (provavelmente o destino de qualquer estrela maciça) ‒ desintegrando-se (devido às intensas forças em presença) e afundando-se sob si própria num determinado ponto do Espaço (reocupando-o ou redefinindo esse espaço e os seus moldes de utilização), antes talvez de existência agora de comunicação (e de equilíbrio como se estivéssemos a falar de vasos comunicantes). E de Mundos Paralelos.

 

NGC_6946.jpg

A Galáxia em espiral NGC 6946

(ou galáxia Fogo-de-Artifício dado o nº elevado de Supernovas aí detetadas)

 

Na cronologia histórica da estrela-gigante N6946-BH1, sendo visível na primeira imagem dois momentos marcantes e finais de uma das etapas da sua evolução, inserindo forçosamente o parâmetro Tempo para descrever a transformação registada no respetivo Espaço: com a estrela a desaparecer (num determinado espaço de tempo) dando origem a um buraco negro (num determinado tempo do espaço). E conjugando estes aspetos (dois e como que se anulando por simetria) e adaptando-os à visão do Mundo (exclusivamente nossa e como tal homocêntrica), sendo postos perante um quadro de esquecimento (como unidade independente e diferenciada que fora) e de Morte (concluída essa diferenciação e reintegrando-se no coletivo).

 

PIA21467.jpg

O desaparecimento por implosão de uma estrela-gigante

(no seu lugar aparecendo um buraco-negro por ela criado e no final engolindo-a)

 

No espaço de tempo de apenas oito anos (a nível cósmico um valor desprezável e praticamente igual a zero) com uma estrela-gigante a implodir, desaparecendo visualmente das suas coordenadas (como o comprova o telescópio Hubble) e sendo provavelmente substituída por mais um buraco negro (num espaço anteriormente emitindo luz e agora absorvendo-a toda): apresentando uma massa cerca de 25 X Sol, em 2007 observada como a vemos na primeira imagem à esquerda, repentinamente tornando-se imensamente brilhante (2009) e assim se mantendo durante vários meses (1 milhão de X mais brilhante que o Sol) e finalmente começando a perder todo o seu brilho desvanecendo, acabando por desaparecer completamente (como estrela que fora) ‒ como se comprova na primeira imagem (à direita) referida a 2015.

 

PIA21466.jpg

A fase final de uma estrela-gigante e maciça

(implodindo e desaparecendo no interior do buraco por si criado)

 

Numa explosão que não resultando numa Supernova (como acontece com muitas destas estrelas ao atingirem o seu limite de idade) resultou no total desaparecimento desse monstro estelar (se comparado com o nosso Sol), praticamente nada restando no local como o confirmaram dados posteriormente aí recolhidos: com uma reduzida luz infravermelha a ser aí detetada, talvez resultando de alguns fragmentos da mesma antes de serem engolidos e desaparecerem (integralmente) no interior de um buraco negro (engolindo num redemoinho irresistível tudo o que possa significar luz e energia, como o buraco de escoamento de um simples lavatório). E com o buraco negro responsável (criado pela implosão da estrela-gigante) a estar localizado na galáxia NGC 6946 a 22 anos-luz de distância de nós.

 

(imagens: nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:28
Sexta-feira, 26 DE Maio DE 2017

Campeonato do Mundo de Snooker 2017/18

A 23 de Junho iniciando-se o Mundial de 2017/18 na cidade de Riga (Kaspersky Riga Masters) com o australiano Neil Robertson a defender o troféu (conquistado em 2016).

 

Inicia-se no próximo dia 31 de Maio a época de 2017/18 do Circuito Mundial de Snooker. Integrando este ano 19 provas contando para o Ranking Mundial (incluindo a prova final o Campeonato do Mundo) e outras 12 não integrando esse RM e organizados por convite. E apresentando como atual Campeão do Mundo e líder destacadíssimo do RM o inglês Mark Selby.

 

96e602e2-404c-11e7-8c27-b06d81bc1bba_1280x720_1507

Mark Selby

Erguendo o troféu de Campeão do Mundo 2017

 

Este ano com o Circuito Mundial de Snooker a contar com a presença de 2 jogadores de L oficial P: os brasileiros Igor Figueiredo (111ºRM) e Itaro Santos (127ºRM).

 

E dessas 19 provas assinaladas na tabela do RM, com 10 a realizarem-se em solo Britânico (Inglaterra, Gales, Escócia, Irlanda do Norte e Gibraltar), 5 no continente Asiático (China e Índia), 3 noutros países Europeus (Alemanha e Letónia) e finalmente 1 outra num país ainda por designar: o Masters Europeu marcado para 2/8 de Outubro mas ainda sem país indicado (talvez para o ano podendo ser em Portugal).

 

RM

J

N

£ (milhares)

1

Mark

Selby

ING

1 298

2

John Higgins

ESC

563

3

Judd Trump

ING

538

4

Ding Junhui

CHI

510

5

Barry Hawkins

ING

395

6

Marco

Fu

HK

393

7

Neil Robertson

AUS

358

8

Shaun Mirphy

ING

357

9

Stuart Bingham

ING

313

10

Mark

Allen

IRLN

307

(Ranking Mundial de Snooker)

 

Com as pré-qualificações para o Masters Kaspersky Riga (1ª prova do circuito mundial a realizar-se entre 23/25 Junho) e para o Campeonato da China (2ª prova do circuito mundial a realizar-se entre 14/20 Agosto) a arrancarem já na próxima quarta-feira (dia 31 de Maio), estendendo-se até 6 de Junho. Estando o início da prova de estreia marcado para 23 de Junho na cidade de Riga na Letónia e contando com 128 jogadores inscritos.

 

(imagem: scmp.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:39
Sexta-feira, 26 DE Maio DE 2017

A 1ª Aventura do Presidente Donald

Num périplo por 3 (+1) dos locais com maior credibilidade na defesa e na preservação da nossa espécie e da sua identidade (pelo menos sendo assim que as Instituições oficiais nacionais e internacionais os retratam), o 45º Presidente dos EUA depois de visitar a Arábia Saudita e renovar votos com o Monarca do Golfo (com um contrato de milhões), deu um salto até Israel para visitar o amigo (Netanyahu ‒ até para o tranquilizar) antes de partir para o Vaticano (para ver o Papa e talvez pedir perdão) e dar um salto até Bruxelas (para ver a nova sede da NATO e exigir dinheiro aos devedores).

 

59275150150000210015b77f.jpeg

25 Maio 2017 ‒ Cimeira da NATO na Bélgica

(inaugurando a nova sede em Bruxelas)

Trump e Merkel

(em 1º plano)

 

E na sua Aventura pela Bélgica (Bruxelas) numa casa a estrear (sede da NATO) deixando mais um recado à Europa de Mão Sempre Estendida ‒ e como se esta pudesse (ou quisesse) virando-lhe sempre as costas (de lado pondo a Rússia, de lado pondo os EUA e no fim restando-lhes os chineses). Neste caso para a Alemanha e para a sua Indústria Automóvel (uma das suas maiores fontes externas de receita e de financiamento e que se um dia recuasse significativamente no mercado, poderia levar o país a uma crise de tal forma grave e profunda que “poderia chegar o dia em que os seus cidadãos só teriam peças de automóveis para comer”) ‒ e numa cronologia de apenas quatro meses:

 

Em Janeiro:

 

If you want to build cars in the world, then I wish you all the best. You can build cars for the United States, but for every car that comes to the USA, you will pay 35 percent tax,” he said. “I would tell BMW that if you are building a factory in Mexico and plan to sell cars to the USA, without a 35 percent tax, then you can forget that.

(Donald Trump)

 

Em Março:

 

Ten times Trump asked [Merkel] if he could negotiate a trade deal with Germany. Every time she replied, ‘You can’t do a trade deal with Germany, only the EU,’” the official said. “On the eleventh refusal, Trump finally got the message, ‘Oh, we’ll do a deal with Europe then.’

(a senior German official by the Times of London)

 

Em Maio:

 

The Germans are bad, very bad … See the millions of cars they are selling in the U.S. Terrible … We will stop this.” (Donald Trump)

 

Donald+Trump+Theresa+May+Trump+Visits+Brussels+paS

25 Maio 2017 ‒ Cimeira da NATO na Bélgica

(inaugurando a nova sede em Bruxelas)

May e Trump

(em 1º plano)

 

E assim depois deste quadruplo impactoArábia, Israel, Itália e Bélgicavendendo armas para a prossecução dos conflitos pró genocídio (matando todos) e pró terraplanagem (destruindo tudo), sossegando e informando o amigo da evolução e limites do contrato (indireta e estrategicamente apoiando os terroristas), indo ao Vaticano talvez pedir perdão pelos seus derradeiros pecados (sejam russos, sejam sauditas) e concluindo com um aviso a Merkel (Indústria Automóvel), um conselho a May (Segurança Interna) e os pagamentos pelo adiantamento e serviços (extras e incluídos na NATO), ficando-se na expetativa senão mesmo no desespero do que o Futuro (da Europa) nos reserva ‒ com a Guerra já no seu interior.

 

Numa campanha implacável (Anti Trump) levado a cabo pela maioria dos Média norte-americanos (e contaminando todo o Mundo) esmagadoramente apoiando os Democratas (mais especificamente os Clinton) ‒ de que o New York Times e o The Huffington Post são exemplos extraordinários roçando mesmo a subserviência ‒ e que segundo os seus apoiantes continuará sem interrupção ou abrandamento (na questão da intromissão russa) pelo menos enquanto Hillary Clinton não for de novo proposta como candidata à Presidência (em 2021), em Congresso a realizar no próximo ano e em que a mesma invocará como causa da sua anterior derrota o conluio Trump/Putin. Quando os Democratas afirmam como segura a derrota estrondosa de Donald Trump na sua recandidatura em 2021: isto se este se recandidatar ou se chegar Vivo até lá.

 

(imagens: Jonhatan Ernst/reuters.com e zimbio.com)

tags: , , ,
publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:33
Sexta-feira, 26 DE Maio DE 2017

No Mundo da Mosca

[Objetos encontrados em Manchester na cena do crime]

 

remnants-1.jpgremnants-2.jpg

Restos de roupa do bombista-suicida

 

item-1.jpgbattery-1.jpg

Interruptor e bateria de 12 volts da bomba

(imagens: nytimes.com)

 

Enquanto os ingleses choram as vítimas inocentes do atentado da cidade de Manchester (levado a cabo por terroristas), enquanto os EUA reabastecem com mais 100 mil milhões de dólares de material militar a Arábia Saudita (apoiante desses mesmos terroristas) e enquanto o que aconteceu em Manchester se replica até ao limite mais extremo em vários países do Médio-Oriente (como mais recentemente aconteceu no Iémen em que a sua população além de ser apanhada na ação rebelde contra o regime ainda levou com a poderosa Arábia Saudita em cima apoiada pela Al-Qaeda e pelo ISIS), certos da continuação do apoio (financiamento e cobertura) por parte dos sauditas ‒ no tal contrato assinado (pela Casa Branca) aquando da visita aos Monarcas ‒ eis que os mesmos (terroristas) celebram e nem sequer o escondem:

 

ISIS Supporters Celebrate Ariana Grande Concert Explosion in Manchester”.

(newsweek.com)

 

DAeKgznWsAA7ES9.jpg

No claim regarding blast in #Manchester, but #ISIS accounts celebrating the attack, disseminating media & threats

(Rita Katz - twitter.com)

 

Entre outros aspetos o atentado terrorista ocorrido em Manchester serviu para nos mostrar que nos EUA existem certas Entidades que ao contrário do que se pensava têm acesso ilegal (e como tal constituindo um crime) a conteúdos confidenciais (e como tal estratégicos e fundamentais para a defesa dos EUA podendo ser considerado traição), servindo-se desses conteúdos no se próprio interesse e se possível manipulando-o nem que seja pela oportunidade: da mesma forma e recorrendo aleatoriamente a fontes verdadeiras ou falsas (conforme o interesse), num caso publicando quase sem querer notícias sem crédito mas certamente picantes apenas porque lhes chegaram às mãos (como por exemplo tentando ligar Trump a Putin), outras antecipando-se à razoabilidade e à decência e parecendo não perceber qual o mal como se inocentemente nada tivessem a ver com o assunto (mas afinal como é que lhe chegaram estas informações ainda sigilosas) dizendo logo tudo sem se preocupar com as consequências desde que não sejam para quem os financia. Só mesmo o NYT.

 

No Mundo da Política tal como em todas as outras partes do Mundo (todos eles Paralelos e tendo como modelo o Homem) mais cedo ou mais tarde e por mais que as aparências iludam (com a Ilusão hoje já fora de moda face à dureza atual da Manipulação e do Condicionamento e com estes parâmetros nem sequer necessitando de estratégias subliminares de intrusão e de consolidação) a Realidade que nos rodeia e encaminha (para a satisfação das necessidades de manutenção do Sistema) acaba sempre por triunfar no final: acabando por nos expor toda a hipocrisia e violência integrando cada decisão coletiva assumida sempre em nosso nome (e na defesa do nosso Grupo), sob a orientação de alguma Entidade da nossa Espécie mas de um nível Superior (por seleção e certificação), mesmo com a base não a vendo mas religiosamente acreditando Nela: num Passado ainda muito recente (numa História do Homem curtíssima num cenário geológico de biliões de anos) com o topo da Pirâmide a entregar armas a quem lhes obedecesse, respeitasse e replicasse (numa Estrutura Militarizada baseada no poder das Armas) e na parte da cronologia Presente de alguma Humanização e Paixão (Caridade) por parte de alguns descendentes do topo dessa Hierarquia (na verdade ao verificarem que as armas se poderiam virar contra eles), mantendo a ideologia (no fundo a falta dela unicamente baseada nas trocas), a própria arquitetura (dos edifícios militares/escolares), reencaminhando os exércitos (formando-os por formatação), tornando-os mais civis e humanos (especializando-os na sua Ignorância) e como comprovativo, entregando-lhes um Manual de Instruções (Diploma) antes de lhes colocar esta (papel) e outras armas na mão (pistola) ‒ sabendo todos nós como o papel também corta, fere e faz sangrar.

 

“U.S. Army Lost Track of $1 Billion Worth of Weapons and Equipment … In arms manufactured in the U.S. and other countries winding up in the hands of armed groups known to be committing war crimes and other atrocities, such as the Islamic State militant group (ISIS).”

(newsweek.com)

 

isis-1.si_.jpg

Approximately 100% of ISIS’ arms originally belonged to the US government. The official explanation is “lol we have no idea what the fuck we are even doing lol sorry.”

(Andrew Anglin - Daily Stormer)

 

Com o nosso planeta pelo menos na sua parte Ocidental a continuar a acreditar num único Monstro Todo-Poderoso e apesar de novo já tornado Admirável e Mítico ‒ por critérios de Excecionalidade e controlo de Qualidade (não sendo certamente Deus mas Algo à semelhança do Homem) ‒ deixando-o fazer o que quer (por obediência e covardia conjunta, deste e nossa), deixando-nos cair na apatia (arrastando outros connosco) e aceitando o nosso destino com a morte como prémio (com o Céu à nossa espera e de todos os pobres de espírito).

 

Pelo que os episódios diários que se passam um pouco por todo o planeta envolvendo cenas mais ou menos chocantes ou até mesmo brutais (com muitas delas a poderem ser evitadas se houvesse um simples instrumento de comunicação e de diálogo), uns noticiados (uma minoria e por estratégia) outros não (a esmagadora maioria e para poderem manter silenciosa a evolução do processo), se por um lado pela repetição continua dos mesmos nos levam à indiferença e à aceitação de novos padrões de normalidade (continuando escondidos debaixo do tapete mas devido ao relevo formado sendo o ponto onde a maioria dos interpretes oficiais tropeçam), por outro lado dão origem a Eventos de tal forma evidentes e dramáticos que mesmo não os querendo ver ou tentando-os integrar (culpando outros) nas forças incontroláveis da Natureza (de que o Homem faz parte), ao aflorarem à superfície no meio de tantos cadáveres nos proporcionam espetáculos inacreditáveis e para alguns incompreensíveis (para que servem os nossos ditos representantes?); como o da obliteração da sociedade iraquiana (Rica em Petróleo) da base até ao topo e da sua matéria-prima aos seus recursos humanos (roubando, destruindo e matando); do desaparecimento de um país soberano como a Líbia (Rico em Petróleo) hoje entregue a mercenários e terroristas, sem verdadeiro Governo e pouco se sabendo da sua população; do ataque e invasão da Síria (fazendo fronteira com o Iraque e não apoiando o conflito) por verdadeiros exércitos de terroristas rodeando os cadáveres como abutres e terraplanando pessoas e infraestruturas; e ainda por extremamente doloroso e decorrer no silêncio mais absoluto e intolerante (onde está o jornalismo?) o genocídio no presente em curso no Iémen levada a cabo pela Arábia Saudita graças aos biliões de armas vendidas pelos norte-americanos e ingleses (estes como poderiam ser outros). Na Europa com a Guerra já tendo chegado sob a forma de Migrações (de algumas das vítimas) acompanhadas de Atentados (de terroristas infiltrados legal ou ilegalmente): sempre com as mesmas vítimas (os cidadãos) e com aqueles que nos deveriam defender (os políticos) a dizerem-nos para nos habituarmos aos tempos que já aí estão. Senão será pior.

 

(imagens/legendas: newsweek.com e dailystormer.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:18
Quarta-feira, 24 DE Maio DE 2017

Fake News

E a 1ª vítima por denúncia não provada dos apoiantes de Hillary Clinton no diário The Washington Post foi o pouco conhecido site apoiante de Donald Trump SuperStation95 ‒ asfixiado financeiramente e rapidamente obrigado a fechar.

 

015e87849a08c0f24a8e8573a4819976 A.jpg

SuperStation95 News Closed

Killed by Phoney Washington Post "Russian Propaganda Fake News"

False allegation

(superstation95.com)

 

Na persistente campanha ANTI-TRUMP criada (há já 10 meses) no decorrer da última fase das eleições Presidenciais Norte-Americanas (Donald Trump foi nomeado candidato Republicano em Julho de 2016) e ainda hoje em movimento (4 meses depois de ter tomado posse como o 45º Presidente dos EUA), o espírito MACARTISTA de perseguir todos os que se lhe opõe colando-lhes o rótulo de traidor e de Comunista (pelos vistos uma estratégia dos Democratas Norte-Americanos em situações de desespero) começa agora a tomar corpo e a executar as suas primeiras ações no terreno (de eliminação por silenciamento): utilizando a expressão FAKE NEWS lançada por Donald Trump (então ainda candidato a Presidente) e aplicada pelo mesmo contra a campanha absolutista da esmagadora maioria da imprensa norte-americana que constantemente o denegria apoiando incondicionalmente Hillary Clinton (logo que a comitiva de Hillary Clinton tentando diminuir as revelações da WIKILEAKS tentando destruir-lhe a campanha lançando-o nas mãos de Putin) para invertendo a posição do remetente e do destinatário e confundindo a voz com o Eco, atirar o rótulo aos apoiantes do agora já Presidente, associá-los aos traidores e aos russos, persegui-los e calá-los, para no fim associá-los a Trump e ainda poderem sonhar com o seu IMPEACHNENT.


SuperStation95​

 

CLOSED. 95.1 FM now airs Christian Religious Programming in New York City and this news web site is no more.

 

SuperStation95.com came online in October, 2015 and skyrocketed to over two million visitors p/mo. quickly. As the US Presidential Election got heated, sites like this one which opposed Hillary Clinton got smeared in a Washington Post story as "Fake News" to discredit them. The allegation was completely false, but that didn't matter to WaPo, which admitted they never investigated the claims by a new, unknown group, who lobbed the Fake News accusation. WaPo ran the story nonetheless and like a sledge hammer, our visitor count began plummeting. Useful idiots who supported Hillary Clinton made tremendous use of the WaPo story, even after WaPo eased-off their un-investigated report. Hurling the "fake news" allegation as often as they could. They needed to discredit the massive damage being done to Hillary's campaign by the WikiLeaks email revelations. Visitor counts to this web site began dropping immediately after WaPo ran that story, and have now dropped so low, the revenue from this site can no longer support its existence. We have provided the names and home addresses of the WaPo reporter(s) who did the story, to all our employees who have now lost their jobs, in case those employees want to have a personal word with those folks. We thank all the people who visited this site and helped propel our growth because they knew we were credible, accurate, and - many times - FIRST with breaking news. We're sorry we have to go, but such is the case. Goodbye and best of luck to all of you. (hotcopper.com.au - 23.05.2017)

 

Com uma das primeiras vítimas a ser o site SUPERSTATION.95 existente desde 2015 (em Outubro fazia 2 anos) declaradamente apoiante de Trump (desde que se tornou candidato REP) e agora asfixiado e colocado fora de serviço: segundo o mesmo SuperStation95 de cerca de 2 milhões de visitantes e após denúncias como divulgador de Fake News pelo seu colega de Comunicação Social o diário WASHINGTON POST (que se saiba não sendo propriamente essa a função de um colega de profissão, a denúncia a partir de outra denúncia) ‒ e mesmo depois do diário ter confessado não ter confirmado a veracidade da mesma denúncia, como tem sido usual neste e noutros jornais com tudo o que esteja associado a DT ‒ com as visitas a descerem drasticamente e a levarem ao fim do SITE (deixando de poder ser suportado financeiramente). E assim para alguém que não tendo nada a ver com a ideologia HC (os políticos a dirigirem o território sendo pagos como intermediários pelos patrões ‒ os criadores e apoiantes da Pirâmide Social) e muito menos com a ideologia DT (os patrões a tomarem em mãos o seu território dispensando progressivamente os políticos como intermediários e parasitas ‒ num regresso à IDADE MÉDIA a que eles chamam desregulação do mercado), mais uma preocupação senão mesmo mais um alarme (talvez o derradeiro aviso) do caminho sem retorno que parecemos já percorrer: recuperando alguns momentos dos mais negros da nossa História perdendo mais uma vez a memória e regressando à CAÇA às BRUXAS e à MORTE na FOGUEIRA (pelos vistos a estratégia Democrata até às suas eleições internas de 2018 onde esperam lançar de novo HC na corrida à Presidência ‒ em 2021 perdendo DT e ganhando HC).

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:29
Terça-feira, 23 DE Maio DE 2017

Em breve o Verão

Segundo o IPMA de amanhã (24) até Domingo com as temperaturas do ar a manterem-se pelos valores atuais (16⁰C/21⁰C de mínima e 26⁰C/31⁰C de máxima) e com os valores na água do mar a andar pelos 21⁰C.

 

Agora que o bom tempo parece ter regressado de vez com a subida generalizada das temperaturas (mínimas e máximas) estão criadas todas as condições para o verdadeiro arranque da época balnear na Região do Algarve:

 

Sem chuva, com temperaturas bastante agradáveis, com o areal e o mar calmos e com bom aspeto, com boa comida à espera e sobretudo com relativamente poucas pessoas e alguma tranquilidade de espirito.

 

snapshot xxx.jpg

 

Pelo que se os responsáveis pela divulgação do turismo na região (públicos como privados) tiverem cumprido (mesmo que no mínimo) a sua obrigação de representantes, divulgadores e promotores deste sector prioritário e fundamental desta região do sul de Portugal (desprezadas como foram pelos mesmos a Agricultura e as Pescas e dando unicamente relevo à Industria Hoteleira e à Restauração),

 

Este Verão será um sucesso: com muita gente e calor.

 

Com a bolsa dos Europeus e até dos portugueses temporariamente aliviadas nestes últimos tempos (para nós desde que o Governo PS tomou posse),

 

Com todos os conflitos espalhados um pouco por todo o mundo (desde a Turquia ao Egito, passando pelo norte de África e terminando na crise sul-americana ‒ só para falar em destinos turísticos),

 

E até com alguns países europeus completamente absorvidos nas suas batalhas não só externas como internas contra o terrorismo (como a Inglaterra e a França por estarem mais envolvidas nas operações militares a sofrerem vários atentados),

 

Criando-se a oportunidade face ao problema dos outros de encher todo o sul da Península de Espanha até Portugal.

 

Destacando desde já 2 fatores que não devem ser desprezados mesmo nesta época do ano (início em breve do Verão), por um lado com os índices de raios ultravioleta a revelarem-se bastante elevados por estes dias (UV9 numa escala de 11) e por outro com a manutenção da presença de taxas também elevadas de CO2 na atmosfera como justifica o alerta de hoje (23) para a Ilha Terceira (401ppm/crítico).

 

E assim a menos de um mês do início da estação do Verão (21 de Junho) e com o tempo já com estas tão agradáveis condições ambientais,

 

Com toda a máquina aqui implantada e alicerçada a estar já plenamente preparada para a única coisa que ela sabe verdadeiramente fazer (que será infelizmente o Futuro reservado para todos os Algarvios e demais residentes) ‒ e para a qual temos vindo a ser todos forçados, condicionados e especializados:

 

Enchendo hotéis, servindo refeições, executando limpezas, preparando instalações, servindo bebidas, fazendo de guia, aconselhando negócios, promovendo intercâmbios, trocando moeda, disponibilizando cuidados, possibilitando passeios e outros apoios,

 

Em suma satisfazendo o cliente à custa de diversa mão-de-obra toda afeta aos mesmos Serviços (de Restauração e Hoteleiro) mas com diferentes escalões (retribuições) apesar das mesmas ambições (limitadas em exclusivo à contrapartida monetária).

 

Num percurso monocórdico e sem futuro visível, de mera retribuição de apatia e subordinação ‒ recriando-se o papel de criada (para a generalidade) e para os mais ofendidos o cargo de governanta.

 

(imagem: Sport Mídia II/youtube.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:38
Segunda-feira, 22 DE Maio DE 2017

Treme-Treme

“Enquanto a Terra continuar a tremer é porque ainda funciona

‒ sendo a garantia de que ainda temos transporte.”

 

IN0123.gif

Círculo de Fogo do Pacífico

 

Observando rapidamente o quadro de registos dos últimos sismos (M4.0 ou superior) verificados no dia de hoje (22 de Maio) a nível mundial (em terra e no mar), facilmente se concluiu que a esmagadora maioria desses sismos ocorreu numa das regiões mais ativas do nosso planeta, tanto a nível sismológico como até mesmo vulcânico: o Círculo de Fogo do Pacífico.

 

Dos 18 sismos assinalados nesta segunda-feira 22 (até às 19:25) com os mais intensos a referirem-se à região de Tonga/M5.3, às ilhas Kuril/M5.4 e à PNG/M5.1 (todos com epicentro no mar). E com a costa ocidental do Continente Americano a ser a mais castigada (em sismos com M igual ou superior a 4) desde o norte (Canadá, EUA e México) até ao sul (Peru, Chile e Argentina).

 

E nunca esquecendo o Japão (um sismo no mar de M4.5 nas proximidades de Honshu) e o aqui deslocado Tajiquistão (localizado no continente asiático e com um sismo de M4.9): este último por ser em terra aquele que poderá ter tido maiores consequências (desconhecidas). De um total de 18 sismos com 17 deles a terem de uma forma ou de outra algum tipo de afinidade com o Círculo (94%).

 

Sem dúvida e tendo-se já transformado num hábito persistente e duradouro, com toda esta região integrando no seu ventre as águas do grande oceano Pacífico (fundindo-se a sul com o Índico) apresentando-se em constante efervescência e contínuo movimento, sempre a tremer, com erupções e até com tsunamis. Por um lado mostrando-nos as mais violentas demonstrações de força da Natureza, mas pelo outro demonstrando-nos na prática como o planeta continua Vivo.

 

Já no que diz respeito a Portugal e à sua atividade sísmica (em terra) com os três últimos registos mas de fraca intensidade (nem) sentidos na região do Algarve, a serem os verificados hoje (dia 22) a W de Castro Marim (M1.3) e a S de Lagoa (M1.0) e o sentido no dia 16 a NW de Loulé (M1.0). Mas com a Figueira da Foz (mais a norte) a ser a protagonista (continental) com um total de 7 sismos no espaço de menos de 4 horas: com magnitudes entre 0.8 e 3.5 (logo o primeiro).

 

(imagem: redescrobrindoeuropa.blogspot.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:31
Segunda-feira, 22 DE Maio DE 2017

Quadruplo Impacto

Foi o Sol que nos ajudou a aparecer.

E se não nos mexermos, desapareceremos com ele.

(já indo este, a meio do seu caminho)

 

Nestes últimos dias com o nosso planeta sob a ação de fortes ventos solares oriundos de um buraco aberto na superfície do Sol (20 e 21 Maio) ‒ fig. 1 ‒ tem-se assistido com maior intensidade e a latitudes mais elevadas aos efeitos da ação desses raios solares (provocando tempestades geomagnéticas de classe G1/menores) ao impactarem com a atmosfera terrestre:

 

coronalhole_sdo_200.gif

Fig. 1

Buraco na Coroa Solar

(origem do jato de vento solar)

 

Originando fenómenos mais comuns nestes momentos como as auroras (por exemplo na América do Norte), podendo as mesmas persistir ainda esta segunda-feira (dia 22 Maio) mas com a velocidade dos ventos solares a decrescerem para valores já mais perto dos 500Km/s (quando já andou pelos 700Km/s). Com o nosso planeta a abandonar a região onde os mesmos (ventos solares) se faziam sentir mais intensamente (ao passarem oriundos do Sol) e prevendo-se assim um abrandamento das condições do Tempo no Espaço (rodeando e envolvendo o planeta).

 

Mila-Zinkova-ss1_1495342106.jpg

Fig. 2

4 Clarões ao Pôr-do-Sol

(Califórnia/Oceano Pacífico)

 

Nesta imagem da autoria de Mila Zinkova registada no passado sábado (dia 20 Maio) ao Pôr-do-Sol, na costa da Califórnia e observando o oceano Pacífico ‒ fig. 2 ‒ assistindo-se a outro fenómeno atmosférico pouco habitual, observado geralmente ao pôr e ao nascer do Sol e sendo talvez impulsionado por estas condições particulares do “tempo que faz no espaço”: provocado por estas tempestades solares (criadas no Sol) e transformadas em tempestades magnéticas (aplicadas na Terra) ‒ neste caso com o Sol a pôr-se no horizonte e momentos antes de desaparecer a emitir uns últimos clarões (aqui 4) de cor esverdeada. Num efeito de miragem provocada pelas diferentes temperaturas das camadas de ar colocadas e sobrepostas acima da linha de água.

 

Harlan-Thomas-HooDoos-Aurora-052017-a_1495292018_l

Fig. 3

Júpiter, Steve e Aurora

(o planeta, o arco de cor purpura dançando/dividindo o Céu e uma sua companheira habitual)

 

Com muitos outros fenómenos podendo ocorrer especialmente sob tempestades solares/tempestades geomagnéticas mais intensas, dependendo os seus efeitos de muitos parâmetros variáveis desde a intensidade dos ventos solares/CME até à capacidade de proteção e defesa do campo magnético terrestre. Desde fenómenos mais comuns como os retratados na fig. 2 e na fig. 3 ‒ neste último caso o denominado Steve ‒ até fenómenos mais extremos como os já sentidos no passado: “A tempestade solar de 1859, também conhecida como Evento Carrington, foi uma poderosa tempestade solar geomagnética ocorrida em 1859 durante o auge do ciclo solar. A ejeção de massa coronal solar, atingiu a magnetosfera da Terra e induziu uma das maiores tempestades geomagnéticas já registradas. Um "feixe de luz branca na fotosfera solar foi observado e registrado pelos astrônomos ingleses Richard C. Carrington e Richard Hodgson.” (wikipedia.org)

 

(imagens: spaceweather.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:24

pesquisar

 

Maio 2017

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
16
18
20
25
28
30
31

comentários recentes

Posts mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro