mais sobre mim

subscrever feeds

Segunda-feira, 21 DE Agosto DE 2017

Apocalipse Now

Este ano o Fim-do-Mundo é a 23 de Setembro

(e o culpado volta a ser o suspeito do costume)

 

_end-of-the-world_2433119b_trans_NvBQzQNjv4BqpJliw

 

Mais uma vez e como acontece todos os anos por altura desta quadra festiva a decorrer no Hemisfério Norte (a Estação Idiota), alguns especialistas (leigos e/ou eruditos) enunciam desde já a chegada do Fim do Mundo ao nosso planeta Terra (o local onde pelo menos nos últimos milhares de anos temos residido), como se tal facto a ocorrer ainda os (nos) pudesse salvar de mais um ano monótono destas vidas miseráveis (enfiando-nos num buraco a troco de umas quantas moedas).

 

Fim-do-Mundo versão de 2017 a iniciar-se no próximo dia 21 de Agosto (já hoje) e com o sinal do eventual Apocalipse a ser dado por um Eclipse do Sol apenas visível pelos cidadãos norte-americanos, dada a excecionalidade do seu território tanto a nível de talentos como de violentos impactos: com vulcões e sismos, democratas e republicanos e até com Trump e Nibiru. Assim no próximo dia 21 iniciando-se o princípio do fim com o Mundo a terminar lá para 23 de Setembro.

 

No dia 21 de Agosto de 2017 com a Lua a interpor-se entre o Sol e o nosso planeta, mergulhando-nos de imediato nas Trevas e preparando no meio da escuridão (mesmo que iluminada) a chegada de um outro corpo celeste (talvez da família, talvez intruso) em rota de colisão com a Terra: no dia 23 de Setembro de 2017 (antecipando a 1ª previsão apontando Outubro) com Nibiru a surpreender-nos com a sua presença (ainda enrolados com o tempo seguinte ao Elipse Solar) colidindo contra a Terra e esmagando-nos de vez.

 

canvas.png

 

Restando-nos menos de 24 horas para nos convencermos de tal facto e cerca de 34 dias para que a Terra se desintegre e a nossa espécie se extinga. E tudo isto porque um dia alguém se pôs a pensar e com tanta teoria resolveu (porque não) também conspirar (David Meade/Planeta X – Chegada em 2017) – para tal servindo-se da Bíblia assim como do Mundo Mágico dos Números:

 

Citando o Antigo Testamento – "The Stars of Heaven and their constellations will not show their light. The rising Sun will be darkened and the Moon will not give its light" (Isaías/Capítulo 3/versos 9/10);

 

E utilizando o mundo ilimitado dos números (reais ou imaginários) destacando o 33 "The eclipse will start in Lincoln Beach, Oregon – the 33rd state – and end on the 33rd degree of Charleston, South Carolina. Such a solar eclipse has not occurred since 1918, which is 99 years – or 33 times three." (David Meade).

 

Esperando todos nós que tal cenário não se confirme e se limite aos EUA e aos seus excecionais líderes (só sendo possível nas suas cabeças ou então na dos seus amigos, adeptos da conspiração e até do paranormal – como será FFF antes conselheiro de Donald Trump e agora despachado). Um despedimento, dispensa ou sinal? Com o nosso país todo a arder antecipando-se à data do Fim.

 

(imagens: telegraph.co.uk e timeanddate.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:12
Sábado, 12 DE Agosto DE 2017

Este Verão e Kate Perry

Dois anos depois!

 

Num dos espetáculos de KATE PERRY (cantora norte-americana) levado a cabo já no distante ano de 2015 (uma primeira estranheza por só se salientar isso agora), por qualquer razão natural ou então artificial (saúde, drogas ou controlo mental), esta sentiu-se mal (1), anunciou-o em palco (2), acabando por colapsar (3) ‒ sendo de imediato retirada do palco ainda do outro lado e completamente grogue (4).

 

snapshot 1.jpgsnapshot 2.jpg

 

Imagem 1 e 2

 

Até Agosto deste ano e cerca de dois anos depois (uma segunda estranheza dada a Estação Idiota) esquecida nas prateleiras e nunca sendo sublinhada (um caso comum na vida destes artistas), apenas ressuscitada na comunicação por simples factos de associação (e de estratégia informativa num tempo irrelevante) de modo a ser reintroduzida e até mesmo reciclada (noutro tempo e espetáculo).

 

snapshot 3.jpg snapshot 4.jpg

 

Imagem 3 e 4

 

Aproveitando-se este período em que o povo se divide entre o trabalho e a preguiça (Verão), para criar neste espaço-tempo talvez característico de um qualquer buraco negro, um novo terreno de manipulação e de condicionamento, mais fácil de aplicar quando o povo se divide (entre extremos) o mais possível distantes (e de preferência simétricos) criando no interior o vazio (e ao mesmo tempo com todos anulando-se e colocando-se à disposição).

 

[Obrigando-nos a engolir uma das Realidades (a certificada) ou a engolirmos as suas Teorias da Conspiração (a única Imaginação derivada e disponibilizada): uma outra estranheza mas de nível superior, às duas anteriores estranhezas (já que somos nós, aqueles postos em causa).]

 

(imagens: youtube.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:54
Domingo, 06 DE Agosto DE 2017

Tentativa de Assassinato nos EUA

Um Presidente preguiçoso, passando a Vida a jogar Golfe e a ver Televisão

(gordo e comendo como um porco todas as porcarias norte-americanas)

 

Trump, America's Boy King:

Golf and Television Won't Make America Great Again

(Alexander Nazaryan/newsweek.com/02.08.2017)

 

document-page-001.jpg

Donald Trump segundo a Newsweek

 

No seu 198º dia na liderança do Governo dos EUA (5 de Agosto de 2017),

 

[Aí colocado desde o dia em que tomou posse (a 20 de Janeiro de 2017) após a sua vitória na eleição Presidencial (a 8 de Novembro de 2016)]

 

Como o 45º Presidente norte-americano eleito a ocupar a Casa Branca (mais de 57% do Colégio eleitoral),

 

O milionário Donald Trump continua a sofrer violentamente na sua pele (o que tem vindo a prejudicar fortemente a sua imagem epidérmica),

 

A campanha ininterrupta e simultaneamente impensável (porque nunca vista e atingindo colateralmente a credibilidade de todas as instituições governamentais norte-americanas) contra si iniciada desde que anunciou a sua candidatura já lá vão mais de dois anos (em Junho de 2015):

 

Alicerçada no pretexto (por ser um facto sem relevância dadas as regras eleitorais) de que apesar da sua maioria no Colégio Eleitoral (304 contra 227), o mesmo terá ficado atrás de Hillary Clinton (ou seja sido derrotado) em quase 3 milhões de votos (DT/46,1% e HC/48,2%),

 

E desse modo tentando evitar a descoberta da verdadeira razão para tão violenta e persistente perseguição (tentando-o mesmo identificar como um Boneco manipulado pelo presidente russo Putin),

 

Residindo apenas na chegada surpreendente por nunca imaginada de um Milionário representante da Sociedade Civil e Privada norte-americana (com Zero em Experiência e Prática Governamental assim como Política) ao poder antes atribuído ao sector do Estado (e suas estruturas visíveis e invisíveis de tomada de decisão),

 

Usurpando a regra sagrada da separação de poderes ‒ e de Representação ‒ entre a Sociedade Civil (significando o povo oriundo de todas as classes sociais e nele incluindo os milionários) e a Sociedade Estatal (significando os políticos, os militares e os conglomerados que lhes pagam e representam):

 

Colocando desde logo em causa a existência de toda a classe política e correndo estes o risco de serem eliminados ao serem dispensados como intermediários (agora desnecessários, dispendiosos e potencialmente perigosos),

 

‒ Tanto no campo Democrático como Republicano ‒

 

Naturalmente algo de Inaceitável para os mesmos e para a necessária manutenção e salvaguarda de tão profunda e complexa Estrutura.

 

Incrivelmente transformando o candidato Republicano aparentemente mais à direita como o candidato Anti-sistema (Donald Trump),

 

E na prossecução do assassinato por asfixia do mesmo candidato mas do lado Democrata (Bernie Sanders), transformando o representante deste último partido (herdeiro de Barack Obama) e pretensamente mais à esquerda como o candidato do Sistema (Hillary Clinton) e potencial derrotado:

 

Sem Donald Trump necessitar de se esforçar muito graças à terrível imagem política (passada) perseguindo Hillary Clinton (a ela para sempre colada).

 

Deixando a pairar no ar pelo menos uma hipótese ainda em aberto e já por diversas vezes ensaiada e levada a cabo nos EUA mesmo com outros Presidentes (algumas com sucesso outas não), lembrando no entanto que cada dia que passa por um lado poderá ser melhor (mais queimado ficará DT para além da sua epiderme) mas talvez mais difícil (já que vazado/leaked trancas à porta): o assassinato do 45º Presidente.

 

(imagem: newsweek.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:44
Sábado, 05 DE Agosto DE 2017

Os Miolos a 5 de Agosto

Albufeira, 18:00

Temperatura: 29⁰C

(Máxima: 35⁰C Mínima: 18⁰C)

 

Este sábado com as temperaturas a sul do país (Alentejo e Algarve sobretudo na região leste) a atingirem valores a caminho e próximos dos 40⁰C ‒ e com o céu limpo e luminoso a proporcionar à superfície da terra e do mar índices elevados de raios ultravioletas (9 numa escala até 10) ‒ criaram-se todas as condições (cada vez mais alargadas e consentâneas com os desejos dos grandes contingentes turísticos) para a opção por uma das três atitudes aceitáveis e certificadas: ficar em casa, ir à praia ou ir até ao centro comercial.

 

getpicture.jpg

 Europa ‒ imagem de satélite a infravermelho

 

De momento com toda a região envolvendo o mar Mediterrânico da sua ponta mais a oeste atá à sua ponte mais a leste (todo o sul da Europa e o norte de África) a estar debaixo de uma massa de ar quente pesada e por vezes verdadeiramente asfixiante e com os parâmetros apresentados (do tempo) reproduzindo condições de sobrevivência ambientais para alguns de nós severas senão mesmo mortais (nalguns locais e para certas camadas etárias). Relembrando que períodos anteriores como este (por exemplo a última e mais recente vaga de calor em Portugal) sempre justificaram a maioria das mortes ocorridas (nesse período) sobretudo entre doentes e entre idosos (ultrapassando um milhar).

 

Hoje em Albufeira com a temperatura por volta das 17:15 a andar pelos 29⁰C (céu limpo e humidade de 57%) e com a previsão a apontar para os dias seguintes uma descida das temperaturas máximas ‒ maioritariamente com o céu a manter-se limpo e luminoso propício para valores elevados de raios ultravioletas (alertando para os cuidados a ter com a exposição solar). Temperaturas altíssimas (em torno dos 40⁰C) podendo levar à desidratação (se descurada a prevenção e a proteção) um dos caminhos mais rápidos para o colapso e uma via bem aberta para a morte (morre-se muito mais depressa se deixarmos de beber face a deixarmos de comer).

 

Face a tudo isto e apesar de ser Verão (no Hemisfério Norte) fazendo-nos mais uma vez pensar nos Efeitos Climáticos provocados pelo Aquecimento Global (cada vez com mais incêndios e crescente escassez de água) ‒ do outro lado do Mundo por contraste com tempestades e furacões a assolarem o sul da Ásia ‒ e através de um simples exercício imaginar o que será Portugal (o Algarve e Albufeira) até ao fim deste século. Com uma subida do nível da água do mar estimada para 2,5 metros até ao ano 2100, com muitas das zonas costeiras de Portugal Continental a entrarem em alerta máxima sobretudo na costa Atlântica (mais exposta) mas também nas zonas baixas como as situadas no litoral do Algarve: como na ria Formosa muralha mas de baixo-relevo (sendo a praia de Faro um desses exemplos), como na zona do Alvor certamente uma das mais afetadas (muitos locais pouco acima do nível do mar) ou então imaginando Albufeira com a sua zona mais antiga fazendo lembrar a inundada Veneza (em miniatura tal como num souvenir).

 

[Numa autêntica noite de Verão, com uma leve brisa e temperaturas na ordem dos 30⁰C.]

 

(imagem: weatheronline.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:33
Quarta-feira, 02 DE Agosto DE 2017

Crimes de Verão

Pelos vistos para alguns pilotos de aeronaves circulando no espaço aéreo português, o areal de uma praia, no mês de Agosto, em pleno Verão, cheia de gente e junto de uma grande metrópole, pode ser considerada em último caso como uma pista a considerar para aterragens de emergência. Entendido isto como não compreender a revolta e a fúria de um pai vendo a sua filha ali morta (colocado perante o piloto) e a vergonha de algumas televisões ao calarem o pai da criança assassinada ‒ ouvindo-o mas inevitavelmente extravasando (o expectável) tirando-o de cena.

 

mw-1600.jpg

A Aeronave

(com a asa quebrada devido ao impacto)

 

Neste caso passado numa das praias da Costa da Caparica junto à maior metrópole de Portugal (a sua capital Lisboa) e por esta altura sempre bem lotada de famílias e grupos de jovens usufruindo das suas férias de Verão (Agosto o mês preferido pelos portugueses), com o piloto de uma avioneta registada em Torres Vedras a optar por aterrar em terra (cheia de gente) a uns míseros metros do mar, matando como consequência um adulto e ainda uma criança. E com todos surpreendidos a terem que assistir e infelizmente participar, vendo um familiar a morrer.

 

mw-1600 e.jpg

As duas vítimas

(cobertos à direita sobre a areia da praia)

 

O que mais uma vez em Portugal como no resto do Mundo nos coloca a questão da quantidade e respetiva qualidade de certas certificações atribuídas a indivíduos dos mais diversos sectores de atividade da nossa sociedade, transformada a educação (cultura, experimentação, memória) em formação especializada (orientando-nos para um único ponto e ignorando todos os outros ‒ como se isso fosse possível) desprezando o conhecimento passado, obliterando os grandes autodidatas e todos os restantes valores que ainda mantinham a Humanidade de pé.

 

(imagens: Ana Oliveira/Visão)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:53
Quarta-feira, 02 DE Agosto DE 2017

Agosto em Portugal ‒ Estação Maluquinha

[Em Férias e festejando o Aquecimento Global]

 

Dia 1, do Mês que faz a Dúzia

 

“De 1 a 31 de Agosto somos declarados mortos ‒ ressuscitando pouco tempo depois ao 32º dia. Uma reflexão necessária sabendo-se que Jesus (o filho de um Deus) ressuscitou logo ao 7º dia.”

 

bl02_windmill_3190578f.jpg

O Dia da Superação

Numa comemoração anual e móvel antecipando-se todos os anos

Comemorando-se em 2017 no dia 2 de Agosto

 (deixando-nos sem recursos e logo num período de férias)

 

Hoje dia 1 de Agosto de 2017 (uma terça-feira) começa o princípio do fim das férias de Verão em Portugal (um território localizado no Hemisfério Norte):

 

Para a maioria daqueles que adeptos incondicionais do Sistema (obviamente remunerados pelo mesmo) são durante quase 92% dos dias (que compõe um ano de trabalho) obrigados a cumprir um horário monótono, repetitivo e sem criatividade (com os mais privilegiados a serem premiados com alguns fins-de-semana apenas para descomprimir e de modo a impedir possíveis implosões),

 

Sendo o único momento neste curto período de tempo (flash) que a Vida nos proporciona (em média e segundo dizem oitenta anos) em que pretensamente nos libertamos (das diversas hierarquias de proximidade) e eventualmente nos deixamos levar sem regras nem restrições (voluntariamente) para territórios desconhecidos e distantes (onde nada nem ninguém nos conheça e nos impeça seja por que motivo for ‒ mesmo que infantil ou dito senil ‒ de usufruir).

 

No fundo e nesse instante (8% da nossa Vida) tal como com qualquer veraneante (modelo), praticando-se a preguiça, o prazer e os excessos, mesmo que nunca se tenha sido praticante, crente ou simpatizante:

 

E na praia como no cemitério sendo mesmo todos iguais (apesar dos adereços e ornamentações extra epidérmicas, em geral reduzidos e pondo-nos todos a nu)

 

Como o demonstram os raios-X passando sobre um areal ou então sobre campas, com os corpos todos dispostos ordenados e na horizontal (mais vestidos ou menos vestidos) e bem estendidos na areia com cremes e até com outros produtos (seja por dentro/múmias ou por fora/zombies).

 

Sejam Mortos ou sejam Vivos ou não fossemos Mortos-Vivos.

 

Dia 2, do Mês que faz o Ano

 

“Numa média e considerando o nosso país e a nossa Pegada Ecológica, com os portugueses a necessitarem de dois Portugal para sobreviverem ‒ e dada a nossa posição geográfica só mesmo invadindo Espanha (a cavalo por terra) ou alcançando Marrocos (de caravela por mar).”

 

1f148ea57e23061678b2836304ebe9ed.jpeg

Renováveis no Luxemburgo

(país com menos de 2.600Km² e de 600.000 residentes 16% portugueses)

Além de alérgico às energias renováveis (fraco investimento e consumo)

Necessitando de oito Terras para sobreviver (1º lugar na EU)

 

Hoje dia 2 de Agosto de 2017 (uma quarta-feira) esgotam-se todos os recursos para nós disponibilizados para os 365 dias do ano de 2017 (ou seja para os 7 biliões de residentes neste planeta):

 

Na prática significando que apenas em 58.6% das 8760 horas deste ano teremos alguma possibilidade de sobreviver (isto se não apanharmos nenhuma doença, guerra ou invasão),

 

E que a partir de amanhã e durante mais 3624 horas nada mais se poderá adquirir dada a rutura total de Stocks.

 

Felizmente para metade do planeta (isto para sermos otimistas) não sendo bem assim (a outra metade que se lixe),

 

Com metade a continuar a sua bela vidinha comendo da fatia da outra cara-metade e sobrevivendo até Dezembro ‒ para o ano logo se vendo e os filhos que se lixem.

 

Ou não vivêssemos hoje em dia num mundo sem sonhos e sem valores (impossível de suportar pelos humanos) em que o tempo (com os seus ponteiros sempre à procura do momento em que se cruzam, de guilhotina) se apoderou do espaço e até da velocidade:

 

Ignorando a Matéria e a Energia, o Homem e o Eletromagnetismo, Einstein e a Teoria.

 

[E para quem ainda tem dúvidas sobre este dia que nos informa do fim dos recursos naturais disponibilizados este ano para todo o planeta Terra, basta olhar para cada um dos seus territórios e verificar a evolução de determinados setores (fundamentais por básicos) da nossa sociedade (e respetiva estrutura), constatando e confirmando a crescente falta de água (penúria), a erosão, a desflorestação, a desertificação das terras e a queda brutal da produção agrícola (contrastando com o implacável aumento demográfico), além da desaparição de diversas espécies a continuar assim podendo chegar a do próprio Homem.]

 

(imagens: thehindubusinessline.com e rtl.lu)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:19
Quarta-feira, 14 DE Setembro DE 2016

Porto – Em Triste Transformação

Podendo ser Decomposição

 

Num país pretensamente inculto (previa e intencionalmente assim definido pelas suas elites) e completamente desorientado (com o povo contando o resultado do seu trabalho e comparando-o com o seu antigo estatuto de escravo) por onde passaram como se fosse um Flash os Ideais de três grandes Revoluções: a Agrária, a Industrial e a dos Serviços.

 

No entanto nunca interiorizando nenhuma delas mas sempre privilegiando a última (pela falsa novidade e na verdade pelo dinheiro fácil a receber).

 

IMG_2845.jpg

Porto – Cais de embarque da Ribeira

(como visto a partir do cais de Gaia)

 

O Porto do século XIX acabou: se no século seguinte algumas das suas estruturas e características básicas ainda refletiam as virtualidades da Revolucionária Sociedade Industrial – período durante o qual a mão-de-obra se deslocou maciçamente do campo para a sociedade abandonando definitivamente todas as esperanças depositadas na já ultrapassada Revolução Agrícola (desestruturada por uma nova centralização – a Globalização) – já no caso do século XXI com o abandono progressivo do desenvolvimento Industrial e a perda comercial (irreparável por contínua) no sector Agrícola, todo o cenário tem vindo a mudar (mantendo-se o aspeto arquitetónico numa base minimalista – aproveitando-se o que já antes existia – melhorando-se e decorando-se o mesmo como uma árvore de Natal – com pessoas, barquinhos e helicópteros – e tentando-se alterar radicalmente a sua base populacional e funcional – transformando tudo em Serviços dirigidos para uma única área; Hotelaria e Restauração).

 

IMG_2847.jpg

Gaia – A outra margem do Douro

(Caves do Vinho do Porto e Restauração)

 

Para quem se tenta escapar da loucura delirante de Agosto (dizem que provocada pelo calor) instalada neste período do ano no território sul de Portugal (mais precisamente nas praias cheias e bem quentinhas do Algarve), uma verdadeira surpresa (de nos deixar paralisados e até de boca aberta) uma assumida deceção (deixando-nos prostrados e de lágrimas nos olhos): num cenário desenquadrado e como se o Porto fosse um shopping.

 

Com boa comida e bebida e o português a Souvenir (as únicas três coisas de que o visitante se lembra), obediente e servil e de caracter bem doméstico – ontem matando o porco com uma facada no pescoço (e nem sequer se tendo no mínimo a 4ªclasse), agora colocando-o à mesa enfeitado e com laranja (mas sempre acompanhado pelo selo de garantia – e não só para o porco como para todos os outros Tôs).

 

Observando-se claramente duas ondas gigantes e bem distintas descendo compactas e a velocidades alucinantes em direção às duas margens do rio Douro (com uma horda de bárbaros vindos de norte e outra vinda do sul), esmagando-se violentamente e de frente sobre o leito aqui mais estreito do rio Douro e acabando por se desintegrar na sua superfície em múltiplos objetos sulcando o ar e a água com formas tão diferenciadas como barcos, helicópteros e até mergulhadores.

 

Fazendo-me recordar a minha infância, as noites de diversão no Palácio de Cristal (de onde também se podia observar mas mais à distância o rio Douro) e as barracas de frango e da sardinha assada. Na altura também no Verão mas ainda sem Gourmet de adição. E se há 40 anos atrás achava que aqueles que tinham destruído as grandes cidades portuguesas se tinham então deslocado para o Algarve (para continuarem aí a sua obra de rapina paisagística e ambiental), agora são de novo as grandes cidades já doentes e em decadência (não existe inovação apenas um falso investimento) a serem novamente atingidas e massacradas (e sempre com o mesmo modelo), mas agora (e espantemo-nos) pelos filhos do cada vez menor grupo dos poucos sobreviventes.

 

(imagens: Agosto de 2016/Produções Anormais)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:05
Segunda-feira, 29 DE Agosto DE 2011

Horários

Em Albufeira

 

Viagens turísticas

 

Sábado, dia 27 de Agosto de 2011.

Já são 15h00 e ainda não saí de casa.

O tempo está agradável, não muito calor para esta altura do ano e um bom dia de praia, para quem não quer abafar e apanhar um escaldão.

As férias estão a acabar e a crise está pronta para a sua estocada final.

Ainda penso no entanto, ter tempo para almoçar: mas não tenho companhia para sair, está tudo a dormir e sem fome – após uma longa noite cansativa, sem nada para fazer.

Mas num local como Albufeira, algo se há-de inventar!

 

Última Hora

 

 

Chicago, 1871

 

Dia 8 de Outubro de 1871.

Grande incêndio de Chicago.

Imigrantes extraterrestres, sentindo-se enganados numa transacção comercial efectuada, invadiram o céu com as suas naves espaciais, atacando-nos com os seus Raios Destruidores. As trocas comerciais interestelares em Chicago foram suspensas logo após o ataque.

 

(Imagem – Etsy.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 02:12

pesquisar

 

Agosto 2017

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
17
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

comentários recentes

blogs SAPO


Universidade de Aveiro