mais sobre mim

subscrever feeds

Quarta-feira, 24 DE Maio DE 2017

Fake News

E a 1ª vítima por denúncia não provada dos apoiantes de Hillary Clinton no diário The Washington Post foi o pouco conhecido site apoiante de Donald Trump SuperStation95 ‒ asfixiado financeiramente e rapidamente obrigado a fechar.

 

015e87849a08c0f24a8e8573a4819976 A.jpg

SuperStation95 News Closed

Killed by Phoney Washington Post "Russian Propaganda Fake News"

False allegation

(superstation95.com)

 

Na persistente campanha ANTI-TRUMP criada (há já 10 meses) no decorrer da última fase das eleições Presidenciais Norte-Americanas (Donald Trump foi nomeado candidato Republicano em Julho de 2016) e ainda hoje em movimento (4 meses depois de ter tomado posse como o 45º Presidente dos EUA), o espírito MACARTISTA de perseguir todos os que se lhe opõe colando-lhes o rótulo de traidor e de Comunista (pelos vistos uma estratégia dos Democratas Norte-Americanos em situações de desespero) começa agora a tomar corpo e a executar as suas primeiras ações no terreno (de eliminação por silenciamento): utilizando a expressão FAKE NEWS lançada por Donald Trump (então ainda candidato a Presidente) e aplicada pelo mesmo contra a campanha absolutista da esmagadora maioria da imprensa norte-americana que constantemente o denegria apoiando incondicionalmente Hillary Clinton (logo que a comitiva de Hillary Clinton tentando diminuir as revelações da WIKILEAKS tentando destruir-lhe a campanha lançando-o nas mãos de Putin) para invertendo a posição do remetente e do destinatário e confundindo a voz com o Eco, atirar o rótulo aos apoiantes do agora já Presidente, associá-los aos traidores e aos russos, persegui-los e calá-los, para no fim associá-los a Trump e ainda poderem sonhar com o seu IMPEACHNENT.


SuperStation95​

 

CLOSED. 95.1 FM now airs Christian Religious Programming in New York City and this news web site is no more.

 

SuperStation95.com came online in October, 2015 and skyrocketed to over two million visitors p/mo. quickly. As the US Presidential Election got heated, sites like this one which opposed Hillary Clinton got smeared in a Washington Post story as "Fake News" to discredit them. The allegation was completely false, but that didn't matter to WaPo, which admitted they never investigated the claims by a new, unknown group, who lobbed the Fake News accusation. WaPo ran the story nonetheless and like a sledge hammer, our visitor count began plummeting. Useful idiots who supported Hillary Clinton made tremendous use of the WaPo story, even after WaPo eased-off their un-investigated report. Hurling the "fake news" allegation as often as they could. They needed to discredit the massive damage being done to Hillary's campaign by the WikiLeaks email revelations. Visitor counts to this web site began dropping immediately after WaPo ran that story, and have now dropped so low, the revenue from this site can no longer support its existence. We have provided the names and home addresses of the WaPo reporter(s) who did the story, to all our employees who have now lost their jobs, in case those employees want to have a personal word with those folks. We thank all the people who visited this site and helped propel our growth because they knew we were credible, accurate, and - many times - FIRST with breaking news. We're sorry we have to go, but such is the case. Goodbye and best of luck to all of you. (hotcopper.com.au - 23.05.2017)

 

Com uma das primeiras vítimas a ser o site SUPERSTATION.95 existente desde 2015 (em Outubro fazia 2 anos) declaradamente apoiante de Trump (desde que se tornou candidato REP) e agora asfixiado e colocado fora de serviço: segundo o mesmo SuperStation95 de cerca de 2 milhões de visitantes e após denúncias como divulgador de Fake News pelo seu colega de Comunicação Social o diário WASHINGTON POST (que se saiba não sendo propriamente essa a função de um colega de profissão, a denúncia a partir de outra denúncia) ‒ e mesmo depois do diário ter confessado não ter confirmado a veracidade da mesma denúncia, como tem sido usual neste e noutros jornais com tudo o que esteja associado a DT ‒ com as visitas a descerem drasticamente e a levarem ao fim do SITE (deixando de poder ser suportado financeiramente). E assim para alguém que não tendo nada a ver com a ideologia HC (os políticos a dirigirem o território sendo pagos como intermediários pelos patrões ‒ os criadores e apoiantes da Pirâmide Social) e muito menos com a ideologia DT (os patrões a tomarem em mãos o seu território dispensando progressivamente os políticos como intermediários e parasitas ‒ num regresso à IDADE MÉDIA a que eles chamam desregulação do mercado), mais uma preocupação senão mesmo mais um alarme (talvez o derradeiro aviso) do caminho sem retorno que parecemos já percorrer: recuperando alguns momentos dos mais negros da nossa História perdendo mais uma vez a memória e regressando à CAÇA às BRUXAS e à MORTE na FOGUEIRA (pelos vistos a estratégia Democrata até às suas eleições internas de 2018 onde esperam lançar de novo HC na corrida à Presidência ‒ em 2021 perdendo DT e ganhando HC).

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:29
Sábado, 21 DE Janeiro DE 2017

O Buldôzer Democrata

“Que depois de esmagar SANDERS também esmagou CLINTON”

(e que se continuar em movimento acabará por esmagar o partido Democrata)

 

58825c7c1700002e00fdfcf7.jpg

Trump’s remarks were eerily similar

To those DC supervillain Bane gave in 2012’s

“The Dark Knight Rises”

Once he had overtaken the city of Gotham

(The Huffington Post/21.01.17/sobre o discurso inaugural de Donald Trump)

 

Utilizando mais uma vez o BULDÔZER responsável pelo cumprimento do trajeto eleitoral da campanha do partido DEMOCRATA para as Presidenciais Norte-Americanas de 2016 (que como se sabe foi o principal instrumento utilizado indireta e inesperadamente por DONALD TRUMP para a sua surpreendente vitória – já que lhe foi colocado nas mãos pelos seus próprios opositores), os condutores ainda instalados na Máquina não reconhecendo o fim da campanha e os resultados já divulgados, continuam como se nada se tivesse passado a cumprir o percurso, ultrapassada já a meta e já empossado o vencedor.

 

DT.jpgHC.jpg

Donald Trump e Hillary Clinton

Cerimónia da tomada de posse do 45º Presidente dos EUA

(Washington – 20.01.17)

 

Nem sequer se preocupando com as consequências devastadoras e obliteradoras provocadas pelo seu BULDÔZER eleitoral, capaz de por um lado colocar o seu piloto com mais 3 milhões de apoiantes (do que o seu adversário), mas no entanto e por outro lado deixando-o inadvertidamente cair, atropelando-o com as suas poderosas lagartas e esmagando o partido representado nele com três grandes derrotas (o máximo de coices possível – Representantes, Senado e Presidência). Algo nunca visto numa campanha eleitoral norte-americana desta dimensão (ou não fosse aí eleito o Presidente da maior potência Global), ainda-por-cima quando tudo aponta (agora) e ao contrário do que antes sempre fora ininterruptamente afirmado, de que pela sua intervenção e pelas suas consequências “PUTIN não tenha sido o manipulador do boneco mas o boneco a ser manipulado”.

 

DT1.jpg

Cartaz do concerto de protesto

(Room Full of Strangers)

Contra a tomada de posse de Donald Trump

Como Presidente dos EUA

 

Com a concretização e com os efeitos que se viram: manipulando o Boneco Putin com as suas próprias mãos, não se protegendo e assumindo o contacto (onde estava o preservativo?), deixando-se entranhar pela sua ideologia e aplicando-a em campanha, assumindo em si a razão e apontando os deploráveis, e no fim olhando-se no espelho e vendo aí o DIABO, não reconhecendo o objeto (refletido) e atribuindo-o a outrem – que naturalmente se aproveitou, na nuvem se dissipou e tal como um não D. Sebastião (um ANTICRISTO) regressou e ganhou.

 

27 Things Wrong With President Donald Trump's Inauguration Speech

'Well that was mercifully short'

(huffingtonpost.com – 21.01.17)

 

DT2.jpg

O Presidente e a 1ª Dama

Num Hino (apenas mais um) à consagração da Sociedade do Espetáculo

Em que se transformaram os Estados Unidos da América

(pensando o Mundo como um brinquedo com carros, bonecas, polícias, ladrões, bombas, barbies, diabos, fadas e agora, com um construtor não sendo Bob mas sendo Trump)

 

E mesmo assim com os copilotos de campanha do Boneco Democrata a continuarem a insistir no seu BULDÔZER eleitoral, equipando-o agora com aparelhos suplementares e mais intrusivos tipo ultra mirone e com visão raios-X: capaz de após uma curta e mera observação superficial (e como tal intencional) dum Elefante mexendo a Tromba (de contente por ser o chefe) descobrir de imediato 27 diferenças (ou seja coisas erradas que o Burro jamais faria) e logo num discurso tão curto (ou não tivesse o Elefante – segundo o burro – um cérebro de amendoim). Deixando aqui algumas preciosidades justificativas (só 4), das tais 27 coisas referenciadas (comentários de leitores) – e apenas 1 (coitado) dando uma hipótese ao Elefante:

 

Contra

 

If Trump's 'movement' so big, why did he lose popular vote by nearly 3 million and attendance swearing in historic low? (Max)

 

Never forget "America First" was motto of the 1930s movement that opposed US involvement in the war against Hitler and fascism. (Tim)

 

I never watched Trumps inauguration, I think he's an insult to humanity. (Michael)

 

When do the Hunger Games start? (Martin)

 

Favor

 

Jesus Christ, I’ve never seen such childish reactions from grown adults in my life!! Hilary and co is a sick bunch of child killing rapists and if she won we would be in WW3 by noon tomorrow!! Grow the fuck up and deal with it, you are starting to look like pedophile supporters. Give the guy a chance ffs. Disgusting behaviour you hoard of fucking cry babies...cringe worthy. (Rosé)

 

DT3.jpg

Na hora da despedida – 20.01.2017

44º Presidente dos EUA Barack Obama

Prémio Nobel da Paz de 2009

Oito Anos depois (de ser eleito e reeleito) entregando o testemunho a Donald Trump

 

[Numa nota final de devida justiça e de imenso mérito e de grande coragem (raro num cargo hierarquicamente tão elevado como o de Presidente da maior potência a nível planetário), lembrar mais uma vez que BARACK OBAMA foi o primeiro Presidente dos Estados Unidos da América proveniente de uma minoria étnica (negra natural dos EUA) a receber votos da maioria (branca) e a ganhar as eleições – transformando a sua eleição num projeto aglutinador (e multirracial) mas falhando na projeção ao deixar-se enredar pelas teias do poder. Como se constatou no seu penoso Calvário iniciado aquando do seu segundo mandato (2012), quando viu o seu principal adversário (de Governo) pelo ele próprio ali colocado como Secretário de Estado dos Estrangeiros no começo da sua Presidência (e como contrapartida para obter o apoio declarado dos Clinton) – logo após o rebentar da grande bronca na Líbia com o assassinato do embaixador norte-americano em Benghazi (da segurança do qual Hillary Clinton era responsável) – abandonar de imediato o barco, limpar bem as suas mãos e ainda-por-cima começar a preparar a sua candidatura (à sua sucessão) solicitando-lhe o seu declarado e condicional apoio (mesmo tendo que atropelar alguém como terá sido o caso de Bernie Sanders). Restando-lhe ser um homem bom (como ainda ontem lhe disse Donald Trump), lançador do Obamacare (as primeiras bases para a criação de um Sistema Nacional de Saúde inexistente nos EUA), apoiante das ideias e até das minorias (reconhecendo as suas origens) e apesar de nada ter feito (porque certamente não o deixaram fazer) ainda acreditar e prometer continuar a falar. Pena fosse a toxicodependência Russa e a fúria criminosa dos Drones.]

 

(texto/inglês/itálico: huffingtonpost.com – imagens: huffingtonpost.com e 24.sapo.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:59
Terça-feira, 15 DE Novembro DE 2016

Autópsia de um Crime

Mad Man vs. Mad Woman

 

“O principal responsável pela vitória de um único candidato milionário chamado TRUMP nas Presidenciais dos EUA, foi o outro candidato também desejando (por sua vez) ser milionário conhecido como CLINTON, ao por ao seu serviço familiar e privado todo um coletivo (de várias dezenas de milhões de pessoas) como o partido Democrata – quando o Chefe de Orquestra (era uma evidência) deveria ter sido outro: SANDERS.”

 

3A3F7D5900000578-3925644-image-a-14_1478819688464.

Bill Clinton, Hillary Clinton e Tim Kaine

 

Enquanto os CLINTON se retiram para o seu necessário período de reflexão após a inesperada derrota de Hillary Clinton (DEM) face ao seu rival político Donald Trump (REP), talvez seja este o momento ideal para o partido Democrata analisar profundamente a sua campanha eleitoral e o candidato escolhido para ser o próximo Presidente dos EUA.

 

Aproveitando o evidente estado de choque em que se encontram todos os apoiantes Democratas nos EUA (e todos os Democratas espalhados por todo o Mundo) para os mesmos compreenderem e interiorizarem as causas dessa derrota (para não se voltarem a repetir) e as consequências de tais atos: previsivelmente trágicos e sentindo-se a nível global.

 

E com as Elites Democratas ainda estonteadas e paralisadas pelo medo do desconhecido (que aí vem) e que agora também os pode apanhar (já que irão sendo substituídos em lugares de chefia pelos Republicanos) – resultado do Status Quo que pretendiam manter optando pelo Sistema – podendo ser agora ultrapassadas relançando-se o partido (Democrata).

 

“Não se compreende o persistente desejo de diabolizar (nos EUA e nos seus países satélites) o candidato Republicano eleito como o 45º Presidente Norte-Americano, quando quem lá o colocou foram aqueles que ferozmente o atacaram, o promoveram e o transformaram num candidato antissistema (ainda por cima falso). Com gente desta a comandar o Mundo (REP ou DEM) vem que teremos de emigrar para Marte.”

 

38b6a_president-elect-donald-j-trump.jpg

Mike Pence e Donald Trump

 

Sendo absolutamente necessário que os CLINTON executem de vez a sua Autópsia Política e constatada pelos próprios a sua Morte de Estado, se retirem definitivamente do palco e permitam que o Sistema mude (como todo o norte-americano e o Mundo desejam). E que toda a estrutura reflita (com as bases que o criaram) sobre o fenómeno SANDERS (o proscrito).

 

Nunca esquecendo como um candidato Democrata foi afastado da vitória nas Primárias (sendo aparente e maioritariamente apoiada pelas suas bases), com a sua mensagem a ser desvalorizada e ignorada pelos MEDIA (esmagadoramente Democratas e apoiantes de Clinton), virando-se para a Ex-Secretária (e elevando-a) dado o outro ser Antissistema.

 

Com um mínimo de raciocínio e de modo a tentar compreender e confirmar o sucedido (observando apenas os resultados por Estado), relacionando a vitória eleitoral de Trump através da conquista da maioria no Colégio Eleitoral (sendo eleito Presidente), com a vitória de Hillary no voto popular mas sem nenhuma consequência (pratica e política): com o primeiro declarando-se Antissistema (utilizando como prova apenas uma etiqueta) e o segundo o seu último defensor (optando por nos continuar matar com o Sistema). E quem ganhou?

 

[como divertimento confirmativo confiram os Estados que nas primárias apoiaram Sanders, com os estados em que Trump ganhou e que claramente fugiram a Hillary (nas Presidenciais) – muitos desses estados apoiantes de Sanders posteriormente abandonados na campanha por Hillary; e como lamento para dores futuras caso a política protecionista de Trump se confirme, a Europa que se cuide ou se torne Independente]

 

(imagens: AFP/Getty Images e Reuters/Mike Segar)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:55
Quarta-feira, 09 DE Novembro DE 2016

Donald Trump: 45º Presidente dos EUA?!

Colégio Eleitoral:

(Total: 538 – Maioria 270)

DONALD TRUMP = 274

HILLARY CLINTON = 218

(12:10 em Portugal)

 

trump-wins-what-if-main_480_andieiam-twitter.jpg

Efetivamente Donald Trump

 

É estranho estar aqui a referir-me à vitória de um candidato de direita (partido Republicano) nas eleições presidenciais norte-americanas, vencendo um candidato aparentemente de esquerda (partido Republicano) que eventualmente teria mais ligações com o que eu vejo e penso: em princípio sentir-me-ia preocupado mas sabendo como é a política norte-americana e como os dois candidatos são tão iguais (entre outras qualidades um seria pervertido e o outro vigarista), o que nos resta é esperar e ver o que dali sai (daquele grande saco de gatos).

 

Enquanto a média das sondagens (realclearpolitics.com) no próprio dia do ato eleitoral (8 de Novembro) apontavam para uma vitória da candidata Democrata (HC = 46% DT = 42 GJ = 5% JS = 2%) – não só no colégio eleitoral como no voto popular – eis que surpreendentemente DONALD TRUMP não só vence as eleições e é declarado o 45º Presidente dos EUA, como contribui para a manutenção da maioria REPUBLICANA no SENADO e na CÂMARA dos REPRESENTANTES. Uma vitória espetacular do candidato Republicano (em princípio representando a direita mas no entanto descrito como antissistema) sobre o candidato Democrata (em princípio representando a esquerda e no entanto vista como pró-sistema), conseguida contra a esmagadora maioria da campanha de opinião/intoxicação (não de factos concretos e relevantes) promovida pelos MEDIA (não só nacionais como talvez por contágio internacionais,) mas sobretudo (principal virtude responsável pela vitória de DONALD TRUMP) baseada numa campanha inteligente da sua equipa tendo como objetivo chamar ao ato eleitoral todos os norte-americanos fartos do SISTEMA, dando-lhes de novo esperança e levando-os a votar: pelos vistos em TRUMP e muito provavelmente com os votos de muitos daqueles cidadãos que apoiaram nas primárias Democratas SANDERS e que face a terem que optar por CLINTON, votaram no outro candidato aparentemente (quando já nada há mais em que acreditar) antissistema.

 

Sem que ninguém nos EUA ou no Mundo o previsse e apanhando todos de surpresa: o que deixando de ser estranho parece transformar-se agora num sintoma não de uma doença mas de uma realidade que desde há muito tempo já se apoderou do MUNDO (mas que muitos – por interesse ou por incompreensão – ainda têm muito dificuldade em aceitar), como tem vindo a ser demonstrado em atos eleitorais realizados no MUNDO OCIDENTAL e de que o BREXIT e TRUMP são fenómenos bem evidentes e imparáveis. Ou não fosse o caso de dos 7 biliões de seres humanos habitando neste planeta cada vez terem menos, face aos que cada vez sendo menos têm mais. Não querendo significar que TRUMP seja a solução (difícil vinda de um REPUBLICANO) mas certamente o início de um caminho – que pode muito bem ser aberto pelos apoiantes de SANDERS se os mesmos (e os DEMOCRATAS) quiserem renovar o partido, voltar a ter maioria nas duas câmaras e acima-de-tudo ganhar as próximas presidências norte-americanas.

 

Candidato

Partido

Colégio

Eleitoral

Votação

Popular

Donald

Trump

Republicano

274

58,914,866

 

Hillary

Clinton

Democrata

218

59,036,741

Gary

Johnson

Libertário

0

3,994,350

 

Jill

Stein

Verde

0

1,188,503

(os 4 candidatos mais votados – às 12:10 do dia 9 em Portugal)

CE = 538 – maioria p/ser Presidente: 270

Com DT a ser eleito Presidente ao atingir a maioria no Colégio Eleitoral

Apesar de ter de momento menos votos populares que HC

 

Curiosamente um resultado que começava já a ser uma forte possibilidade para alguns canais alternativos de notícias (mesmo estes muito poucos), alguns deles considerados pouco credíveis, associados a um dos lados (mas sendo extremistas) e adeptos das teorias da conspiração (ou de qualquer outra coisa parecida. Como é o caso do SITE superstation95.com.

 

Na véspera das eleições (dia 7):

 

Hillary CANCELS Election Night Fireworks; knows she's going to LOSE . . . badly!

 

 

No dia das eleições (dia 8):

 

Trump Leads in PA, FL, MI, and GA - Landslide / Political Revolution!

 

Midnight Voting Complete in New Hampshire! Trump 56.1% Clinton 43.9%

 

 

No dia segunte (dia 9):

 

!! TRUMP WINS !!

 

Secures 274 Electoral College Votes!

Hillary Clinton HAS called Donald Trump to Concede the Election

Republican Presidential Candidate Donald J. Trump has won the Presidency in a stunning victory; shattering voter turnout records, and defeating rival Hillary Clinton.  Trump's victory is nothing short of a Political Revolt by the American People.

 

Ficando-se agora a aguardar a evolução dos acontecimentos (globais) até ao dia em que DONALD TRUMP tomará posse como Presidente dos EUA (em Janeiro de 2017), não só entre os norte-americanos (que prevejo tal com é tradição e do seu interesse uma transição política interna pacífica) mas sobretudo no resto do Mundo e mais especificamente entre os seus (dos EUA) Aliados Ocidentais: sem estratégia, sem orientação política e sem ideologia, unicamente seguindo as ordens do Chefe (de onde vem o dinheiro, cegamente e por vezes esmagando-nos violentamente contra a parede – mesmo assim safando-se sempre (pelo menos até hoje) ao utilizar-nos (os cidadãos europeus) como simples AIRBAGS. Tornando-se pertinente para a EUROPA que esta mesma compreenda definitivamente o que o MUNDO HOJE JÁ É (e o mais rapidamente possível) sobrepondo-se de novo à ideologia das armas e privilegiando o diálogo, o respeito e o entendimento: com os EUA, com a Rússia e sobretudo com a China.

 

A outra grande conclusão a tirar de mais este grande e significativo ato eleitoral agora realizado nos EUA (antes tivéramos o BREXIT), é de que os cidadãos deste mundo não estão mais dispostos a serem enganados pelos seus pretensos representantes políticos e ainda-por-cima a serem insultados pelos mesmos que os ludibriaram justificando as suas incompetências e prepotências, como sendo culpa das suas vítimas ou seja de nós próprios – no fundo e como diria HILLARY CLINTON (desrespeitosamente) os Deploráveis. Por isso Perdeu!

 

(imagem: WEB)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:17
Terça-feira, 11 DE Outubro DE 2016

O Hibrido

“Os EUA irão decidir no próximo dia 6 de Novembro qual destes dois indivíduos representa na sua essência o espirito do verdadeiro norte-americano (ou seja aquele que melhor transmite a ideia do pioneiro e colonizador que deu cabo dos indígenas – flechas contra balas ou a regressão contra o progresso – ficando de seguida e não havendo reclamação por parte dos falecidos com as suas respetivas propriedades): num simples duelo de mais um Homem contra uma simples Mulher.”

 

Bill-and-Hillary-Clinton-Hybrid-Face-Transplant--2

2017 EVENT

O Primeiro Hibrido a ocupar a Casa Branca

(com o apoio esmagador dos media e das grandes corporações norte-americanas)

 

Com as recordações do que se poderá ter passado há mais de uma dezenas de anos em torno da vida pessoal de cada um dos dois candidatos (os únicos apoiados pelos média e pelas Corporações que lhes pagam – 99% pró-CLINTON/CNN e todos os outros e 1% pró-TRUMP/FOX e mais nenhum) a tornarem-se decisivas na decisão dos norte-americanos sobre qual será o seu próximo Presidente, o candidato REPUBLICANO vê-se agora a braços não só com o seu passado repentinamente tornado duvidoso (envolvendo de novo mulheres), como também com a sua pretensa demonstração de hipocrisia e falta de autoridade moral ao atacar de novo uma mulher, a sua rival DEMOCRATA, mulher de outro CLINTON, por sinal ex-Presidente: apenas porque tomando partido pelo prevaricador (ingénua e sexualmente explorado por parte de cidadãs certamente republicanas e deploráveis) justificadamente (segundo ela e a CNN) injuriou, diminui e destruiu profissionalmente pessoas que só por acaso eram mulheres (do seu género).

 

Ainda-por-cima acompanhadas por sondagens estrategicamente colocadas no tempo (cronológico e eleitoral), divulgadas precisamente após a publicação de novas histórias com mulheres envolvendo o candidato-homem TRUMP (e marteladas constantemente por 99% dos média acompanhando fielmente e como subsidiárias das grandes Corporações a campanha da candidata do sistema HILLARY CLINTON e da sua fonte de marketing oficial a CNN) e meticulosa e eficazmente lançada antes do 2º Debate Presidencial: no caso do resultado do debate ser inconclusivo (por exemplo um empate) ou negativo para CLINTON, criando desde logo um cenário virtual mas certificado e credível (desconstruindo todas as afirmações de TRUMP ou dos seus apoiantes da FOX até aí proferidas), projetado em torno dum edifício fictício exclusivamente construído e justificado por sondagens deslocadas no tempo, mas apresentadas como se dele fossem um seu reflexo presente e real. Como se estas fossem o resultado do debate e não da manipulação de uma das partes.

 

Pelo que se as regras do jogo não se alterarem (e tendo TRUMP inimigos, mesmo entre os Republicanos) a vitória de CLINTON será certa (já em Novembro). Num sinal significativa de que o último (e ao mesmo tempo tão curto) Grande Império se aproxima do seu fim (já com a Europa agonizante tendo-lhe saído a fava), com o Eixo do Mundo a deslocar-se para a Ásia e com as novas colónias a situarem-se agora, mais para cá a Ocidente – e com a China (com o seu novo Banco Mundial), a Rússia e o Irão a ficarem com o brinde. E até com o Ocidente a correr e a inscrever-se no clube Chinês.

 

Candidato Partido

Média de Sondagens

(realclearpolitics.com)

%

Última Sondagem

 (rasmussenreports.com)

%

Hillary

Clinton

Democrata 45 44

Donald

Trump

Republicano 40 39

Gary

Johnson

Libertário 7 7

Jill

Stein

Verde 2 2

(sondagens publicadas a 11 mas na realidade realizadas antes do 2ª debate de 10)

 

A menos de um mês das eleições presidenciais norte-americanas de Novembro de 2016 com a representante do partido Democrata HILLARY CLINTON largamente favorita neste confronto DEM/REP (com sondagens como as da NBC/Wall Street Journal a darem 11 pontos de avanço a HC sobre DT, apesar de outras sondagens como as do L A Times/USC Tracking e num confronto a dois darem a DT e em sentido oposto uma vantagem de 2 pontos):

 

Não só como consequência da intensa campanha interna e externa em favor da política dos Democratas e de Barack Obama, agora integralmente personificadas em Hillary Clinton como verdadeira e adequada continuadora deste extraordinário legado de um presidente NEGRO entregando a chama olímpica ao primeiro presidente Mulher;

Como também pela impreparação de toda a máquina eleitoral de DT e pela traição de toda (há muito tempo já instalada) elite Republicana.

 

Poucos sendo os que ainda acreditam na vitória no representante (TRUMP) do Diabo (PUTIN) neste espaço ilusório desta Terra Prometida (EUA).

 

(imagem: freakingnews.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:13
Sexta-feira, 07 DE Outubro DE 2016

USA 2016 – Um Mal nunca vem só

“Com o Mundo paralisado à espera do próximo louco – CLINTON ou TRUMP – o português António Guterres lá conseguiu passar na ONU.”

(ainda bem)

 

clinton-trump_060816getty.jpg

13% Dos norte-americanos preferem ser atingidos por um Meteoro

A terem que levar com Clinton ou Trump

 

Com as eleições presidenciais norte-americanas a decorrerem já no próximo dia 6 DE NOVEMBRO (daqui a menos de um mês) e ainda com dois importantes (ou talvez não) debates televisivos por se concretizarem (restrito aos dois únicos candidatos com mais de 15% nas sondagens), parece que (pelo menos de momento) a comunicação social dos EUA conseguiu definitivamente cumprir a sua quota-parte do contrato (de uma forma esmagadora e à moda de Saddam Hussein) calando de vez DONALD TRUMP (ridicularizando-o por simples e provocadora distorção) e obviamente paralisando a sua campanha (que estava em crescendo): numa oferta em bandeja levado a cabo por todos os acionistas com interesse em Wall Street, aparecendo estrategicamente no cardápio dos financiadores de HILLARY CLINTON. Ainda-por-cima com a candidata (internamente) contando com o apoio do FBI (na confusão dos e-mail) – e aproveitando a ocasião para ligar o outro (candidato) a PUTIN.

 

Candidato Partido  

Sondagem

(realclearpolitics.com)

Média

 

Sondagem

(qu.edu)

07.10.2016
Hillary Clinton Democrata 44% 45%
Donald Trump Republicano 41% 40%
Gary Johnson Libertário 7% 6%
Jill Stein Verde 2% 3%

(existem mais candidatos além destes quatro)

 

“Tendo-se que perceber que seja qual for o candidato a ser eleito a 6 de Novembro no seu essencial a política de manutenção da supremacia global dos EUA em todas as regiões do Mundo manter-se-á inalterável e com o poder fora do Governo (não nas mãos da Casa Branca mas nas mãos das Corporações).”

(que o digam a CIA e o Pentágono)

 

Arabtoday-18news6.jpg

António Guterres

9º Secretário-Geral da ONU – 2017/2021

 

Evoluindo de uma situação de empate técnico para a atual e perigosíssima situação de impasse evolutivo (para o candidato que vem atrás), na qual DT se parece fixar muito próximo de HC, mas nunca se aproximando o suficiente para a pôr em causa ou sequer questionar: sempre a uma distância de 3 a 5% insuficiente para os mais indecisos (e inseguros) optarem pelo candidato dito Anti Sistema. Pelo que se tudo se mantiver como até ao dia de hoje (tudo calmo e tudo tranquilo) e se este período se estender monotonamente até ao dia 6 de Novembro (tanto interna como externamente) DT não terá a mínima hipótese e HC será então coroada: com todos os factos a confirmarem de momento esta versão tanto a nível interno – continuando-se a matar pretos calma e impunemente – como a nível externo – deixando-se continuar a matar no Iraque, na Síria, no Iémen e na Líbia. E borrifando-se na ONU (não utilizando o seu veto e não apoiando Merkel) deixando os russos contentes com a eleição de Guterres.

 

(imagens: thehill.com e arabtoday.net)

tags: , ,
publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:15
Terça-feira, 27 DE Setembro DE 2016

Esperava-se Sopa mas saiu Consommé

O círculo das Presidenciais Norte-Americanas de 2016 fechou-se ontem (dia 28) em torno dos dois candidatos apoiados pelas duas mais poderosas estações de televisão – HC apoiada pela CNN e DT apoiado pela FOX. No exterior deste círculo presidencial ficaram os outros dois candidatos que não conseguiram o apoio de nenhuma outra grande estação de televisão: Gary Johnson pelos Libertários e Jill Stein pelos Verdes. Não havendo notícia para já que algum deles tenha sido preso (por protestos – situação recorrente em eleições anteriores).

 

Candidato Partido  

Sondagem

(%)
 

Resultados 2012

(%)

Hillary

Clinton

Democrata 43  

51.2

(outro candidato)

Donald

Trump

Republicano 42  

47.3

(outro candidato)

Gary

Johnson

Libertário 7  

1.0

(mesmo candidato)

Jill

Stein

Verde 2  

0.4

(mesmo candidato)

(Média das ultimas sondagens anteriores ao 1ºdebate televisivo de 28.09)

 

Terminado o primeiro debate televisivo envolvendo apenas os dois candidatos presidenciais apoiados pelas estações CNN e FOX (com as suas próprias projeções a decidirem quais os candidatos oficialmente certificados – obrigatoriamente acima dos 15% das intenções de voto entre os apoiantes Democratas ou Republicanos consultados), as únicas constatações a tirar de um debate que felizmente eu não vi (mas que dizem ter sido morno para as duas feras em presença) resumem-se à difusão global do mesmo e à alegria/gritaria Democrata face a uma aparente vitória no debate: com os apoiantes de CLINTON entusiasmados e delirantes face à perspetiva da sua líder se distanciar definitivamente de TRUMP. Como se os eleitores norte-americanos que votarão a 8 de Novembro no seu próximo Presidente, estivessem na noite de ontem amplamente representados na elite aí presente ou em todos aqueles que estrategicamente e por interesse desde sempre os bajularam (sejam eles do seu campo ou do outro).

 

27poll-debate.jpg

Trump vs. Clinton

Que venha o Diabo e que escolha

 

Dentro de dias veremos até que ponto a descida contínua de CLINTON nas sondagens se mantem (antes do debate igualada ou mesmo ultrapassada por TRUMP) ou se a campanha avassaladora da esmagadora maioria dos órgãos de comunicação norte-americana apoiando os DEM e declaradamente ANTI-TRUMP resulta mesmo pelo menos em estúdio. Pelos últimos sintomas observados e pela evolução verificada nas sondagens à medida que o dia da decisão se aproxima, tudo parecendo apontar para uma luta até ao último segundo, com CLINTON contando com o apoio garantido de certos Estados (e com o seu conservadorismo) e por outro lado para tudo inverter em seu benefício, com TRUMP a apelar à mudança e à revolta da classe média (exibindo o seu radicalismo ANTI-SISTEMA como resposta aos bem instalados no mesmo – curiosamente ANTI-TRUMP).

 

Não se devendo nunca esquecer que aqueles que se riam de TRUMP retratando-o como um palhaço (não só Democratas como até Republicanos) já engoliram o riso faltando apenas o fato (agora sua pertença e única indumentária): e já vestidos os REP os DEM que se cuidem.

 

[Os candidatos presidenciais às eleições norte-americanas não se resumem apenas a estes 4 candidatos (incluindo o Democrata e o Republicano que concorrem a todos os Estados) – visíveis nas sondagens: 1 quinto partido tal como o partido Libertário e o partido Verde concorrem em mais de vinte Estados (Partido Constitucionalista), outros 4 partidos ou Independentes concorrem em menos de 20 Estados e por volta de 20 em menos de 5 Estados – invisíveis nas sondagens.]

 

(imagem: rediff.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:15
Terça-feira, 27 DE Setembro DE 2016

USA 2016

28.09.2016 – 02:20

(Hora Portuguesa)

1ºAssalto do Combate

CLINTON vs. TRUMP

 

HC.jpg     DT.jpg

Hillary Clinton (DEM) e Donald Trump (REP)

Nas últimas projeções em empate técnico

(46%)

 

Com toda a infernal máquina de marketing norte-americano excedendo todos os limites de rotações para a qual foi criada, espera-se que esta terça-feira pelas duas horas da manhã em Portugal algo de extraordinário aconteça no maior rinque circense global: tendo em consideração que os dois oponentes completamente certificados para participarem neste primeiro debate (pelas sondagens da CNN e da FOX – os outros dois esperam à porta do estúdio o momento em que por qualquer pretexto serão presos) ou são loucos (Trump segundo Clinton) ou vigaristas (Clinton segundo Trump).

 

Pelo que se antevê um duelo extremamente violento entre os dois candidatos (Democrata e Republicano) com Clinton a poder sucumbir e Trump a poder explodir. Com o debate a ser transmitido em direto e para todo o Mundo, como se estivéssemos a reviver os tempos fantásticos e até hoje inultrapassáveis da chegada do primeiro Homem à Lua. Passados mais de 40 anos estranhamente esquecida e perdida no tempo (como se o Espaço não fosse o novo rumo de Aventuras & Descobertas) e com o nosso paradigma agora virado para a Terra, a sua exploração e a nossa morte (o nosso buraco negro mental).

 

[Com o resultado dos vários assaltos a ser conhecido a 8 de Novembro]

 

(imagens: WEB)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:22
Sábado, 24 DE Setembro DE 2016

US Presidential Elections 2016 – Breaking News

I

Deep Throat

Who’s the reptilian in the picture?

 

With Planet X rapidly approaching to Earth and with perihelion dated to 11/08 an indentified North-American journalist (and whistleblower) secretly working for CNN, just send us today this incredible picture: with a partial photo of one of the top candidates (to US Presidential Elections) with a strange artefact implanted on his mouth.

 

nnn.jpg

HC

A radiotransmitter working for Illegal Aliens?

(Interior left of the mouth)

 

Two asteroids will impact planet Earth in 11/08

(How many will be the survivors?)

 

A picture of a top candidate (the favourite) that is extremely concerning and disturbing many of the opposition leaders (of the US), not only for the bizarre registration but also for the facial (and clear) signal (or warning): in the year 2017 and for a period of at least four years, with the World being produced by aliens and driven by clones.

 

II

Illegal Aliens

Threaten ET´s because of the Wall

 

Remembering that on the other side of this STAR WARS and also competing for divine Earth President Seat, another North-American super-clone suspiciously and dangerous tied with space and Mexican aliens, maybe preparing a plot (a coup) joining all (of the two) in one and finally creating The Wall: saying yes to the people as a good strategy (false message to the stupid Humans) and opening the all world for decisive Alien Invasion (in history our Gods for centuries).

 

image-1-ftr22.jpg

DT

Illegal aliens (right of picture maybe Mexicans) chasing helicopter on US sky

(With children’s in interior’s machine)

 

After the double Impact will come the Apocalypse

(With aliens surfing great and North-American tsunami waves)

 

In a real footage made last year at IOWA (15 of August about 1:00 pm) where we can see one of the candidate’s aerial transport flying over the city and being pursuit by a strange flying object resembling like a flying saucer or UFO: with so many children on board only confirming the danger of Alien presence near the Humans and the necessity of closing them on the other side of the Wall.

 

(imagens: youtube.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:36
Terça-feira, 13 DE Setembro DE 2016

Boom!

E lá se foi o planeta

 

Quando se aproximam as eleições presidenciais norte-americanas de 8 de Novembro de 2016 (com 4 candidatos prontos a assumirem o cargo – Clinton/Democratas, Trump/Republicanos, Johnson/Libertários e Stein/Verdes), é ainda uma grande incógnita quem será o vencedor e próximo Presidente dos EUA: CLINTON/DEM ou TRUMP/REP? (os outros dois foram desde logo descartados por não atingirem os 15% nas sondagens CNN ou FOX – e entre outros media privados).

 

CjY2aTdXEAE290u.jpg medium.jpg

Sandwich norte-americana

(tosta-mista)

 

No entanto com uma certeza cada vez mais consolidada no pensamento da generalidade dos cidadãos e eleitores norte-americanos de que, seja qual for o candidato vencedor nestas Presidenciais de 2016 (qual dos dois será o MENOS PERIGOSO?), o cenário posterior será de tal maneira terrível que configurará um grande EVENTO (apocalíptico).

 

Pelo que a recente afirmação de votantes nestas eleições presidenciais norte-americanas ainda INDECISOS sobre o que fazerem no dia 8 de NOVEMBRO (já a menos de 2 meses de distância) – por entenderem os dois candidatos como PÉSSIMOS – se torna em parte compreensível apesar das consequências potencialmente incomparáveis:

 

- Preferindo que a Terra fosse atingida por um impacto de um asteroide (só se fosse mesmo pequenino) em vez de ser atingida pelo impacto provocado por uma vitória eleitoral da Democrata (e Calhau) Clinton ou do Republicano (e Calhau) Trump! Uma ILUSÃO Irreversível e MORTAL dado o superior poder de extinção do ASTEROIDE sobre os CALHAUS.

 

2016QA2_28082016.jpg

Asteroide 2016 QA2

(ao centro/exposição 15’)

 

Numa informação que entretanto nos desperta a curiosidade e a atenção não só pelo novo satélite lançado pela NASA tendo como objetivo o estudo destes corpos viajantes e IMPREVISÍVEIS (no tempo e no espaço), como pelos recentes 6 asteroides que recentemente passaram muito próximos da Terra (a menos de 1 LD), alguns deles descobertos no momento e somente noticiados depois (que me lembre pelo menos 2): para já 2 em Julho, 1 em Agosto e 3 em Setembro.

 

Como se verifica pela tabela seguinte (de 6 asteroides tendo passado em JUL/AGO/SET de 2016 a menos de 1 LD da Terra):

 

Asteroide M apr

Dist

(Km)

Dim

(m)

Vel

(Km/s)

Observação

Observação

Descoberta

órbita

2016

NJ22

7

JUL
358000 7-14 7.00

9

JUL

11

JUL

12

JUL

2016

NK22

11

JUL
334000 3-10 7.12

9

JUL

11

JUL

19

JUL

2016

QA2

28

AGO
111000 14 10.27

27

AGO

29

AGO

30

AGO

2016

R1

7

SET
165000 10 7.22

4

SET

9

SET

12

SET

2016

RS1

7

SET
242000 8-15 7.11

4

SET

6

SET

6

SET

2016

RB1

11

SET
53000 7-14 8.13

5

SET

7

SET

9

SET

 (1 LD = 484.000Km)

 

image_gallery.gif

Asteroide 2016 RB1

(pequeno ponto/centro-esquerda

 

Constatando-se de imediato que se (como afirmam os especialistas) os asteroides QA2 e RB1 só foram detetados após a sua passagem pelo ponto de maior aproximação à Terra, então todos os outros 4 estariam aquando da sua respetiva passagem numa situação muito semelhante (e deveras perigosa) para a manutenção de vida à superfície do nosso planeta. Apesar de pela constituição, dimensão e velocidade dos asteroides as consequências para a Terra poderem ser apenas locais/regionais (com a dimensão destes asteroides a estar entre um médio e um grande autocarro). Sendo o único problema a equacionar (pelas consequências trágicas) um possível e súbito aumento das OCORRÊNCIAS e o aumento do DIÂMETRO dos objetos – naturalmente com tudo isto terminando num impacto (singular ou coletivo).

 

Com o asteroide 2016 RB1 a passar a cerca de 50 mil Km da Terra (não muito distante das órbitas de muitos dos satélites de comunicação terrestre), a uma V = 8Km/s e tendo a dimensão de um normal autocarro. Recordando-nos mais uma vez o meteoro de CHELYABINSK, a sua dimensão (17m), a sua entrada na atmosfera seguida de explosão (e desintegração), a forte onda luminosa e onda choque provocada (originando mais de 1000 feridos na região atingida) e finalmente o impacto em terra de vários fragmentos seus. E deixando-nos a noção de que se nem mesmo o meteoro russo teve assim tantas consequências negativas para o meio ambiente terrestre (“apenas” alguns feridos e alguma destruição), já se o mesmo tivesse uns 500m de dimensão poderíamos já ter entrado na Época da nossa própria Extinção – do HOMEM (em 15 de Fevereiro de 2013).

 

(imagens: scoopnest.com/astrogeo.va.it/esa.in)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:27

pesquisar

 

Setembro 2017

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
16
18
23
24
25
26
27
28
29
30

comentários recentes

Posts mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro