mais sobre mim

subscrever feeds

Sábado, 20 DE Janeiro DE 2018

Mais um Passo para a Guerra – Os Estados Unidos e Os Militares

Um Passo Em Frente dos Mais Fortes

(do Complexo Industrial-Militar sobre a Sociedade Civil norte-americana)

 

Quando em 17 de Janeiro de 1961 (já lá vão mais de 57 anos) no seu discurso de despedida como 34º Presidente dos EUA (1953/1961) o Republicano Dwight David Eisenhower destacou a crescente influência do Complexo Industrial-Militar na sociedade norte-americana (podendo no futuro dominar toda a cena política),

 

quote-we-must-guard-against-the-acquisition-of-unw

Dwight David Eisenhower

(REP)

 

Mal sabia ele que num tempo mais próximo do que ele imaginava (com marco inicial a ser a Guerra do Vietname decorrendo de 1965/1973) e graças ao extraordinário desenvolvimento tecnológico da Industria Militar dos EUA (aproveitando a elite científica nazi e em vez de a prender e julgar, reciclando-a e integrando-a na sua sociedade) o seu país se tornaria (de longe) na maior Potência Militar â superfície do planeta Terra.

 

jfkrice.jpg

John Fitzgerald Kennedy

(DEM)

 

Sucedendo-lhe o Democrata John Fitzgerald Kennedy (35º Presidente dos EUA) igualmente se apresentando como um forte opositor ao preocupante crescimento e poder exercido pelos militares sobre a sociedade civil norte-americana e que como todos nós sabemos nos seus curtos anos de exercício da sua presidência (1961/1963) se distingui (entre outros momentos) por ter que se haver com a Invasão da Baía dos Porcos (1961), por anunciar a Ida do Homem à Lua (1962) e finalmente por ser assassinado (1963).

 

globalmilitarism_kissinger.JPG

Henry Kissinger

(REP)

 

Sendo a Sociedade Civil a delegar todo o seu poder nos Militares

(mais uma vez por interesse pessoal, de sobrevivência e estratégico)

 

E morto John F. Kennedy a meio do seu mandato presidencial (1961/1965) sucedendo-lhe o seu Vice Lyndon Baines Johnson como 36º Presidente dos EUA (1963/1969), talvez com medo (dado o sucedido com o seu antecessor) de ter o mesmo destino, apoiando os Militares (na sua estratégia de Desenvolvimento e Intervenção) e dando início (no seu mandato Democrata) à Guerra do Vietname. Atingindo um máximo (de poderio militar) com a I Guerra do Golfo (1990/1991) e sobretudo a partir (tornando-se a sua supremacia mais que evidente) da Queda da URSS (1991): com o clã Bush (George H. W. Bush e George W. Bush) a ser a Imagem Civil do Homem do Leme (do Complexo Industrial-Militar).

 

Donald-Trump_82.jpg

Donald Trump

(REP)

 

Em 20 de Janeiro de 2018 um ano após a tomada de posse do 45º Presidente dos EUA o Republicano e milionário Donald Trump (2018/2021) e sobre a perseguição incessante aplicada ao mesmo pelos Democratas (e mesmo por outros quadrantes políticos e pela esmagadora maioria dos média) – agora tentando-o caraterizar como Doente Mentalatiçado e perseguido a nível interno e não existindo um grande empenhamento (e compromisso) por parte do seu próprio partido (a sociedade civil), sendo aceite de braços abertos pelo Poder Militar: e com Donald Trump em jeito de agradecimento mas sobretudo de esclarecimento (não se conseguindo impor internamente, fazendo-o externamente) a despromover da sua Lista (de principais inimigos) o tema Terrorismo (Global), substituindo-o por dois países a Rússia e a China. Convidando todos a rearmar-se (com armas norte-americanas), a aliar-se aos EUA (e à sua moeda o dólar) e a combater essas duas ameaças (integrando o Eixo do Mal conjuntamente com a Coreia do Norte e o Irão) para a Estabilidade e Segurança do Mundo.

 

(imagens: wordpress.com/nasa.gov/pinterest.com/uitvconnect.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 02:59
Sábado, 13 DE Janeiro DE 2018

Tempestade nos EUA

Afetando desde há vários dias o norte-leste dos Estados Unidos

(chuva intensa, queda de neve, formação de gelo e temperaturas na ordem dos – 30⁰C)

 

O leste dos EUA continua a ser fustigado por uma forte tempestade oriunda do Círculo Polar Ártico, tornando praticamente impraticável viajar-se pelas estradas dos estados sob o seu efeito (costa leste norte-americana). Com a frente da tempestade transportando consigo muita chuva e bem gelada (podendo originar granizo), queda de neve bastante intensa (acumulando-se e atingindo vários centímetros) e ventos fortes, frios e cortantes ‒ provocando adicionalmente devido à elevada precipitação (de chuva e de gelo) e à subida do nível da água dos rios grandes inundações.

 

DTXdq5eX0AIXI8l.jpg

EUA

Os militares trabalhando num acidente de trânsito envolvendo várias viaturas

 

Com o avanço da tempestade do Ártico pelo leste dos EUA, com a chuva gelada a transformar-se em neve ou gelo, tornando o trânsito extremamente caótico (além de perigoso) e levando ao encerramento de muitas vias de comunicação (tornadas impraticáveis): com as temperaturas baixíssimas registadas (muito abaixo de zero) e como vimos, cortando em muitas regiões as comunicações e isolando várias comunidades (algumas debatendo-se com falta de eletricidade), perturbando a vida social das populações e acarretando milhões (de dólares) de prejuízo.

 

DTWjhPyX0AEU1e2.jpg

EUA

Uma mistura de água, gelo e detritos levados pelo rio e originando inundações

 

Com os militares a terem que intervir na desobstrução das estradas (devido aos vários centímetros de neve e formação de gelo no pavimento) e para além da chuva, da neve, do frio e do vento com a população a debater-se (a curto-prazo) com outro perigo originado agora pelas inundações: imediatas (sentindo-se já) com o gelo a derreter, os caudais dos rios a aumentarem e com a água (daí proveniente e em excesso) inundando tudo em redor. Com os meteorologistas a preverem (de seguida) a deslocação da tempestade para sul começando a sentir-se já dia 12 (sábado).

 

(imagens: TN Highway Patrol/@TNHigwayPatrol e AccuWeather/@breakingweather)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 03:40
Terça-feira, 09 DE Janeiro DE 2018

No Inverno é Natural ‒ Mau Tempo no Hemisfério Norte

Enquanto na América do Norte (Canadá e EUA) os ventos gelados e cortantes do Ártico têm provocado grandes quedas de neve e (devido à queda abruta das temperaturas com muitos valores a descerem até aos 30⁰C negativos) formação rápida de gelo ‒ com pelo menos 21 vítimas mortais já contabilizadas ‒ na Ásia (China) o mau tempo também não dá tréguas com uma grande queda de neve (e chuva gelada) assim como outras tantas (igualmente 21) vítimas mortais.

 

325962.jpg

EUA

 

No caso dos EUA com a chegada do mau tempo a colocar toda a região litoral-este da América do Norte sob o efeito de uma grande tempestade (os tais Ciclones-Bombas), apanhando num curto espaço de tempo os aí residentes sob o frio cortante oriundo do Circulo Polar Ártico (com a temperatura mais baixa conhecida a atingir quase os 70⁰C negativos), com fortes quedas de neve e criação de muito gelo. Colocando muitas localidades numa situação caótica. Ainda ativa.

 

snapshot1.jpg

China

 

Na China com a região central-oeste apanhando as províncias de Guizhou, Hunan e Jiangxi a registar (desde o início do ano) uma intensa queda de neve (caindo intensamente e surgindo em duas vagas) afetando mais de 2 milhões de pessoas e destruindo umas 7 centenas de casas. Uma tempestade de neve considerada das piores registadas na última década destruindo colheitas (mais de 200 mil hectares) e provocando imensos prejuízos (mais de 899 milhões de dólares). Ainda ativa.

 

(imagens: Reuters e The Star Online)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:17
Segunda-feira, 08 DE Janeiro DE 2018

Os EUA e o Ciclone-Bomba

USA to FREEZE in arctic WEATHER BOMB:

'Snow hurricane' and blizzards to smash east coast

(express.co.uk)

 

1.jpg

Residentes tentando limpar a neve na cidade de Boston ‒ Massachusetts

(Getty)

 

Com temperaturas em torno dos 30⁰C negativos ‒ e em muitas regiões devido aos ventos extremamente frios (acompanhando a queda de neve e a formação de gelo) chegando a atingir os 70⁰C negativos ‒ o Canadá e os Estados Unidos têm-se visto nestes últimos dias debaixo de uma verdadeira TEMPESTADE (condições meteorológicas extremas), colocando muitas das suas estruturas básicas em risco (transportes, eletricidade, vida social, etc.) e instalando o caos em muitas partes da América do Norte (Canadá/EUA):

 

2.jpg

Com as temperaturas no Canadá/EUA a atingirem os 30⁰C negativos

(Getty)

 

Devido aos Ciclones-Bomba com as temperaturas registadas a atingirem valores recordes negativos e com as mesmas (temperaturas) ao descerem abrupta e rapidamente (deslocando-se posteriormente para sul) a estenderem os seus efeitos a estados (norte-americanos) tão distantes como a Flórida ‒ apanhando as iguanas desprevenidas, enregelando-lhe os membros e fazendo-as cair das árvores.

 

4.jpg

Massachusetts ‒ Inundações e formação de gelo tornando impraticável a condução

(EPA)

 

Entre outros fenómenos meteorológicos provocados pela TEMPESTADE com o vento forte (em certas zonas do Canadá) a provocar a interrupção da distribuição de eletricidade, com a queda de neve (e formação de gelo) a interromper importantes vias de comunicação (costa este dos EUA), com as condições de tempo extremo (para o Homem) a provocarem para já 21 vítimas mortais (19 dos EUA e 2 do Canadá), com os aeroportos parcial/totalmente paralisados (e com os passageiros continuando presos tanto no aeroporto como nos aviões),

 

5.jpg

Boston sob efeito da Bomba-Ciclone

(Getty)

 

Para no final e conjugando todos estes fatores (queda de neve, ventos ciclónicos e descida abruta de temperatura) ‒ associados ao fenómeno CICLONE-BOMBA ‒ deixar todo este território abrangendo todo o norte do continente americano exposto aos ventos do Ártico e assim proporcionando o aparecimento de temperaturas extremas podendo bater recordes (como os tais 70⁰C Negativos).

 

3.jpg

O Olho da Tempestade tendo à esquerda os EUA e (um pouco mais) à direita a Europa

(NOAA)

 

No caso de Portugal e das suas Tempestades (Ana, Bruno, Carmen e exterior à lista Eleanor) ‒ às quais no passado chamaríamos (simplesmente) Mau Tempo ‒ passado o efeito provocado pela passagem das mesmas (ao largo de nós especialmente Eleanor) ‒ nos próximos dias e segundo o IPMA com a previsão meteorológica a prever uma ligeira subida das temperaturas (mantendo-se no entanto tempo frio) e o regresso da chuva. E em Albufeira (subindo ligeiramente as mínimas) com as temperaturas a andarem (especialmente a partir de 4ª feira) entre os 8⁰C/16⁰C (até sensivelmente o meio do mês) verificando-se o regresso da chuva (3ª/4ª feira e regressando para o fim-de-semana) com vento fraco a moderado (com Alerta Amarelo para dias 10/11).

 

(imagens/dados da legenda: bbc.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:02
Domingo, 07 DE Janeiro DE 2018

A Luta Suicida Políticos Vs. Milionários

Sendo DT o escolhido como BE (dado já ter sido despachado BO) pelo rebentamento da Espinha/do Milionário libertando o Pus/do Político (DT: Donald Trump BE: Bode Expiatório BO: Barack Obama).

 

Manipulando-nos continuadamente (nem necessitando de ser subliminarmente mas de caras e de frente como se fossemos um touro/pré-condenado) para desse modo não perderem o controlo das (nossas) rédeas, tal como na Guerra (em que o Poder nunca participa diretamente arranjando substitutos voluntários) somos novamente lançados para as feras (como integrados e participados): como se a mesma (Guerra) fosse entre Nós (Ricos e Pobres) e não (como se sente) entre MILIONÁRIOS e POLÍTICOS. Razão pela qual somos sempre tratados (num Duplo Impacto pelos vistos orgástico) como Imbecis Objetos Inanimados (estilo brinquedo IÓ-IÓ).

 

SmyXI.jpg

Ralph Nader

(ativista político norte-americano/Independente)

 

Mantendo-se (como o dever impõe às hierarquias inferiores) a surfar vigorosamente a crista da onda criada pelos Democratas (após a inopinada eleição do Milionário/Não Político Profissional Donald Trump como 45º Presidente dos EUA) em 8 de Novembro de 2016 (o 1º Grande Momento do assalto dos Milionários ao Poder, tornando os políticos ultrapassados e como tal dispensáveis), todo o Bloco Oponente à eleição do Milionário e integrando os mais diversos quadrantes políticos (desde os Democratas aos Republicanos, passando pelos Independentes), de uma forma ou de outra, neste último ano (tendo o Milionário tomado posse em 20 de Janeiro de 2017) e ininterruptamente, tem-no tentado eliminar, no mínimo afastar e até em caso de desespero (tendo para tal de ter a colaboração dos políticos Republicanos na Câmara e no Senado) diagnosticar (como sendo um louco ‒ colocando de um dos lados do Tabuleiro Nuclear Kim Jong-un com o seu botão e do outro o Milionário com um botão ainda maior): no meio desta loucura (suicida) opondo todos os Políticos a apenas (para já o único visível) 1 Milionário (antigos aliados profundos, por vezes confundindo-se, mesmo com uns pagando/do seu bolso e os outros recebendo/e metendo-os no seu) ‒ como se os pais quisessem direcionar os filhos, tirando-os de casa e tornando-os independentes ‒ com toda a classe política a unir-se (Norte-Americana e por réplica Global) vislumbrando o grande perigo (de serem dispensados e ultrapassados por inúteis e obsoletos da Nova Cadeia Alimentar), denegrindo o Milionário (um dos que antes lhes pagava) e com ele todos os outros (que se atrevam a pensar como o outro ou que também seja diferente) e no entanto permitindo em contradição pré-extinção, a candidatura de outros desde que não o que lá está. Como se o problema fulcral residisse no Milionário (Milionários há muitos seus Camelos!) e não no Sistema (que como todos sabem para Evoluir e assim sobreviver terá sempre que se Mexer e Transformar) ‒ e deixando-nos mais uma vez na dúvida (principalmente nos que votam) para que servirão na realidade os políticos (desacreditados entre os Pobres e agora até entre os Ricos).

 

02c94bcc1e10fef212cb46c8baae4c36.jpg

A Correlação Milionários/Políticos

(para melhor se entender a política REP como DEM)

 

E como existe sempre muita gente bem-intencionada e que apenas nos quer ajudar prestando serviço público (como poderia ser privado desde que certificado) ‒ por oficial sendo credível, esclarecedor e dinamizador ‒ tanto nos Estados Unidos, como no Resto do Mundo ou mesmo em Portugal, surgindo agora o Económico (aquele que se limita à venda do produto mais barato esmagadoramente de má qualidade) replicando a notícia (a Ideia) informando e talvez preparando (propaganda e marketing): no auge da perseguição nos EUA a tudo o que possa representar ou simbolizar o Poder (pelos vistos atualmente nas mãos do Milionário DT) ‒ lembrando por outras razões a época do Macartismo e das muitas perseguições inauditas ‒ e com alguns pequenos milionários a serem perseguidos ou sendo colocados em alerta, sugerindo-se por outro lado como possível solução a substituição (de DT) por um outro (Milionário) mas que seja o Modelo Perfeito. Com o (nosso) Jornal Económico na vanguarda da notícia apresentando-nos desde já 4 possíveis candidatos ‒ para já Norte-Americanos amanhã podendo ser portugueses: por ordem crescente de idades (como poderia ser de outra forma por alturas) Sheryl Sandberg (48 anos), Mark Cuban (59 anos), Howard Schultz (64 anos) e ainda Bob Iger (66 anos). A primeira e mais nova (Sheryl) CEO do Facebook e em 2015 com a sua fortuna avaliada em 1 bilião de dólares, o segundo e homem mais novo (Cuban) entre outros grandes negócios sendo dono do clube de basquetebol Dallas Mavericks, o terceiro (Schultz) ex-CEO da cadeia Starbucks e finalmente o quarto (Iger) CEO da Disney e já considerado no mundo dos Negócios um dos homens mais poderosos dos EUA (e do Mundo). Nenhum dos 4 sendo Republicano e contando-se 2 Democratas (Sheryl/Schultz) e 2 Independentes (Cuban/Iger). Pelo que (e para terminar) “tudo o que se passa atualmente nos EUA com reflexo destes no Mundo e retorno desse mesmo Mundo nessas origens ditas Excecionais” (apenas por poderosas e prepotentes e resolvendo tudo a tiro), é apenas mais um Sinal (de alarme) para uma Doença que prevalecendo (nos seus sintomas sem que ninguém faça nada) corre o Perigo eminente de um dia ser irremediável, impossível de recuo (quanto mais de recurso), tarde de mais (para Nós) e Absoluta, na sequência agravando-se e concluindo-se como sempre no nosso cortejo fúnebre.

 

(imagens: imgur.com e pinterest.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:10
Quinta-feira, 28 DE Dezembro DE 2017

Mau Tempo Mais a Norte

Por esta mesma razão a minha tia e sempre que a ocasião se proporcionava (naturalmente mais para a reforma), em Junho vinha até Portugal (onde nascera) e em Dezembro voltava para o Brasil (onde vivia).

 

world.jpg

1

Mundo

 

Olhando para estas duas cartas meteorológicas (1 e 2/intellicast.com) referentes ao dia de hoje (quinta-feira, 28) e mostrando-nos o Mundo e a Europa (pelas 16/17 horas GMT), percebe-se como uma vastíssima faixa da Terra localizada no Hemisfério Norte e sendo das mais densamente povoadas (e das mais desenvolvidas tecnologicamente) ‒ apanhando toda a América do Norte e a Europa também (além de todo o continente Asiático) ‒ se encontra atualmente sob uma forte vaga de mau tempo (em terra como no mar) com chuva e vento forte, descida acentuada das temperaturas (nalgumas localidades mais a norte chegando aos 40⁰C Negativos) e queda de neve intensa (atingindo nalgumas localidades um metro e meio).

 

Com uma mancha acinzentada cobrindo parcialmente (mas numa grande extensão) toda a faixa superior da carta (1) demonstrando porque neste hemisfério estamos na estação do Inverno (ainda no início) apesar de alguns afirmarem “algo frio demais”. E com todo o Hemisfério Sul (América do Sul, África e Oceânia) com o Céu pouco nublado a limpo comprovando aí a passagem da estação do Verão (iniciada há dias atrás): por essa razão hoje (Dezembro) se viajar mais para o Brasil e daqui a seis meses no sentido inverso.

 

europ.jpg

2

Europa

 

No caso particular do tempo que se verifica nos EUA (atualmente) e com uma massa de ar frio intenso originária no Ártico a cobrir quase por completo grandes áreas do Canadá e do território norte-americano (sobretudo a norte mas estendendo-se em todas as direções), esperando-se a continuação desta situação meteorológica extrema mesmo ultrapassando (na sua duração) a Passagem de Ano: e com os cortantes ventos polares (frios e quebrando-nos os ossos), com a intensa queda de neve (podendo cobrir uma pessoa) e com as temperaturas negativas extremas (muito mas mesmo muito, abaixo de zero) ‒ para além do corte nos transportes e muitas vezes na eletricidade ‒ prevendo-se um cenário de combate (para muitos cidadãos) contra o frio e o isolamento (e logo pela sobrevivência, sobretudo para os mais pobres e para os sem-abrigo). Um problema na América onde toda a ajuda se paga.

 

Já no caso da Europa e por associação Portugal (carta 2) ‒ e ultrapassadas as Tempestades Ana e Bruno (numa criação recente de meteorologistas franceses, espanhóis e portugueses) ‒ com o cenário a manter-se sem grandes variações (chuva, vento e muito frio): e com a aproximação do fim do ano verificando-se uma ligeira subida das temperaturas, mas logo no início do ano tendo-se o regresso (em força) do frio.

 

IMG_3801.jpg

3

Albufeira

 

E já agora em Albufeira (com a Península Ibérica sendo visível apesar da extensão de cinzento) com a previsão proposta pelos (nossos) meteorologistas (IPMA) para os dias que aí vêm (29, 30, 31, 1 e 2) a apontarem para o seguinte (período desta sexta a terça-feira): com o céu inicialmente pouco nublado a evoluir para aguaceiros fracos (dia 31) terminando com céu limpo, sem previsão de grande precipitação (exceção feita domingo, 31 com a previsão nos 38%), com vento fraco a moderado e finalmente com as temperaturas a descerem (significativamente) no que toca às mínimas: descendo uns 5⁰C/6⁰C (e com as máximas a manterem-se pelos 18⁰C/20⁰C).

 

(imagens: intellicast.com e PA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:33
Quarta-feira, 27 DE Dezembro DE 2017

Space X vs. Topol

Efeitos provocados na atmosfera pela passagem dos foguetões FALCON 9 (EUA) e TOPOL (Rússia) ‒ o 1º lançado antes do Natal (22) o 2º lançado depois (26).

 

DRsdBFnVwAAUxMD.jpg

Lançamento do FALCON 9

 

Como se fosse uma resposta por parte da Confederação Russa (e da sua Agência Espacial Governamental) ao último lançamento (a 22 de Dezembro) por parte da SPACE X (Empresa Espacial Privada Norte-americana) do seu foguetão FALCON 9 (aparentemente para colocar 10 satélites de comunicação em órbita da Terra), no passado dia 26 de Dezembro (ontem) e a partir da sua base de KAPUSTIN YAR (localizada na cidade de Znamensk, a leste de Volgogrado, no sudoeste da Rússia) a Força Estratégica de Mísseis Russos lançou o seu míssil balístico intercontinental RS-12M TOPOL: um míssil de uma só ogiva, já com mais de 30 anos de serviço e sendo capaz de transportar uma ogiva nuclear de cerca de 550 Kt até uma distância de 10.000Km (segundo os militares russos apenas um teste para um estudo de armamento para este tipo de míssil). Num evento observado no sudoeste da Rússia assim como no leste da Ucrânia (Donbas).

 

DR-ZtZfX4AE1Zue.jpg

Lançamento do RS-12M TOPOL

 

Sendo desde logo notícia não só pela sua origem (a Rússia de Vladimir Putin) mas também pelo foco militar a ele atribuído (afinal de contas trata-se de um míssil de longo alcance podendo transportar uma poderosa arma nuclear), mas neste caso transportando consigo um elemento adicional (impactante por visual), desassociado neste caso do seu espaço (interesse) militar e podendo ser comparável com um outro (SPACE X VS TOPOL), nem que seja para escolher qual o mais estranho, assim como o mais belo: com os russos através do lançamento do seu míssil TOPOL a tentarem rivalizar com os norte-americanos e com o lançamento do seu foguetão FALCON 9 (RÚSSIA VS. EUA), tendo apenas em avaliação para a escolha do melhor e da Declaração de Vencedor, o espetáculo visual proporcionado no céu (pela evolução do foguetão) e ao público em geral graciosamente oferecido. E naturalmente ‒ pela sua estranheza e beleza ‒ por muitos usufruídos (na Rússia e nos EUA).

 

(imagens: Julian Röpcke@JulianRoepcke/tiny baby fingers‏ @kevins_fingers/twitter.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:30
Domingo, 24 DE Dezembro DE 2017

E Agora é a Vez

Das muitas e muitas maneiras do homem explorar as mulheres

(e servindo-se contra elas de uma boa parte delas)

 

9032854-3x2-940x627.jpg

De Meryl Streep

(às cavalitas do seu amigo Harvey Weinstein)

 

Comprovando mais uma vez que hoje na América (onde se vive uma nova onda de Macartismo) não basta ser Anti Trump tendo-se igualmente que ser Democrata (e sê-lo de uma forma ofensiva, frequente e convincente ‒ se não se quiser ter algum tipo de percalço no futuro), a atriz norte-americana Merly Streep descrita como a melhor atriz da sua geração e galardoada por Barack Obama (em 2014) com a Medalha Presidencial da Liberdade (o maior nos EUA a ser atribuído a um civil), acaba de ser adicionada ao cada vez mais extenso número de figuras públicas (de todas as áreas da sociedade) eventualmente envolvidas (direta ou indiretamente) em múltiplos escândalos: apesar de Democrata e vincadamente Anti Trump (alguém que conjuntamente e aderindo à campanha, já disse muito mal do seu Presidente) talvez por não obedecer a uma doutrina (religião) ou isolar-se mais do debate (político), sendo apanhada indiretamente na teia dos Escândalos Sexuais (amizade com Harvey Weinstein) e assim sendo também colocada Em Questão (toda a sua Vida e toda a sua Carreira).

 

Com a Super-Vedeta do Espetáculo Norte-americano e já depois do seu discurso (como Democrata) repudiando veementemente as ideias e a política de Donald Trump ‒ a ser indiretamente associada aos escândalos sexuais (atingindo a Meca Hollywood) envolvendo o seu amigo Harvey Weinstein apenas por não se pronunciar (de uma forma visível) pelo menos há um ano (desde o seu discurso de atraque a Trump). Perto de se tornar septuagenária (68 anos) e já na curva descendente da sua Vida (numa espécie de reforma dourada pelos bons serviços prestados ao seu país) sendo acusada de não se pronunciar sobre os atos do seu amigo (um milionário ligado à Indústria do Cinema) acusado (entre outros) de assediar, intimidar e violar mulheres: e dadas as suas estreitas e prolongadas (no tempo) ligações com o Milionário do Cinema (e de Hollywood) sendo acusada de hipócrita por continuar a “guardar silêncio” (por uma das supostas vítimas do referido assédio). E com os seus detratores a transformarem-se (especificamente nestes casos) em verdadeiros peritos históricos (recorrendo veja-se lá aos registos e como tal à memória) de modo a oferecerem para nosso usufruto (como Lobos num grande Banquete) uma cronologia (de preferência contraditória e sobretudo confusa, podendo ser oportunista) das ideias da atriz: dizendo sim, não e talvez (sentindo-o ou como atriz).

 

harveyweinsteinaccusers.jpg

Angelina Jolie, Gwyneth Paltrow e Ashley Judd

(algumas das vítimas de Weinstein)

 

Harvey Weinstein (neste caso um homem) também um quase setuagenário (65 anos) e igualmente Democrata (relembrando que as correntes tumultuosas de um rio levam tudo à sua frente inundando até as margens) que com o seu irmão (em 2005) se transformou num muito bem-sucedido produtor de filmes (e milionário) assim como notório ativista em causas como (entre outras) as do combate à SIDA. E apesar de igualmente galardoado pelos seus serviços prestados a diversos países (pela Grã-Bretanha como pelo estado judaico, neste último caso sendo referenciado até como “a really nice Jewish boy”) a ser este ano (de 2017) acusado de Assédio Sexual por um grupo extenso de várias mulheres: a caminho de uma vintena (como as atrizes Angelina Jolie e Rossana Arquette) mas apenas com 3 delas a irem em frente e finalmente a acusá-lo (e talvez por ser verdade com a sua última esposa a divorciar-se) ‒ levando-o desde já à demissão da empresa (que com o irmão) antes criara (a Wenstein Company).

 

Pondo em causa (pelo menos para já e tratando-se dos EUA) não só o futuro pessoal como profissional do Milionário do Cinema (neste caso talvez ex-milionário) como levando atrás de si outras vítimas colaterais ou não: neste caso Merly Streep. E depois de referir-se a Weinsten como se ele fosse um Deus (Globos de Ouro 2012) e de denunciar Trump (com o seu ativismo político pró-Democrata) como um perigo para o Mundo (há um ano noutros Globos de Ouro), acabando por cair em desgraça por não atacar também o potencial assediador, mostrando-se apenas horrorizada pelas denúncias “desonrosas. Numa atitude irresponsável e só revelando (pura) hipocrisia (de mulheres contra mulheres). Como se todo o Mundo não soubesse o que é Hollywood e a Indústria (norte-americana) ligada ao Cinema: e como se não conhecesse a Sociedade (ainda e sempre) dominada pelo Homem e o papel que este atribui exclusivamente à Mulher. Basta para tal pensar (um pouquinho) e ver como ainda as tratam (a esmagadora maioria das mulheres) ‒ sendo contra produtivo compensar quem sabendo o praticou (neste caso outras mulheres), acabando por penalizar (mais uma vez) quem sempre se recusou (mesmo na altura/por necessidade) por ter espinha dorsal (e não por outros atributos utilizados como moeda de troca, mas inesperadamente com saldo negativo).

 

[Não aprecio particularmente a vida pessoal/profissional de Merly Streep, não deixando no entanto de referir que neste caso “nem a imagem de cidadã exemplar” a nós oferecida pelo Sistema e pala sua poderosa máquina de propaganda foi mantida ‒ na salvaguarda de um dos seus mais proeminentes elementos (dessa área) e demonstrando toda a sua devida consideração (até galardoada). Aqui não verificada.]

 

(imagens: Reuters/AP e alture.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:05
Segunda-feira, 18 DE Dezembro DE 2017

Divagando ‒ A Coligação USA/ALIENS

Comemorando a Chegada do Menino Jesus

E sabendo que inevitavelmente Outros se lhe seguirão

(caso contrário seremos únicos e Deus não existirá)

 

“Quando atravessamos o mês de Dezembro a Caminho da época Natalícia (focada a 25) regressa mais uma vez a figura do Menino Jesus (podendo ser filho de um ET), da sua mãe ainda Virgem (podendo ter sido impregnada por outro ET) e do pai que nada sabendo (seguramente o agente do ET na Terra), mesmo assim soube assumir o seu esperado papel (pai nomeado para adoção). E se acreditamos nessa história (podendo logicamente ser falsa ou verdadeira) porque não pensarmos um pouco (mais) em outros Extraterrestres”?

 

north-korea-ufo-889950.jpg

UFO ataca a Coreia do Norte

(num evento pelos vistos registado a partir da ISS)

 

Na prossecução do que muitos Teóricos da Conspiração (certa e esmagadoramente norte-americanos) vêm afirmando repetidamente desde há várias dezenas de anos (podendo-se tomar como um desses focos de referência o caso ROSWELL ocorrido nos EUA em 1947), existirá mesmo algum tipo de Elo de Ligação Privilegiado entre a Maior Potência Global (como um exemplo de Excecionalidade) ‒ os EUA representando os TERRESTRES ‒ e outras Entidades Inteligentes e Superiores (Científica, Tecnológica e Espiritualmente) oriundas do Exterior do Sistema Solar e desconhecidas para a maioria dos 7,5 biliões (de habitantes neste ponto azul e minúsculo do Universo) ‒ os EXTRATERRESTRES.

 

Uma colaboração que como se vê já poderá durar há pelo menos 70 anos (e que muitos outros conspiradores/investigadores recuam até aos tempos em que Adolfo Hitler comandava a Alemanha Nazi preparando-a para a II Guerra Mundial ‒ ou seja desde 1934 há uns 83 anos) e que pelos vistos terá dado uma contribuição preciosa para o desenvolvimento meteórico dos Estados Unidos da América (tornando este país com apenas 4% da população no mais poderoso do planeta), inicialmente um território dito abandonado e entregue aos Índios (a população original), onde posteriormente seriam descarregados criminosos e marginais muitos oriundos e expulsos da Europa (muitos deles embarcando no Reino Unido), onde entre Genocídios e Guerras Civis Índios e Negros seriam perseguidos (os primeiros quase extintos) e que mais tarde já num período de consolidação de uma NOVA ESTRUTURA DE PODER aproveitando os PERÍODOS mais prolongados de GUERRA (especialmente a II GUERRA MUNDIAL) soube (Certamente com o Conselho de Alguém sendo-lhe Exterior) escolher o Caminho Certo para o Sucesso.

 

ufo-1155660.jpg

O objeto de cor branca pretensamente observado a partir da ISS

(sobrevoando a grande altitude território da Coreia do Norte)

 

Não sendo por acaso a enorme coincidência existente entre o início da II Guerra Mundial (em 1939) e o ponto fulcral de viragem na Política Interna/Externa dos EUA (pela mesma altura), transformando um país nessa época da sua História em claro desenvolvimento Económico e nos primórdios das grandes Descobertas Científicas (quando há dinheiro e interesse existirá sempre investimento) repentinamente e como por Geração Espontânea no Mais Poderoso da Terra ‒ anos depois terminada a II Guerra Mundial e aproveitando todo o conhecimento armazenado pela Máquina de Guerra Nazi (veja-se o caso simbólico e gritante de Wernher von Braun no regime de Hitler, sendo nomeado diretor da famosa base alemã de PEENEMÜNDE e aí ajudando a criar o Míssil V-2 para bombardear/matar indiscriminadamente a população civil de Londres e no entanto mais tarde juntamente com certos elementos da elite então no poder na Alemanha e com fortíssimas ligações aos Nazis, sendo extraditado, de alguma forma protegido e até recrutado ‒ no seu caso para o Exército e até para a NASA): sendo já o 1º nos anos 70 (Ida à Lua, Alunagem e volta à Terra) e sem dúvida o maior após o fim da URSS nos anos 90 (deixando de ter oposição) ‒ ficando-se à espera da China (por deslocação do Eixo Económico-Financeiro Mundial) entre 2010/20.

 

interstellar alien craft orion nebula.jpg

Possível Nave Interestelar Alienígena

(avistada pela 2ªvez na nebulosa M42 ORION)

 

E voltando a esta possível relação TERRESTRE/EXTRATERRESTRE e da sua escolha privilegiada por interlocutores norte-americanos, falando-se aqui de 2 episódios, um exemplificando essa escolha (com os alienígenas a apoiarem no planeta Terra os EUA) o outro algo de um pouco diferente (passado muito mais longe, numa distante nebulosa e envolvendo um artefacto, ainda por esclarecer): num episódio com um objeto voador não identificado a sobrevoar a Coreia do Norte e aparentemente a atacar o seu território (sem resposta visível do seu Grande líder) ‒ tomando claramente partido pelos EUA e pelo seu atual Presidente Donald Trump ‒ e no outro episódio com o que poderá ser uma nave desconhecida de enormes proporções (fazendo-nos lembrar mas em tamanho muito maior o asteroide Oumuamua) a voltar a ser de novo avistada na nebulosa M42 ORION.

 

anigif 1.gif

Aproximação de enorme objeto cilíndrico não identificado ‒ à esquerda

(à nebulosa M42 Orion ‒ à direita)

 

No episódio reportando-nos para a Coreia do Norte e para o seu Grande Líder Kim Jung-un (não o sendo para os norte-americanos e para os seus potenciais aliados os alienígenas) e sob registo operativo (de observação e de controlo) por parte da Estação Espacial Internacional/ISS em órbita ao redor Terra (apenas a uns 400Km do solo) ‒ não deixando de ser estranho a partilha dessa informação por astronautas (de várias nacionalidades) a bordo da ISS e não sendo todos norte-americanos, adensando ainda mais o mistério ou então aumentando (exponencialmente) a dúvida ‒ com a notícia (publicada no express.co.uk) a não deixar de nos transmitir que “UFO over NORTH KOREA? Hunters in frenzy after spotting ‘ALIEN CRAFT’ over rogue state (CONSPIRACY theorists have been sent into a frenzy after what appeared to be a UFO was spotted flying over the rogue nation of North Korea) ” indicando-nos adicionalmente que o mesmo UFO (podendo ser um avião talvez num processo de testes) teria disparado sobre esse território (norte-coreano) como se colaborando com a estratégia regional (Asiática) norte-americana. Ou (num outro limite extremo) não seria (apenas) um simples reflexo do sol?

 

Já no outro caso levando-nos muito mais longe (não apenas a 400Km de distância da Terra) até à nebulosa M42 ORION (a cerca de 1500/1800 anos-luz de distância do Sistema Solar) com um objeto cilíndrico (colocado sobre um fundo escuro do Espaço, mesmo em coordenadas diferentes e comparando-o com os outros pontos luminosos presentes, sendo enorme) e de origem desconhecida a reaparecer precisamente na mesma região (relativa a essa mesma Nebulosa e depois de 12 de Dezembro surgindo de novo a 29 do mesmo mês) deixando toda a comunidade intrigada não só pela sua presença como pela sua movimentação em torno de um ponto localizado (precisamente) em M42 Orion.

 

interplanetary_spaceliner_odyssey__back_view_by_dc

Uma visão para o próximo século do que poderá ser uma Nave Interplanetária

(viajando entre planetas, utilizando energia nuclear e inspirado em 2001 Uma Odisseia no Espaço)

 

Um objeto à distância de uma viagem interestelar só sendo possível de concretização (por parte da Humanidade) integrando um aparentemente inalcançável megaprojeto de exploração espacial (para o Homem a nível Cósmico) ‒ e sendo capaz de manter durante todo esse trajeto e consecutivamente umas 50/60 gerações ‒ no mesmo sentido e limitados pela pequenez (ainda juvenil) da nossa Imaginação não sendo capaz de ser por nós visionado (apesar de nos apresentarem imagens credíveis) devido às restrições previamente a nós impostas (como pretensos limites como os orçamentais) e no entanto com esta confirmação (da sua visualização) atirando-nos como por reflexo para o nosso ASTEROIDE INTERESTELAR OUMUAMUA (agora a ser observado e sendo asteroide ou artefacto, podendo ser artificial e de origem alienígena) e pensando um pouco mais (profundamente) até ao extraordinário Arthur C. Clarke e às suas capacidades de Premonição: ainda no século passado e antecipando-se a tudo e todos, visionando a sua nave interestelar por ele denominada RAMA. Sobretudo na sua forma, fazendo lembrar Oumuamua e cilindro de M42 ORION.

 

Divagando (um pouco mais)

 

Recordando que as conversas sobre a possibilidade da existência de Vida Extraterrestre (seres vivos que nos terão já visitado por diversas vezes desde tempos muito Antigos) desde há muito que atravessam (e acompanham) o nosso Espaço /Tempo terrestre, com menções (Históricas e Registadas) ao seu aparecimento no Passado (em livros antigos de referência), com a apresentação (através de esboços, pinturas e outros desenhos) das suas Naves Espaciais (como poderá ter sido mais recentemente com o Milagre de Fátima/1917 com um OVNI a surgir/confundindo-se com o Sol e mostrando um dos seus tripulantes/referido o alienígena como a Virgem-Maria) e até com a apresentação de determinados factos que por mais estranhos que nos pareçam (envolvendo UFO, ALIENS, ABDUÇÕES, ETC.), sugerem ser uma possibilidade de explicação para a Supremacia Global exibida nas últimas décadas pelos norte-americanos (em termos de excelência pelo controlo total dos 7,5 biliões) uma Secreta Aliança com uma outra Entidade (obrigatoriamente Externa à Terra) ainda mais Poderosa que todas as nações do nosso planeta juntas (incluindo os EUA).

 

spacecraft_1100.jpg

Conceito artístico de uma Nave Alienígena

(atingindo um destes dias o planeta Terra para sua exploração/colonização)

 

Assim se entendendo minimamente a justificação (recente) de que os EUA estariam a prepara-se antecipadamente para uma Futura Guerra mas agora Espacial, afirmando estes que com o início da Exploração Espacial aos Limites do nosso Sistema (Solar) e a passagem subsequente a Viagens Interestelares (a outras Estrelas, a outras Galáxias) seria natural precaver-se (prevenir-se e assegurar-se) contra possíveis intrusões podendo por em causa o nosso planeta a Terra; no entanto realizada com afirmações não muito convincentes (invocando uma possível ameaça Extraterrestre quando os mesmos sempre a desmentiram, gozando mesmo todos os testemunhos dos que nisso acreditavam/ALIENS&UFO’S) e sobretudo sabendo-se da Natureza do Homem quando o seu maior Inimigo é na esmagadora maioria dos casos o próprio Homem. Sendo o Alvo propriamente não Extraterrestre (seres externos ao nosso Ecossistema) mas indubitavelmente Terrestres (mas de uma raça/espécie inimiga) habitando logicamente a Terra (partilhando o mesmo espaço que outros ‒ inaceitável ‒ como todos aqueles seguindo, o Amigo do Sonho Americano).

 

Na Realidade com uma Poderosa Máquina de Guerra dominando todo o Planeta (de longe e sem dúvida a Norte-Americana) e pretendendo a curto-prazo ter todas as suas Armas apontadas não para o Outro Lado (como se aconselha quem compra uma arma, nunca a apontando para as pessoas) mas para o foco de combate e dominação presente precisamente hoje em dia e como sempre a Terra: Extraterrestres até agora nem vê-los (o que não significa que não existem, pois muitos dizem vê-los) mesmo que passando por cá (e podendo fazer Alianças) e com as vítimas das armas (interiores/exteriores) a continuarem a ser os Terrestres ‒ e talvez sendo essa a razão para a distância (dos ET) sempre mantida.

 

(imagens: Getty/express.co.uk ‒ ufosightingshotspot.blogspot.pt ‒ deviantart.com ‒ peaks-about-space.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 02:23
Quarta-feira, 13 DE Dezembro DE 2017

Donald Trump Oficializa a Promessa

Pela Lua e por Marte

(só faltando o dinheiro talvez lá para 2019)

 

SigningOfSpaceDirective.jpg

Assinando a SPACE POLICY DIRECTIVE 1

 

Exatamente 45 anos depois sobre a última vez que o HOMEM (um norte-americano) colocou a sua bota sobre a superfície da LUA (em 1972), o Presidente Donald Trump na presença de um dos astronautas (Jack Schmidt) da missão Apollo 17 (a última com alunagem), vem agora confirmar a aprovação da sua recomendação (de Outubro) tornando-a assim oficial ‒ instruindo a NASA para se preparar (a curto-prazo) para enviar astronautas em direção à Lua para um pouco mais tarde se alargar o horizonte enviando astronautas para Marte (e a longo-prazo para Outros Mundos situados muito para Além do nosso). Retomando uma ideia de um dos seus antecessores na Presidência dos EUA o também Republicano George W. Bush ‒ que queria que o Homem regressasse à Lua e posteriormente se lançasse em direção a Marte (o que como sabemos não conseguiu) ‒ e assim invertendo o trajeto temporariamente assumido por Barack Obama (durante os seus dois mandatos como Presidente) cancelando o Programa e dando a prioridade a uma preparação para uma futura ida a Marte (sempre saindo mais barato pensar do que fazer) e à criação de um projeto sobre redireccionamento de asteroides (na altura na moda devido à problemática dos Impactos, mas apenas sendo interino e já tendo sido descontinuado pela nova Administração). E para que tal se concretize (efetivamente) depois de recomendado (em Outubro) e posteriormente oficializado (em Dezembro) é que no próximo orçamento tal venha refletido para o Novo Ano Fiscal ‒ de 2019 (algo que Donald Trump não verá enquanto for Presidente, por isso a sua insistência mesmo nesta ocasião na criação de mais postos de trabalho/no sector): aí veremos se muito (SIM) ou pouco (NÃO).

 

(imagem: room.eu.com)

tags: , , , ,
publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:25

pesquisar

 

Janeiro 2018

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
17
18
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

comentários recentes

Posts mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro