mais sobre mim

Domingo, 06 DE Agosto DE 2017

Domingo 6 em Albufeira

Como é habitual no quotidiano diário de milhões de portugueses e cumprindo uma tradição que vem desde a revolução introduzida pelo desenvolvimento e generalização da indústria automóvel em Portugal (transformando o automóvel num símbolo de poder e de bem-estar), todos os Domingos e Feriados (sobretudo nas férias de Verão) os portugueses-modelo pegam no seu bólide antecipadamente aprimorado e partem como crianças (é certo que num espaço reduzido, num curtíssimo período de tempo e como se estivessem num berçário) á procura da Aventura e à Conquista de Outros Mundos.

F.jpg

Baía de Albufeira

(Verão de 2017)

 

Com o tempo mais fresco da parte da manhã deste Domingo 6 de Agosto (em Albufeira), prevê-se para hoje e pelo menos até quarta-feira (9 de Agosto) um abaixamento das temperaturas máximas (35⁰C para 28⁰C), acompanhadas por uma ligeira brisa vinda de norte e céu parcialmente encoberto (sem chuva) ‒ com a temperatura da água do mar a andar por uns agradáveis 20⁰C convidando-nos a ir à praia (ao início da manhã e ao fim do dia sendo os melhores momentos) e com os índices de raios ultravioletas a continuarem muito elevados (no Algarve UV9 numa escala de 1 a 11) a aconselhar-nos a ir para a praia preferencialmente vestidos (evitando expor as crianças mesmo usando protetor).

 

EUR 1.gifEUR2.gif

 

Temperaturas médias e índice de raios ultravioleta na Europa ‒ Previsão

(Domingo, 6 de Agosto)

 

Pelo que este Domingo com o tempo mais fresco e convidando a andar na estrada (um dos hobbies dos portugueses, mesmo em tempo de férias e suando às estopinhas), se prevê grande circulação (na EN125 porque na outra se paga), alguns engarrafamentos (sobretudo nas incontáveis rotundas) e shoppings superlotados ‒ como o localizado na Guia (a capital do frango de churrasco), tão perto do novo golfinho (da novela e do Zoomarine) e da cidade de Albufeira (a capital turística do Algarve). Sendo o ponto central (lazer e gastronomia) tendo a sul a praia e o mar (ex. praia de S. Rafael), a norte o medronho e o presunto (ex. Monchique), a leste as ostras e o atum (ex. Cacela Velha e Tavira) e a oeste as imperdíveis sardinhas (ex. Portimão) e os gostosos percebes (ex. Sagres): mas nunca esquecendo outros por comporem o cenário e fazerem desde sempre parte da cultura e da memória (do Algarve) ‒ como citrinos e frutos secos e a passagem dos mouros (obrigando-nos a visitar Silves com o seu Castelo no alto e os restaurantes junto ao rio).

 

(imagens: PA e weatheronline.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:33
Sábado, 05 DE Agosto DE 2017

Os Miolos a 5 de Agosto

Albufeira, 18:00

Temperatura: 29⁰C

(Máxima: 35⁰C Mínima: 18⁰C)

 

Este sábado com as temperaturas a sul do país (Alentejo e Algarve sobretudo na região leste) a atingirem valores a caminho e próximos dos 40⁰C ‒ e com o céu limpo e luminoso a proporcionar à superfície da terra e do mar índices elevados de raios ultravioletas (9 numa escala até 10) ‒ criaram-se todas as condições (cada vez mais alargadas e consentâneas com os desejos dos grandes contingentes turísticos) para a opção por uma das três atitudes aceitáveis e certificadas: ficar em casa, ir à praia ou ir até ao centro comercial.

 

getpicture.jpg

 Europa ‒ imagem de satélite a infravermelho

 

De momento com toda a região envolvendo o mar Mediterrânico da sua ponta mais a oeste atá à sua ponte mais a leste (todo o sul da Europa e o norte de África) a estar debaixo de uma massa de ar quente pesada e por vezes verdadeiramente asfixiante e com os parâmetros apresentados (do tempo) reproduzindo condições de sobrevivência ambientais para alguns de nós severas senão mesmo mortais (nalguns locais e para certas camadas etárias). Relembrando que períodos anteriores como este (por exemplo a última e mais recente vaga de calor em Portugal) sempre justificaram a maioria das mortes ocorridas (nesse período) sobretudo entre doentes e entre idosos (ultrapassando um milhar).

 

Hoje em Albufeira com a temperatura por volta das 17:15 a andar pelos 29⁰C (céu limpo e humidade de 57%) e com a previsão a apontar para os dias seguintes uma descida das temperaturas máximas ‒ maioritariamente com o céu a manter-se limpo e luminoso propício para valores elevados de raios ultravioletas (alertando para os cuidados a ter com a exposição solar). Temperaturas altíssimas (em torno dos 40⁰C) podendo levar à desidratação (se descurada a prevenção e a proteção) um dos caminhos mais rápidos para o colapso e uma via bem aberta para a morte (morre-se muito mais depressa se deixarmos de beber face a deixarmos de comer).

 

Face a tudo isto e apesar de ser Verão (no Hemisfério Norte) fazendo-nos mais uma vez pensar nos Efeitos Climáticos provocados pelo Aquecimento Global (cada vez com mais incêndios e crescente escassez de água) ‒ do outro lado do Mundo por contraste com tempestades e furacões a assolarem o sul da Ásia ‒ e através de um simples exercício imaginar o que será Portugal (o Algarve e Albufeira) até ao fim deste século. Com uma subida do nível da água do mar estimada para 2,5 metros até ao ano 2100, com muitas das zonas costeiras de Portugal Continental a entrarem em alerta máxima sobretudo na costa Atlântica (mais exposta) mas também nas zonas baixas como as situadas no litoral do Algarve: como na ria Formosa muralha mas de baixo-relevo (sendo a praia de Faro um desses exemplos), como na zona do Alvor certamente uma das mais afetadas (muitos locais pouco acima do nível do mar) ou então imaginando Albufeira com a sua zona mais antiga fazendo lembrar a inundada Veneza (em miniatura tal como num souvenir).

 

[Numa autêntica noite de Verão, com uma leve brisa e temperaturas na ordem dos 30⁰C.]

 

(imagem: weatheronline.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:33
Sexta-feira, 19 DE Maio DE 2017

Tempo Albufeira 19/28

Com um jacto de material gasoso (vento solar) oriundo do interior de um buraco na coroa solar (a 150 milhões de Km de distância) a chegar hoje ao planeta Terra (sexta-feira, 19) ‒ podendo atingir uma V=700Km/s e de momento nos 470Km/s) ‒ prevêem-se novas tempestades geomagnéticas especialmente a latitudes elevadas (originando tempestades da classe G2/Moderada e o aparecimento de auroras).

 

201705191200_msg3_msg_ir_piber.jpeg

Imagem de satélite ‒ Infravermelho

(EUMETSAT/IPMA)

 

Com a esperada subida das temperaturas mínimas, iniciasse amanhã uma nova semana de tempo quente e sem registos de precipitação: com as mínimas a andarem entre os 16⁰C/19⁰C e as máximas entre os 26⁰C/31⁰C (hoje pelas 14:00 com a temperatura nos 23⁰C). E com a temperatura da água do mar a andar em torno dos 17⁰C/18.5⁰C.

 

iuv_prev12.jpg

Índice Ultravioleta - 19/12/2017

(Mapa estático)

 

Hoje e amanhã com os índices de raios ultravioleta na região do Algarve andando pelos UV9 (muito elevado numa escala de 1/Baixo a 11/Extremo) mas segundo as previsões a baixar para UV4 já no próximo domingo (o dia deste fim-de-semana para levar crianças para a praia ‒ com óculos de sol e protetor solar).

 

Sismologicamente nada se tendo verificado de relevante nestes últimos dias na Região do Algarve e com o sismo de maior intensidade a ser registado no passado dia 16 de Maio (terça-feira) a NW Loulé (profundidade: 14Km) e com intensidade M1.0 ‒ como tal sendo impercetível. Com uma forte probabilidade de este Verão e na continuação a nível global do aumento generalizado das temperaturas (mês após mês, ano após ano) um Verão bem quente.

 

(imagens e alguns dados: ipma.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:17
Quinta-feira, 19 DE Janeiro DE 2017

Meteorologia em Portugal

Numa semana que se prevê fria e sem chuva

(18/25 Janeiro)

 

TIGRE.jpg

Tigre

Adotado por um coletivo de residentes

Atribuindo-lhe casa própria, alimentos e até cuidados básicos de saúde

(Albufeira, 26 de Dezembro de 2016)

 

Com as temperaturas em Portugal Continental a registarem uma descida significativa a partir desta 4ª feira dia 18 (máximas e mínimas), os meteorologistas preveem para os próximos oito dias a manutenção destas condições climatéricas um pouco por todo o país.

 

Naturalmente com as regiões do interior norte a sentirem mais os seus efeitos – com temperaturas negativas, geadas e queda de neve.

 

E deixando aqui algumas previsões para quatro das cidades por onde passei e fiquei (aí habitando como domicilio habitual ou apenas temporário).

 

Habitual em Albufeira, também terra do personagem (pela sua postura e apesar da sua idade conhecido como o Tigre) inicialmente retratado:

 

Localidade

Porto

Espinho

Vila Nova de Paiva

Albufeira

Distrito

 

Porto

(litoral)

Aveiro

(litoral)

Viseu

(interior)

Faro

(litoral)

Temperatura

Mínima e Máxima

(⁰C)

0/2

11/15

 1/3

10/14

 -5/-1

3/9

 1/5

11/15

 

Céu

Limpo

a

Encoberto

Limpo

a

Encoberto

Limpo

a

Encoberto

Limpo

a

Encoberto

Vento

E

E

(maioritariamente)

NE

N

(maioritariamente)

Precipitação

(%)

0/7

0 /9

0

(exceção a 25

com 7)

0 /6

(exceção a 22

com  18)

(18 a 25 de Janeiro de 2017 – fonte IPMA)

 

Apresentando condições climatéricas suportáveis e muito semelhantes para as três localidades do Litoral português e no caso de Vila Nova de Paiva integrando as TERRAS do DEMO e a região da Beira-Baixa, com esta vila do distrito de Viseu (e sede do Município) a ter que suportar condições bem mais duras resultantes de um tempo seco e com temperaturas mínimas abaixo dos zeros graus centígrados (para Portugal bem negativas).

 

No litoral convidando ao aproveitamento (bem abrigado e protegido do vento) dos poucos mas ainda reconfortantes raios do Sol (durante o dia) e no interior convidando ao descanso e ao refúgio ao lado de uma boa lareira (durante a noite).

 

Dados

1º Sismo

2º Sismo

3º Sismo

4º Sismo

Itália Central

09:25

10:14

10:25

13:33

Coordenadas

42.66/13.22

42.60/13.24

42.59/13.36

42.45/13.21

Magnitude

5.3

5.7

5.5

5.3

Profundidade (Km)

10

10

10

10

(sismos registados hoje na região da Itália Central/Hora UTC – fonte IPMA)

 

Sismologicamente e no que diz respeito à região do Algarve (e áreas vizinhas) havendo apenas a reportar os seguintes 6 sismos todos eles pouco significativos (referidos apenas ao dia 16 e 17): W Aljezur/M1.1/16, SE Lagos/M0.6/16, SW Monchique/M0.6/17, SW Portimão/M0.7/17, SW Monchique/M1.0/17 e finalmente nas vizinhanças marítimas do sul de Portugal no Banco de Gorringe/M2.5/17. Hoje dia 18 já com outro sismo de M2.8 registado na Abissal Ibérica.

 

No entanto e como se vê, nada de relevante ou de preocupante para esta região.

 

(dados: IPMA – imagem: Produções Anormais)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:06
Terça-feira, 09 DE Agosto DE 2016

Incêndios em Portugal

“Um incêndio na localidade de Ameal, em Castanheira de Pera, obrigou à evacuação da praia das Rocas e está a ameaçar algumas habitações, segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Leiria e o município.” (24.sapo.pt)

 

“Enquanto se banham tranquilamente nas Águas

Os Portugueses vão vendo o seu Ecossistema a Arder.”

 

image-download.jpg

09.08.2016

 

Com as temperaturas em Portugal Continental a atingirem um valor máximo médio de 38.2⁰C (a média de todas as máximas registadas), o passado Domingo (7 de Agosto) tornou-se o dia mais quente deste ano.

 

Tudo isto porque além do nosso território estar a ser afetado pelo movimento de uma massa de ar quente e seca, ainda temos os ventos de quadrante leste para ajudar a prolongar a festa.

 

Os maiores valores registaram-se nos distritos de Évora (44.8⁰C), Santarém (44.7⁰C) e Coimbra (44.6⁰C).

 

Sendo que em Lisboa as temperaturas mínimas atingiram um máximo histórico durante o período da noite (de sábado para Domingo), com o termómetro a marcar uns extraordinários 27.9⁰C – um máximo já com mais de 50 anos (27.8⁰C em 1964).

 

Uma justificação para que ainda hoje persistam vários incêndios em Portugal (nem sequer aqui incluindo o incêndio na Madeira), ajudados pela continuação das altas temperaturas, pelo baixíssimo teor de humidade dos terrenos e ainda pela presença constante de ventos de intensidade e direção variável.

 

Incêndios bem visíveis na imagem de satélite e afetando sobretudo hoje (terça-feira, 9) o litoral norte de Portugal. E como curiosidade com as temperaturas em Albufeira a registarem um máximo de 34⁰C (mais fresco em 3⁰C junto ao mar como na Praia dos Pescadores).

 

Última Hora (Funchal):

 

“O cenário de incêndios registados hoje no Funchal complicou-se a partir das 18:00, devido ao aumento da intensidade do vento e à alteração da sua direção, havendo algumas zonas com "fogo descontrolado", disse o presidente da câmara, Paulo Cafôfo.” (24.sapo.pt)

 

(dados e imagem: IPMA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:59
Domingo, 31 DE Julho DE 2016

Sismos num dia de Verão

“The temperature differential between the core and the surface (of Earth)

Is after all approximately 10,000 Fahrenheit,

With the average surface temperature being only somewhat above freezing.”

(wisc.edu)

 

intensity.jpg

Região do Cadaval – 31 de Julho de 2016 – sismo 3.4

(IPMA)

 

Neste último dia do mês de Julho de 2016 Portugal Continental registou até às 18:30 do dia de hoje cinco pequenos episódios sísmicos: com o sismo de maior intensidade a registar-se às 15:05 a NE do Cadaval (a 11Km de profundidade e de magnitude 3.4), seguido de um outro na mesma região 36’ depois (a 2Km de profundidade e de magnitude 2.1) e sendo ambos antecedidos por três outros, um às 11:15 da manhã registado a S de Lagos (a 11Km de profundidade e de magnitude 2.0), outro às 06:18 a SE de Sines (a 18Km de profundidade e de magnitude 2.1) e finalmente um outro bem a N de Portugal e mesmo junto à fronteira da Galiza registado às 05:34 a NW de Vinhais (a 7Km de profundidade e de magnitude 0.9). Com o sismo de maior intensidade registado no dia de hoje a nível Global a ser o ocorrido pelas 11:33 nas Ilhas Sanduiche do Sul (localizadas no sul do Atlântico e como que ligando o Continente Americano ao Continente da Antártida) a mais de 100Km de profundidade e de magnitude 5.8.

 

[com outro sismo registado em Portugal Continental pelas 18:49 novamente a NE do Cadaval de magnitude 1.8]

 

201607312000_msg3_msg_ir_piber.jpeg

Portugal – 31 de Julho de 2016 – Imagem de satélite a infravermelho

(IPMA)

 

Numa estação do Verão que no sul de Portugal tem nos últimos dias (senão mesmo semanas) alternado dias de muito calor com dias de temperaturas mais frescas e com as previsões do estado do tempo a apontarem para Portugal Continental uma subida generalizada das temperaturas (máximas e mínimas e principalmente a partir de meio da semana), à medida que nos aproximarmos do primeiro fim-de-semana de Agosto. Com o estado do mar e a temperatura da água a não registarem alterações significativas nos próximos dias, podendo-se desse modo usufruir durante mais algum tempo das águas mais quentes provenientes do mar Mediterrânico e que levadas pelas correntes aí existentes se introduzem no oceano Atlântico. E que no sul de Portugal já provocou uma enchente de turistas nacionais e estrangeiros, agora que o mês forte das férias está aí à porta (Agosto) e que muitos destinos turísticos antes concorrentes se encontram em crise profunda (muitos deles ás moscas como é o caso da Grécia e muitos outros aos soluços como é o caso de Nice).

 

(imagens: IPMA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:15
Segunda-feira, 25 DE Julho DE 2016

O Inferno do Médio Oriente

“Como se já não bastasse para este POVO desde sempre perseguido e martirizado a presença constante da Guerra Civil estendendp-se de um lado ao outro de toda esta região do Médio Oriente (tudo por causa do controlo do PETRÓLEO e com milhares e milhares de mortos e estruturas básicas de sobrevivência completamente arrasadas);

 

Eis que surge agora um outro parâmetro que colocará o povo pelo menos temporariamente mais perto do INFERNO: as elevadíssimas TEMPERATURAS atingindo novos RECORDES (para alguns até MORTAIS).”

 

sfc_temp_and_air_12z_21jul2016_earthnullschool_f.j

Kuwait – 21 Julho – Temperatura 54⁰C

 

Comprovando estarmos a atravessar um ano com TEMPERATURAS acima do normal, chegam-nos agora notícias do MÉDIO ORIENTE informando-nos das elevadas temperaturas que se têm registado nesta zona do Globo Terrestre.

 

Como foi o caso das temperaturas registadas no passado dia 21 de Julho (quinta-feira) na localidade de MITRIBAD no KUWAIT com os termómetros a atingirem a temperatura record de 54⁰C (129⁰F).

 

Uma extensa região do HEMISFÉRIO ORIENTAL que na última semana tem estado sobre o efeito de temperaturas altíssimas e que se tem estendido a outras localidades como BASRAH no IRAQUE com 53.4⁰C.

 

Colocando este record registado em MITRIBAD (54⁰C) no 2ºlugar das mais altas temperaturas até agora atingidas e conhecidas.

 

Sendo apenas suplantada pelas temperaturas registadas no VALE da MORTE na Califórnia em 1913 (56.7⁰C) e seguida em 3ºlugar pelas de SULAIBYA no KUWAIT em 2011 (53.6⁰C) e em 4ºlugar pelas de MOHENJODARO no PAQUISTÃO em 2010 (53.5⁰C).

 

(dados e imagem: thewatchers.adorraeli.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:38
Terça-feira, 04 DE Agosto DE 2015

O Irão já está a Arder

“Iran city hits suffocating heat index of 165 degrees (Fahrenheit),

near world record.”
(washingtonpost.com)

 

IranWeather.jpg

Mahshahr – Irão
Aqui com temperaturas ainda na ordem dos 40/45⁰C

 

Para aqueles que acham que as temperaturas registadas em Portugal têm estado elevadas atingindo valores na ordem dos 35/40⁰C (afinal de contas estamos no Verão), convido-vos a conhecerem a cidade iraniana de MAHSHAHR onde há poucos dias os termómetros atingiram os 74⁰C. Temperaturas que terão deixado certamente os seus 100.000 habitantes muito próximos dos seus limites de resistência e de asfixia respiratória (tal o valor de temperatura atingido), criando um ambiente praticamente insustentável ao ser conjugado com uma taxa de humidade elevadíssima (devido à proximidade do Golfo Pérsico). Deixando os seus habitantes suando como uns porcos e a água corrente a temperaturas acima dos 30⁰C. Não batendo no entanto o record mundial registado em DAHRAN há cerca de doze anos, com esta cidade da Arábia Saudita a atingir um máximo de 81⁰C.

 

Em Albufeira (17:45) a temperatura atual anda pelos 27⁰C

 

(imagem – independent.co.uk)

 

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:47
Terça-feira, 18 DE Novembro DE 2014

Forno Electromagnético

Hoje temos Verões cada vez mais quentes e Invernos cada vez mais frios: é uma indicação de que o cozinhado já se iniciou (tal como acontece numa panela com água posta a aquecer, com os átomos de oxigénio e hidrogénio a entrarem em polvorosa entre o frio e o quente – e a começarem a movimentar-se como loucos em todas as direcções).

 

seasonal-temps-e1416243351868.jpg

Gráfico do desvio médio das temperaturas – 1970/2015
(fonte: NOAA)

 

Prosseguindo tranquilamente a execução da sua tarefa de elaboração do um estufado omnívoro, o forno terrestre continua oficialmente colocado na posição ON – e ainda a aquecer. Todos os alimentos e ingredientes inerentes a este prato da gastronomia terrestre têm por este motivo começado a sentir os primeiros sintomas da evolução natural deste cozinhado, sujeitando-se de momento e de uma forma alternada a amplitudes térmicas cada vez mais elevadas.

 

(imagem – NOAA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:04
Domingo, 28 DE Julho DE 2013

Verão na Sibéria

Norilsk na Sibéria é a segunda maior cidade – a maior é Murmansk – situada a norte do Círculo Polar Árctico, contando com mais de 100.000 habitantes. Registou recentemente um recorde de temperatura: 32°C.


Praia no Árctico

 

Se estão interessados numas perfeitas férias de Verão bem passadas num destino diferente mas bem agradável e sossegado, não deixem de pensar na Sibéria e nas suas amenas temperaturas locais de 32°C registadas no decorrer deste mês de Julho. Até de “noite” se está bem a passear sob as estrelas do céu do norte, podendo-se usufruir de excelentes temperaturas rondando os 20°C – entendendo-se que estas noites nesta altura do ano são iguais aos dias, com o Sol sempre acima do horizonte. Mas nem tudo são rosas para os lados do norte. Lá como cá a subida das temperaturas tem originado o aparecimento dalguns fogos florestais, originados pelo derretimento do gelo provocado pelo aquecimento global, expondo agora a sua vegetação a fenómenos atmosféricos que antes não ocorriam e à força de elementos que antes não conheciam.

 

(dados e imagem – huffingtonpost.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 04:21

pesquisar

 

Outubro 2017

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
19
22
24
25
26
27
28
29
30
31

comentários recentes

blogs SAPO


Universidade de Aveiro