mais sobre mim

subscrever feeds

Segunda-feira, 26 DE Junho DE 2017

Média/ISIS USA

Todos querem eliminar TRUMP

 

Depois dos Média norte-americanos já terem tentado por imensas vezes, das mais variadas formas e no interior do seu próprio território, eliminar o Presidente recentemente eleito pelos seus cidadãos ‒ para já além de o insultar, agredindo-o, esfaqueando-o, decapitando-o, no fundo assassinando-o mas só no seu Imaginário ‒ eis os terroristas do ISIS/Estado Islâmico talvez sentindo-se convidados se juntam agora à Festa.

 

sub-buzz-637-1498447395-8.jpg

 

“Authors of the website Cryptosphere, which tracks hackers worldwide, have detailed dozens, if not hundreds, of similar attacks in recent years by Team System DZ, which they called a "pro-ISIS hacker crew" based in Algeria.”

(Andrew Griffin/independente.co.uk)

 

Aproveitando no seu próprio interesse e benefício (de desenvolvimento e de expansão) a estratégia adotada pelos derrotados das últimas eleições Presidenciais realizadas nos EUA (a 8 de Novembro de 2016 e elegendo o Republicano Donald Trump como o Presidente para o período 2017/2021), um grupo de Hackers apoiantes dos terroristas do ISIS (Estado Islâmico) conseguiram infiltrar-se recentemente em diversos Sites Governamentais norte-americanos, deixando aí diversas mensagens e ameaças dirigidas ao Governo de Donald Trump.

 

Team System DZ

“You will be held accountable Trump, you and all your people for every drop of blood flowing in Muslim countries”

“I love the Islamic State”

(Mensagem dos Hackers pró-ISIS/independente.co.uk)

 

Utilizando o clima de ameaças e de violência (entre Democratas e Republicanos) que hoje mais do que nunca nos demonstra a situação caótica e por vezes mesmo dramática em que vive toda a Administração Norte-Americana (quando chamada a servir os seus cidadãos/sem instrumentos de intervenção, nada fazendo ‒ dado os serviços essenciais estarem todos maioritariamente privatizados/no fundo concessionados e não sendo a tudo obrigados) para aproveitando a Onda do Momento e surfando na sua Crista cada vez mais exposta e extensa, se infiltrarem (os terroristas) no interior do Sistema danificando-o e tentando-o fazer explodir ‒ mas por dentro (implodir) ‒ levando-o finalmente a desabar, a esmagar e a matar os seus inimigos e infiéis sobre as toneladas de escombros.

 

40F2112900000578-4556566-image-m-102_1496175205573

 

"All affected servers have been taken offline and we are investigating how these hackers were able to deface these websites. We also are working with law enforcement to better understand what happened."

(Tom Hoyt ‒ Departamento dos Serviços Administrativos do Ohio/independente.co.uk)

 

Uma consequência óbvia e por todos mais que esperada (por muitos desejada) depois de meses e meses duma campanha persistente e extremamente tóxica tentando envenenar todo o clima político, económico e social norte-americano (e por reflexo mundial), no final resultando na inesperada vitória do milionário e Republicano Donald Trump derrotando contra todas as expetativas o Presidente aparentemente já eleito e prometido (antecipadamente) a Democrata Hillary Clinton ‒ o que não sucedeu em Novembro, colocando a América em polvorosa, mais de meio ano depois. Com a História de opereta, anedótica e insultuosa (como se fossemos todos estúpidos) dos Russos. E acima de tudo deixando-nos perplexos com as atitudes do Partido Democrático ‒ já que achávamos todos (tínhamos a esperança desde Obama apesar de tudo o que não fez) serem melhores que os Republicanos: mas sendo também revanchistas, face à perda do poder, mesmo podendo destruir a América.

 

(imagens: BuzzFeed News e Tyler Shields/Daily Mail)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:49
Quarta-feira, 14 DE Junho DE 2017

O Presidente dos EUA Assassinado

[Depois de Decapitado ‒ e entretanto equiparado a Merda ‒ Esfaqueado Até à Morte com selo CNN de garantia]

 

Com a CNN completamente descontrolada na sua obsessão de fazer desaparecer seja de que maneira for o 45º Presidente dos EUA da cena política norte-americana (nem há cinco meses lá está), eis que é agora um dos apresentadores mais conhecidos desta estação Fareed Zakaria (norte-americano de origem indiana opondo-se de forma extrema ao atual Presidente) a envolver-se pessoalmente nesta campanha (de verdadeira tentativa de assassinato político) convidando inocentemente os que ainda o escutam (veremos o que acontece agora com os patrocínios) a ver a peça Júlio César como uma interpretação brilhante para a era de Trump (ao mesmo adaptada) e considerando-a mesmo uma obra-prima.

 

dt1.jpg

1

 

Como se pode ver pelas imagens (de 1 a 6) que atiraram esta peça para o palco e para a ribalta não de cariz teatral mas declaradamente informativo (senão nem sequer saberíamos da sua existência), o momento particularmente brilhante (6) e que contribuiu para o elogio do apresentador Fareed Zakari (erguendo segundo ele a peça a obra-prima do universo teatral):

 

dt4.jpgdt5.jpg

2/3

 

E já depois de ter sido “decapitado” e de ter sido considerado um “monte de merda” (contando inicialmente com a colaboração da CNN e posteriormente com a mesma distanciando-se e despedindo os seus agentes), eis que de novo o comportamento se replica e o Presidente é atacado, esfaqueado e mais uma vez assassinado ‒ num cenário ensanguentado, obviamente Primário, Violento e Selvagem e fazendo-nos de novo lembrar os atos perpetrados pelo ISIS (agora pelos vistos incluídos nos guiões “softs” da estação). Sugerindo mesmo a participação no festim da 1ª Dama.

 

dt6.jpgdt7.jpg

4/5

 

Ficando-se agora à espera da reação da estação CNN face a este ato deprimente e convidando à violência (nos atos semelhantes praticados anteriormente, acabando na dispensa do colaborador/funcionário) agora que é posto em causa não uma Katty Griffin ou um Reza Aslan mas um apresentador (dito) de referência como Fareed Zakaria: servindo-se de uma rede de televisão para numa expressão individual de ódio pelo seu Presidente (tentando cativar outros para a sua campanha pessoal) considerar uma obra-prima uma peça de teatro em que a “Cena” nos mostra o (convite ao) esfaqueamento e assassinato do 45º Presidente dos EUA.

 

snapshotdt9.jpg

6

 

Concluindo-se com toda esta Campanha Ininterrupta, Esmagadora e Nunca Vista de Assassinato Político Presidencial (iniciado no momento em que Trump de Palhaço passou a potencial Presidente), que jamais a sociedade norte-americana mudará enquanto se mantiverem de pé as duas principais estruturas de perpetuação de poder e recrutamento de clientela: o partido Democrata (c/ Clinton) e o partido Republicano (c/ Trump), sendo ambos os principais elementos parasitários de um Sistema e de uma Estrutura que já não precisando mais deles, se tentam (sistema e estrutura) libertarem dos mesmos, mas deparando com reações violentas como resposta. Com as grandes Corporações mandando no Mundo decoradas pelos seus patrões e acessórios, que falta fazem hoje os políticos?

 

(imagens: Inside Edition/youtube.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 08:59
Sábado, 10 DE Junho DE 2017

Out of CNN (2)

CNN Dumps Reza Aslan After He Calls Trump A ‘Piece Of S**t’ On Twitter

(David Moye/huffungtonpost.com)

 

E eis que face ao cansaço extremo dos espetadores e à queda preocupante das receitas (e são eles/elas que mantêm as estações) ‒ acrescido ainda do esvaziamento progressivo do Balão Informativo Donald Trump ‒ as primeiras cabeças começam a cair para que assim se possam salvar umas quantas outras cabeças talvez do tipo FBI (em que uma das vítimas foi o diretor do FBI James Comey, amedrontado e despedido por achar ser Trump, um mentiroso ao contrário de Obama ‒ que tal como afirmou e se fosse ele, o manteria no lugar).

 

snapshot v.jpg

Reza Aslam

(apresentador do programa da CNN Believer)

 

Depois da comediante Kathy Griffin ter sido despachada da CNN por ter “decapitado” Donald Trump, eis que a mesma estação num intervalo de uma semana despacha um segundo elemento: agora o apresentador Reza Aslam (show Believer) por designado Donald Trump como um “monte de merda”.

 

593af0b81600002200115556 B.jpeg

 

Num Tweet insultuoso dirigido ao Presidente dos EUA por altura do atentado de Manchester e publicado como resposta à opinião de Donald Trump (emitido também no Twitter) sobre medidas a tomar (no seu país) para evitar tais acontecimentos (mortais). E tal como no caso da comediante com desculpa posterior mas sem efeitos ativos (não mostrando arrependimento).

 

593af0b81600002200115556 C.jpeg

 

E como não poderia deixar de ser (não sou eu que acho são eles) com a estação CNN a abandonar Reza Aslam e o seu show Believer, depois da grande onda de críticas recebidas pela publicação do insulto ao Presidente dos EUA ‒ e levando como consequência à suspensão da série e das novas temporadas. Agradecendo-lhe pela contribuição e desejando-lhe boa viagem: “We wish Reza and his production team all the best”. (cnn.com)

 

Oh the joy when this lying conniving scumbag narcissistic sociopath piece of shit fake president finally gets what's coming to him.”

(Reza Aslam/10 Maio)

 

Como se pode ver um apresentador e frequentador do Twitter (tendo em comum com Donald Trump ser apenas mais um frequentador deste canal de comunicação) que pela sua orientação política e provável filiação partidária (ao lado dos imprevistos derrotados, obrigados a deixar o poder) optou como a esmagadora maioria dos Média (norte-americanos e seus satélites) por atacar o seu Presidente de uma forma extrema e nunca vista antes nesta Democracia: atacando, pedindo desculpa, mas sempre justificando (para uma futura e possível réplica).

 

(dados/imagens: huffingtonpost.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:49
Terça-feira, 06 DE Junho DE 2017

Ataque Meteorológico de Trump à Rússia

[Depois do de Obama]

 

Mais tardiamente e com menos impacto que Obama em 2013

(3 meses depois de eleito, com um meteoro)

Trump demorou cerca de 6 meses para dar o sinal a Putin

(com 2 tempestades meteorológicas no ano de 2017)

 

Deadly storm kills at least 1, injures 3 in Russia

(rt.com)

 

R1.jpg

 

Para quem ainda se lembra da eleição de Barack Obama para um segundo mandato como Presidente dos EUA (6 Novembro 2012), também se poderá recordar que aproximadamente 3 meses depois (15 Fevereiro 2013) e de novo com Vladimir Putin como Presidente (Maio 2012), a cidade russa de Cheliavinsk foi fortemente abalada pela explosão de um meteoro com cerca de 17 metros de diâmetro, o qual ao atravessar a atmosfera e desintegrar-se provocou uma forte onda de choque originando diversos danos materiais e cerca de 1200 feridos. Libertando uma energia de 500Kt (muito superior à bomba nuclear de Hiroshima).

 

R3.jpg

 

No passado dia 8 Novembro 2016 com o sucessor de Barack Obama a ser eleito como 45º Presidente dos EUA na pessoa do bilionário e Republicano Donald Trump e se tiverem estado com atenção a tudo o que se tem vindo a passar ora no Espaço (com BO) ora no Tempo (com DT), verificando-se rapidamente e sem necessidade de recorrer a grande esforço que no caso de Donald Trump o Evento que o terá precedido, ter-se-á concretizado um pouco mais tarde e sob a forma Meteorológica: com 2 grandes tempestades, uma a 29 de Maio (Moscovo) e outra a 3 de Junho (Ecaterinburgo) ou seja cerca de 6 meses depois.

 

R4.jpg

 

Curiosamente dois Eventos que se relacionam e interligam tanto no remetente (os EUA) como no destinatário (Rússia), apesar do primeiro não ser o mesmo (antes Obama depois Trump) e do segundo se manter (Putin): com cada um dos dois últimos Presidentes norte-americanos partilhando no tempo o mesmo Presidente Russo, a curto ou mais extenso prazo e logo após a declaração de vitória, mostrando supremacia e total controlo do Mundo, atacassem os seus inimigos mas de uma forma Natural. E mostrando-lhes a linha vermelha a nunca tentar transpor (com devida antecipação).

 

(imagens: rt.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:40
Sábado, 03 DE Junho DE 2017

O Amigo Americano (de KG)

Ao entrar na Caça às Bruxas a comediante norte-americana Kathy Griffin (ainda por cima sendo uma mulher num mundo dominado pelos Homens e sendo minoria facilmente descartável ‒ como sucede com os negros) deveria ter a obrigação de saber que ao fazer o que fez (ultrapassando a linha vermelha que o jogo e as regras impõe, previamente aceites como válidas) corria o sério risco de acabar a Arder na Fogueira do Poder: e no Calvário por si escolhido nem sequer distinguindo entre as camadas ondulantes de ar quente subindo pelo seu corpo queimado os seus carrascos, assistentes e traidores ‒ tão parecidos eles eram, inseridos num mesmo cenário e todos com o mesmo guião.

 

Kathy Griffin Slams Trump Family For ‘Trying To Ruin My Life’

(HuffPost)

 

DBMRqlaVYAAGv2u.jpg large.jpg

(imagem: BenGarrison Cartoons/@GrrrGraphics)

 

“I’m not afraid of Donald Trump. He’s a bully. I’ve dealt with older white guys trying to keep me down my whole career.”

(Kathy Griffin)

 

snapshot 1.jpgsnapshot 2.jpg

 

In the emotional press conference, the nervous comic stated that the Trumps “are personally trying to ruin my life forever.”

(HuffPost)

 

snapshot 3.jpgsnapshot 4.jpg

 

“This is a woman thing. I’m sorry if you don’t agree with me, but I live it. I’m 56 years old. Everywhere I go, there’s a male promoter. The people who sign my checks are white guys, usually older white guys.”

(Kathy Griffin)

 

snapshot 5.jpgsnapshot 6.jpg

 

“You shouldn’t have to die for this. I went way too far. It wasn’t funny. I get it.”

(Kathy Griffin)

 

snapshot 7.jpg

 

“I don’t think I’m going to have a career after this. He broke me.You know what, I’m going to make fun of him more now.”

(Kathy Griffin)

 

Provavelmente e no que diz respeito ao seu Futuro profissional (pelo menos a curto-prazo), com Kathy Griffin a ter que sumir rapidamente (o que não fez desculpando-se e pelo contrário, cortando de novo a sua cabeça ao ripostar como presa) e esperar como muitos outros dos seus meios já o fizeram (o que hoje é, amanhã já pode não o ser e vice-versa), o momento certo para o regresso e para a respetiva vingança ‒ pratica e efetiva. Um período que poderá ser curto mas que também poderá ser bem prolongado (podendo-se estender a no mínimo 4 e no máximo 8 anos ‒ ou sabe-se lá muito menos, se alguém levar à letra as pretensões de KG). Mas como o Espetáculo continua esperemos pelas próximas cenas.

 

(imagens: huffingtonpost.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:25
Sábado, 03 DE Junho DE 2017

Que se Foda a Terra

Quando tantos se atiram a um osso, é porque esse não é o Osso e porque existem muitos mais. Estejam pois atentos aos Abutres ‒ e vejam como eles vêm, certamente de todos os lados. Vemo-los tão bem, apenas porque estamos por perto e porque somos as suas presas.

 

Donald Trump Pulls U.S. Out Of Paris Accord In Crushing Blow To Climate Fight

(huffingtonpost.com/1 Junho 2017)

 

sd-1496348564-onz2vjtc9b-snap-image.jpg

 

Em vez de se desculparem pela derrota clamorosa (quando a vitória poderia ser certa não fosse existir só um candidato) pondo imediatamente os seus lugares à disposição e dando lugar à renovação do partido (mudando as lideranças ultrapassadas e rejuvenescendo o modelo da estrutura), a Zona Negra do campo Democrata (com os Clinton à cabeça) tendo atrás de si todos os seus apoiantes agora sem acesso privilegiado ao poder (milhares de oficiais e políticos apanhados inesperadamente na derrocada), não vê outra solução de modo a partir o Espelho (e assim não ver a sua triste imagem aí bem refletida) senão o de adicionar mais gasolina e ver os US a arder.

 

593056f62100003c00aa1cc6.jpeg

 

Com toda esta estratégia destruindo completamente o partido sem líder e objetivo mas com uma única obsessão: o atual Presidente o REP Donald Trump. No fundo uma verdadeira dádiva para os Republicanos que apesar de divididos numa tripla maioria (Presidência, Representantes e Senado) e com o barco ainda há deriva, lá se vão governando e ao Mundo enquanto os outros gritam e dizem mal, fez este Maio 4 meses.

 

Trump’s Not Just Ruining The Planet. He’s Losing The Goodwill Of Our Biggest Allies.

(huffingtonpost.com/2 Junho 2017)

 

593088e32000002b00bdffcd.jpeg

 

Tendo como consequência lógica a prossecução tranquila e em velocidade de cruzeiro da mesma Versão Histórica de Sempre, nada fazendo e culpando alguém (simultaneamente mantendo a mesma cassete sem fim em constante reprodução no nosso cérebro), desde que e como se tem feito (nestas últimas décadas de desgraças na Educação com a chegada dos contingentes de falsos Especialistas) se imponha como prioritária a perda de memória e de cultura (o que se passa agora com Trump teve há anos atrás num cenário semelhante o mesmo guião, mas aí com dois outros protagonistas também presidenciais), regada generosamente com um pouco de hipocrisia (desde as lamentações, às luzes verdes) e no final como a cereja no topo do bolo, exigindo tudo e muito mais e com nada (de prático e palpável) contribuindo em troca.

 

E assim, como se não conhecêssemos as práticas nada ecológicas praticadas um pouco por todo o lado pelas poderosas multinacionais destruindo o planeta, provocando alterações climáticas e extinguindo diversas espécies (à frente com os maiores poluidores a serem os EUA, a China e a Índia); como se não soubéssemos da posição sempre dúbia dos EUA no tema do Aquecimento Global (com sucessivos avanços e recuos conforme a Administração); como se não sentíssemos no nosso corpo o abandono a que o estatuto do Homem foi deixado preterindo-o face ao valor da matéria-prima e ameaçando-o mesmo de morte (e com as máquinas logo ali à espreito); e até como se não tivéssemos reparado no desleixo para com o nosso Ecossistema e no abandono da conquista do Espaço exterior (de que dependerá a nossa existência ou extinção),

 

 

Região

País

Dólares

%

USA

 

3.000

30

EU

 

4.800

47

 

(GB)

(1.200)

(12)

 

(FRA)

(1.000)

(10)

 

(ALE)

(1.000)

(10)

 

(SUE)

(600)

(5)

 

(POR)

(2,7)

(0,03)

Resto Mundo

 

2.300

23

 

(JAP)

(1.500)

(15)

Total

 

10.100

100

Recursos aproximados (em milhões) mobilizados em Maio de 2017

Em mais de 40 países maioritariamente Europeus

(luta contra as Alterações Climáticas e Aquecimento Global)

 

Não percebo mesmo rebaixando-nos ao estatuto de indivíduos idiotas e já meio imbecilizados mesmo que nunca sujeitos a lobotomia (física que não mental), como é que estes políticos que hoje ainda pensam (poder) controlar o Mundo e saber ao contrário de todos nós de tudo um pouco (quando são eles os especialistas e nós os generalistas) nos consideram igual a eles sempre prontos a receber e nunca a dar. Mas será mesmo verdade que não existem caminhos alternativos para o nosso Futuro como espécie, quando um simples bilionário (do imobiliário e dos casinos) põe toda a classe (política) a tremer, não só pelas mordomias (a perder) como pela sua inutilidade (já comprovada e crónica). Com o problema a subsistir (para a maioria) por falta de suporte (dinheiro). E os US/Dólar sabem disso congelando as impressoras (pelo menos a nível externo) ‒ daí o pânico pouco importando o planeta.

 

(imagens: huffingtonpost.com)

tags: , ,
publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:11
Quinta-feira, 01 DE Junho DE 2017

Fired by CNN

Quem não arrisca não petisca mas também se pode queimar.

(em 24 horas)

 

Confesso que não tenho memória de nos US para além das tentativas falhadas (como com Ronald Reagan em 1981) ou bem-sucedidas (como com John F. Kennedy em 1963) de matar Presidentes, ter assistido a uma campanha tão violenta e persistente contra um presidente eleito: iniciada antes, continuada durante e persistindo após a sua eleição ‒ sem o mesmo ter feito algo de significativo para além de falar e de se contradizer como todos os políticos. Uma desgraça para a América (ao vermos a tentativa de assassinar um Presidente recentemente eleito) ‒ ainda pensei que o fizessem desaparecer (nesta luta sem solução entre milionários e políticos) mas antes de se tornar Presidente.

 

“Kathy Griffin should be ashamed of herself. My children, especially my 11 year old son, Barron, are having a hard time with this. Sick!”

(@realDonaldTrump/twitter.com)

 

01xp-griffin-master768.jpg

Kathy Griffin a comediante

 

Depois de ter apresentado ontem numa imagem publicada no Twitter e em conformidade com as práticas dos terroristas do Estado Islâmico a cabeça decapitada do seu Presidente dependurada pelos seus cabelos louros entre os dedos da sua mão direita,

 

“This is vile and wrong. It is never funny to joke about killing a president.”

(@ChelseaClinton/twitter.com)

 

(tendo consciência do que fazia e das associações que daí poderiam ser retiradas ‒ de tal modo que durante a montagem da imagem na brincadeira e entre risos afirmava poder ter que fugir para o México)

 

0530-kathy-griffin-graphic-donald-trump-head-cut-o

Donald Trump o decapitado

 

Kathy Griffin acaba hoje por sofrer as primeiras consequências pela publicação de tal imagem, ao ser despedida pela estação norte-americana CNN após algumas horas de espera para ver o que tudo aquilo dava

 

“CNN has terminated our agreement with Kathy Griffin to appear on our New Year's Eve program.”

(@CNNPR/twitter.com)

 

‒ Mas face às reações violentas vindas de todo o lado e ao repúdio dos Democratas (obrigados a deixá-la cair estrategicamente evitando a colagem negativa da dita apoiante de Al Gore) com a estação inevitavelmente obrigada a fazê-lo.

 

DBLEHIhUwAAVzok.jpg large.jpg

Repórteres CNN

 

Sendo verdadeiramente avassaladora a campanha Anti-Trump (contando com o ataque feroz Democrata e a falta de solidariedade Republicana) com a esmagadora maioria dos órgãos de comunicação social norte-americanos extravasando propositadamente o conflito para o exterior das suas fronteiras (amedrontando todo o mundo e procurando apoio indireto para o golpe), tentando diariamente asfixiar o Governo pondo de lado a América e a sua Economia e dando o protagonismo ao tema da Rússia e às ligações com Putin: como apoiantes dos Democratas com a CNN, NBC, CBS, N. Y. Times e Washington Post a serem arrasadores (83%/93% de opiniões negativas) logo bem acompanhados na Europa pela ARD, pelo FT e pela BBC (74%/98% de opiniões negativas). Só se salvando mesmo a Republicana FOX e até neste caso com 52% de opiniões negativas.

 

(imagens: nytimes.com e @Mark Dice/twitter.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:02
Sexta-feira, 26 DE Maio DE 2017

A 1ª Aventura do Presidente Donald

Num périplo por 3 (+1) dos locais com maior credibilidade na defesa e na preservação da nossa espécie e da sua identidade (pelo menos sendo assim que as Instituições oficiais nacionais e internacionais os retratam), o 45º Presidente dos EUA depois de visitar a Arábia Saudita e renovar votos com o Monarca do Golfo (com um contrato de milhões), deu um salto até Israel para visitar o amigo (Netanyahu ‒ até para o tranquilizar) antes de partir para o Vaticano (para ver o Papa e talvez pedir perdão) e dar um salto até Bruxelas (para ver a nova sede da NATO e exigir dinheiro aos devedores).

 

59275150150000210015b77f.jpeg

25 Maio 2017 ‒ Cimeira da NATO na Bélgica

(inaugurando a nova sede em Bruxelas)

Trump e Merkel

(em 1º plano)

 

E na sua Aventura pela Bélgica (Bruxelas) numa casa a estrear (sede da NATO) deixando mais um recado à Europa de Mão Sempre Estendida ‒ e como se esta pudesse (ou quisesse) virando-lhe sempre as costas (de lado pondo a Rússia, de lado pondo os EUA e no fim restando-lhes os chineses). Neste caso para a Alemanha e para a sua Indústria Automóvel (uma das suas maiores fontes externas de receita e de financiamento e que se um dia recuasse significativamente no mercado, poderia levar o país a uma crise de tal forma grave e profunda que “poderia chegar o dia em que os seus cidadãos só teriam peças de automóveis para comer”) ‒ e numa cronologia de apenas quatro meses:

 

Em Janeiro:

 

If you want to build cars in the world, then I wish you all the best. You can build cars for the United States, but for every car that comes to the USA, you will pay 35 percent tax,” he said. “I would tell BMW that if you are building a factory in Mexico and plan to sell cars to the USA, without a 35 percent tax, then you can forget that.

(Donald Trump)

 

Em Março:

 

Ten times Trump asked [Merkel] if he could negotiate a trade deal with Germany. Every time she replied, ‘You can’t do a trade deal with Germany, only the EU,’” the official said. “On the eleventh refusal, Trump finally got the message, ‘Oh, we’ll do a deal with Europe then.’

(a senior German official by the Times of London)

 

Em Maio:

 

The Germans are bad, very bad … See the millions of cars they are selling in the U.S. Terrible … We will stop this.” (Donald Trump)

 

Donald+Trump+Theresa+May+Trump+Visits+Brussels+paS

25 Maio 2017 ‒ Cimeira da NATO na Bélgica

(inaugurando a nova sede em Bruxelas)

May e Trump

(em 1º plano)

 

E assim depois deste quadruplo impactoArábia, Israel, Itália e Bélgicavendendo armas para a prossecução dos conflitos pró genocídio (matando todos) e pró terraplanagem (destruindo tudo), sossegando e informando o amigo da evolução e limites do contrato (indireta e estrategicamente apoiando os terroristas), indo ao Vaticano talvez pedir perdão pelos seus derradeiros pecados (sejam russos, sejam sauditas) e concluindo com um aviso a Merkel (Indústria Automóvel), um conselho a May (Segurança Interna) e os pagamentos pelo adiantamento e serviços (extras e incluídos na NATO), ficando-se na expetativa senão mesmo no desespero do que o Futuro (da Europa) nos reserva ‒ com a Guerra já no seu interior.

 

Numa campanha implacável (Anti Trump) levado a cabo pela maioria dos Média norte-americanos (e contaminando todo o Mundo) esmagadoramente apoiando os Democratas (mais especificamente os Clinton) ‒ de que o New York Times e o The Huffington Post são exemplos extraordinários roçando mesmo a subserviência ‒ e que segundo os seus apoiantes continuará sem interrupção ou abrandamento (na questão da intromissão russa) pelo menos enquanto Hillary Clinton não for de novo proposta como candidata à Presidência (em 2021), em Congresso a realizar no próximo ano e em que a mesma invocará como causa da sua anterior derrota o conluio Trump/Putin. Quando os Democratas afirmam como segura a derrota estrondosa de Donald Trump na sua recandidatura em 2021: isto se este se recandidatar ou se chegar Vivo até lá.

 

(imagens: Jonhatan Ernst/reuters.com e zimbio.com)

tags: , , ,
publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:33
Quarta-feira, 24 DE Maio DE 2017

Fake News

E a 1ª vítima por denúncia não provada dos apoiantes de Hillary Clinton no diário The Washington Post foi o pouco conhecido site apoiante de Donald Trump SuperStation95 ‒ asfixiado financeiramente e rapidamente obrigado a fechar.

 

015e87849a08c0f24a8e8573a4819976 A.jpg

SuperStation95 News Closed

Killed by Phoney Washington Post "Russian Propaganda Fake News"

False allegation

(superstation95.com)

 

Na persistente campanha ANTI-TRUMP criada (há já 10 meses) no decorrer da última fase das eleições Presidenciais Norte-Americanas (Donald Trump foi nomeado candidato Republicano em Julho de 2016) e ainda hoje em movimento (4 meses depois de ter tomado posse como o 45º Presidente dos EUA), o espírito MACARTISTA de perseguir todos os que se lhe opõe colando-lhes o rótulo de traidor e de Comunista (pelos vistos uma estratégia dos Democratas Norte-Americanos em situações de desespero) começa agora a tomar corpo e a executar as suas primeiras ações no terreno (de eliminação por silenciamento): utilizando a expressão FAKE NEWS lançada por Donald Trump (então ainda candidato a Presidente) e aplicada pelo mesmo contra a campanha absolutista da esmagadora maioria da imprensa norte-americana que constantemente o denegria apoiando incondicionalmente Hillary Clinton (logo que a comitiva de Hillary Clinton tentando diminuir as revelações da WIKILEAKS tentando destruir-lhe a campanha lançando-o nas mãos de Putin) para invertendo a posição do remetente e do destinatário e confundindo a voz com o Eco, atirar o rótulo aos apoiantes do agora já Presidente, associá-los aos traidores e aos russos, persegui-los e calá-los, para no fim associá-los a Trump e ainda poderem sonhar com o seu IMPEACHNENT.


SuperStation95​

 

CLOSED. 95.1 FM now airs Christian Religious Programming in New York City and this news web site is no more.

 

SuperStation95.com came online in October, 2015 and skyrocketed to over two million visitors p/mo. quickly. As the US Presidential Election got heated, sites like this one which opposed Hillary Clinton got smeared in a Washington Post story as "Fake News" to discredit them. The allegation was completely false, but that didn't matter to WaPo, which admitted they never investigated the claims by a new, unknown group, who lobbed the Fake News accusation. WaPo ran the story nonetheless and like a sledge hammer, our visitor count began plummeting. Useful idiots who supported Hillary Clinton made tremendous use of the WaPo story, even after WaPo eased-off their un-investigated report. Hurling the "fake news" allegation as often as they could. They needed to discredit the massive damage being done to Hillary's campaign by the WikiLeaks email revelations. Visitor counts to this web site began dropping immediately after WaPo ran that story, and have now dropped so low, the revenue from this site can no longer support its existence. We have provided the names and home addresses of the WaPo reporter(s) who did the story, to all our employees who have now lost their jobs, in case those employees want to have a personal word with those folks. We thank all the people who visited this site and helped propel our growth because they knew we were credible, accurate, and - many times - FIRST with breaking news. We're sorry we have to go, but such is the case. Goodbye and best of luck to all of you. (hotcopper.com.au - 23.05.2017)

 

Com uma das primeiras vítimas a ser o site SUPERSTATION.95 existente desde 2015 (em Outubro fazia 2 anos) declaradamente apoiante de Trump (desde que se tornou candidato REP) e agora asfixiado e colocado fora de serviço: segundo o mesmo SuperStation95 de cerca de 2 milhões de visitantes e após denúncias como divulgador de Fake News pelo seu colega de Comunicação Social o diário WASHINGTON POST (que se saiba não sendo propriamente essa a função de um colega de profissão, a denúncia a partir de outra denúncia) ‒ e mesmo depois do diário ter confessado não ter confirmado a veracidade da mesma denúncia, como tem sido usual neste e noutros jornais com tudo o que esteja associado a DT ‒ com as visitas a descerem drasticamente e a levarem ao fim do SITE (deixando de poder ser suportado financeiramente). E assim para alguém que não tendo nada a ver com a ideologia HC (os políticos a dirigirem o território sendo pagos como intermediários pelos patrões ‒ os criadores e apoiantes da Pirâmide Social) e muito menos com a ideologia DT (os patrões a tomarem em mãos o seu território dispensando progressivamente os políticos como intermediários e parasitas ‒ num regresso à IDADE MÉDIA a que eles chamam desregulação do mercado), mais uma preocupação senão mesmo mais um alarme (talvez o derradeiro aviso) do caminho sem retorno que parecemos já percorrer: recuperando alguns momentos dos mais negros da nossa História perdendo mais uma vez a memória e regressando à CAÇA às BRUXAS e à MORTE na FOGUEIRA (pelos vistos a estratégia Democrata até às suas eleições internas de 2018 onde esperam lançar de novo HC na corrida à Presidência ‒ em 2021 perdendo DT e ganhando HC).

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:29
Terça-feira, 02 DE Maio DE 2017

O Governo dos Milionários

Na sua recente visita aos EUA o Presidente chinês Xi Jinping ficou a saber através do seu homólogo norte-americano Donald Trump, que o modo mais civilizado de informar o seu adversário de que o estamos a atacar (mesmo de uma forma indireta, atacando um aliado ‒ a Síria - do seu maior aliado ‒ a Rússia), será o de no fim de uma boa refeição e para o caso do ambiente azedar (existindo sempre nestes casos o problema da azia), oferecer uma boa fatia de bolo de chocolate para neutralizar os efeitos (ao contrário seria certamente um grave incidente diplomático).

 

“Just as dessert was being served, the president explained to Mr. Xi he had something he wanted to tell him, which was the launching of 59 missiles into Syria.

It was in lieu of after-dinner entertainment.

The thing was it didn’t cost the president anything to have that entertainment.”

(Wilbur Ross - Secretário de Estado do Comércio dos US)

 

59082fb5c36188de4c8b45f7.jpg

Presidentes Xi Jinping (China) e Donald Trump (EUA)

Na recente cimeira realizada na Florida

(6 Abril 2017)

 

Os Estados Unidos da América têm desde 20 de Janeiro de 2017 um novo Presidente instalado na Casa Branca, caracterizado por ser a Ovelha Negra do partido (Republicano), por ser um candidato considerado antissistema (apenas por querer substituir os intermediários da política por outros) e sobretudo por ser um Milionário que se atreveu a pisar terrenos que não os seus e que até para sua segurança lhe deviam estar vedados:

 

Ou não fosse a classe política norte-americana instalada desde o Estado mais pequeno até ao centro do poder que é Washington (aqueles que mantêm com os seus esquemas administrativos o Sistema Vivo e em funcionamento);

 

O instrumento fundamental de defesa e de sobrevivência de alguns (os poderosos e os milionários) contra a obsessão igualitária e impossível de se reproduzir de todos os outros ‒ não sendo como tal aceitável que os Nobres se queiram agora apropriar dos cargos distribuídos pelos seus Servos e pela restante e subserviente Plebe (obrigados a obedecer para poderem sobreviver), retirando a estes o seu espaço devido (direitos adquiridos);

 

O seu lugar designado na hierarquia social (e que permite que os subalternos mantenham respeito e obediência por toda a estrutura);

 

Mas sobretudo o seu local de exercício de poder e de atuação e o respetivo pagamento justo e de retribuição (num sistema de trocas e de contrapartidas não só monetárias) pelo seu trabalho imprescindível e insubstituível desempenhado.

 

Não sendo pois aceitável que o Patrão que não percebe nada do assunto e que deveria ser apenas uma figura estilo logotipo (ficar entre as suas riquezas deixando os seus funcionários em paz), queira agora só porque não sabe mais o que fazer ou por estar a atravessar uma crise identitária do tipo existencial;

 

Ocupar as funções de outros;

 

Esvaziar as justificações para os seus cargos;

 

E ainda-por-cima sem mais nada exigir (pondo em causa os seus empregos e diretamente os seus proventos) lançando meros palpites baseados na mais pura ignorância tão típica de todos os ricos (pelos vistos retratados politicamente como uns parasitas pela Nova Classe em Ascensão).

 

Quando desde a chegada ao poder dos filhos de muitos (burocratas ignorantes, inexperientes, mas certificados pelos seus pais ou tutores) os acionistas tomaram o controlo (financeiro da empresa) e os patrões aceitaram o Jogo (da Administração Estatal e Política).

 

Pelo que todos os apanhados pelos ricos (capatazes, chefes e como diria Alberto Pimenta os restantes FDP) e pelo Sonho Americano (ou Pesadelo) ‒ que faziam tudo o que eles queriam por um bom punhado de moedas (até lhes entregando os filhos/as e até as outras fêmeas /machos da sua árvore) ‒ têm mesmo que se habituar às mordomias dos ricos (e às suas maneiras de ser, de falar e até de comer/conviver):

 

“I was (Trump) sitting at the table. We (Jinping) had finished dinner. We are now having dessert. And we had the most beautiful piece of chocolate cake that you have ever seen. And President Xi was enjoying it.”

 

“Mr President (Trump falando para Jinping), let me explain something to you … we’ve just launched 59 missiles, heading to Iraq … heading toward Syria and I want you to know that.”

 

“I (Trump) didn’t want him to go home … and then they say (os chineses): You know the guy you just had dinner with (Trump) just attacked [Syria].”

 

(imagem: AFP)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:02

pesquisar

 

Julho 2017

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
15
19
20
21
22
24
25
27
28
29
30
31

comentários recentes

Posts mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro