Terramoto M7.0 na China

Deadly M7.0 earthquake hits China's Sichuan, causing heavy damage

(watchers.news)

 

outline-map-of-china.jpg

Províncias chinesas de Sichuan e de Gansu

 

Como resultado da colisão de duas placas tectónicas continentais ‒ A Placa Indiana e a Placa Euroasiática (com a primeira a introduzir-se sob a segunda) ‒ toda a zona dos Himalaias e regiões a ela adjacentes são das mais suscetíveis em toda a superfície terrestre à ocorrência de numerosos e intensos eventos sismológicos (com as duas placas a convergirem a uma velocidade entre 4 a 5 metros/século).

 

DGtrqhTXcAEgonW.jpg

Município de Jiuzhaigou/Província de Sichuan

 

Hoje dia 8 de Agosto por volta das 13:19 UTC (21:19 locais) com um forte sismo a atingir a zona fronteiriça localizada entre as províncias de Sichuan e de Gansu (ocidente da China) ‒ numa área com mais de meio milhão de habitantes estendendo-se por uma faixa de 100Km de extensão; segundo as autoridades chinesas com epicentro (do sismo) situado a 20Km de profundidade e tendo de intensidade M7.0 (muito forte).

 

Num evento geológico nesta região geralmente acompanhado por grandes danos materiais, numerosas vítimas (entre feridos e mortos) e consequências por vezes catastróficas na economia dessas regiões (mais expostas e originando milhares de deslocados): na esmagadora maioria dos casos e face às graves consequências (dada a vulnerabilidade das construções) exigindo intervenção imediata (a nível nacional) por parte das autoridades governamentais.

 

DGtrqxvXUAAp9dS.jpg

Município de Jiuzhaigou/Província de Sichuan

 

Um sismo ocorrido numa zona extremamente vulnerável (a nível de intensos movimentos geológicos), onde ainda há poucas horas se tinham verificado deslizamentos de terras (com 24 mortos), entre outros fatores (como por exemplo forte precipitação e inundações) originados em sismos anteriores.

 

E com os especialistas a anteciparem valores para as vítimas mortais indo desde 40/190 até 200/1.500, mas com os meios de comunicação chineses a limitarem-se para já a 7 (mais 100 feridos e 2.000 deslocados).

 

[The Guardian ‒ apontando pelas 22:00 para 100 vítimas mortais e 130.000 casas danificadas]

 

(imagens: worldpress.com e China Xinhua News/twitter.com)

tags: ,
publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:01