Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

22
Ago 19

[Minimalistas para Uns, Maximalistas para Outros, ou seja, Intolerantes, Extremistas.]

 

Numa Verdadeira Saga Minimalista

(naturalmente aplicada aos mais fortes)

Governo decreta serviços mínimos para a greve da RYANAIR

(e sem se dignar responder podendo escorregar na Banana,

secretamente e mesmo parecendo “aérea” a companhia inglesa agradece)

 

Robbing_the_poor_800_666.jpg

 

E depois de há cerca de um ano a Assembleia da República ter votado (e Aprovado) com o apoio do PS uma resolução pedindo ao Governo que fizesse todos os esforços para que a RYANAIR respeitasse a legislação portuguesa do trabalho (e desse modo os trabalhadores e PORTUGAL), eis que o Governo mesmo “tendo recebido uma mão cheia de nada” da companhia aérea (e Privada) inglesa − e aí se vendo o respeito tido pela RYANAUR para com o GOVERNO de PORTUGAL – se antecipa de uma forma aparentemente feroz (“querendo comê-los” como pretendia fazer com os MOTORISTAS) e infelizmente nada surpreendente (“ou não viessem aí as eleições e cada tomada de posição autoritária não desse votos”) na tomada de posição contra os TRABALHADORES PORTUGUESES − aqueles mesmos cidadãos que os políticos dizem sempre desejar representar e defender (como serviço público e patrioticamente) e não apenas como se constata fazendo-o com os Patrões (e até com outros periféricos associados, muitos deles ainda-por-cima subsídio-dependentes do Estado): mesmo com a RYANAIR a não cumprir (e que se saiba para poder usufruir de algo mais, nem sequer prestando Serviço Público) gozando o país e os seus trabalhadores, por um lado deixando “ir em Paz a Ryanair” e pelo outro “punindo”, impondo serviços mínimos aos trabalhadores (grevistas). Pensando António Costa e o seu partido o PS (agora o partido do Governo e com postura Estatal) que mantendo o procedimento tido nas Eleições Europeias − insistindo na mesma estratégia (antes com Professores, agora com Motoristas) e sendo nós umas bestas (uns verdadeiros Animais-de-Carga) − certamente que vencendo antes, agora arriscando-se ao mesmo: e talvez mesmo com o Bônus (tão típico das Ditaduras) da Maioria Absoluta (tendo no Antigo Regime a experiência SALAZAR e no Novo Regime a experiência CAVACO − para já não falar dos Monstros, dos Monstrinhos e dos Monstrengos).

 

(imagem: Matt Mahurin/reuters.com [blog]/canadiandimension.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:13

“Alien life-forms could glow

in spectacular reds, blues and greens

to shield themselves

from stellar bursts of ultraviolet (UV) radiation.

And that glowing light

could be how we find them.”

(Yasemin Saplakoglu/livescience.com)

 

Deixando para trás os leigos

Neighbors-green-aliens.jpg

Autodidatas com conhecimentos, quanto muito empíricos,

mas esmagadoramente marginais e ignorantes.

 

E não é que depois de séculos e séculos a falar-se de “UFO’S” (OVNI’S) e dos seus possíveis tripulantes os “ALIENS FROM SPACE” (Alienígenas do Espaço) – isto para não se confundirem com os outros ALIENS (agora na moda e invadindo os Média) os “ALIENS FROM MEXICO” – sendo muitos dos divulgadores dessas informações (apenas baseados em factos registados e merecendo ser estudados, aprofundados) oficialmente gozados, desacreditados e finalmente marginalizados (presos ou não, sendo esquecidos), eis que nesta segunda metade do ano de 2019 (já no século XXI mais precisamente a 13.08) um ESTUDO CIENTÍFICO da responsabilidade de um investigador do INSTITUTO UNIVERSITÁRIO (de CORNELL) CARL SAGAN, vêm-nos agora sugerir (sendo credível, propor, de modo a ser aceite de seguida) − indiretamente e por associação − até pela “palete−de-cores” apresentada (no seu estudo), a possível existência dos muito falados mas nunca vistos (por esse motivo já Lendários) HOMENZINHOS VERMELHOS, AZUIS e VERDES (pelo menos dessas três cores, apesar de também se falar dos mais para o Branco e dos mais para o Preto/como os HOMENZINHOS CINZENTOS, os extremos da palete).

m_stz1842fig1.jpeg

Coral Fluorescence

Coral fluorescent proteins absorb near-UV and blue light

And re-emit it at longer wavelengths

(O'Malley, Lisa/academic.oup.com)

 

E dadas as características dos mesmos – os EXTRATERRESTRES – podendo literalmente “BRILHAR-NO-ESCURO”, propondo que a partir dessa (sua particular) propriedade a mesma fosse utilizada (como se fosse para detetar Estrelas no Céu), para mais facilmente se detetar VIDA e até (porque não) a poucos ou a muitos anos-luz, “Outra Terra, Outro Refúgio (p/ o HOMEM)” – de preferência habitável (pelo menos por alienígenas aí residentes), mesmo que lá bem longe no Espaço e entre outros Sistemas e Galáxias. E para fúria dos outros (entre eles os Teóricos da Conspiração, atirados para o seu gueto) com a entrada dos eruditos em ação (antes postos-de-lado e agora esmagados, os leigos) – da equipa liderada por JACK T O’ MALLEY-JAMES e por LISA KALTENEGGER (do Instituto CARL SAGAN) − coincidindo com o pré-aparecimento (oficial) dos HUMANOIDES-VERDES, inconscientemente (e sem intenção, mas podendo ser punidos) pelos mesmos promovida. Extraterrestres provavelmente oriundos de Sistemas Planetários rodeando uma estrela Anã-Vermelha (onde numa determinada zona desse Sistema, se situarão a maioria, dos “Mundos Habitáveis”) − de tipo espectral K ou M, o maior contingente de estrelas no nosso Universo, com uma massa metade da do Sol, menor temperatura e menor energia gerada (e cor-de-laranja, sendo o Sol do tipo espectral GV2, de cor convencional amarela, com maior massa, tamanho e luminosidade) – como poderá ser o caso das Anãs-Vermelhas localizadas nas proximidades de PROXIMA CEUTAURI e do sistema recentemente descoberto de TRAPPIST-1.

 

E introduzindo os eruditos

KeQWgd3RDufQPJsQWCiSs8-650-80.jpg

Oficializados por integrados e como tal, por conhecimentos adquiridos,

sendo cientificamente certificados

 

Segundo o estudo com os eventuais seres vivos podendo ou não habitar estes Sistemas, a terem obrigatoriamente de ter resolvido um problema − básico e fundamental − envolvendo a sua sobrevivência e a sua resistência aos efeitos dos nossos conhecidos (na Terra, mas aqui com a mesma estando equipada com vários filtros protetores) RAIOS ULTRAVIOLETAS (radioativos, penetrantes e por extremamente “tóxicos e incisivos” sendo mortais): protegendo-se dos mesmos nesses locais (carregados de radiações UV), podendo a partir daí usufruir livremente deles (sem condicionamentos de saúde), para por exemplo (e como EVOLUÇÃO) e com o seu Corpo progressivamente adaptando-se (aos raios UV), ficando Verde, neutralizando e absorvendo (algumas doses), refletindo (outras doses) e mantendo na sua plenitude o seu equilíbrio Funcional. E aí existindo aí sendo considerados, Únicos. Nós estando protegidos sendo a Preto & Branco (terrestres), eles estando desprotegidos sendo a CORES (extraterrestres) − e podendo ser vistos ao longe (com telescópios apropriados de última geração) dado serem florescentes, brilhantes. Na Terra como alguns Corais (e muita outra Fauna & Flora terrestre).

 

(imagens: Neighbors-Green Aliens/rafu.com − Creative Commons/academic.oup.com − Shutterstock/livescience.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:39

Com a Amazónia continuando a arder (para alegria dos fazendeiros) e com os fogos (e as suas consequências) a serem vistos do Espaço e de São Paulo (a cerca de 3.000Km de distância). E com o Presidente a ver, a pensar (uma árvore por uma vaca), deixando arder.

 

Reflorestação da Amazónia:

(segundo Jair Bolsonaro)

"Por cada Árvore ardida,

Colocando no seu lugar uma Vaca."

 

snapshot 2.jpg

E depois de ardida a Amazónia feita a reflorestação

substituindo cada árvore por uma vaca

 

Vivendo com o único objetivo da Sobrevivência e não tendo muito mais tempo do que para isso, nem nos poucos instantes que por vezes sobram, somos capazes de parar um pouco para pensar: e mesmo se o incidente for logo ali, antes de aqui chegar passará por aí.

 

E nesta nossa extrema indiferença (mental) em que o nosso corpo (físico) é que paga (reduzindo drasticamente o nosso tempo média de Vida), não nos preocupando com a nossa extinção (do Homem), pouco significado daremos ao restante (Ecossistema Terrestre).

 

Aceitando a Doença e a Guerra (a Morte) como algo de banal (individualizando-o à espécie), simultaneamente autorizando e declarando a destruição (inevitável e) natural (alargando-o ao planeta e além): seja do Mundo Animal ou do Mundo Vegetal (exemplo Amazónia).

 

snapshot 4.jpg

Certamente parecendo, mas não o sendo

São Paulo durante a tarde

 

Ainda-por-cima e como sinal evidente da doença (de que há muito padecemos) negando-se a Realidade e recusando-se intervir (de modo a não criar sobressaltos, no normal funcionamento da Máquina), deixando que o Tempo passe e o Espaço se Transforme.

 

Na floresta da Amazónia com a mesma desde há três semanas (desde o início do mês) a continuar a arder (sem parar), deixando o Mundo perplexo face a toda a passividade dada a destruição do “PULMÃO”: fornecendo mais de 20% do oxigénio que respiramos.

 

Uma imagem do planeta Terra bem visível a partir do Espaço, mostrando-nos a progressão (incontrolável) de um grande incêndio no seio da selva amazónica, lançando grandes nuvens cinzentas de fumo (para a atmosfera), observadas lá de cima (exemplo ISS) e chegando a São Paulo.

 

"The smoke did not come from fires from the state of São Paulo, but from very dense and wide fires that have been going on for several days in Rondônia and Bolivia. The cold front changed the direction of the winds and transported this smoke to São Paulo."

(Josélia Pegorim/meteorologista/Globo/humansarefree.com)

 

snapshot 1.jpg

Com as nuvens de cinza dos incêndios

espalhando-se por milhares de quilómetros

 

Numa herança claramente associada (por fortificada) à eleição (presidencial) de Bolsonaro – desprezando o Mundo Rural (subdesenvolvido e antiquado) e associando-o ao flagelo da pobreza (ao desemprego e à violência) e sobrevalorizando o Mundo Urbano (desenvolvido e progressista) e associando-o ao sonho dos Ricos – apoiando fazendeiros (dando-lhes autorização de autoridade) e atacando trabalhadores (pondo-os na ordem e no seu lugar) e assim promovendo as cidades.

 

Hoje e sendo impossível de o negar com os incêndios a continuarem a grassar com intensidade e sem se ver fim â vista na Amazónia, desde o início do ano já tendo sido registados mais de 72.000 fogos num aumento de mais de 80% para o mesmo período do ano passado (de 2018): com Jair Bolsonaro (aqui o leigo) mais uma vez a negar a Realidade (a Verdade) despedindo (“por manipulação deliberada de dados”) mesmo o Diretor da Agência Espacial brasileira (aqui o erudito), por sem respeito pelo Presidente e de uma forma alarmante, o contrariar.

 

Mantendo-se o rumo traçado pelo Presidente do Brasil para com a Amazónia, não só se mantendo o eclipse parcial de luz causada pela densa nuvem de fumo escuro e espesso cobrindo atualmente São Paulo, como mais cedo do que se pensa e olhando do ar para terra, julgando-se divisar árvores cobrindo a superfície da Amazónia, estando-se na realidade a divisar uma (substituta) cabeça de gado: e por cada árvore abatida, colocando-se lá uma vaca.

 

(imagens: euronews.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:34

21
Ago 19

[Num relatório do início de 2017 a constatação de que as 8 pessoas Mais Ricas do Mundo possuem uma fortuna ultrapassando os 50 biliões de dólares/cada (426 biliões no total) − metade do “Bolo” − ficando para os Mais Pobres desse mesmo Mundo (e não de um outro Mundo Paralelo) uma “fortuna” de menos de 120 dólares/cada – a outra metade do “Bolo”.]

 

Mais uma (pequena e estreita) contribuição (no sentido de ajuda) para o esclarecimento do motivo (tóxico e subliminar) pelo qual, desenvolvendo-se (Evoluindo) o Mundo (como se fosse um Todo), o mesmo não acontece com o Homem (como se fosse Nada):

 

Forbes-2018-Billionaires-List.jpg

Já em 2018 com Jeff Bezos, Bernard Arnault e Mark Zuckerberg

(e com Bill Gates e Warren Buffet sempre lá, à espreita, ou na liderança)

a estarem incluídos no Top 10 dos Maiores Bilionários Globais

 

Bilionários do Mundo

(maiores ganhos em 2019)

 

Nome

Natural

Empresas

Perdas

2019

(biliões de dólares)

Fortuna

(biliões de dólares)

RM

(2018)

Jeff

Bezos

Albuquerque

EUA

(55 anos)

Amazon, Blue Origin, The Washington Post

- 13,2

112,0

(1º)

Bernard

Arnault

Roubaix

França

(70 anos)

LVMH (Moët et Chandon, Hennessy e Louis Vuitton)

+ 25,9

94,4

(4º)

Mark Zuckerberg

Nova Iorque

EUA

(35 anos)

Facebook

+19,7

71,1

(8º)

(RM: Ranking Mundial – E não esquecendo entre outros bilionários de Bill Gates/Microsoft/2º e de Warren Buffet/Berkshire Hathaway/3º)

 

E duma informação inserida num artigo [eco.sapo.pt] – “Quem são os multimilionários que mais ganham e perdem em 2019”? – podendo tirar-se para além de algumas (cronometradas, direcionadas), muitas mais conclusões (inesperadas, espontâneas).

 

Notre_Dame_Cross_Reuters-e1555441594280.jpg

2 Bilionários franceses (um deles Arnault, fortuna 90 biliões de dólares)

contribuindo com 300.000€ (uma ninharia)

para a reconstrução da Catedral de Notre-Dame

 

Como por exemplo de que a Inteligência no Mundo (e pelo que se vê, no Balanço Financeiro) estará muito mal distribuída, sendo impossível que o impulso de 3 (“Iluminados”) se sobreponha ao impulso de biliões (mesmo que ainda esteja à espera, da chegada da Eletricidade).

 

Acrescentando, até pela categoria hierárquica dos visados (os Milionários), que cada um deles só é relevante, porque integra um dos mais importantes sectores desta Sociedade (do Espetáculo s/sentido, apenas o sendo por projetado, numa tela e como um holograma): Distribuição (c/prestação de Serviços), Moda (p/indicação de Regras e Comportamentos) e Comunicação (eliminando problemas na manipulação do cliente).

 

[LLM: Levantando-me Logo de Manhã]

 

(imagens: Forbes/fossbytes.com − Christophe Petit Tesson/REUTERS/dailycaller.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:20

“Russia Is About to Send a Humanoid AI Robot

to the International Space Station”

(newsweek.com)

 

A dias do lançamento HISTÓRICO do primeiro HUMANOIDE – o SKYBOT F-850 mais conhecido por FEDOR − para o Espaço (enviado pela Agência Espacial Russa ROSCOSMOS), dirigindo-se para a ISS e aí devendo passar uma dezena de dias − antes de regressar de novo à Terra. A bordo da nova nave SOYUZ-MS e transportado pelo também novo foguetão SOYUZ-2.

 

Fedor2.jpg

FEDOR

1º Humanoide no Espaço

 

No próximo dia 22 de agosto de 2019 (quinta-feira) dando-se um novo e decisivo passo na Exploração Espacial (e indo mais além na Descoberta do Universo), depois do primeiro ser vivo a ser colocado em órbita da Terra – a cadela LAIKA em 3 de Novembro de 1957 – e do primeiro Homem a repetir a proeza – IURI GAGARIN em 12 de Abril de 1961 – seguindo-se agora a vez do primeiro Humanoide o fazer – um ROBOT com cabeça, tronco e membros, dotado de inteligência (artificial) e fazendo mesmo lembrar um Humano (fixem para a História a 22). Para os outros (e suas proezas) − e como se vê − ficando a LUA (abandonada há 50 anos).

 

"This [launch] will be the first stage of work with anthropomorphic systems, enabling us to proceed further into the far space," Rogozin said about the mission to the ISS.

[Fedor will be] very important for operations aimed at replacing humans in performing the riskiest tasks, including future manipulations outside space stations."

(Dmitry Rogozin/Director general of Roscosmos/newsweek.com)

 

Curiosamente, mas certamente que não por acaso ou por coincidência (ou não integrássemos um mesmo Holograma), com todos estes intervenientes a terem o mesmo remetente e destinatário (comum a todos eles), sendo o mesmo designado como URSS (sob a liderança de Nikita Khrushchev) ou Confederação Russa (sob a liderança de Vladimir Putin): podendo-se assim assumir (faltando a confirmação) que o primeiro ser biológico ou mecânico a sair da TERRA e a lançar-se no ESPAÇO, não era (em princípio, pois nunca se sabe) Norte-Americano, mas sendo-o (pelo feito) excecional. Com os olhos (para uma missão a curto-prazo) já na Lua.

 

1076318072.jpg

A 1º vez que um Robot

Se sentará na cadeira de um comandante

 

E tendo-se iniciado com o nome de AVATAR − em missões de recuperação e de salvamento (civis como militares) em terra (na TERRA) − sendo posteriormente reconvertido e passado a FEDOR − agora destinado para o exercício de funções no ESPAÇO – antes de retornar (a casa) preparando-se para a sua Grande Viagem: natural ou artificial (a dita inteligência) depois do Homem (o Rival-Inteligente Norte-Americano) tornando-se o 1º Humanoide (Robot-Inteligente Russo) a pisar a superfície da Lua.

 

(imagens: room.eu.com/Donat Sorokin/TASS − sputniknews.com/Alexandre Ovcharov/Sputnik)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 02:15

“Apesar dos avisos da Força Aérea dos EUA,

Com uma multidão de fanáticos

− Dos OVNI’S e dos ALIENS

Estimada em mais de 1 milhão de pessoas.

(no mínimo)

A caminho da ÁREA 51.”

 

5d31cc90dda4c854588b456e.jpg

 

Cada vez mais próximos do Evento Norte-Americano de encerramento do Verão (deste ano de 2019), a realizar-se a 20 de Setembro (faltam 30 dias) – “STORM AREA 51, THEY CAN’T STOP ALL OF US” – e esperando-se a presença de uma multidão estimada entre 1 e 2 milhões de pessoas (nesta zona rural do estado do Nevada), aumenta cada vez mais a preocupação das autoridades locais não com a improvável comparência dos ALIENÍGENAS DO ESPAÇO (nem com a possível chegada de outro tipo de Alienígenas, os Mexicanos oriundos do sul), mas com a chegada maciça de um enorme contingente de loucos e de fanáticos (acompanhados por todos os seus fetiches e barraquinhas) não Extraterrestres, mas Terrestres.

 

5d5c47dbfc7e93f7068b45a4.jpg

 

Sendo desde já noticiado − e preparando-se para o pior (“mais vale prevenir do que remediar”) − a pré-assinatura para o caso de ser necessário de uma declaração do estado de emergência no Condado de County (um dos 16 do estado do Nevada), justificando-se os responsáveis (oficiais) por tal medida tomada não saberem na realidade o que dali esperar. Afirmando:

 

“We have no pickin' idea what we're going to face – if anything.”

 

maxresdefault.jpg

 

E confirmando-se a comparência − prevista e desejada pelos organizadores do Evento – de nada mais nada menos que 2 milhões de pessoas (4X mais o estimado – aproximadamente 500.000 − para os 4 dias do Festival de Woodstock), acrescida ainda da ameaça nada velada (aliás bem difundida) assumida pelos militares (na defesa dessa instalação da Força Aérea dos EUA, mais conhecida como ÁREA 51) – relembrando a Proibição de entrada na base e fazendo-o, arriscando-se a ser preso, ferido e até morto – podendo vir a ser preocupante (para os residentes e os de passagem) o cenário em construção. Como se constata pelos militares:

 

“The US Air Force always stands ready to protect America and its assets.”

(Laura McAndrews/US Air Force/10.07.2019/The Washington Post)

 

(imagens: RJA1988/Pixabay, Global Look Press/Dawn Fletcher-Park e RT America/youtube.com em rt.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 02:06

20
Ago 19

[Ou o que poderia ser um dos “Roteiros Turísticos (mais comuns) da atual situação (política/económica/financeira/social/cultural) Brasileira, agora que a Ditadura voltou (depois dos Militares, sucedendo o seu agente Bolsonaro) derrotando a Democracia (aproveitando o seu suicídio e servindo-se dos despojos do morto). Num retrato político do Brasil (da esquerda à direita parlamentar, do antes ao depois) simplesmente, Vergonhoso (e pelos sinais e factos que nos chegam criminoso).]

 

No Brasil agora de Jair Bolsonaro

 

snapshot mi.jpg

Onde nem as Mulheres (indígenas)

nem a Selva (Amazónia) se safam

 

Justificando a confrontação e a coerção invocando a corrupção – como sintoma de uma doença pelos vistos e segundo a ideologia Bolsonaro (tal como com os comunistas e Lula), sem cura (como será o caso dos homossexuais) – e desse modo recusando o diálogo e a paz e em sua substituição optando pela violência e pela guerra: generalizada, banalizada e acabando por ser aceite (desde que não os atinja) tal como a sobreposição (subordinação) de poderes – ao novo soberano (ditador) e sua corte (político-oportunista):

Education Tsunami strikes again in Brazil

 

maxresdefault.jpg

Um Tsunami

invadindo a Educação do Brasil

The third edition of the “Education Tsunami” (Tsunami da Educação) struck Brazil on August 13 in 211 municipalities in 26 States, as well as the Federal District. Thousands of students, teachers, trade unionists, workers, as well as activists from popular movements were out on the streets to protest the far-right Jair Bolsonaro government’s regressive pensions reforms and in defense of public education. (15.08.2019/peoplesdispatch.org)

Estranhamente não entrando como informação em todos os Média Globais, esmagada pela torrente incontrolável de notícias − Pós-Colonialistas e pró-Norte-Americanas (chegando-se a ouvir o hino dos EUA, cantada por organizadores-manifestantes) − oriundas da antiga colónia do Reino Unido, Hong Kong. Esquecendo-se que tal como Macau (feliz ou infelizmente) falamos de territórios (soberanos) integrando (na prática) a R. P. China.

 

Hoje terça-feira (20.08) depois de ter sequestrado pouco antes do nascer-do-dia um autocarro com cerca de 30/40 passageiros, com um indivíduo de nacionalidade brasileira e dizendo-se Polícia Militar (não confirmado), mesmo antes de se saber (pelo menos publicamente ou difundido pelo mesmo) o que pretendia, a ser abatido a tiro e a sangue-frio por um Sniper da PM Brasileira: certamente com autorização superior com o atirador da polícia a cumprir (apenas) a sua obrigação, (no entanto com a ação das autoridades) aparente e estranhamente apanhando o sequestrador completamente de surpresa, logo ali abatido e morto − caso arquivado.

 

5d5bcb53fc7e9315618b4573.jpg

Atravessando o autocarro

no tabuleiro da ponte Niterói/Rio

 

Segundo informações das autoridades (policiais) com o Sequestrador (pelos vistos e segundo os mesmos e só isso, podendo justificar a ação) a ser considerado um indivíduo extremamente perigoso, justificando a atitude radical de o abater a tiro (imediatamente) prevenindo-se e precavendo-se dessa forma contra evoluções mais dramáticas deste incidente (até à morte do sequestrador sem mortos, nem feridos, apenas com alguns reféns certamente e dada a sua situação passando pior). Não lhes restando qualquer tipo de dúvidas (aos Bons, às Chefias) que face à evolução da situação a única solução seria claramente, Matar (o Mau, o Marginal).

 

Sniper-outside-bus-photo-internet-reproduction.jpg

Com o sequestrador pela 1ª vez

saindo despreocupadamente do autocarro

 

Depois de cerca de três horas estacionado sobre a ponte ligando Niterói ao Rio de Janeiro – um autocarro intercidades transportando mais de 30 pessoas e o referido sequestrador – e face ao impasse até aí verificado na resolução do Sequestro − não se chegando a conhecer ou sequer a perceber as razões do sequestrador, ou até mesmo aperceber-se minimamente dalgum tipo de negociação – com a decisão tomada a deixar certamente alguns (brasileiros e não só) um pouco espantados, não pela ação em si, mas pela repentina decisão assumida (face aos factos conhecidos até ao momento da entrada em cena do Sniper e envolvendo o sequestrador, o criminosos).

 

ECaV1zRW4AYf8_n.jpg

Entretanto já com várias horas de espera e em torno da ponte

com congestionamentos e filas de 70/80Km

 

Um sequestrador tendo na sua posse uma FACA, um TASER (uma arma de eletrochoques), um BIDÃO de GASOLINA e ainda uma PISTOLA DE PLÁSTICO, face a estes instrumentos considerado (e como consequência) potencialmente perigoso e no entanto e incompreensivelmente (só podendo estar inconsciente, doente ou drogado, para desta forma cometer um suicídio não desejado/esperado) − expondo-se completamente ao outro lado e só faltando dizer deem-me um tiro (pelos visos o Sniper tão perto estava não falhou) saindo mais de uma vez do interior do autocarro, expondo-se repetidamente e à segunda levando um tiro CERTEIRO  que poderia ter sido intimidatório mas foi mortal. E se o sequestrador tivesse razões que a nossa razão não entende (ou propositadamente não conhece)?

 

snapshot 1.jpg

Momento em que o Sniper se prepara

colocando-se em posição de tiro e aguardando ordens

 

E para além de tudo mais dando má imagem ao Brasil, agora que Bolsonaro luta pela vida não só internamente (dado os sucessivos escândalos que o envolvem e “aos seus” e às greves chegando a mobilizar 40/50 milhões de brasileiros) mas também externamente (face à mais que provável derrota do seu aliado e atual Presidente da Argentina nas próximas Presidenciais abrindo a porta ao candidato de esquerda seu inimigo). Para já não falar do inconveniente (ou incómodo) causado a milhões de brasileiros nesse nascer do dia de terça-feira (20), quando se deslocavam para o seu emprego sendo interrompidos na sua viagem por um engarrafamento brutal durando horas e horas, chegando a registar filas de 70/80Km e impedindo-os de chegar ao seu destino: milhões de prejuízo, causados por um só (uma única pessoa mas podendo ser apenas, a “ponta-de-um-icebergue”) − mas nunca se curando uma doença limitando-se apenas (e o diagnóstico e o tratamento?) a matar o doente.

 

snapshot.jpg

À 2ª saída e preparando-se para entrar

com o sequestrador a ser abatido

 

Se formos por aí (sobretudo para os brasileiros) Bolsonaro agradece. Para já não falar do Espetáculo Deprimente proporcionado pelas massas populares “Ululantes” (misturando-se como num Circo Romano, presas e predadores) presentes no aglomerado de gente que se acumulou (como simples mirone ou ave-de-rapina) no tabuleiro da ponte (ligando Niterói/Rio) e em seu redor, sem saber bem o que se passava – fosse o incidente o que os Média afirmavam ou não, mas desde logo aceitando como verdadeira, a descrição do pretenso criminoso-sequestrador (esquecendo-se que numa outra situação, poderemos inesperadamente estar nela e mesmo sendo inocentes, podendo ser abatidos) – tendo consciência da presença do Sniper e esperando o desenrolar desta verdadeira cena de ação (e real) − que já se arrastava por horas provocando grandes engarrafamentos e atrasos − dados os tiros e confirmado o abate do sequestrador, aplaudindo de uma forma eufórica e entusiasta a intervenção do polícia Militar (“este apenas cumprindo Ordens”). Deixando-nos aqui a pensar (algo preocupados) e se fosse no nosso país? Felizmente e para já sem um Bolsonaro (mas não isentando o Povo que conscientemente o elegeu).

 

snapshot 2.jpg

Com assistência ao vivo e em direto após o abate do sequestrador

com a multidão presente solucionado o problema a aplaudir

 

Deixando aqui a opinião de um tenente-coronel da PM (Polícia Militar Brasileira) focando entre outros aspetos a cobertura televisiva (e restante média brasileiro) e como não poderia deixar de ser o meio envolvente (de tensão neste caso na região do RJ) − para já não falar da hipótese que se levanta de o sequestrador poder ter “problemas mentais” e não medindo as consequências do seu ato (para ele um protesto normal-mais radical por físico e material), se ter exposto (nem sequer pensando nisso, em ser abatido) às balas e levado (inevitavelmente) com algumas delas. Inserido num artigo da “Rede Brasil Atual” (de 20.08):

 

“Vi a cena de um atirador de elite, chamado sniper, se posicionando em cima de um outro veículo, e o close que determinadas emissoras de TV dão a isso é o caso da estética da guerra, e isso preocupa. Nossa sociedade já está muito afetada com o discurso da violência, do extermínio, da morte. O Rio, por exemplo, é um estado da federação onde o fato de ser suspeito já faz com que a pessoa mereça ser morta. Os números não mentem. O discurso das autoridades no Rio principalmente é um horror. Hoje, o alcance das mídias tradicionais e das novas tecnologias é muito maior e isso influencia mais as pessoas. Os profissionais têm que ter mais responsabilidade. Quem faz a cobertura tem que ser o mais profissional possível e entender que, dependendo do que falar e como falar, poderá colocar vidas em jogo.” (redebrasilatual.com.br)

 

No fundo e generalizando a aplicação da “Doutrina Bolsonaro(como resposta à de Lula, de Dilma e até de Temer): e no final e como sempre o Povo que se “F x x x”!

 

(imagens: tvbrasi/youtube.com − peoplesdispatch.org − Centro de Operações do Rio/Facebook/rt.com − riotimesonline.com − @bandnewsfmrio/Twitter.com − beckbru/youtube.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:13

Flying through a Fire Cloud

 

On August 8, 2019, a team of atmospheric scientists

got an exceedingly rare look at these clouds as they were forming.

NASA’s DC-8 flying laboratory passed directly

through a large pyrocumulonimbus that day

as it was rising from a fire in eastern Washington.

The flight was part of a joint NOAA and NASA

field campaign called FIREX-AQ.

Scientists are studying the composition and chemistry of smoke

to better understand its impact on air quality and climate.

(earthobservatory.nasa.gov)

 

williamsflats_pho_peterson2019220_lrg.jpg

Pôr-do-Sol alaranjado causado pela reflecção da luz em partículas

Suspensas na atmosfera e resultantes dos incêndios em terra

 

Com a violência nos EUA a estender-se do Geológico (sismos e vulcanismo) ao Social (educação e saúde) e do Interior (território norte-americano) ao Exterior (resto do Mundo) – com Trump a propor-se comprar a Gronelândia (e os seus 50.000 residentes)  e Musk propondo-se bombardear Marte (com Bombas Nucleares) − tornasse deveras divertido (e informativo) assistir às reações de um erudito da ciência (teórico) ao colocar-se perante algo de muito comum de se ver para muitos (dos leigos como nós) mas pelo mesmo (na prática) nunca vistochegando a ser surpreendente (como especialistas que são, incompreensivelmente nem se apercebendo bem do que se passa à sua volta) e enternecedor (tanta a ignorância e ingenuidade envolvida): aqui deparando-se com um cenário atmosférico bem diferente do constatado habitualmente (no seu quotidiano local e diário), com a imagem devendo representar um Ambiente Terrestre a alterar-se na sua apresentação visual (mudando as nossas perceções e sensações), sem motivo aparente e desenquadrada da Envolvente – como se estivesse inserido num Outro Mundo (alienígena) que não o seu. E tudo provocado apenas por um Incêndio (florestal).

 

williamsflat_oli_2019219.jpg

A utilidade dos satélites no estudo das Nuvens de Fogo

E a influência destas na produção de tempestades

 

Circulando no céu sobre o estado de Washington D.C. (na sua parte leste) no passado dia 8 (ao fim do dia pelas 20:00 locais) deste mês, com o mesmo (céu) como consequência de grandes incêndios (florestais) ocorridos nas proximidades da capital dos EUA – iniciados a 2 de Agosto com uma trovoada seguida de descargas elétricas (relâmpagos) servindo de ignição e ao irromper de um grande “Fogo Florestal” (material de combustão à base de arbustos, árvores e erva seca), entrando  em Williams Flats na Reserva Índia de Colville e a 15 já tendo queimado uma área superior a 180Km² − a apresentar-se coberto por um espesso manto de nuvens escuras (localizadas a cerca de 9Km de altitude) resultado da poluição atmosférica introduzida pelos produtos resultantes (e em suspensão, elevadas pelo ar quente) das combustões intensas em curso à superfície.

 

williamsflats2_pho_peterson2019220.jpg

Imagem a cinzento da coluna de fumo dando origem a uma pluma

Erguendo-se na atmosfera e alimentando a nuvem PyroCb a branco

 

Cientificamente com estas “colunas-de-fogo” erguendo-se da superfície da Terra e atingindo atitudes apreciáveis e aí “depositando” as “NUVENS-DE-FOGO”, a serem denominadas como nuvens “CUMULONIMBUS FLAMMAGENITUS” ou simplesmente “PYROCUMULONIMBUS” (PyroCb), sendo originadas no momento em que o fogo libertando energia extrema é capaz de atirar para a atmosfera grandes quantidades de calor e de humidade capazes de provocar de seguida o aparecimento de tempestades. Podendo-se ainda constatar como um evento ocorrido em terra poderá provocar um outro, mas agora na atmosfera (no caso das “Nuvens de Fogo” com a sua altitude a rondar os 9000 metros), ambos (terras em fogo e nuvens de fogo) proporcionando por um lado “belos” espetáculos, mas por outro extremamente violentos (e disruptivos): “When wildfire generate thunderstorms, these clouds serve like chimneys that funnel smoke and particles into the lower stratosphere. The amount of materials that get funneled is comparable to those produced by an erupting volcano”. (Rhodilee Dolor/08/19/19/ibtimes.com)

 

(imagens: earthobservatory.nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:14

19
Ago 19

Lançado a 6 de Fevereiro de 2018 com o TESLA pilotado por STARMAN a situar-se hoje (19.08.2019 13:00 em Portugal) a pouco mais de 298,5 milhões de Km da TERRA deslocando-se a uma velocidade de 1500Km/h – e em relação a Marte encontrando-se a pouco mais de 111,6 milhões de Km circulando relativamente ao Planeta Vermelho a uma V = 41500km/h.

 

Roadster_Earth.jpg

 

Introduzindo um “Carrinho-de-Choque” no meio da complexa e ainda pouco conhecida Estrutura e respetiva Maquinaria que constitui o “SISTEMA SOLAR” conhecendo apenas algumas das suas bases de Funcionamento, como algumas das suas Regras a respeitar (conhecendo as consequências por experimentação) e partes do seu ainda mal compreendido (dada a sua Extensão e difícil Compreensão para um elemento tão Limitado no Espaço e no Tempo como o HOMEM) Manual de Instruções (aplicando-o por conhecimentos bem-sucedidos adquiridos anteriormente e imitando-os até ao Infinito por Replicação) – demonstramos mais uma vez − e como se tal ainda fosse necessário para descrever a crescente distância separando “visivelmente” a mentalidade do HOMEM-COMUM, da INOVADORA e REVOLUCINÁRIA CIÊNCIA e TECNOLOGIA do PRESENTE – como sendo de início CRIANÇAS o continuaremos a ser (sendo sempre o mesmo Molde e pelo menos no início, não comportando atualizações) mesmo incluindo e incorporando no nosso conhecimento novas experiências adquiridas, novas sensações e até (sendo exclusivo só de alguns, não apenas Responder mas Pensar) algumas conclusões.

 

Order-now-06-510x499.jpg

 

Nascidos para um Mundo sem Limites (não se vislumbrando o seu início e o seu fim, rapidamente dito Infinito) aventurando-nos desde logo nele de uma forma Irresponsável − desprezando como se fossemos deuses Imortais as inevitáveis consequências – para com o decorrer do Tempo e de todo o Espaço já por nós (entretanto) cumpridos e percorridos e mudando consecutivamente de “Armário (fase infantil, fase juvenil, fase adolescente, etc.) − alguns de nós não o fazendo, padecendo de algum tipo de Anomalia ou Doença – optarmos ou pela Integração (esmagadoramente) – 99,9999999% − ou pela Marginalidade (0,0000001%): neste último caso e dado nada de Novo e de Inovador surgir do primeiro (optando pela Integração/Normalização numa Linha de Montagem eficaz, repetitiva, não evolutiva, apenas de manutenção) com o Homem mesmo pretendendo existir (destacar-se) a perder-se como um grão de areia numa praia de areal extenso (esmagado pela conceção de INFINITO) sendo assimilado e nunca mais se reerguendo ou reaparecendo (0,00000009%), ou então certamente devido a Intervenção Exterior (0,00000001%) por parte de uma Entidade Superior (ou Diferenciada) pondo em prática mais de um dos seus Projetos, com o Operador responsável pela aplicação e execução do programa (de Software) e pela sua introdução na respetiva máquina (Hardware) – tal e qual numa Sala de Cinema o Chefe-Projetor, o responsável pela projeção, manutenção e transformação do HOLOGRAMA − a proceder a uma pequena alteração na sua comunicação normal/habitual de dados, Impregnando um ou outro CLONE (transformando-o num GÉNIO) e atribuindo-lhe um estatuto paralelo, superior (mas intersectando-se tendo algo de comum) única forma do Sistema presente Evoluir sustentado como está (hoje-em-dia) em números cada vez mais aterradores não de HUMANOS (originais) mas de REPLICANTES (sucedâneos).

 

180208163641-elons-tesla-780x439.jpg

 

Depois de tocarmos a LUA já lá vão 50 anos (século passado) − para o nosso tempo médio de vida uma ETERNIDADE − e como se estivéssemos a cumprir uma promessa “de REGRESSÃO”, nunca mais organizando uma Viagem Espacial por nós (HOMEM) Tripulada, enquanto nos limitamos “como Crianças” a enviar para o Espaço veículos com telecomando (como nos carrinhos e nos aviõezinhos), uns para ali e outros para acolá conforme as instruções de jogo recolhidas − as tais SONDAS e os tais ROVERS – no processo e no percurso desprezando a nossa verdadeira Missão e Desígnio que terá que ser sempre a Partida e a Descoberta de Outros Mundos (se não quisermos desaparecer por aqui), sendo verdadeiramente dramático (senão mesmo desprezível, para com os seus autores e responsáveis) − e tal como hoje assistimos à nossa volta, com a morte de milhares de pessoas com fome enquanto outros tendo-a em excesso a deitam fora – observarmos como os frutos da Ciência e da Tecnologia são tão desgraçada e insultuosamente utilizados (e mesmo assim em vez de crime, sendo apenas notícia): com o milionário ELON MUSK a enviar um dos seus carros TESLA (ROADSTER) para o Espaço (utilizando a sua outra empresa a SPACE X) pilotado por um boneco insuflável denominado como STARMAN (Homem-das-Estrelas) − e com este último mesmo sendo um potencial objeto irracional, usufruindo da música de David Bowie − tendo como único objetivo desta missão Marte (e a sua colonização segundo MUSK) e a sua promoção (do TESLA, da SPACE X, mas sobretudo do alter-ego de ELON MUSK).

 

(imagens: whereisroadster.com − whereisroadster.com – cnn.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:02

“E sendo obrigados a ver sempre o mesmo filme.”

 

hqdefault.jpg

What we touch. What we smell. What we feel. They’re all part of our reality. But what if life as we know it reflects only one side of the full story? Some of the world’s leading physicists think that this may be the case. They believe that our reality is a projection sort of like a hologram of laws and processes that exist on a thin surface surrounding us at the edge of the universe.

(World Science Festival/29.12.2014/youtube.com)

 

Enquanto não nos chega a explicação da razão (LÓGICA) pela qual existimos (CIENTÍFICA) e de onde e de como fomos criados (RELIGIOSA) − como se para se definir Algo (como por exemplo a RETA) para além de um motivo (um foco, um centro, um desígnio), necessitássemos de um principio e de um fim − ultrapassado definitivamente o HOMEM (e o GEOCENTRISMO), sendo progressivamente posto de lado DEUS (e o HELIOCENTRISMO) e com DARWIN a ser colocado frequentemente em questão (ou não fosse o DNA uma amálgama de informações, pela sua estrutura e interligações, sendo no mínimo estranho), eis que uma Nova Teoria muito mais aceitável e credível por estar de acordo e em conformidade com as nossas experiências quotidianas e repetitivas − vividas e compartilhadas em GRUPO sequencial e ordenadamente (como na Projeção de uma película) − vem agora sugerir que poderemos estar numa sala de cinema a assistir a uma projeção (um HOLOGRAMA) da qual somos uma parte. Numa projeção ininterrupta (e em forma de Espiral correndo o Software) mesmo que sem a nossa presença (do Hardware).

 

5-istheunivers.jpg

To us, the universe looks three dimensional. But one of the most fruitful theories of theoretical physics in the last two decades is challenging this assumption. The "holographic principle" asserts that a mathematical description of the universe actually requires one fewer dimension than it seems. What we perceive as three dimensional may just be the image of two dimensional processes on a huge cosmic horizon.

(Vienna University of Technology/27.04.2015/phys.org)

 

Com o Homem, tal como a Terra e todo o restante Universo (de algum modo visível e alcançável) a integrar um Molde (original) indicado para distribuição (pelos seus periféricos) numa determinada rede (de comunicação de dados), sendo projetado numa Tela Multidimensional (rodeando-nos como se estivéssemos numa redoma) e absorvido como Realidade pelo espetador presente na “Sala”: olhando-se o Holograma, eliminando-se a Imaginação (decapitando-se o conjunto Realidade/Imaginação por decapitação do seu complemento), sendo-se sugado pelo mesmo (como se fosse um buraco-negro absorvendo a Luz), passando a “incorporá-lo”. Transformado agora (o Homem) não num Deus ou num seu discípulo ou numa outra Entidade qualquer (superior ou até não) ainda não convenientemente “enquadrada– sempre num Nível Superior − mas indicando podermos não passar de meros animais vivendo num “ZOO, num VIVEIRO ou sendo alado, num AVIÁRIO”: caso tal se verifique, sendo despromovidos a um Nível Inferior de SUBOBJETO (Sujeito → Objeto → Subobjeto).

 

(imagens: youtube.com e phys.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:32

Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

13
14

23
24

25
26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO