Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Profissionais da Causa Pública

Quinta-feira, 07.06.12

Tabu deve ser um suplemento do Diário da República onde se tratam assuntos ou comportamentos inaceitáveis ou proibidos na sociedade portuguesa. Perdoem a minha ignorância se estiver incorreto, mas as criaturas e as coisas vulgares como este personagem aqui em tabloide, podem ser dotadas de qualidades sobrenaturais e tornar-se alvo do terror e dos tabus, de seres como o Diabo e para isso já nos chega a Igreja.

 

Não Tenho Medo de Ninguém!

(eu também não, mas quem tem?)

 

        

 

Eu também “se não o fosse por omissão”, não tinha medo mas era de Alguém – exigindo no entanto e porque não tenho vocação para ser herói, ter as costas protegidas contra os que não têm medo de Ninguém

  • Ninguém – criança subdesenvolvida, que cresceu pouco
  • Alguém – pessoa não identificada
  • Ser – existir (como verbo ou substantivo)
  • Omissão – conduta pela qual uma pessoa não faz algo a que seria obrigada ou para o que teria condições
  • Diabo – entidade sobrenatural maligna de cor vermelha, com feições humanas, chifres e rabo pontiagudo

Não é por se pendurar um fato num morto, que um alfaiate o escolhe como modelo!

 

(consulta – Web)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 03:15


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.