Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Vacas Alcoolizadas

Segunda-feira, 16.07.12

Estamos todos já muito habituados à evolução constante das sociedades e às virtudes que o progresso com todas as suas sucessivas novidades tecnológicas nos prometeu oferecer, antes com atitudes e procedimentos mais solidários e agora com o pagamento imediato, como única garantia do seu usufruto. Mas isso já todos sabemos, com os fenómenos cada vez mais frequentes de exaustão da matéria-prima e de desequilíbrio no mercado da mão de-obra. Agora utilizar métodos ancestrais de “apuramento gastronómico” embebedando diariamente animais vivos – só conhecia a técnica da marinada com o animal morto e os casos do embebedamento de aves ainda vivas, momentos antes de lhe cortarem o pescoço – como se tal fosse normal para estes mamíferos herbívoros e as ressacas não fossem só para os humanos civilizados – alterando certamente o comportamento desses animais irracionais sob o efeito do álcool – não lembra nem ao diabo.

 

Vacas confraternizando durante a passagem dos ciclistas da Volta à França

 

Então porque estarão estes criadores de gado a embebedar deliberadamente e conscientemente os seus animais?

- Porque ao ingerirem álcool frequentemente, melhoram a qualidade da carne desses animais colocada no mercado.

- Porque apesar do aumento de custos provocados pela inclusão do álcool na dieta diária do animal, poderão até aumentar as suas margens de lucro.

 

Como informação suplementar, a cada um destes animais é fornecida uma dose de vinho de mais de duas garrafas diárias. 

 

(imagem – discovery.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:47