Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

01
Ago 12

“A Verdade anda por aí à solta à nossa procura e nem sequer nos damos ao trabalho de a encontrar; do mesmo modo que os “Ficheiros Secretos” são apenas mais um instrumento de compreensão da realidade, apesar de continuarmos a viver na ilusão e completamente alienados”

 

I

 

Parte da estrutura de um OVNI que recentemente deu à costa numa praia situada no concelho de Albufeira – provavelmente arrastado a partir do local da sua queda – descoberto ao fim do dia e por acaso, por alguns jovens aqui residentes

 

A maré tinha estado a encher desde a hora do almoço, nada fazendo prever a ocorrência de um acontecimento tão bizarro como este e fora dos parâmetros normais de partilha e aceitação. Com o mar ornamentado de carneirinhos e decorado com vagas sucessivas esticadas pela força do vento, bastou apenas a estes jovens turistas ocasionais e acidentais, desviar o seu olhar do percurso habitual e cronológico instituído, para deste modo poderem ver com lucidez e para lá das suas próprias palas de proteção, a realidade que diante deles se expunha e que muitos diziam não ver.

A forma cilíndrica do estranho objeto encontrado encalhado no areal desta praia nos arredores da cidade de Albufeira, fazia lembrar através da sua forma e dimensão, a ideia de se tratar de um componente parcial de uma mais vasta estrutura exterior ao nosso planeta, fazendo esta e por sua vez parte de uma outra megaestrutura tecnológica avançada, ligada ao setor dos transportes e comunicações.

O objetivo desta missão Exterior estaria numa tentativa de controlar a Terra, por simples aceitação das ações dos Invasores – um grupo de inocentes vê algo de estranho, diverte-se com aquilo que não consegue compreender e em seguida passa a pasta a outros, de modo a assim poder desculpar a sua ignorância e cansaço decadente, por utilização contratualizada de sucessivos caminhos de morte e de monotonia.

 

II

 

OVNI (canto superior esquerdo) avistado a partir de um avião a jacto da RYANAIR, numa viagem de passageiros efetuada recentemente entre o sul de Portugal e o Reino Unido, com alguns algarvios a bordo

 

O Algarve continua a ser um destino turístico de preferência para muitas comunidades do norte e centro da Europa. Por essa razão muitas companhias aéreas de baixo custo operando no espaço aéreo europeu, têm como uma das suas escalas operacionais e também mais lucrativas, o aeroporto situado na cidade de Faro, servindo como base de difusão turística por toda a região algarvia e zonas periféricas envolventes.

Na época alta é intenso o tráfego aéreo de e para Faro, com ligações diretas e indiretas para muitos destinos exteriores, sobretudo para as Ilhas Britânicas, Espanha e Alemanha e outros países do norte da Europa, como a Suécia e a Holanda.

É assim natural que entre os milhares de voos que ocorrem periodicamente, algo de imprevisto ou de estranho possa acontecer, como o visionamento por passageiros de um determinado voo programado, de um outro voo realizado no mesmo espaço ou em espaços contíguos, utilizando um meio de transporte similar a esse, mas desconhecido de fato e não previamente programado.

Na imagem acima, provavelmente um inglês ainda não curado da ressaca do dia anterior, após uma bebedeira repetida e prolongada numa rua da Oura e bestialmente acompanhada por uma insolação profunda sofrida nesse mesmo dia numa praia da zona, teve a capacidade intelectual de num momento de lucidez, pegar na sua máquina fotográfica e registar a passagem deste objeto não identificado pilotado por outro não identificado.

Mais um extraterrestre fazendo horas extraordinárias para a coligação e sem gratificação governamental – no espaço exterior pratica-se a partilha e não o pagamento do salário a um empregado!

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:21

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


22

26


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO