Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

07
Mar 11

Vale mais uma nota sentida do que uma nota afinada

 

Homens da Luta

 

A canção “A luta é alegria”, com letra de Jel e música de Vasco Duarte, venceu no sábado a 47ª edição do Festival RTP da Canção e vai ao Festival da Eurovisão 2011, em Dusseldorf, na Alemanha, em Maio.

 

Comentário de leitor (BATMAN):

 

As pessoas que votaram no Paulo Gel são pessoas que vivem na pobreza e que não têm um futuro sorridente à sua espera. Pessoas como Catarina Furtado, Bárbara Guimarães, ou Sílvia Alberto são mulheres que aparentam viver num país diferente do de Portugal. Parecem todas, Alice no País das Maravilhas. Gastam em batons o dinheiro suficiente para uma família tradicional portuguesa poder viver seis meses. Não é a inveja que me move, é sim uma raiva contra uma sociedade que não valoriza quem a mantém de pé, quem a sustenta, quem é descaradamente explorado, sem ser devidamente recompensado, para que outro fulano, sem ter mexido uma palha, esteja indeciso entre montar no quintal uma piscina com 15 ou 20 metros. O que me move é o ódio à ganância. A escolha do nome BATMAN não é por acaso. Não é a fortuna de um homem que pode mudar a sociedade, mas os seus acto podem. Nos últimos anos, que acções foram levadas a cabo pelos homens mais ricos deste país com o objectivo de beneficiar os pobres? ZERO!

 

Opinião de Interessados (PETIÇÕES):

 

“Petição contra Homens da Luta na Eurovisão” – 340 fãs no Facebook

“Suspensão imediata da canção vencedora Homens da Luta” – assinada por 92 pessoas

“Petição por um Portugal digno em Dusseldorf” – 67 signatários

“Petição Contra a petição contra os Homens da Luta na Eurovisão” – cinco mil seguidores no Facebook.

 

Conclusão do texto (FINAL):

 

Confirmando os “bastantes” apupos quando o resultado foi anunciado, no Teatro Camões, em Lisboa, Jel recordou: “Aconteceu com o Ary dos Santos nos anos 70, aconteceu com o Fernando Tordo, aconteceu várias vezes. Isto quer dizer que houve paixão. As pessoas que ali estavam no teatro eram as claques e as famílias dos outros concorrentes e ficaram um bocado desagradadas, mas é a democracia, não se pode agradar a todos.”

 

Sapo

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:31

Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
18

21
22

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO