Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

21
Abr 11

O Sorriso do Grande Morcego Yoda

 

E aqui está o muito querido morcego “Yoda”, bichinho natural da Papua/Nova Guiné.

 

Gosta muito de fruta, tendo sido muito recentemente nomeado como uma das vinte mais raras espécies animais descobertas nos últimos vinte anos – referindo-me eu neste caso, a um programa internacional de conservação de certas espécies, lançado no ano de 1990 e designado de RAP (programa de assistência rápida de descoberta e assistência).

 

As expedições organizadas pelo RAP, são responsáveis pelo envio de muitos grupos de cientistas para locais remotos e parcialmente desconhecidos, durante largos meses de observação e recolha, de dados sobre espécies mais “difíceis” de encontrar.

 

A organização e a divulgação destas acções têm duas vantagens: ajuda-nos a tomar mais lucidamente as nossas opções de vida, através da observação de “outras” vidas, preservando com isto, o meio ambiente que nos rodeia e a sobrevivência da nossa espécie; e com estas acções, complementarmente e como uma das suas vantagens fundamentais, a preservação do todo Espaço/Terra.

 

Eles esperam pela nossa ajuda. Só assim nos poderão salvar!

 

Adaptação e Fotos – National Geographic

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:15
tags:

    

 

São mamíferos carnívoros, têm quatro patas bem distribuídas e uma cauda ergonómica. Possuem orelhas bem destacadas, nariz em zona frontal e dois olhos bem expressivos. Pela sua obediência restritiva, suportada e contrabalançada pela segurança adquirida pela presença constante e protectora do seu dono, são muitas as semelhanças comportamentais, entre eles e a nossa espécie hierarquizada. São bons, gostam de nós e ainda aturam, todas as nossas desgraças: parecem pessoas!

 

 

Um cão é um animal quadrúpede que ladra. É muito engraçadinho enquanto pequenino, mas depois pode crescer um pouco mais e não caber num apartamento, só com uma casa de banho e com poucas pessoas com disposição de lhe limpar o rabo. Por isso, deve viver em liberdade, numa quinta ou moradia. Mas para isso, o seu dono tem que ser rico! E quem os tem, fechados, entediados ou de qualquer outra forma ou feitio, é porque ainda não descobriu, os cães a pilhas alcalinas.

 

(Fotos – National Geographic)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:05
tags:

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

22

24
26
27


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO