Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

03
Mai 11

Bin Laden/Foto Público

 

O fundador e líder da Al-Qaeda – Osama Bin Laden – foi morto em Abbottabad.

 

Cidade do Paquistão situada a pouco mais de cinquenta quilómetros da sua capital Islamabad, ela conjuga vertentes diferentes de desenvolvimento, tanto a nível turístico, como militar – entre outros.

 

Casa onde residia Bin Laden/Foto Público

 

Após cerca de nove meses de investigação e tentativa de descoberta do paradeiro do líder da Al-Qaeda, acção inicialmente baseada num simples telefonema detectado numa comunicação de um correio de Bin Laden, este é finalmente localizado e neutralizado.

 

Complexo onde se encontrava Bin Laden/Foto Huffington Post

 

Morto com um tiro na cabeça, acaba lançado ao mar com lastro á medida, de modo a anular a possibilidade do seu regresso, fosse de que modo fosse.

 

Ataque em directo/Foto Huffington Post

 

Muitas questões se põem ao comum e mortal dos cidadãos, sempre que os poderes e interesses mundiais, se confrontam de frente ou protegidos pela escuridão, não se preocupando com mais nada, sem ser na sua vitória. Todas as regras são dispensadas e na persecução da vingança e da justiça, cada passo em frente hoje, poderá significar dois passos atrás amanhã. Pelo menos para nós.

 

W.T.C./Foto Huffington Post

 

Ninguém são de espírito, pode acreditar que a morte de Bin Laden significará um ponto de viragem para o mundo. Certeza só os milhares de mortos provocados pela Al-Qaeda, organização suportada pelo dinheiro de alguns e muitos outros milhares de mortos, provocados pela acção daqueles que antes apoiantes e criadores do monstro, foram os primeiros a abate-lo, em nome agora de outros, que no fundo, são sempre os mesmos.

 

E para nós? O que nos reserva o próximo monstro? 

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:39

Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

16
19

22
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO