Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

22
Out 11

Movemo-nos entre a escuridão e a claridade do mundo que nos rodeia e mesmo assim, aceitamos que alguém defina as cores da nossa vida, apenas porque alguém lhes forneceu papel, tintas e um pincel!

 

FBI

 

O FBI tal como muitas outras forças actuando por todo o mundo, tem uma política prioritária de perseguição de marginais na sociedade que controla, executando o seu papel de prevenção e segurança, dentro dos limites que o poder lhe confere. É claro que quem define as fronteiras de actuação, tem que ter o poder de definir, nomear e controlar, a eficiência destes serviços: enquanto os patrões da economia controlarem as fontes e as ideias, nada se poderá fazer para inovar o sistema. Nesse sentido as próprias forças de segurança deveriam optar por um novo sistema de actuação, invertendo a sua pirâmide hierárquica – servindo as pessoas e não servindo-se delas – e procurando desígnios alternativos a atingir. Hoje em dia, com a despromoção da misteriosa história preservativa – baseada na ética e na moral – e com o caos económico que alastra por todo o mundo, devido ao privilégio das financeiras face à industria, agricultura, pescas, cultura e todo o restante tecido económico-social, já o próprio poder tem que se acautelar com estas forças que controla: é que uns começam a ser as imagens de outros e aí instala-se o caos e a violência.

 

Sol

 

O Sol é o guardião da Terra e a sua referência. O planeta viaja pelo Universo, acompanhando e circundando a sua estrela, de modo a não perder as suas coordenadas celestiais e o ponto fulcral do seu movimento – que nos proporciona, sem origem nem fim, o ciclo da vida e da morte. Eu vejo o Sol todos os dias e a sua companhia já se tornou tão habitual para mim, que por vezes não penso nele, nunca deixando de sentir a sua presença. Mesmo de noite, olhando o céu, lá está a Lua e os outros planetas, assinalando a sua luz bem intensa e o braço envolvente desta fonte, do nosso Universo.

 

A actividade solar tem sido intensa nestes últimos tempos e com a passagem de asteróides relativamente perto da Terra, as teorias conspirativas do aproximar do fim do mundo, têm crescido exponencialmente nesse grande canal muitas vezes de esgoto, que é a internet. Eu não quero ir por aí, até porque há sempre a possibilidade dos americanos mandarem um míssil, contra qualquer calhau que seja e assim afastá-lo de uma possível colisão com a Terra. A minha preocupação é aqui, onde o meu país me tirou o dinheiro para viver e ordenou-me que fosse tentar sobreviver, tudo em nome da minha miserável sobrevivência.

 

Mas qual será na realidade, a verdadeira preocupação deles? Eles que se lembrem, que não são nenhuma estrela!

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:30
tags: ,

Nuno Kryptonite

 

Não se pode tirar a vontade de aprender às pessoas, invocando o pretexto de que ensinar e aprender, custa muito dinheiro ao país. A que país? Acho que o meu ainda não se transformou numa mercearia, para ter um contabilista que pensa ser um génio, apenas porque pensa saber fazer contas, melhor que muitos outros de nós.

 

 

Desses, conheço muitos que sabem fazer coisas e que nunca quiseram um cargo, nem ser coveiro de algo, dizendo ir ressuscitá-lo a seguir e com muito melhor aspecto.

 

 

O Fim da Educação.

O Fim da Memória.

O Fim da Cultura.

O Fim do País.

 

 

Mas onde está o Homem?

 

 

É que nem precisa de ser Super, apenas honesto!

E intolerante contra as hipocrisias que hoje de tanto banalizadas, se tornaram em afirmações geniais.

Prefiro as bestas de carga, a ser esmagado por uma carga de bestas!

 

 

É certo que assim, não vou a lado nenhum – será porque segui sem pensar, o caminho mais fácil para mim!?

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:10

“Mesmo para o poder, não vale tudo!”

 

O presidente Barack Obama

 

 

disse que a morte  do antigo líder líbio Muammar Khadafi

 

 

e a retirada militar total das tropas  americanas do Iraque até ao final do ano

 

 

evidenciam a renovada liderança  da América no mundo.

 

 

Só pode estar a gozar connosco – depois da cena familiar recente, da morte do terrorista que já estava morto há muitos anos e do lançamento da Europa às feras, para esconder a sua desgraça económica e os seus agentes gurus neoliberais infiltrados, só faltava mesmo lançar a ideia de que um morto pode ressuscitar: Obama não é o Super-Homem e nem sei como é que o pode invocar – o outro era branco e só temia a kryptonite!

 

 

O Fim 

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:21

Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13

19
21

24
28



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO