Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

13
Dez 11

Pequenas e Inteligentes?

 

Segundo investigadores americanos, o cérebro das aranhas pequeninas é tão grande, que preenche todas as cavidades do seu corpo, espalhando-se mesmo até às suas pernas. A outra constatação a que se chegou foi que, quanto menor forem as aranhas, maior será o tamanho do seu cérebro.

 

(notícia – earthsky)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:13

Círculo à volta da Lua

 

Muitas vezes durante o ano e quando me ponho no campo a observar o céu à vista desarmada, a luz da Lua sobrepõem-se com a sua luminosidade vinda do Sol, aos restantes e também importantes astros que lá estão a rodeá-la. Por vezes forma-se no céu e à sua volta, um círculo que parece ainda adensar mais o mistério da noite e que nos dá a ideia de querer anunciar a vinda de algo vindo das profundezas do espaço, para nos salvar ou para nos condenar. Trata-se apenas da presença de pequenos cristais de gelo, situados a grande altitude.

 

(imagem – earthsky)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:09

Prémio Nobel da Paz 2011

 

Um exemplo de como as “minorias” deste mundo – neste caso as Mulheres – conseguem enfrentar a forte opressão que ainda as marginaliza, conseguindo levar as suas duras, violentas e muitas vezes solitárias lutas, até ao fim e liderar sem vacilar e muitas vezes com perigo da sua própria vida, as batalhas pela paz e pela democracia dos seus povos.

 

Da esquerda para a direita:

 

Tawakul Karman – jornalista iemenita

Leymah Gbowee – activista liberiana

Ellen Johnson Sirleaf – Presidente da Libéria

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:56

Aurora – Noruega

                                                                                  

No meio da confusão em que o mundo Interior está metido, como consequência da violenta exploração económica mundial e da consequente degradação do nível de vida das suas populações – muitas vezes num patamar já miserável – deparamo-nos com imagens de uma grande beleza como esta, que só apetece mesmo ter, possuir e partilhar. Neste mundo que agora vem do Exterior, também existem problemas que nos preocupam diariamente, mas pelo menos e para já, não os podemos manipular e alterar para benefício próprio de alguns. Apesar de limitados pelos nossos órgãos, ainda somos donos dos nossos sentidos.

 

(imagem – SpaceWeather)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:48

Chegada do primeiro habitante permanente à Islândia

 

A Islândia conseguiu acabar com um governo corrupto e parasita. Prendeu os responsáveis pela crise financeira, mandando-os para a prisão. Começou a redigir uma nova Constituição feita por eles e para eles. E hoje, graças à mobilização, será o país mais próspero de um ocidente submetido a uma tenaz crise da dívida.


É a cidadania islandesa, cuja revolta em 2008 foi silenciada na Europa por receio de que muitos tomassem nota. Mas conseguiram, graças à força de toda uma nação e o que começou como sendo crise converteu-se em oportunidade. Uma oportunidade que os movimentos altermundialistas observaram com atenção e colocaram como modelo realista a seguir.

 

Central Geotérmica – 99% dos recursos energéticos vem das renováveis


Consideramos que a história da Islândia é uma das melhores notícias dos tempos actuais. Sobretudo depois de se saber que segundo as previsões da Comissão Europeia, este país do norte atlântico, fechará 2011 com um crescimento de 2,1% e que em 2012, este crescimento será de 1,5%, uma cifra que supera o triplo dos países da zona euro. A tendência para o crescimento aumentará, inclusive em 2013, prevendo-se que alcance 2,7%. Os analistas asseveram que a economia islandesa continua a mostrar sintomas de desequilíbrio. E que a incerteza continua presente nos mercados. Porém, voltou a gerar emprego e a dívida pública foi diminuindo de forma palpável.

 

Reykjavík capital da Islândia

 

Este pequeno país do periférico árctico recusou resgatar os bancos. Deixou-os cair e aplicou a justiça sobre aqueles que tinham provocado certos descalabros e desmandos financeiros. Os matizes da história islandesa dos últimos anos são múltiplos. Apesar de transcender parte dos resultados que todo o movimento social conseguiu, foi pouco falado o esforço que este povo realizou. Do limite que alcançaram com a crise e das múltiplas batalhas que ainda estão por resolver.

Porém, o que é digno de nota é a história que fala de um povo capaz de começar a escrever o seu próprio futuro, sem ficar a mercê do que se decida em despachos distantes da realidade dos cidadãos. Apesar de continuarem a existir buracos por preencher, escuros e por iluminar.

 

Parlamento Nacional da Islândia

A revolta islandesa não causou outras vítimas para além dos políticos e homens de finanças. Não derramou nenhuma gota de sangue. Nem foi tão apelativa como a tão famosa "Primavera Árabe". Nem sequer teve rasto mediático, porque os media passaram por cima em pezinhos de lã. Mesmo assim, conseguiram os seus objectivos de forma limpa e exemplar.

Hoje, o seu caso bem pode ser o caminho ilustrativo dos indignados espanhóis, dos movimentos Occupy Wall Street e daqueles que exigirem justiça social e económica em todo o mundo.

 

(blogue Porta da Loja, a partir do blogue de Maestroviejo; imagens Wikipédia)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:24

A Suspensão da industrialização deu nisto

 

Nissan suspende investimento de 156 milhões em Portugal

 

A fábrica de baterias para carros eléctricos de Aveiro já não vai avançar, confirmou a Nissan Portugal ao Económico.

 

António Pereira Joaquim, director de comunicação da Nissan/Portugal, confirma ao Económico que "a administração da aliança Renault/Nissan concluiu que as quatro fábricas que estão em produção são suficientes para atingir os 1,5 milhões de carros em 2016". O responsável acrescenta que optou-se por suspender a unidade portuguesa e por manter as fábricas de baterias perto das que fabricam os carros. Foi por uma questão de localização geográfica".

O grupo privilegiou as fábricas de baterias que estivessem junto de unidades de produção de automóveis eléctricos, como as do Reino Unido (Sunderland), Japão (Vama), Estados Unidos (Smyrna) e França (Slinns).

 

(Notícia – Diário Económico)

 

É claro que a culpa é, do Sócrates do PS.

Nunca do clone criado apenas para o substituir – o Sócrates do PSD – de modo a mudar imediatamente, os intermediários dos negócios e do poder.

Já não nos bastava, deixarmos de existir sob as ordens da Alemanha e agora seremos ainda colonizados por angolanos, brasileiros e chineses.

Mas a realidade é inevitável – não há bons empregos para todos e no meio de tantos concursos e recursos, há sempre que infringir a lei, suspendendo a sua aplicação.

A Bem da Nação!

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:12

Madeira – 1936 – A Revolta do Leite

 

Esta notícia tal como é apresentada pode ser um disparate, não levar a lado nenhum ou até criar confusão (é apenas mais um grito de inquietação pelo que se está a passar em Portugal) mas acaba por reflectir a nossa incapacidade de analisarmos um facto ocorrido, sem nos preocuparmos com as suas reais causas e consequências, sem nos preocuparmos com a forma como é utilizada a nossa língua escrita e sem nos preocuparmos com a ideia essencial desta ocorrência – que deveria ter sido transmitida oportunamente e que necessariamente deveria ter sido muito bem justificada. Mas parece que para o Governo, o que interessa é manter este sistema opcional, sem se perder tempo com aqueles, que o vão ter que utilizar obrigatoriamente.

 

Notícias Sem Custo para o Utilizador?

 

A22 – Vândalos cobardes, atacam de madrugada

Património financeiro, atacado com fogo e tiros

Pórtico e estrutura de apoio, vítimas de violência

 

Portagem da A22 – Pórtico, câmaras e armário, atacados durante a noite

 

Com a ajuda de armas de fogo, um pórtico de cobrança da A22 foi mais uma vez covardemente atacado na noite de domingo para 2.ªfeira, tendo sido destruído o armário de comunicações – entre a carteira das vítimas da estrada e dos construtores/reparadores (eternos) das mesmas – e abatidas cruelmente e a tiro, algumas câmaras de registo de potenciais utilizadores/prevaricadores: uma máquina como um robot, não tem culpa, apenas obedece às ordens!

 

Seguranças nos pórticos – uma necessidade?

 

Situado perto da localidade onde nasceu o nosso Presidente – Boliqueime – este ataque merece a atenção especial das entidades responsáveis deste país, não só pelo seu simbolismo, como pelo prejuízo que está a provocar ao equilíbrio financeiro das nossas estradas. Proponho que se coloquem os seguranças da região, anteriormente ao serviço dos políticos e da vida nocturna, vinte e quatro horas por dia em vigilância constante a estes pontos fundamentais ao equilíbrio financeiro de alguns portugueses, que se governam legal e alegremente, como se dirigissem uma empresa de diversões e que desde há muitos anos nos têm mostrado ininterruptamente os seus gloriosos caminhos e carrosséis, para alcançarmos a felicidade suprema há tanto prometida.

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 11:56

Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
14

18
21
22
24

28
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO