Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

08
Fev 12

A Cultura é uma Arma e a Memória as Munições!

 

 

Perguntas de um Operário Letrado

Quem construiu Tebas, a das sete portas?
Nos livros vem o nome dos reis,
Mas foram os reis que transportaram as pedras?
Babilónia, tantas vezes destruída,
Quem outras tantas a reconstruiu? Em que casas
Da Lima Dourada moravam seus obreiros?
No dia em que ficou pronta a Muralha da China para onde
Foram os seus pedreiros? A grande Roma
Está cheia de arcos de triunfo. Quem os ergueu? Sobre quem
Triunfaram os Césares? A tão cantada Bizâncio
Só tinha palácios
Para os seus habitantes? Até a legendária Atlântida
Na noite em que o mar a engoliu
Viu afogados gritar por seus escravos.

O jovem Alexandre conquistou as Índias
Sozinho?
César venceu os gauleses.
Nem sequer tinha um cozinheiro ao seu serviço?
Quando a sua armada se afundou Filipe de Espanha
Chorou. E ninguém mais?
Frederico II ganhou a guerra dos sete anos
Quem mais a ganhou?

Em cada página uma vitória.
Quem cozinhava os festins?
Em cada década um grande homem.
Quem pagava as despesas?

Tantas histórias
Quantas perguntas

 

 

Dificuldade de governar

1

Todos os dias os ministros dizem ao povo
Como é difícil governar. Sem os ministros
O trigo cresceria para baixo em vez de crescer para cima.
Nem um pedaço de carvão sairia das minas
Se o chanceler não fosse tão inteligente. Sem o ministro da Propaganda
Mais nenhuma mulher poderia ficar grávida. Sem o ministro da Guerra
Nunca mais haveria guerra. E atrever-se ia a nascer o sol
Sem a autorização do Führer?
Não é nada provável e se o fosse
Ele nasceria por certo fora do lugar.

2

E também difícil, ao que nos é dito,
Dirigir uma fábrica. Sem o patrão
As paredes cairiam e as máquinas encher-se-iam de ferrugem.
Se algures fizessem um arado
Ele nunca chegaria ao campo sem
As palavras avisadas do industrial aos camponeses: quem,
De outro modo, poderia falar-lhes na existência de arados? E que
Seria da propriedade rural sem o proprietário rural?
Não há dúvida nenhuma que se semearia centeio onde já havia batatas.

3

Se governar fosse fácil
Não havia necessidade de espíritos tão esclarecidos como o do Führer.
Se o operário soubesse usar a sua máquina
E se o camponês soubesse distinguir um campo de uma forma para tortas
Não haveria necessidade de patrões nem de proprietários.
E só porque toda a gente é tão estúpida
Que há necessidade de alguns tão inteligentes.

4

Ou será que
Governar só é assim tão difícil porque a exploração e a mentira
São coisas que custam a aprender?

 

 

Elogio da Dialéctica

A injustiça avança hoje a passo firme
Os tiranos fazem planos para dez mil anos
O poder apregoa: as coisas continuarão a ser como são
Nenhuma voz além da dos que mandam
E em todos os mercados proclama a exploração;
isto é apenas o meu começo

Mas entre os oprimidos muitos há que agora dizem
Aquilo que nós queremos nunca mais o alcançaremos

Quem ainda está vivo não diga: nunca
O que é seguro não é seguro
As coisas não continuarão a ser como são
Depois de falarem os dominantes
Falarão os dominados
Quem pois ousa dizer: nunca
De quem depende que a opressão prossiga? De nós
De quem depende que ela acabe? Também de nós
O que é esmagado que se levante!
O que está perdido lute!
O que sabe ao que se chegou, que há aí que o retenha
E nunca será: ainda hoje
Porque os vencidos de hoje são os vencedores de amanhã

 

Poemas – Bertold Brecht

                (tirado da Web)              

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:24

Angela Merkel dá Madeira como exemplo de má aplicação dos fundos estruturais

 

A Grande Líder

 

A Chanceler alemã, Angela Merkel, deu hoje a Madeira como um mau exemplo da aplicação dos fundos estruturais europeus, sublinhando que naquela região autónoma estas verbas "serviram para construir túneis e auto-estradas, mas não para aumentar a competitividade".

(Jornal i)

Não sei se ela conhece bem Portugal – pelos vistos só conhece a Ilha da Madeira. Mas se ela visitasse o continente, verificaria rapidamente que por mais que tentasse, não encontraria uma única diferença de fundo: talvez visse num dos casos mais água à sua volta, ou não fosse o Alentejo uma terra de camelos (com a água longínqua do Alqueva, escondendo-se atrás dos chaparros).

(Eu)

 

Frio – Continente em aviso amarelo na 4.ªfeira – Baixas temperaturas pelo menos até dia 15

 

Neve na Serra da Estrela

 

Todos os distritos do Continente vão estar entre quarta e sexta-feira em aviso amarelo, o terceiro mais grave numa escala de quatro, devido a temperaturas mínimas muito baixas, nalguns casos negativas. O tempo frio e seco vai continuar no Continente pelo menos até 15 de Fevereiro, devido a uma massa de ar frio transportada na circulação de um anticiclone localizado na região da Escandinávia.

(Jornal i)

O tempo frio tem assolado com intensidade o nosso país nestes últimos dias, castigando fortemente a nossa população já meio moribunda, face aos crimes económicos sucessivos deste Governo, que ignobilmente nem sequer é capaz, de prever as consequências dos seus actos. O conselho é o seguinte: emigra, pois tens a mania que és rico e não passas dum piegas!

(Eu)

 

Setúbal – Cinco mortos em desabamento de uma parede do Mercado do Livramento

 

 

 

Mercado de Setúbal

 

Cinco pessoas morreram hoje soterradas devido à derrocada de uma parede do Mercado Municipal do Livramento, Setúbal, onde estava a decorrer obras de ampliação nas traseiras do edifício, disse à Lusa um trabalhador da obra. Com mais de 70 pontos de venda de peixe, o mercado do Livramento dispõe de muitos outros espaços para venda de fruta, produtos hortícolas, pão, queijo, flores e até de alguns espaços para a venda de mel.

(Jornal i)

Mais um acidente que num país do terceiro mundo e como sempre, não terá consequências, nem culpados substantivos: a culpa está no muro criminoso que atingiu inopinadamente algumas pessoas, que ocasionalmente por lá passavam nesse momento. Desconhece-se o motivo que levou à queda do muro, mas testemunhas afirmaram que se fazia sentir um vento fortíssimo no local. Baseado neste facto irrefutável, os técnicos que antes não viram nada, provavelmente optarão por causas naturais.

(Eu)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 02:00

Fevereiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
16
17

21
24

26
27
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO