Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

04
Abr 12

Uma coruja sem Anilha é como um homem sem BI

 

Esta coruja dos campos acaba de sair de sua casa logo de manhã cedo e após o merecido descanso da hora do pequeno-almoço, na sequência de uma noite agitada de luta e trabalho à procura do seu sustento e sobrevivência. Convocada para uma reunião de emergência pela surpreendente Ministra Que Brilha na Chuva – em conjunto com as diferentes confederações nacionais de caçadores, coutadas, reservas e restantes obliteradores de espaços e de consciências – com o objetivo único, salvador e patriótico, de rapidamente se implementarem os novos mega e giga agrupamentos de animais e assim melhor se controlar os seus movimentos e a sua integração no meio natural envolvente, criada à imagem das mentes superiores e iluminadas do nosso país, e suportados por um pago, douto e reprodutivo canudo daninho a arder. Acabou abatida acidentalmente por falha pessoal na sua identificação num pórtico da Via do Infante, devido a não ter transportado consigo a respetiva anilha identificativa e obrigatória em portagens e na entrega da declaração do IRS.

 

(imagem – nationalgeographic.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:25

“Se reprimirmos os nossos sentidos, podemos ter a certeza que nada se passará”

(Plataforma – Encarregados Felizes e Lobotomizados)

 

Promessa Eleitoral

 

No meu país tudo se pode prometer sem qualquer tipo de problema, porque já sabemos todos que é tudo mentira. Só é necessário vir bem vestido e sabiamente acompanhado, aparentar saber iludir e andar todo aperaltado. E se souber onde pôr os pés e usar sapato importado, o futuro pode reservar-lhe, um caminho de exaltante carisma – desde que não reprima e atire para trás, os seus cruéis sentimentos. Aí estará feito morto e condenado a curto prazo!

 

1.º Ministro Eleito

 

No meu país, todos queremos ser chefe, mas nem todos temos matéria-prima para o conseguir. Antigamente ainda podia ser interessante saber ler e escrever, atribuindo suplementarmente aos mais poderosos, o poder superior de saber fazer contas e controlar todos os gastos e ações. Agora e face ao estonteante progresso tecnológico que invade cada um dos cantos onde vivemos – em que muitos a usam plenamente, mas em que poucos a conseguem compreender particularmente – o nosso paradigma apenas deixou de existir, porque entregamos às máquinas, tudo aquilo que nos definia como um ser humano pensante, revolucionário e diferenciado: a capacidade de transmitir diretamente aos nossos semelhantes, todos os conhecimentos adquiridos, sem qualquer tipo de restrição e condicionamento e utilizando as emoções e sensações que os nossos órgãos dos sentidos nos proporcionam, para melhoramento das nossas aprendizagens e experiências pessoais e coletivas, com a imprescindível presença do criativo trabalhador manual, manipulando a máquina, mera ferramenta acessória e de fácil substituição.

 

Programa de Governo

 

“O Nosso Friso Cronológico Cerebral é já uma representação desta nova época de negação afirmativa e substantiva que vivemos atualmente – a Pré Lobotomia é já o presente de Portugal, espalhando-se mortalmente como a peste negra, pelos novos negreiros da exploração humana – os duplos proxenetas/prostitutos das opiniões e lucubrações pagas e pseudointelectuais”

 

(Anti Plataforma – Enfiem-lhes um Canudo no Ânus e Depois Não se Queixem)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:07

Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

15
21

22

29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO