Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

09
Abr 12

Vale a pena ler, por “sugestão” do blogue Porta da Loja:

 

Jornal Expresso – Que Abismo é Este? – Maria Filomena Mónica

 

Na explicação destes factos não me convence muito irmos por esta via de opinião paralela – quando existem tantas outras similares, com diferentes orientações – e podermos inconscientemente generalizar para outras classes, a nossa ideia da causa do aparecimento deste abismo; mas poderia ser muito bem, a opinião imediata da minha mãe – que no entanto, também aceito – porque nada do MFM aqui escreve, se pode afirmar que é mentira.

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:44

A fossa das Marianas é o lugar mais profundo conhecido na Terra – mais de 11.000 metros – ficando situada no Oceano Pacífico, no local de junção de duas placas tectónicas.

 

Fossa das Marianas

 

A primeira vez que o Homem alcançou o ponto mais profundo do Oceano Pacífico, foi no ano de 1960 com o batiscafo Trieste, tripulado por dois mergulhadores, que atingiram praticamente os 11.000 metros de profundidade.

 

      

Início da descida e chegada a cerca de 11.000 metros

 

Este ano foi a vez de se efetuar uma nova descida à fossa das Marianas, num novo e moderno batiscafo construído para a expedição “Deep Sea Challenge” e tripulado pelo cineasta David Cameron: desta vez foi possível realizar a filmagem da toda a viagem, ao fundo mais fundo do mar.

 

Explorando as profundezas

 

As poucas vezes que esta viagem foi repetida, apesar dos conhecimentos científicos em muitas áreas de exploração que daí podiam advir – e para além do estudo do movimento das placas tectónicas – ficou a dever-se à falta de financiamento da Marinha para a continuação deste projeto, face à nova moda das viagens espaciais e da conquista da Lua e de outros planetas.

 

O regresso ao nível da água do mar

 

O batiscafo utilizado nestas operações de exploração dos locais mais profundos e inexplorados das profundezas dos nossos oceanos é hoje em dia um aparelho capaz de suportar pressões muito intensas provocadas pelas imensas massas de água dos oceanos, possível de ser tripulado e capaz de nos fornecer imagens e amostras das profundezas, em muitos aspetos enigmáticas, misteriosas e prontas a ser exploradas.

 

(imagens – NGM)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:05

Em tempo de Páscoa, o Governo só pensa em amêndoas (amargas)

 

Turistas fazem fila, a pé, na autoestrada A22

 

Num único local e para pagar portagens – à entrada de Portugal e para quem vem de Espanha – isto só pode ser uma proteção de emergência contra uma hipotética invasão espanhola, que possa ainda ajudar com a sua presença, o turismo algarvio a sobreviver e destinada alternativamente a tornar futuramente o Algarve, numa zona periférica especializada em turismo fantasma.

 

Com notícia de mais de cem pessoas em fila, no interior da A22 mas fora dos automóveis e com tempo chuvoso mas sem qualquer abrigo para se refugiarem, é normal que muitas delas tenham desistido e regressado ao seu país.

 

Resíduos do que foi o Algarve

 

Fila de invasores estrangeiros, na Via do Infante e num país em crise – só podem vir roubar, logo, roubemo-los primeiro!

 

Esta imagem faz-me lembrar a entrada pelo norte de África utilizando a fronteira de Marrocos – através de Ceuta – e a necessidade de se pagar o dízimo para se poder entrar no país, isto tudo, passando-se aí nos anos setenta, do século que para nós já deveria ser passado. As filas eram enormes, o tempo perdido era imenso e entre toda a burocracia a cumprir, muitas eram as desistências, prejudicando o turismo – que chegou em determinado momento a dar o estouro – e a imagem do país.

 

Já agora aconselho-os a pensarem nos riscos que estas pessoas correm ao porem-se todas apeadas em fila numa autoestrada (será isso o mais correto, já que viajam de automóvel numa via rápida?) e no “excelente” piso desta via, agora com custos para o utilizador, mas de tão má qualidade, com várias zonas perigosas ao longo de todo o seu percurso, principalmente em dias de chuva e com remendos vem visíveis, para todos os que queiram ver. E a descobrirem onde estão os representantes eleitos desta região, que sempre afirmaram defender os interesses dos seus eleitores.

 

(imagem – Expresso)  

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:16

Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

15
21

22

29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO