Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

20
Out 12

Albufeira – Ficheiros Secretos

EP 2 – Conferências sobre a Prevalência da Alma e da sua Integração no Espaço Infinito

 

Apresentando a Testemunha Confidencial

 

Como testemunha residente em Albufeira nas proximidades do Mercado Municipal dos Caliços, posso aqui confirmar que numa noite chuvosa deste mês de Outubro de dois mil e doze, acordei a meio da noite de um sono profundo e estranho, no preciso momento em que sonhava que a minha cidade estava a ser invadida por pequenas naves de origem alienígena, que se dirigiam e iam aterrando, nas imediações desse mesmo mercado – comparecendo a um convite para discutir a ligação entre o Meio Espiritual e o Meio Físico neste Universo. Ainda me dirigi para as janelas semicerradas da minha habitação situada perto do local onde decorria toda esta ação inverosímil, mas no meio de toda esta névoa misteriosa apenas vislumbrei formas difusas e levemente luminosas de materiais gasosos dispersos, trespassados por pesadas gotas de água de chuva, escorrendo envidraçada sobre água condensada. O sonho pareceu-me real, o local até existe e eu acabei mesmo por acordar!

 

A Alma – como ponto de equilíbrio entre o físico e o psíquico – vai para o Vazio, nunca deixando no entanto de existir, por deteção de níveis mínimos de Energia e Movimento em todo o Espaço visível e invisível, por ação/reação e por fenómenos de interseção. A Energia nunca é absolutamente Nula – o zero não existe, sendo apenas um ponto imaginário de referência e cálculo – por impossibilidade de ausência de Espaço (Infinito) ou de Movimento (Eterno). Mas existirá algum tipo de relacionamento – ou outro tipo de contacto – entre a Alma e a Energia?

 

A Erudita

Oradora do grupo “Terrestres Maquilhados Optando pelo Sonho” presente como independente e associada ao movimento dos Alienígenas Exteriores

 

No Espaço Físico existe Matéria e Antimatéria e outros setores em que ambas se anulam, formando buracos como o de um queijo a que incorretamente chama-mos Vazio. O conjunto total forma o Universo.

 

A Matéria

Os Estados da Matéria podem alterar-se muito rapidamente originando novas práticas e teorias nunca ensaiadas, podendo ser de cariz violento e revolucionário

 

A matéria pode apresentar-se em três estados: sólido, líquido e gasoso. No estado gasoso a matéria encontra-se mais recetiva a alterações/intromissões exercidas exteriormente sobre ela, vagueando mais nas diversas possibilidades de modificação das propriedades básicas desta e adaptando-a às novas circunstâncias ambientes, vagueando sem grandes limites por estruturas mais voláteis – psiquicamente um Estado Inconsciente. No Estado Líquido ou no Estado Sólido as partículas constituintes da matéria encontram-se mais agregadas entre si, partilhando com mais facilidade condições propícias para todo o tipo de trocas de informação e concretização, disponibilizadas aqui e sem grandes lacunas de percurso, entre espaços muito próximos e definidos, mas sempre integrados num espaço em constante formação e de dimensão infinita.

 

O Psíquico

Sempre associamos os fenómenos desconhecidos à ação de deuses e de espíritos, como uma forma de tentar explicar o que sucedia à nossa volta

 

Estes dois estados da matéria – líquido e sólido – podem então ser equiparados a nível psíquico e respetivamente, a um Estado Consciente e a um Estado Semiconsciente: o primeiro mais maleável e disponível para aceitar e digerir sem grandes incidentes ou convulsões, rápidas mudanças acontecendo em seu redor – mesmo que de consequências duvidosas, provavelmente desastrosas – e o segundo mais aberto ao sonho e à utopia real, mas ainda limitado pelas fronteiras psíquico-físicas que o seu espaço como corpo-produto, ideologicamente impõe ao ser humano. A coexistência destes três estados – num contexto físico e espiritual mais amplo – daria origem a toda esta estrutura montada à volta da Matéria existente neste Universo Vivo, cuja conceção original estaria baseada numa simples teoria de que, Tudo o que existisse neste Mundo teria Massa, implicaria Movimento e se manifestaria através da Energia. Essa Energia nunca poderia ser nula – uma impossibilidade real existindo a Matéria – nunca podendo o Vazio ser um recipiente de Nada, mas contendo pelo contrário matéria e antimatéria, mesmo que em quantidades muitíssimo diminutas, que se vão anulando entre si, tornando-se manifestações invisíveis apesar de percetíveis, com as constantes manifestações e transformações sofridas pela matéria e que decorrem diariamente diante dos nossos olhos. A este Vazio podemos chamar um Estado Sem Consciência, a que nós erradamente e por análise racional do nosso percurso nesta Vida, chamamos Morte: mas como já vimos nem sempre a ausência significa não existência. Aliás, o que é isso?

 

A Interseção

Sem Movimento e Interseção de Espaços não se criam condições para a existência de Vida – nem mesmo num Espelho

 

Podemos afirmar ainda que habitamos um Mundo de Interseções: o Espaço Vivo interseta-se através do Movimento e a criação de Vida a partir do (suposto) Nada resulta dessa mesma operação, envolvendo Tudo e o seu Contrário.

 

(imagens – Google.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:36

Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

16
17
19

23
24
27

29
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO