Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

07
Mai 13

O que aconteceria se os repteis fossem a raça dominante? Comiam-nos a todos ou fariam selecção? Uns para comer (os selvagens), outros para exibir (os domésticos)?

Nada disso: sendo como nós, já estaríamos extintos!


Todos nós estamos sempre à espreita, não sabemos é de quê

 

Quando o alienígena descobriu a dispensa onde se encontravam todas as nossas reservas alimentares para sobrevivermos ao apocalipse que todas as estações de telecomunicações terrestres estavam a transmitir desde o início da manhã, atingimos o ponto limite de não retorno e da pura intolerância para com todos os actos que pudessem pôr em causa a nossa sobrevivência.

 

O alienígena apanhou-nos desprevenidos perante a sucessão torrencial de notícias sobre o fim do mundo que se aproximava rapidamente, nem nos dando tempo para digerimos normalmente o nosso fim anunciado em directo pelas televisões e colocando-nos numa situação trágica e periclitante, perante a sucessão vertiginosa de acontecimentos de consequências apocalípticas, das quais nunca estávamos à espera que sucedessem simultaneamente.

 

O alienígena entrou despercebidamente na dispensa, olhando curiosamente para as diversas mercadorias que preenchiam as suas vastas prateleiras e fechando violentamente a porta atrás de si, sem mostrar com a sua atitude mal comportada e eticamente reprovável, o mínimo de respeito pelas necessidades dos outros e pelo divino direito de propriedade.

 

Comeu tudo o que lhe apareceu à sua frente, bebeu tudo o que de melhor e de mais bizarro existia no local e ainda teve tempo para apreciar uma cópia suja e dobrada do famoso artista Salvador Dali, que ali estava cerimoniosamente guardada num canto da dispensa ao lado de um calendário com uma mulher toda nua e provocante, segurando na mão com um sorriso no rosto um martelo pneumático estremecendo de prazer, enquanto ia aplicando uma boa dose de lixívia sobre o seu corpo encardido.

 

O fim do mundo estava cada vez mais próximo e as cenas de caos e de violência sucediam-se em catadupa. Com o apoio de entidades estranhas ao evento, todos os bunkers implodiram ao mesmo tempo, ficando a elite completa e directamente exposta aos efeitos nocivos e mortais dos elementos exteriores, além de serem impiedosamente perseguidos pelos seus mercenários requalificados, furiosos por serem os primeiros a serem dispensados e retirados da folha de ordenados.

 

O mundo tal como hoje nos informaram que era, desapareceu, colocando toda a espécie humana numa espécie de limbo pré-extinção e dando assim aos alienígenas mais uma hipótese de nos conquistarem: numa conferência realizada no santuário de Fátima, uma das entidades superiores convocou uma das últimas réplicas da Virgem Holográfica, criando um Milagre conceptual à base da Massa e da Energia e repercutindo no nosso cérebro a célebre fórmula mágica de Einstein E = MC².

 

O alienígena saiu calmamente da dispensa, saudou todos os presentes que o aguardavam respeitosamente à sua porta e encaminhou-se tranquilamente para o exterior do limitado habitáculo humano que o acolhera, partindo para uma nova e sedutora aventura onde outro mundo de certo o esperava e outros prazeres o convidavam. Então o evento apocalíptico aconteceu repentinamente, o mundo virou simétrico e implodiu todas as suas infra-estruturas fundamentais, acabando todas as luzes por se apagarem de uma só vez enquanto uma nova luminosidade ia invadindo a nossa vida e recriando os espaços e cenários apropriados à concretização dos nossos sonhos e desejos.

 

Escondido sob o manto silencioso das águas paradas e estagnadas, o passado ia-nos observando ainda com legítimas expectativas de anular o presente, decompor o futuro e voltar tudo ao mesmo – todo o prato servido com decoro e elegância, muito bem regado com um bom copo de vinho e acompanhado por umas boas lágrimas de crocodilo.

 

(imagem – retirada da Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:03

Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

15
17

19
20
21
24
25



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO