Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

02
Ago 13

Tal como se previa – através de conclusões tiradas a partir de investigações paranormais realizadas recentemente – continuam a aparecer a boiar à superfície do nosso país, velhíssimos artefactos que já se pensava terem ultrapassado o seu prazo limite de validade, senão mesmo já estarem extintos.

 

Estas réplicas do Monstro vêm geralmente acompanhadas por pequenos barcos salva-vidas rodando vertiginosamente à sua volta, que por vezes e devido às forças de atracção e repulsão constantemente em presença interactiva, acabam por projector para o exterior da sociedade jovens réplicas destas réplicas secundárias.


           

Antes e Depois: O Mesmo Interlocutor

 

No entanto essas réplicas primárias do Monstro acabam por ser reactivadas, não por solicitação do mesmo, mas para satisfação dum pedido urgente de socorro oriundo do sector das réplicas secundárias – agora adultas – aflitas com a metamorfose por elas entretanto sofridas, ao passarem do seu estado larvar a que já estavam habituadas – como estado definitivo – à fase de borboleta.

 

Toda a evolução destas réplicas poderá levar a uma degenerescência acelerada desta espécie humanóide, tendo como consequência inevitável o abandono definitivo por parte do estado de toda a protecção ao seu contingente de mão-de-obra escrava não actualizada – e por esse motivo não replicada – provocando na fase final desta simulação adulterada, a morte dos seus operadores intermédios e a iconização em placas de madeira do seu monstro carismático, a Entidade Webmaster.

 

(imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:25

Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12

19
24

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO