Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

29
Ago 13

Imagem da lua de Saturno TITÃ obtida pela sonda HUYGENS – numa colaboração conjunta da NASA, da ESA (agência espacial europeia) e da ISA (agência espacial italiana) – ao atravessar a atmosfera acastanhada desse satélite natural de Saturno.


Titã – 2005.01.14

 

SATURNO é um dos planetas do Sistema Solar com maior número de satélites naturais – até hoje mais de sessenta – sendo Titã e ENCÉLADO as luas mais interessantes, não só por poderem ter água líquida em profundidade, como por apresentarem uma atmosfera rica em metano – tal como deverá ter apresentado a Terra nos primórdios da sua história.

 

A sonda HUYGENS foi lançada em direcção à lua Titã pela nave espacial CASSINI em mais uma das missões da responsabilidade da NASA/JPL. Apesar dos mais de oito anos passados sobre este fantástico registo de imagem, esta não nos deixa de impressionar e ao mesmo tempo desiludir: o que é feito do programa espacial norte-americano, dos seus sonhos e das suas concretizações? E porque raio foi a LUA praticamente abandonada?

 

(imagem – NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:12

A Proposta:

“Ataque imediato” e “sem apoio da ONU”

(Eliot Engel)



Congressista Democrata Eliot Engel

(Comité Negócios Estrangeiros)


A Justificação para o Povo:

“Existem precedentes suficientes que indicam que é possível avançar sem apoio da ONU”


A Justificação para o Poder:

“Os políticos não morrem no campo de batalha, por isso dizem essas coisas”


A Realidade:

“Avançando, corremos o risco de apoiar a Al-Qaeda”, conta-nos um oficial com mais de 20 anos de experiência no Médio Oriente.  “Praticamente, não existem forças moderadas na Síria”, explica a mesma fonte.


Agora Pare, Escute e Olhe


A Proposta

  • Desconhecimento de que para além dele (os USA) existem outros com os mesmos direitos e deveres (o Resto do Mundo);
  • Desconhecimento de que a ONU está acima de qualquer país que a constitui e de que qualquer acto não autorizado é ilegal e considerado um crime;
  • Desconhecimento de que a prepotência apoiada nas armas (USA) nunca poderá superar o poder suportado pelo dinheiro (China e Rússia).

A Justificação para o Povo

  • Analfabetismo na transmissão da mensagem directa e/ou subliminar, invocando como protecção ideológica contra a sua afirmação negativa, a precedência desse objectivo mesmo em sectores oposicionistas.

A Justificação para o Poder

  • Ignorância fatal na direcção e opção fundamental a tomar na defesa dos seus próprios interesses de sobrevivência política, apontando para os outros a culpa do insucesso e esquecendo-se do espelho colocado diante de si com os outros de permeio. Duma forma mais simples: se o acto não está correcto a culpa é dos interlocutores.

A Realidade

  • Conhecimento deliberadamente ignorado tal e qual como ensinado: ou será que ainda pensam que são meras coincidências?

(texto: retirado do Expresso – imagem: retirada da Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:17

Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12

19
24

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO