Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

22
Ago 13

Solar rotation and polar flows of the Sun as deduced from measurements by MDI. The cutaway reveals rotation speed inside the Sun.

 

The left side of the image represents the difference in rotation speed between various areas on the Sun. Red-yellow is faster than average and blue is slower than average. The light orange bands are zones that are moving slightly faster than their surroundings.



The new SOHO observations indicate that these extend down approximately 20,000 km into the Sun. Sunspots, caused by disturbances in the solar magnetic field, tend to form at the edge of these bands.

 

Cores das áreas/Velocidade de rotação:

 

  • Vermelho/Amarelo – área com velocidade de rotação acima da média
  • Azul – área com velocidade de rotação abaixo da média
  • Laranja – área com velocidade de rotação ligeiramente mais rápida do que zonas adjacentes

(image and text – SOHO GALLERY)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:58

21
Ago 13

A agência espacial norte-americana NASA dispõe agora de mais um satélite para o estudo pormenorizado do Sol e da sua atmosfera: com o lançamento do satélite IRIS os cientistas vão poder aceder a partir de agora a imagens de melhor qualidade e com um detalhe surpreendente, superiores às obtidas com o satélite SDO.


A atmosfera solar

 

O Sol atravessa actualmente um ciclo considerado de grande actividade, estando muito perto de alcançar o seu pico máximo. Entretanto nos últimos dois dias o Sol emitiu duas CME em direcção ao nosso planeta.


O Sol via SDO e IRIS

 

O satélite IRIS (Interface Region Imaging Spectrograph) foi lançado no passado mês de Julho. A imagem anterior revela um maior detalhe no caso do satélite IRIS (à direita), o que vem contribuir para um melhor conhecimento das camadas mais baixas da atmosfera solar.

 

 (imagens – The Watchers e NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:40

20
Ago 13

O que poderia acontecer se Monchique tivesse um Vulcão?

(uma das primeiras coisas que ouvi quando há muitos anos cheguei ao Algarve, foi que Monchique tinha um Vulcão)

 

Uma espectacular erupção vulcânica registada no passado dia 18 de Agosto no Vulcão japonês de Sakurajima, lançou na atmosfera uma grande quantidade de fumo e de pequenas partículas negras, que acabaram por obscurecer na sua deslocação e nalgumas zonas da cidade vizinha, a luz vinda do Sol.


Cidade Japonesa de Sakurajima com Showa ao fundo

 

Foi uma das maiores erupções registadas na história das últimas décadas deste vulcão situado no Japão. A coluna de fumo que se ergueu acima da cratera Showa – associada ao vulcão de Sakurajima – atingiu uma das suas maiores alturas de sempre, aproximadamente 5km. Como curiosidade interessante e adicional, tratou-se da 500ª erupção desde o início do ano.


Vista aérea da erupção na cratera Showa

 

A actividade do vulcão de Sakurajima tornou-se mais relevante a partir de meados dos anos cinquenta, quando este vulcão começou a ter episódios eruptivos mais constantes, chegando a ocorrer centenas de pequenas explosões todos os anos. Trata-se dum vulcão activo situado numa pequena península, mesmo em frente a um grande aglomerado populacional.

 

(imagens e alguns dados – The Watchers)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:14

Vindo de sudeste em direcção ao Sol, apresentando-se Regulus à sua esquerda e com Mercúrio à sua direita.



Um pequeno cometa da família KREUTZ encontra-se neste momento numa trajectória de aproximação ao Sol. Provavelmente originado a partir dum outro grande cometa que se partiu há muitos séculos atrás, este é apenas mais um dos seus fragmentos a passar nas proximidades da nossa estrela, contornando-a e acabando por se desintegrar e desaparecer. Este – apesar das suas reduzidas dimensões – é apenas um pouco maior. Mesmo assim o mais certo é vaporizar-se rapidamente deixando na prossecução da sua trajectória de ser visível ao contornar o Sol.


        


Mais tarde apercebe-se – através da análise das imagens anteriores – que o cometa na sua aproximação ao Sol se vai desintegrando e desvanecendo, acabando por desaparecer completamente. Pouco tempo decorrido sobre o eclipse do cometa verifica-se mais uma explosão na coroa solar – um fenómeno já muitas vezes observado em casos semelhantes.

 

Como curiosidade Regulus é uma das estrelas mais brilhantes visíveis no nosso céu nocturno – está situada a 79 anos-luz de distância do planeta Terra – sendo a mais brilhante na constelação LEO.


(imagens: SOHO – alguns dados: spacveweather.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 03:13

18
Ago 13

As “sprites” (duendes, espíritos, fadas) são formas estranhas e ainda pouco conhecidas de descargas eléctricas, que acompanham por vezes – nas suas camadas superiores – determinadas tempestades atmosféricas e que ainda hoje são um mistério para os seus investigadores. Em princípio estas descargas eléctricas não serão mais do que transferências de energia que se verificam entre diferentes camadas atmosféricas, não se conhecendo no entanto até aos dias de hoje a sua relação com o tempo e as condições climáticas que as rodeiam e originam.

 

COLORFUL SPRITES OVER NEBRASKA

 

"August 12th was another successful night in our sprites campaign," reports Jason Ahrns of the University of Alaska Fairbanks. With a team of researchers from NCAR, he has been flying over the midwestern USA onboard a Gulfstream V in search of exotic forms of lightning. As they were photographing a thunderstorm over Nebraska, these six sprites appeared:


Sprites

 

These remarkably beautiful discharges were red on top and purple on the bottom. "I really can't explain the color change," says Ahrns. "That's one of the things we hope to investigate with this campaign by capturing high speed spectra."

First documented in 1989 by scientists from the University of Minnesota who photographed strange flashes coming out of the tops of thunderstorms, sprites remain a mystery today. Neither their basic physics nor their effect on the surrounding atmosphere is well understood. "Do sprites have a large scale impact on the middle atmosphere?" asks Ahrns. "Sprites clearly represent some kind of transfer of energy, but is it on a scale that has a significant effect on the weather and climate? We can't answer that without studying them."

The ephemeral nature of sprites (they typically last no more than a few milliseconds) makes them tricky to study. Researchers on the NCAR Gulfstream capture sprites using Phantom cameras running at 10,000 frames per second. "One of the Phantoms has a diffraction grating in front of it to capture high speed spectra, which I don't think has ever been done before," notes Ahrns.

 

(Colorful Sprites Over Nebraska: spaceweather.com – Ahrns' personal blog)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:01

17
Ago 13

Albufeira – Ficheiros Concreto

(em véspera de eleições autárquicas)

 

“Enquanto os assaltos ao comércio, às habitações e às pessoas se sucedem todos os dias, enquanto a droga é sinal de festas em círculos restritos e fechados em terra ou em iates em mar alto aberto, reservam-se quase todas as polícias para tomarem conta dos poderosos minoritários (Eles) e abandona-se definitivamente os miseráveis maioritários (todos os Outros). E até o padre – e os seus fiéis – têm que pagar o respectivo dízimo, nem que para tal lhes confisquem todas as caixas de esmolas (para as finanças apenas mais um saco azul)”.

 

O Povo e a Religião vigiados pelos militares da Polícia Marítima


Cais do porto de abrigo dos pescadores de Albufeira

(procissão)

 

Finalmente ao fim de mais de cinco séculos e sob forte pressão das autoridades políticas regionais e nacionais – em risco de extinção eminente por falência técnica e necessitando de facturação extraordinária local só possível sob a forma de recibos de multas – as autoridades albufeirenses tomaram a iniciativa pedagógica de comunicar ao povo quem é que verdadeira manda e a que regras devem obedecer – e que necessária e religiosamente tem que respeitar – se por acaso ainda quiserem continuar a ser considerados.

 

Se a lei já não existe por constante alteração e adulteração legislativa – chegando-se ao cúmulo da hipocrisia legislativa criminosa, quando se troca propositadamente um “de” por um “da” (ou vice-versa) só para se poder manter o tacho cheio – continuam a existir os seus intermediários assalariados de execução, já que os outros não são o povo, não são a autoridade, nem se dão ao trabalho de conhecerem os seus cobradores de serviço.

 

E neste caso relembre-se a luta de anos e anos dos Pescadores de Albufeira pela conquista do seu porto de abrigo, as derrotas, as decepções, as desistências por morte e doença dos mesmos ou dos seus familiares, até conseguirem finalmente e já perto do precipício final – como um passaporte dourado para a reforma – atingir aquilo que sempre desejaram, mereceram e que os responsáveis da sua terra sempre ignoraram – afinal eram locais sem dinheiro e não camones cheios dele.

 

Complacentes com as atitudes deste povo vivendo rodeado de memórias ultrapassadas e em ruínas e consequentemente desligado da realidade financeira actual, os cobradores de serviço usando vestimentas paramilitares – para imporem o seu poder militar, à fé e ao poder da religião – lá fecharam após a emotiva procissão de Nossa Senhora da Orada um dos olhos ao lançamento de foguetes não autorizado e ilegal, enquanto com o outro iam passando o recibo da multa à dita e Santa Senhora protectora dos Pescadores.

 

Segundo as autoridades locais e referindo-se às iniciativas rodeando as Festas de Nossa Senhora da Orada protectora dos (poucos) Pescadores ainda vivos (e logicamente o fogo de artifício que sempre a acompanha):

- “Trata-se de uma actividade muito controlada, com regras de segurança estritas e que requer policiamento e a emissão de um aviso à navegação”.

Daí o processo de contra-ordenação e a respectiva multa a ser aplicada.

 

(imagem – CM)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:05

16
Ago 13

“E os doentes foram desaparecendo, as receitas farmacêuticas diminuindo e o prejuízo – na Saúde – não mais aumentou. Sucesso disse Ele – o Ministro – sem resposta correspondente do outro lado”

 

Muitos destes crimes são aceites pela sociedade, apenas e exclusivamente por um motivo: medo das consequências sociais – na educação, na saúde, na justiça – por soltarmos sem querer um simples e imprevisto “ai” de dor.

 

O Enviado de Deus às contas de Portugal que acabou agarrado ao Esqueleto dos seus Cidadãos que jurara proteger – após vender os dedos e os anéis, os membros, o tórax e o abdómen. Os ossos ficaram como garantia para o estado, contra futuras retaliações por parte do Agrupamento de Cadáveres de Portugal.


Paulo Macedo – Ministro da Saúde

(um indivíduo certamente com lugar já reservado no Inferno)

 

Porque não querem ver o que já é visível para todo o mundo há muito tempo – um Ministério da Saúde apenas interessado em poupar ao máximo e em vender a saúde aos privados nem que seja sobre o cadáver dos seus clientes/doentes – pelo menos olhando para o crescente número de doentes e para crescente número de mortos que este Ministro conscientemente já provocou, com a colaboração dos criminosos do costume, os ”boys and girls” nomeados perlo aparelho e apenas interessados na saúde (financeira) deles.

 

Os tentáculos do Monstro são infindáveis dispondo de multi-opções, infiltrando-se por todos os lados, desde que cheirem a dinheiro.

Os números apenas servem para encobrir a vergonha.

 

A Nossa Revolta é Tremenda, mas não nos dão a Palavra.

 

(imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:29
tags:

15
Ago 13

 

E de como ele me salvou a vida

 

Um dia o JAMES encontrou um gato ferido na rua – o BOB – e resolveu logo ir ao veterinário para tratarem dele. O gato ficou bom, o seu novo amigo ficou contente, o gato não mais o deixou e o amigo conseguiu-se salvar.


BOB e JAMES

 

De certeza um bom livro para quem gosta de pessoas e de animais (como o BOB) e os vê como amigos e familiares, com o mesmo estatuto de vida e em pé de igualdade social.

Só iniciaremos a nossa viagem de compreensão do mundo em que vivemos (como é o caso do JAMES), se nos respeitarmos respeitando os outros e simultaneamente se reconhecermos em todos os seres vivos que nos acompanham nesta misteriosa aventura – sejam eles racionais, sejam eles irracionais – um pouco que seja do pouco que nos resta, tal como eles o fazem sem pensar e sem ambições, mas na sua totalidade.

 

(imagens – boingboing.net)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:21

Orwell explains Nineteen Eighty-Four



In a 1944 letter to Noel Willmett, George Orwell laid out the thesis behind his next book, Nineteen Eight-Four, railing against the inevitable rise of Stalin, Anglo-American millionaires and "all sorts of petty fuhrers" who will prosper by means of anti-democratic caste systems. He explains that he supports going to war against Hitler as the lesser of two evils, but makes it clear that the great threat to the world is authoritarianism and its attendant systematic falsification of history, accepted by the intelligentsia so long as it is being undertaken by people on "our side."

 

On the whole the English intelligentsia have opposed Hitler, but only at the price of accepting Stalin. Most of them are perfectly ready for dictatorial methods, secret police, systematic falsification of history etc. so long as they feel that it is on ‘our’ side. Indeed the statement that we haven’t a Fascist movement in England largely means that the young, at this moment, look for their fuhrer elsewhere. One can’t be sure that that won’t change, nor can one be sure that the common people won’t think ten years hence as the intellectuals do now. I hope they won’t, I even trust they won’t, but if so it will be at the cost of a struggle. If one simply proclaims that all is for the best and doesn’t point to the sinister symptoms, one is merely helping to bring totalitarianism nearer.

 

Two and two could become five if the fuhrer wished it.

 

(Cory Doctorow - boingboing.net)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:13

“Teremos um dia forçosamente de constatar que contra o poder das armas e contra o poder do dinheiro, não há mesmo nada a fazer: é que a ética e a moral deixaram-se sujeitar às regras do mercado e como tal, agora todos têm um preço – caso contrário perderão toda a sua credibilidade comercial e serão simplesmente eliminados da lista”.


O Egipto e o poder dos Militares

 

Mais de 200 mortos e de 1.400 feridos na limpeza efectuada pelas forças de segurança egípcias aos apoiantes do presidente deposto – após golpe militar – Mohamed Morsi. Com os Estados Unidos da América a fornecerem o armamento e a Arábia Saudita o dinheiro – e com os restantes países árabes à volta a observarem (com Israel muito atento) como a situação evolui – não são bons os prenúncios futuros para o Egipto, para o seu povo e para toda a região.

 

Is this the democracy everyone talked about, the army shooting people in the streets?

Is this what we were promised?

I love the Egyptian army, but what they are doing, killing protesters, it's against humanity.

 

(imagem e "texto" – huffingtonpost.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:44

Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12

19
24

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO