Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

02
Dez 13

Se até no século passado os extraterrestres visitavam a Terra – veja-se aqui o caso de Ziggy Stardust e das suas Aranhas de Marte – porque é que não o fazem agora, de tal modo precisamos deles? Teremos nós mais uma vez que nos sujeitar ao ressuscitar dos mortos e ao regresso à Idade Média?


David Bowie

The Rise and Fall of Ziggy Stardust and The Spiders From Mars


No fantástico mundo alienígena do século XX onde todos mergulhamos inocentemente na nossa infância, as visões extraordinárias que o mundo nos proporcionava eram constantes e poderosas, acrescidas dum factor na altura prioritário: o da transformação e preservação da memória e da cultura, num parâmetro económico fundamental.

 

(imagem e legenda: popularmechanics.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:11

“Humans didn’t evolve from just apes but was a backcross hybrid of a chimpanzee and pigs”

(The Times of India – 30.11.2013)


The CHIMP-PIG MAN

 

"We believe that humans are related to chimpanzees because humans share so many traits with chimpanzees. Is it not rational then also, if pigs have all the traits that distinguish humans from other primates, to suppose that humans are also related to pigs?

 

(disinfo.com/indiatimes.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:07

Como escondida atrás da morte ainda muitos pensam inexplicavelmente encontrar a vida, não percebendo jamais que num espaço infinito como aquele onde vivemos, nada se cria nem nada se perde tudo se transforma.

 

Cometas há muitos seus Camelos!


Segundo os Conspiradores a NASA ainda poderá estar a observar o cometa ISON: não querem reconhecer que o Cometa do Século nunca existiu fosse o deles ou o da NASA

 

E lá vêm eles – Os Conspiradores do Fim do Velho Mundo, reclamando para si o título de Os Criadores do Novo Mundo – com a história de que o cometa ISON ainda não desapareceu, apenas se desintegrou em pequenos bocados: e o que acontece segundo eles é que alguns desses fragmentos de maior ou menor dimensão poderão vir a atingir a Terra, estando previsto que tal venha a acontecer a partir do próximo fim-de-semana.

 

E até apresentam como prova do que afirmam fontes russas e fontes portuguesas: com os russos da agência ITAR-TASS a afirmarem que o cometa após a sua passagem em torno do Sol mudou de trajectória desacelerando, esperando-se uma chuva de meteoritos sobre a Terra, em resultado da sua desintegração; e com os portugueses do Observatório de Lisboa a apresentarem um modelo até agora considerado correcto – prevendo a desintegração do cometa em pequenos fragmentos, provocando posteriormente um desvio de pelo menos 2 graus na sua trajectória – que terminaria com o impacto com o nosso planeta de alguns fragmentos no início do mês de Dezembro.

 

Muito mais elaborada a explicação envolvendo o Observatório de Lisboa (já não é a primeira vez que o mencionam – pudera, são artistas portugueses), esta afirmaria que o gelo do cometa ao derreter violentamente (estado sólido → estado gasoso) passaria a funcionar como um poderoso combustível propulsor, acelerando o movimento e alterando a trajectória: os fragmentos de diversas dimensões provocariam então uma chuva de meteoritos, que poderia vir a atingir o nosso planeta.

 

(imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 02:04

Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

20

23



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO