Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

18
Mar 14

Uma década depois sobre o Evento Mundial do 9/11 pode-se agora afirmar categoricamente e duma forma irrevogável que entre os coveiros da Civilização Ocidental – para muitos uma das poucas fortalezas de esperança na altura ainda existente (e resistente) – Portugal e os portugueses estiveram inequivocamente presentes (como sempre para as coisas más mas lucrativas para alguns): e no roteiro da Guerra lá aparecem os Açores (Portugal) e Durão Barroso (Primeiro-Ministro de Portugal).

 

Em 11 de Setembro de 2001 – com a queda das duas torres do complexo do WTC – morreu definitivamente a esperança dum Mundo que, talvez ingenuamente (no fundo somos todos crianças e acreditamos verdadeiramente em tudo o que nos dizem), ainda acreditava profundamente no seu tão propalado e idílico Futuro (promovido pelas elites no poder mas pelos vistos para sua única e exclusiva protecção).

 

Demolição Perfeita – excluindo as milhares de vítimas (colaterais) provocadas

 

Desde os primeiros momentos e dado o número crescente de indícios contraditórios face à esmagadora e inevitável narrativa oficial, muitos afirmaram – apesar de o fazerem muito compassadamente e de início em círculos restritos e muito fechados (nestes casos o medo de vinganças e represálias tem destes efeitos) – podermos estar em presença dum “Inside Job”.

 

A Al-Qaeda e o na altura reconvertido em Anjo Negro (ou Diabo) Bin Laden – anteriormente um Anjo Branco ao serviço do Ocidente, na sua luta heróica travada no Afeganistão contra o outro Diabo Vermelho – terão sido usados como bodes expiatórios preferenciais na construção dos álibis dos verdadeiros culpados por este crime hediondo. E a identificação destes criminosos era fácil de descobrir, bastando olhar e querer compreender o que era o WTC e o que por lá se passava nessa altura ou então compreendendo o que dali iria resultar raciocinar mais um pouco e ver quais os verdadeiros interessados – e que com ele lucraram – neste evento indescritível.

 

Entre subidas e descidas de acções e compras e vendas antecipadas e verdadeiramente divinatórias; entre o início da perseguição a minorias desprotegidas (com deveres e sem direitos) e responsabilizadas pelo sucedido; e entre o verdadeiro motivo para este assalto à mão armada à matéria-prima de outros países só porque eram governados por um ditador enquanto os salvadores apoiavam outros bem pior; todos estes acontecimentos tornam-se (pelo menos) agora de fácil compreensão bastando “parar, escutar e olhar” – isto se não quisermos também ser trucidados por este comboio cheio de mercenários, amantes do poder e do dinheiro como únicas referências culturais (numa mente já desprovida de memória)

 

Hoje o Mundo já não existe encontrando-nos todos à deriva. O problema é que enquanto for a casa lá ao fundo que esteja a arder – e isto apesar de morarmos em casas ligadas entre si – não nos preocupamos muito ou mesmo nada com o que está a suceder, esperando sempre que em último caso seja aquele que manda – mas que em quem ninguém já acredita – e que tendo pena de nós, nos venha a correr ajudar. Até morremos continuaremos condicionados a acreditar na beleza da Branca de Neve e na bondade dos Sete Anões, apesar de até deles os mesmos (que os aceitaram e utilizaram) dizerem mal: a moeda e o poder esmagaram a Humanidade transformando-nos em passivos e tristes escravos.

 

Este edifício (WTC 7) não foi atingido por nenhum avião

 

Quase 13 anos após esta tentativa de Golpe de Estado – pelos vistos bem sucedida – eis alguns factos irrefutáveis sobre os acontecimentos do 9/11 (dos 25 factos apresentados no artigo de Humans Are Free):

 

  1. Nano Thermite was found in the dust at Ground Zero;
  2. The total collapse of WTC 7 in 6.5 seconds at free fall acceleration (NIST admits 2.25 seconds);
  3. Dick Cheney was in command of NORAD on 9/11 while running war games;
  4. Osama Bin Laden was NOT wanted by the FBI for the 9/11 attacks;
  5. 100s of Firefighters and witness testimony to BOMBS/EXPLOSIONS ignored by the 9/11 Commission Report;
  6. On September 10th, 2001. Rumsfeld reported $2.3 TRILLION missing from the Pentagon;
  7. Towers were built to withstand a Boeing jet(s). “I designed it for a 707 to hit it”, Leslie Robertson, WTC structural engineer;
  8. BBC correspondent Jane Standley reported the collapse of WTC 7 (Soloman Brothers building) 20 minutes before it happened;
  9. Insider trading based upon foreknowledge. ‘Put Options.’ Never identified insiders made millions;
  10. At least 7 of the 19 listed highjackers are still alive (BBC).

 

Com os políticos de Portugal sempre em cima do acontecimento e no entanto invariavelmente muitos anos atrasados – talvez uma lembrança genética do Estado Novo – a correrem apressadamente quase que dois anos depois sobre o atentado a caminho dos Açores, prontos a assinarem por baixo (mas mesmo por baixo!) a declaração autorizando os norte-americanos a invadirem o Iraque e a destruírem as diabólicas (por inexistentes) armas de destruição maciça. Recompensados mais tarde como Durão Barroso com uma reforma (pessoal) dourada e deixando todos nós e o país com a famosa imagem de sermos uns atrasados e imbecis. Perdão: Um povo imbecilizado e resignado, humilde e macambúzio, fatalista e sonâmbulo, burro de carga, besta de nora, aguentando pauladas, sacos de vergonhas, feixes de misérias, sem uma rebelião, um mostrar de dentes, a energia dum coice, pois que nem já com as orelhas é capaz de sacudir as moscas; um povo em catalepsia ambulante, não se lembrando nem donde vem, nem onde está, nem para onde vai; um povo, enfim, que eu adoro, porque sofre e é bom, e guarda ainda na noite da sua inconsciência como que um lampejo misterioso da alma nacional, reflexo de astro em silêncio escuro de lagoa morta.” (Guerra Junqueiro)

 

(texto em inglês e imagem – humansarefree.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:46

Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO