Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

19
Mai 14

Enquanto os meios de comunicação europeus continuam a dar apoio e cobertura à intervenção norte-americana na Ucrânia, salientando as qualidades humanitárias e económicas desta intervenção militar sob o comando aparente da NATO (quando são os mercenários ao serviço das poderosas corporações que como batedores abrem caminho para a invasão e consequente ocupação) e atribuindo aos Estados Unidos da América uma auréola divina de poder e de boa vontade (como consequência da sua ligação com Deus), as primeiras imagens da sua dádiva fraterna e solidária começam a chegar até nós:

 

 

 O Massacre de Odessa

 

Neste caso oriundas do leste da Ucrânia (mais precisamente da cidade de Odessa) e retratando as consequências do apoio ao governo ucraniano actualmente no poder e reconhecido (senão mesmo indigitado) como garantia de viabilidade de projecto pelos Estados Unidos da América.

 

Mas do outro lado estão as Forças do Mal e da Escuridão Eterna, encabeçadas pela Rússia e pelo seu presidente, o diabólico e vermelho Vladimir Putin. Como diria sem hesitação Yulia Timoshenko:

 

  • I am ready to grab a machinegun and shoot that motherf__ker [Putin] in the head.
  • I would have found a way to kill those  assh_les.  I hope I will be able to get all of my connections involved.
  • And I will use all of my means to make the entire world rise up, so there wouldn’t even be a scorched field left in Russia.
  • They must be killed with nuclear weapons (on a question of what to do with the 8 million Russians left inside the Ukraine).

(imagem – sott.net)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:48
tags:

“Satisfeito com o seu desempenho o homem dirigiu-se em direcção à cadeira e aí se sentou: enquanto fumava tranquilamente um cigarro, ia apreciando demoradamente a sua parceira a vestir-se. Sentiu-se tentado (de novo)”.

 

Boy Toll Dolls

 

A luz iluminava com uma tonalidade levemente acastanhada as protuberâncias epidérmicas do Universo, impondo-se visualmente na parametrização da sua imagem, a profundidade e a escuridão crescente da fronteira que as separava. O SEXO também era uma ideia.

 

[Estudo/Análise/Publicidade/SEXO – 2.2]

 

(imagens – boytolldolls.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 03:26
tags:

Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

16

23



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO