Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

17
Jul 14

“Se os outros desapareceram (voo Kuala Lumpur/Pequim) estes desintegraram-se (voo Amesterdão/Kuala Lumpur): o que falta conhecer (a parte mais interessante) é o que originou estes violentos e mortais acontecimentos: neste último caso – e dado as forças em presença e os amigos e os inimigos – o mais fácil é culpar o Diabo ou seja o tenebroso ditador Putin e a maldita canalha russa”.

 

Destroços do avião completamente pulverizado

 

Mais um avião das Linhas Aéreas da Malásia que tem um grave acidente: neste caso deslocando-se da capital da Holanda (Amesterdão) em direcção à capital da Malásia (Kuala Lumpur). O avião acabou por se despenhar sobre território da Ucrânia provocando entre passageiros e tripulação perto de 200 mortos, não se registando qualquer sobrevivente.

 

Sistema de mísseis BUK

 

As primeiras notícias referindo-se a mais esta carnificina aérea apontam para que o avião malaio possa ter sido atingido em pleno voo por um míssil do tipo BUK (de fabrico russo). Refira-se que tanto a Rússia como a Ucrânia possuem este tipo de míssil Terra-Ar – o avião deslocar-se-ia a uma altitude de mais de 10.000 metros, muito inferior ao máximo atingido por estes mísseis BUK – pelo que ambos podem ser considerados altamente suspeitos como protagonistas desta tragédia aérea. Não podemos ignorar neste caso a guerra que se trava na Ucrânia e todos os interesses ali envolvidos, que não se limitam ao próprio país e à Rússia mas que também se estendem a muitas outras partes do mundo: como muito bem sabem os Estados Unidos da América e os seus obedientes parceiros europeus.

 

E se por acaso a queda do avião tiver outras origens?

Pelo aspecto geral da zona de impacto – com o que resta do avião completamente pulverizado numa zona não muito extensa – tudo aponta para a sua destruição total aquando do seu impacto brutal com o solo. No entanto as últimas informações vindas de território ucraniano (sob controlo das autoridades rebeldes de leste) – o avião terá caído a menos de 20 Kms da fronteira russa – poderão mesmo apontar para uma explosão em pleno voo, seja provocada pelo impacto exterior de um míssil ou por uma explosão no interior do próprio avião. Entretanto fala-se de que a caixa negra já foi capturada pelos rebeldes ucranianos pró-russos: “E do céu caíam cinzas, destroços e cadáveres – alguns ainda presos às suas cadeiras e com crianças à mistura”.

 

E agora de que é que está à espera a Europa?

 

(imagens – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:19

Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO