Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

07
Out 14

Faltam apenas 12 dias para o importante encontro entre o planeta e o cometa

 

Esta é a visão que teria um observador colocado sobre a superfície do planeta MARTE, se estivesse a olhar em direcção à Terra.

 

Como é facilmente perceptível ao analisar a imagem, a Terra é difícil de identificar na escuridão do espaço.

 

 

Um marciano ao olhar nessa direcção visualizaria apenas um pequeníssimo ponto luminoso (em Abril deste ano Marte encontrava-se a mais de 90.000.000Km da Terra) e nada mais.

 

No entanto se esse marciano ainda existir, poderá assistir dentro de poucos dias e na companhia de alguns artefactos alienígenas (de origem terrestre), a um espectáculo formidável: a passagem do cometa SIDING SPRING nas proximidades do planeta Marte, fazendo-lhe uma verdadeira tangente.

 

No dia 19 de Outubro o cometa passará a pouco mais de 100.000Km da superfície marciana: se fosse a Terra o planeta de referência (e não Marte), este cometa passaria a uma distância equivalente a 1/3 da distância Terra/Lua.

 

Um evento raro, fantástico, mas também algo preocupante (especialmente para os marcianos e para os artefactos terrestres).

 

(imagem – NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:53

Quando se previa a chegada do vírus EBOLA ao Continente Europeu lá para o fim deste mês (de Outubro), eis que já foi diagnosticado em Espanha o primeiro caso de um doente infectado no interior do seu próprio país: trata-se de uma enfermeira espanhola que acompanhou no seu tratamento um doente infectado – o que mais uma vez nos deixa a pensar sobre as capacidades de transmissão do vírus e/ou sobre a competência dos serviços públicos (e privados) de saúde, encarregues de nos proteger especialmente na ocorrência destes casos extremos.

 

 

 

Não vou aqui especular se o vírus EBOLA tem uma origem natural (manipulado pela Natureza) ou artificial (manipulado pelo Homem). O que me causa alguma estranheza é a atitude rígida (e inflexível) de alguns dos responsáveis pela luta contra este vírus mortal (que neste último surto já vitimou no mínimo 3.500 pessoas e infectou muitas mais), ao não quererem reconhecer que nunca poderão afirmar que o vírus não tem outras formas de transmissão, senão aquelas já aceites (como é o caso da OMS e a contaminação pelo ar). Se o vírus se tem vindo a disseminar por diversas espécies (morcegos, macacos, porcos, humanos, etc) sujeitando-se a mutações sucessivas (o organismo vai-se adaptando às condições do meio exterior que o recebe), como é que se pode cientificamente (e com toda a certeza) dizer não, a uma possível transformação do mesmo? Ou será falsa a afirmação “nada se perde, nada se cria, tudo se transforma”!

 

 

Segundo dados fornecidos pelo CDC (Centro de Controlo e Prevenção de Doenças) existem quatro subtipos de vírus EBOLA:

 

• Zaire
• Sudão
• Costa do Marfim
• Bundibugyo
• Reston

 

Relativamente aos quatro primeiros subtipos de vírus são todos transmissíveis aos seres humanos, sendo a única excepção o subtipo Reston, apenas transmissível a primatas (não humanos). Neste último caso os especialistas pensam que o vírus poderá ser transmitido (em determinadas condições) por via aérea, o que aparentemente não acontece nos outros casos.

 

(imagens – CDC)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:21
tags:

O resultado inevitável para uma política de abandono total por parte das autoridades dos Estados Unidos da América de sectores prioritários e fundamentais – necessários para a manutenção do bem-estar dos seus cidadãos e da garantia da identidade e da soberania do seu território – como o da Saúde e o da Educação.

 

Saúde Sexual Nos EUA

 

HIV – perto de um milhão de infectados

 

Num país com pouco mais de 300 milhões de habitantes os números apresentados pelo centro para o controlo e prevenção de doenças (CDC) – relativamente a doenças sexualmente transmissíveis – só pode ser considerado como simplesmente aterrador: 1/3 dos norte-americanos já estão infectados, com o seu número a crescer em cerca de 20 milhões/ano.

 

(imagem – livescience.com e CDC)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:13

Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO