Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

11
Nov 14

Jesus Cristo foi casado com Maria Madalena e teve dois filhos
(segundo o manuscrito agora descoberto)

 

8054331.jpg

Jesus Cristo e Maria Madalena

 

Até parece o início de um conto de literatura fantástica: “Numa livraria do Reino Unido foi descoberto há alguns meses atrás um manuscrito com mais de 1500 anos – O Evangelho Perdido – escrito em aramaico (pretensamente a língua utilizada por Jesus) e pondo em causa a Vida de Jesus Cristo (tal como nos é contada).”

 

Depois de vários meses passados a fazer a sua tradução (levada a cabo por um professor e por um escritor), os investigadores chegaram à conclusão que Jesus tinha sido casado, tivera mulher e tinha sido pai de duas crianças (até aqui nenhuma novidade já que outros manuscritos antigos também o referiam ou sugeriam): só que ao contrário do que muitos pensavam, a Virgem Maria não seria a sua mãe, mas sim a sua mulher Maria Madalena.

 

Estará para breve a divulgação dos nomes dos dois filhos de Jesus Cristo e Maria Madalena
(a verdadeira Virgem Maria)

 

Os investigadores prometeram entretanto divulgar mais novidades, como o sejam os nomes dos dois filhos de Jesus Cristo e Maria Madalena. Já há bastantes anos que muitas das teorias (não oficiais por não ligadas à Igreja) afirmavam que Maria Madalena poderia ser na realidade a representação verdadeira (e o símbolo) do Santo Graal e (como mulher numa sociedade matriarcal) o verdadeiro chefe da Igreja de Deus.

 

Só que desde que o homem resolveu ocupar o lugar da mulher fecundada – substituindo-a por uma mulher livre do pecado original – no nosso imaginário (implantado) a mulher activa e opressora representada por Maria Madalena (no seu papel de mulher), acabou substituída pela mulher passiva e submissa simbolizada pela Virgem Maria (no seu papel de mãe).

 

“Será que você está sendo mulher ou mãe dele?
Ele faz birra por qualquer motivo, age como uma criança e, às vezes, parece mais seu filho do que seu companheiro? Cuidado, ele pode estar trocando seu papel.” (mulher.com.br)

 

(imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:45

Mais de 6% das vítimas mortais provocadas pelo vírus EBOLA são trabalhadores da saúde

 

Como era previsível o último surto de vírus EBOLA que abalou África (e o resto do mundo) parece estar agora em regressão. Apesar das insuficiências assinaladas a nível mundial na prevenção e combate à doença (com a OMS à cabeça, ausente no início deste surto em Abril do ano passado e paralisada há meses já o surto tinha disparado), o esforço desenvolvido no terreno durante as últimas semanas parece ter dado efeito.

 

sierra-leone.jpg

Serra Leoa – trabalhadores do sector da saúde

 

EBOLA
Organização Mundial de Saúde – Relatório de 7 de Novembro 2014

 

Continente Países Mortes (saúde) Mortes (totais) %
Árica Libéria - 2766 55.77
  Serra Leoa - 1130 22.78
  Guiné - 1054 21.25
  Nigéria - 8 0.16
  Mali - 1 0.02
  Senegal - 0 0
  (R.D. Congo) (8) (49) -
América USA - 1 0.02
Europa Espanha - 0

0

Ásia - 0 0 0
Oceânia - 0 0 0
Total 8 (+1) 311 (+8) 4960 (+49) 100

 

 

A mortalidade provocada pelo vírus EBOLA é neste momento ligeiramente superior a 1/3

 

Os últimos dados transmitidos pela OMS (na passada sexta-feira) continuam a apresentar a Libéria como o principal foco de infecção, contabilizando neste momento mais de metade das mortes registadas. Quanto à R.D. Congo (cujos números não aparecem adicionados na tabela) apesar da quase meia centena de mortes aí assinaladas, ela aguarda apenas a passagem dos dias necessários (após o último caso assinalado) para ser considerada livre do vírus.

 

(imagem – WHO)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:52
tags: , ,

Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO