Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

15
Nov 14

“Um NEGRO que optou pela TEORIA de que o PRETO é a AUSÊNCIA de COR”
(e por esse motivo – pelo menos até agora – ausentou-se)

 

australia_obama_ausm111_46748223.jpg

Barack Obama na Austrália
(numa mensagem subliminar à também poderosa China)

 

E mais uma vez – face à mais que previsível derrota eleitoral (quadro 1) e ao não cumprimento sucessivo das suas promessas básicas (feitas anteriormente aos seus eleitores) – um político ambicioso eleito com apoio popular maioritário (quadro 2), vem após uma das suas maiores derrotas (confirmando assim a sua crescente inexistência nos influentes corredores do poder) reafirmar a continuação da sua estratégia inovadora e revolucionária (que anteriormente parecia desaparecida em combate) e afirmar.

 

Quadro 1
(ainda provisório)

 

Eleições S Senado (36) C Congresso (435) G Governador (36)
Democratas 55 46 199 186 21 17
Republicanos 45 53 233 244 29 31
(outros) 0 1 3 5 0 2
Total 100 100 435 435 50 50

(36 e 435) Candidatos a eleger neste momento eleitoral

S (senado), C (congresso) e G (governador) anterior

Senado/Congresso/Governador Eleições EUA 2014

 

Quadro 2

 

Candidato Partido 2008 (%) 2008 (VE) 2012 (%) 2012 (VE)
Barack Obama Democrata 52.9 365 51.1 332
John McCain Republicano 45.7 173 --- ---
Mitt Romney Republicano --- --- 47.2 206

(VE) votos eleitorais

Presidente/votos eleitorais EUA 2008 e 2012

 

Eis apenas três das mais recentes Novas Bandeiras do ainda presidente dos Estados Unidos da América, Barack Obama (todas recuperadas do saudoso baú das suas memórias presidenciais):

 

• O anúncio para breve do estabelecimento de um grande acordo sobre Mudanças Climáticas;

• A promessa da continuação da sua luta por uma Internet Livre e aberta a todos;

• A mudança radical do Sistema de Imigração norte-americano.

 

E as reacções imediatas dos seus apoiantes Democratas e dos seus opositores Republicanos:

 

headshot_jenpalmieri.jpg

Jennifer Palmieri – Directora de Comunicações da Casa Branca
(uma das responsáveis pela campanha de ressurreição de algumas promessas presidenciais)

 

"As the President said, during his remaining time in office he’s going to squeeze every ounce of opportunity that he has out of the presidency. The American people are doing their part, working hard to get things done for their families and their communities, and they want the same out of Washington. The President is going to do everything he can to make sure they see results." (Directora de Comunicações da Casa Branca – Jennifer Palmieri)

 

6a00e551f08003883401b7c6d55337970b.jpg

Mitch McConnel e as Eleições de 2014
(o republicano septuagenário a caminho de líder republicano no senado)

 

"I've been very disturbed about the way the president has proceeded in the wake of the election, whether it was his intervention on net neutrality, his apparent decision to move ahead on immigration with executive orders, the rather ridiculous agreement with the Chinese" (Senador Republicano – Mitch McConnel)

 

E como conclusão – a que qualquer um de nós facilmente poderá chegar – apenas mais um pouco do mesmo, mantendo o Mundo sempre o mesmo rumo por Fé e por Destino, liderado pelos maiores, exemplares e gloriosos Estados Unidos da América: na realidade comandado pelas suas omnipotentes e divinas Corporações, suportadas por uma maioria de escravos (agora transformados em objectos/mercadoria ainda por cima considerada de desgaste rápido – vejam como em Portugal vêm tratando de igual modo e democraticamente os extremos etários, como os novinhos e os velhinhos, de modo a obterem uma média contabilística equilibrada e aceitável para o défice) e adoradas por uma minoria de fantoches (em sentido pejorativo) muito bem manipulados, mas também muito bem pagos (a vantagem demolidora para outras alternativas de vida).

 

usa-vs-china-thumb17475659.jpg

EUA vs. China
(ou os norte-americanos face ao grande crescimento económico e militar dos chineses)

 

No entanto desenganem-se os promotores da ideia de que só existem dois lados (e como tal duas únicas opções – o verdadeiro objectivo unificador e justificador do poder), pois além de Democratas e Republicanos representarem o mesmo lado (ainda por cima da mesma moeda – o dólar), o Universo que conhecemos nunca se poderá limitar à Unicidade Finita. O problema não está no passado (com George Bush, o último presidente branco), no presente (com Barack Obama, o primeiro presidente negro) ou no provável futuro (com Hillary Clinton, a primeira presidente mulher): sendo o tempo uma abstracção sistémica e os seus personagens um conjunto de imagens inseridas num cenário reflectido (artificialmente e utilizando um artefacto criado pelo Homem – o Espelho da Realidade), não tem nenhum interesse (particular ou geral) a descrição pormenorizada do agente oficialmente nomeado para desempenhar o papel de gerente. Quem manda são as Grandes Empresas (quadro 3) e os políticos são apenas fantoches. Talvez piões!

 

Quadro 3
(Revista Forbes)

 

N.º Companhia País Vendas Lucros
1 ICBC China 148.7 42.7
2 China Construction Bank China 121.3 34.2
3 Agricultural Bank of China China 136.4 27.0
4 JPMorgan Chase EUA 105.7 17.3
5 Berkshire Hathaway EUA 178.8 19.5
6 Exxon Mobil EUA 394.0 32.6
7 General Electric EUA 143.3 14.8
8 Wells Fargo EUA 88.7 21.9
9 Bank of China China 105.1 25.5
10 PetroChina China 328.5 21.1
349 EDP Portugal 21.4 1.3

(dados – forbes.com)

 

Mas terão sempre que ter cuidado com o poder crescente (económico e militar) da China: é que as três maiores empresas do Ranking (estabelecido pela Forbes) já são chinesas.

 

(imagens – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:35

Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO