Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

28
Nov 14

Fez no passado mês de Julho vinte anos que o cometa Shoemaker-Levy 9 colidiu com o planeta Júpiter (o maior do Sistema Solar). Nesse ano (1994) a notícia correu mundo, com as imagens recebidas a aguçarem-nos o apetite (pelos mundos desconhecido e pelas perspectivas de aventura).

 

shoemaker-levy-9-fragments-may-1994-e1370374587857

Maio de 2014 – Já com o cometa partido em mais do que vinte fragmentos
(espalhados por mais de 1.000.000 de quilómetros)

 

Depois de ter sido descoberto no ano anterior (1993) por astrónomos do Observatório Palomar (da Califórnia), meses depois o cometa acabou por se fragmentar em vários pedaços (de menores dimensões), por acção das intensas forças gravitacionais exercidas pelo planeta gigante.

 

jupiter-impacts-shoemaker-levy-9-1994-e13703743999

Manchas castanhas indicativas do impacto
(do cometa com a atmosfera de Júpiter)

 

E entre Junho e Julho de 1994 já numa trajectória de colisão com o planeta Júpiter deu-se o inevitável impacto, no hemisfério sul e a uma velocidade de 60Km/s: sendo o primeiro evento astronómico deste tipo, a ser observado (e registado) entre dois corpos do Sistema Solar (um cometa de dimensões incertas e que poderia variar entre 2 e 10Km de diâmetro e um planeta gigante tendo como diâmetro mais de 140.000Km).

 

jupiter-scar-impact-2009-Hubble.jpg

Imagens de mais um impacto ocorrido em 2009
(provavelmente causado por outro cometa)

 

Este Evento (como muitos outros semelhantes e certamente por diversas vezes ocorrido) leva muita gente a pensar se o planeta Júpiter não terá um papel muito mais importante do que parece aparentar (na preservação da Vida no nosso planeta), já que com a sua figura imponente no Sistema Solar (a sua massa e a sua dimensão) se apresenta (no nosso imaginário talvez real) como um verdadeiro e valioso Guardião: ele protege-nos de agressões vindas do exterior, como aquelas perpetradas pelos cometas (muitos deles vindos da escuridão profunda do espaço).

 

(dados: Web – imagens: earthsky.org/NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:42

ÚLTIMA HORA
O Marquês fala com SÓCRATES

 

marquis_pombal_19316481904e9846cde479e.jpg

Marquês de Pombal

 

M: O que tem a dizer das coisas que dizem?
S: Absurdas, injustas e infundamentadas.

 

M: Mas porque não concorda com a convicção geral?
S: É injustificada e constitui uma humilhação gratuita.

 

M: Chegou a alguma conclusão que queira comunicar?
S: Há cinco dias fora do mundo.

 

M: Alguém a quem queira recorrer?
S: Este processo é comigo e só comigo.

 

M: Quando desejar falar como o fará?
S: Será em legítima defesa.

 

M: O que acha deste caso?
S: Não raro a prepotência atraiçoa o prepotente.

 

M: E sobre quem o acusa?
S: Aqui está o verdadeiro poder – de prender e de libertar.

 

Relembre-se que o Marquês também entrou em desgraça (com Dona Maria), apresentando a sua demissão e desaparecendo de vez do mapa político português (de então).

 

(respostas: Sócrates – imagem: Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:32
tags:

A Próxima Guerra Mundial terá como motivo a luta pela posse dos Recursos Mundiais de Água

 

Com o continente Europeu a ser um grande candidato a ser conquistado, mas preocupando-se apenas com o preço da água. Consequência da privatização indevida de um bem público essencial.

 

Matt_Black_11.jpg

Califórnia – Campo seco de trigo

 

Enquanto que na Europa o problema da falta de água parece ainda não ter incomodado os responsáveis pelo funcionamento do sector de fornecimento de água ao público em geral, noutros países ou continentes o problema da seca prolongada começa a ser cada vez mais preocupante.

 

Principalmente porque a água é fundamental para a produção de alimentos e a sua falta poderia provocar o colapso de toda a sociedade.

 

E se a seca é só por si um fenómeno calamitoso para qualquer tipo de ser vivo, animal ou vegetal, o excesso populacional de qualquer espécie que seja (por exemplo o Homem) só agravará ainda mais o problema.

 

E é isso o que já se passa nalguns países de vários continentes, com os casos da Califórnia e da cidade de S. Paulo a serem os mais falados ultimamente (até pelas pessoas residentes nessas mesmas regiões).

 

Conjugação fatal também presente em regiões localizadas em países como a Austrália, a China e a Índia (e afectando bacias ou aquíferos).

 

A própria NASA já vai falando da forte probabilidade de se nada se fizer (por acção do Homem) ou nada acontecer (por acção da Natureza), se poder chegar rapidamente a uma situação extrema de falta de água e de colapso na cadeia de fornecimento de alimentos.

 

E até com alguns especialistas a compararem o que está a suceder no estado norte-americano da Califórnia, com o que se passou há mais de 2.600 anos com o Império Assírio: o seu fim.

 

(imagem: Matt Black – emahomagazine.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:57
tags: , ,

Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO