Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

23
Jun 15

“Num Mundo onde a Espécie Dominante (o HOMEM) não respeita a Natureza e o Ambiente que a sustenta (a TERRA), nada mais é necessário dizer em defesa da Mesma.”

 

Tendo de novo entrado em erupção no passado dia 19 de Junho (sexta-feira), o vulcão do Monte SINABUNG (localizado na Indonésia) volta a ameaçar as populações habitando em seu redor. Aconselhadas há muito a abandonarem esta zona perigosa (toda a zona envolvendo o vulcão tem-se mantido nos últimos tempos extremamente instável), as populações têm resistido até ao último segundo em deixar para trás a sua casa e todos os seus bens, ainda por cima situadas numa zona agrícola tão fértil e tão rica.

 

2354346576879.jpg

Vulcão do monte SINABUNG em erupção
Karo
Igreja abandonada numa das encostas
(Sumatra – Indonésia)

 

Mas a natureza não se limita a obedecer ao que nós pensamos e desejamos obter dela: tratando-nos como a restante matéria, a sua transformação é ininterrupta e evolutiva, sendo os seres humanos apenas mais um elemento constituinte deste puzzle infinito e sempre indefinido. Hoje em dia o Homem continua a ser unicamente mais uma das muitas peças não significativas da grande máquina: nunca se conseguindo impor como espécie dominante e desse modo (como consequência desse trauma) entretendo-se a destruir a própria espécie. E para além disso em vez de contemplar como prioritário o melhoramento do relacionamento do Homem com a Terra, nunca querendo assumir os seus limites respeitando o de todos os outros e com isto recusando o seu lugar bem abaixo na hierarquia do Universo. E se fossemos frangos de aviário?

 

(imagem – rt.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:27

Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

15
16
18
20

21



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO