Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

17
Nov 15

Se há Bem e se há Mal, quando chega o tempo do Bem?
Ou não haverá nenhum deles, já que o tempo é uma abstração?
É que sem parâmetros é fácil mandar!

 

good-vs-evil.jpg

 

Se nos emocionamos com as cenas chocantes e bastante intrusivas que sucessivamente nos chegavam de Paris, é porque sentimos que apesar de tudo o de vil e de Mau a que infelizmente agora se tem acesso (ao vivo e em direto), ainda existe algo de Bom (por exteriorizar e expandir exponencialmente) na esmagadora maioria das pessoas. Só que não se sabendo bem porquê, só o MAL se consegue impor na nossa ideia de sociedade: vinda do povo ou dos Senhores da Guerra.

 

Portuguesa abriu porta a jovens em pânico
Foi "noite horrível"

 

Uns metros mais à frente, "uns 40 jovens" entraram por um prédio dentro a "pedir socorro". Foi Margarida Sousa, emigrante portuguesa que é porteira no prédio, quem lhes abriu a porta. Ao DN, contou que viveu "uma noite horrível", com "os jovens a pedir socorro, cheios de sangue e cinco deles com balas no corpo". O tom calmo e sereno com que Margarida Sousa recorda a noite dos atentados contrasta com o "pânico" que lhe entrou pela casa, quando "estava sentada ao telefone" a falar com a filha. "Acolhi na minha casa uma jovem com balas nas costas, outro jovem com balas nos braços e uma jovem com uma bala no braço, mesmo ao lado do peito", relata a portuguesa, dizendo que "não podia virar as costas àquelas pessoas". "Eles queriam esconder-se porque estavam com muito medo. Sabiam que estavam a correr muito perigo depois do que já tinham vivido no Bataclan. Tentaram esconder-se nas escadas e gritavam: fechem as portas, fechem as cortinas. E pediam para apagar as luzes, para que ninguém se apercebesse de que estavam aqui em minha casa", conta Margarida Sousa. A emigrante portuguesa que diz ter feito "o que tinha a fazer" na noite de sexta-feira prestou-lhes os primeiros socorros "dando copos de água, café, chá, comida e qualquer coisa que os acalmasse". Enquanto o fazia ouviu relatos de verdadeiro terror, como o de "uma jovem, a Juliette, que passou por cima de corpos mas tinha de tentar fugir". (João Francisco Guerreiro/dn.pt)

 

O Homem sabe desde há milhares de anos que o Bem e o Mal – como parâmetros abstratos e mecanismos de sobrevivência que são – sempre fizeram parte da sua Vida.
O problema está agora no privilégio atribuído a um deles e na unificação da abstração: é que enquanto os parâmetros opostos se atraem, parâmetros idênticos repelem-se.

 

(texto/itálico: DN – imagem: WEB)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 09:50
tags: , ,

16
Nov 15

Enquanto no nosso planeta os seres vivos (inteligentes e organizados) se continuam a matar a um ritmo alucinante, em Marte é a sua superfície desértica e árida (e sem qualquer vestígio de vida) que nos desperta a atenção: talvez por nos mostrar o que um dia será a Terra.

 

E se continuarmos a ignorar os avisos que nos chegam de todos os lados, poderemos até pensar que um dia terá existido vida em Marte, talvez uma civilização, entretanto dispersa ou extinta por algo de inevitável: um evento cósmico talvez despertando a Terra.

 

NLB_500661696EDR_F0503076NCAM07753M_.JPG

Imagem recolhida pelas câmaras do rover da sonda Curiosity
(no decorrer do seu 1162º dia de permanência sobre a superfície de Marte)

 

Um planeta que continua a despertar a curiosidade de muitos leigos e eruditos, mas que até hoje ainda não nos revelou nada de novo nem de concreto, a não ser a suposição de algumas mentes menos contidas ou até mesmo desvairadas, vendo a Terra em Marte.

 

Podendo com grande probabilidade (num passado muitíssimo distante) ter possuído um vasto oceano cobrindo uma parte significativa da sua superfície, uma atmosfera e até alguma forma por mais primitiva e rudimentar que fosse de vida.

 

(imagem: NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:07
tags: ,

Tal como prometido (no próprio dia) pelo presidente FRANÇOIS HOLLANDE, logo que os serviços de segurança franceses identificassem os autores do recente ATENTADO EM PARIS (levado a cabo na última sexta-feira, 13 de Novembro), a resposta da Republica Francesa seria imediata e à medida.

 

article-3319696-2E7AEEB700000578-590_964x520.jpg

A resposta da França

 

E enquanto as investigações se desenvolviam no terreno e se ia começando a perceber melhor toda a extensão da rede terrorista, de que célula se tratava, dos elementos que a compunham e de qual a sua origem, já a força aérea francesa era colocada em alerta máximo preparando-se para entrar imediatamente em ação (na área de intervenção Síria/Iraque).

 

2E65497400000578-3319696-French_fighter_jets_have_

Ataque a Raqqa

 

No terreno onde se tinha verificado o atentado as primeiras informações apontavam para uma atuação planeada e concertada, executada por três grupos atuando em três zonas diferenciadas de Paris e tendo como objetivo principal causar o maior número de vítimas possíveis (ao estilo dos bombistas suicidas que tantas vezes vemos explodir, mas lá bem longe de nós).

 

Tal como terá também acontecido no atentado de Janeiro ao semanário satírico parisiense CHARLES HEBDO, as autoridades acabaram por descobrir que uma parte desses terroristas terá vindo da BÉLGICA (a célula central responsável pela execução do plano), aos quais se terão juntado nacionais franceses (provavelmente de ascendência argelina) e até um possível cidadão oriundo da Síria e que terá chegado à França vindo da Grécia (salvo de um dos botes de refugiados atravessando o Mediterrâneo ada Turquia) em poucos dias (o que vendo as colunas de refugiados e sendo verdade não deixa de ser estranho).

 

MAIN-Hellfire-missiles-from-paris-with-love.jpg

Fom Paris With Love

 

Tendo como resultado mais de uma centena de mortos e muitos mais feridos ligeiros e graves (motivo pelo qual a lista de vítimas mortais vai infelizmente evoluindo).Um ataque premeditado e lançado no início de mais um fim-de-semana, quando em Paris se realizava um jogo de futebol entre a França e a Alemanha (com cerca de 80.000 espetadores e a presença do presidente de França) e até um concerto de música com um grupo norte-americano: os EAGLES DEATH METAL (numa sala com capacidade para mais de 1.000 pessoas). Tentaram entrar no estádio mas não o conseguiram (explodiram no exterior matando um português), entraram por vários restaurantes e dispararam sobre tudo o que mexia (aí os mortos já rondavam as duas dezenas) e finalmente no centro de artes e espetáculos do BATACLAN e quando a banda já atuava há algum tempo, sem aviso, sem razão e selvaticamente, despejaram indiscriminadamente as suas armas e fizeram-se explodir (onde morreram pelo menos duas portuguesas).

 

Paris-Terror-Attacks-ISIS-UK-Smartphone-Video-Game

PS4

 

Entretanto a França já bombardeou a localidade de RAQQA (considerada a capital do Estado Islâmico na Síria) afirmando os militares franceses terem destruído importantes instalações dos terroristas assim como morto mais de uma centenas deles. Com as suas bombas a enviarem uma mensagem pretensamente aos terroristas: “De Paris Com Amor”! Falta saber se na realidade atingiram mesmo os terroristas ou se como aconteceu em França (em que inocentes foram mortos) apenas mataram mais inocentes que forçados ou por mero acaso lá estavam ou passavam na altura. Não será a bombardear que a França ganhará a Guerra – e fará pagar os verdadeiros assassinos pelas carnificinas provocadas.

 

Quanto aos terroristas e de forma a comprovar que o artefacto mais inocente pode ser pelos mesmos utilizado com objetivos e intenções nunca pensadas (o que demonstra a sua experiência e preparação), veja-se o caso da PS4 pelos mesmos utilizada para comunicação (até para receberem planos de montagem de bombas artesanais) dada a maior dificuldade em a detetar na rede. O que implica uma forte ligação estabelecida pelos dirigentes dos terroristas com a franja mais jovem da população, mais aventureira, ingénua e com maiores conhecimentos tecnológicos.

 

Enquanto isso os exércitos dos Mortos-Vivos continuam perdidos e à deriva no interior de toda a EUROPA.

 

(imagens: dailymail.co.uk/mirror.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:03

No momento em que as vítimas portuguesas deste atentado já se cifram em três (além de existirem já confirmados pelo menos outros cinco feridos): uma na zona do estádio onde se disputava o jogo de futebol França-Alemanha (atingida pela explosão de um bombista suicida) e outras duas no Bataclan onde atuava uma banda da Califórnia (mortas a tiro ou quando os terroristas se fizeram explodir).

 

2E77584700000578-3319244-image-m-25_1447595206723.

Local da Carnificina
Interior do Bataclan
(sábado, 14)

 

Pelo fim do dia 13 de Novembro de 2015 (sexta-feira) quando muitos dos parisienses já usufruíam do seu descanso merecido de fim-de-semana, o seu quotidiano pacífico de amizade e de convivência foi subitamente interrompido por um evento catastrófico e deliberadamente mortal: vários atentados e uma carnificina.

 

Os atentados foram levados a cabo por indivíduos reclamando-se representantes da Síria, sendo posteriormente suportados na sua reivindicação pela organização terrorista Estado Islâmico. Talvez com resposta por parte dos terroristas atuando na Síria (assim como no Iraque) ao recente recrudescimento dos bombardeamentos por parte da força aérea francesa.

 

2E73D32C00000578-3319244-Tension_Armed_police_prep

Frente do Bataclan

(sexta-feira, 13)

 

2E6F326500000578-3319244-From_above_The_scene_foll
Traseiras do Bataclan
(sexta-feira, 13)

 

Mas talvez mais como pretexto, agora que a estratégia de atirar os contingentes de refugiados para o interior a Europa (migração bem organizada por todos os mercenários individuais/privados e coletivos/estados ao serviço desta imensa rede terrorista bem organizada e melhor financiada) parecia ir de vento-em-popa: no meio do rebanho em fuga não se notaria presença de nada (de estranho como o lobo).

 

As últimas notícias apontam para o reforço das medidas de segurança em território francês, com o prolongamento do Estado de Emergência durante os próximos três meses (enquanto prosseguem as investigações e a perseguição a outros possíveis envolvidos no atentado) e o início do bombardeamento por parte de jatos da força aérea francesa de bases situadas em pleno território sírio e controladas pelo Estado Islâmico.

 

(imagens: Mirrorpix/EPA/EPS – dailymail.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:12

15
Nov 15

“Arma: instrumento que serve para atacar ou defender.”
(dicio.com.br)

 

images.jpg

 

O que poderá dizer o presidente norte-americano BARACK OBAMA colocado perante a afirmação do presidente francês FRANÇOIS HOLLANDE de que o atentado ocorrido em 13 de Novembro em Paris foi um ATO DE GUERRA? Uma declaração forte de um velho aliado esperando o apoio de todos os outros.

 

Sabendo-se de antemão que os serviços secretos norte-americanos são os criadores entre outros de organizações terroristas como o ESTADO ISLÂMICO, posteriormente desviadas do seu projeto inicial por diversificação das suas fontes de financiamento. Por exemplo a Arábia Saudita aliado dos EUA.

 

Resta-nos ficar a aguardar a resposta conjunta da Europa e do seu aliado norte-americano. E isso verificar-se-á nos céus do Iraque e da Síria com o ataque final ao TERROR e ao fim dos mercenários – Estado Islâmico ou AL-QAEDA. E chamando à razão dois países (por razões diferenciadas) apoiando o terrorismo: Arábia Saudita e Turquia.

 

Mas tal como em Janeiro deste ano tivemos o evento a nível global JE SUIS CHARLIE que no entanto nada deu (a não ser 12 mortos e dez feridos), perante a perspetiva de que neste novo evento os números finais possam ser muito maiores (10x ou 20x), suspeito que mesmo assim nada de novo se fará: nem com uma grande campanha tipo JE SUIS PARIS.

 

É que já é grande a INDIFERENÇA e a distância ao PODER.

 

(imagem: blogdoraniellybatista.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:26

14
Nov 15

Francois Hollande: Paris attacks were ISIL 'act of war'
(USA TODAY)

 

151113-france-attacks-mn-1720_75c73b1f1369b1ea4588

 

Nunca deixando de recordar o atentado levado a cabo pela AL-QAEDA a 7 de Janeiro deste ano em PARIS ao semanário satírico CHARLES HEBDO (e que provocou 12 mortos e 10 feridos), neste caso levado a cabo por um grupo terrorista distinto do ESTADO ISLÂMICO (duas organizações fortemente apoiadas pela Arábia Saudita, contando esta com a passividade estratégica dos EUA seus aliados) e com raízes na Península Arábica (região do Médio Oriente onde a Arábia Saudita é o estado mais rico em petróleo e mais poderoso em armamento, tendo na cauda o Iémen recentemente terraplanado pelos bombardeamentos sauditas).

 

gettyimages-497051078.jpg

 

Entretanto passaram-se nove meses e com o recrudescimento da violência um pouco por todo o Médio Oriente (Síria, Iraque, Iémen) assim como no norte de África (Líbia), novos contingentes de populações desesperadas e em fuga puseram-se em marcha, engrossando cada vez mais as já extensas filas de homens, mulheres e crianças fugindo à destruição e à morte certa: por terra e por mar chegando às margens da Europa e atualmente atravessando-a em toda a sua extensão a caminho da salvação. Tendo curiosamente como destino preferencial os países que mais contribuíram para a destruição dos seus territórios e das suas vidas (como a França e a Grã-Bretanha ao juntarem-se aos EUA) e em alternativa os países frios do norte.

 

paris-terror-attacks2.jpg

 

E então em menos de quinze dias e tal como todos os sinais anteriores assim apontavam, o Estado Islâmico atacou (a Europa) provocando mais de 400 mortos e de 500 feridos. A 31 de Outubro o voo 9268 das linhas aéreas russas METROJET é vítima de uma explosão a bordo, pouco mais de meia hora após a sua descolagem e quando atravessava os céus do Egito: acaba por se despenhar no solo provocando 224 mortos. Atentado posteriormente reivindicado pelos terroristas e mercenários ao serviço do Estado Islâmico, como resposta ao início da intervenção russa (contra os EI) no conflito a decorrer na Síria. Atentado esse que não teve grande repercussão nos meios de comunicação social ocidental apesar de associado à luta contra o terrorismo e às vítimas inocentes, pelo mesmo acontecimento provocado. Tendo ainda em atenção um outro caso semelhante ocorrido nos céus da Ucrânia e que provocou 298 mortos. E relembrando tudo o que se escreveu sobre ele (culpando PUTIN) enquanto se ignoravam os outros (Bem-feito, estavam a pedi-las, são russos!).

 

8319c7634b884a578cddb98ee08c13f0-79d74863666a46bda

 

A 12 e 13 de Novembro sucederam-se dois grandes atentados: um em Beirute e outro logo de seguida (e de novo) em Paris. Com 43 mortos e 240 feridos contabilizados na capital libanesa e mais de 130 mortos e mais de 200 feridos na capital francesa. No primeiro caso utilizando cargas explosivas e bombistas suicidas colocados no meio de grandes ajuntamentos de pessoas e no segundo caso diversificando a sua intervenção (simultânea) entre locais próximos mas diferenciados de modo a criar mais caos e assim instalar o medo. Sempre recorrendo aos meios mais extremos de violência por efetivamente mortais, servindo-se de tiros, bombas, granadas, reféns e até de uma falsa ideologia. Autor: Estado Islâmico.

 

602paris111315.jpg

 

Talvez agora a Europa se ponha verdadeiramente a pensar sobre o assunto que a leva ao terrorismo e ao refletir sobre ele se questione finalmente sobre qual o seu real papel no meio da estratégia geopolítica norte-americana e do seu mordomo inglês. Se nos lembrarmos dos bombardeamentos levados a cabo pelos EUA, Grã-Bretanha e França na sua luta contra o terrorismo, só a França é que tem levado, A Alemanha? Essa nem se mete (pelo menos de caras)!

 

(imagens: nbcnews.com/ibtimes.com/dailymail.co.uk/dnd.com.pk/wpxi.com/startribune.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:42

They were not moving
They were just standing at the back of the concert room and shooting at us
Like if we were birds
(CNN)

 

56466b2a180000a700304b36.jpeg

 

Enquanto alguns se vão entretendo a incendiar o país e outros já pensam na sua viagem até à ilha (ficando os nossos representantes à espera do decisor), logo ali mesmo ao lado noutro país da (mesma) Europa, a realidade não para continuando mesmo a avançar: e num curto espaço de tempo num lugar perto de nós, mais uma carnificina e um aviso do que aí vem.

 

Paris terrorist attacks leave more than 140 dead leave France reeling
(The Washington Post)

 

Numa sequência de trágicos acontecimentos levados a cabo pelos mesmos terroristas que deram origem à grande corrente migratória atualmente em trânsito pela Europa (constituídas por comunidades inteiras em fuga) e que agora infiltrados entre as suas vítimas procuram novos territórios. E no meio do rebanho o lobo mal se vê (transformando-nos todos em lobos).

 

As many as 120 dead, 5 attackers 'neutralized,' 6 sites attacked
(Los Angeles Times)

 

56468c2e1400006f023cacb0.jpeg

 

Recordando os dois mais recentes atentados perpetrados por militantes do mesmo grupo terrorista, um provocando mais de 200 mortos nos céus Egito e o outro provocando mais de 50 mortos em território libanês (Beirute). O primeiro como resposta ao início da intervenção aérea da Rússia na guerra da Síria, o segundo pelo apoio de sectores políticos do Líbano a grupos de combatentes sírios mas inimigos. Sendo agora no centro da Europa, bem pertinho da Alemanha e com a Grã-Bretanha à vista.

 

3 Attackers Detonated Suicide Belts in Bataclan Concert Hall Siege
(ABC News)

 

O atentado ter-se-á sentido com maior intensidade em três locais distintos (mas próximos) do centro de Paris: num restaurante (onde as pessoas jantavam usufruindo do início do seu fim-de-semana), numa sala de espetáculos (onde decorria um concerto do grupo californiano Eagles of Death Metal) e nas proximidades de um estádio de futebol (onde se jogava o amistoso França-2 Alemanha-0). E foi na sala de concertos (do Bataclan) que mais gente morreu: a tiro ou à bomba mais de uma centena de vítimas).

 

150+ killed and many injured in a series of terrorist acts
(RT)

 

(imagens: huffingtonpost.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 04:03

13
Nov 15

“Até a Igreja dos santos parece querer colocar reserva aos pecadores”
(não serão eles do mesmo rebanho, iguais como o preto e o branco?)

 

E eis que no preciso momento em que a economia portuguesa pretensamente se encontra num preocupante período de impasse (provocado pelos resultados verificados nas últimas eleições/PÁF-107 deputados e Oposição-123 deputados), os mesmos Arautos da Democracia e da Felicidade em Portugal e que previamente nos alertaram para os perigos do prolongamento deste mesmo impasse, lançam o caos e a confusão política no país, pondo em causa a Matemática: 123 nunca será superior a 107 (análise meramente quantitativa), dado o nível inferior dos primeiros (análise qualitativa).

 

hipo.png

 

 

Compreendendo esta nova e perturbante questão existencial aqui colocada (pois da sua resolução positiva depende a existência deste governo);

 

Conhecendo de antemão a estratégia anticomunista da PÁF aliada ao anticomunismo primário do seu Presidente (não sendo por acaso que são representantes da área política dos 107);

 

Sabendo por gritante e demolidora da pressão deliberada e bem organizada levada a cabo por todos os subsídio-dependentes aderentes aos 107 (coincidindo com a opinião monocórdica e constante de todos os fazedores de opinião);

 

E aceitando como verdadeira a afirmação de que uma cambada de traidores, golpistas, derrotados e oportunistas acedem ao poder através de um indigno Golpe de Estado (querendo de lá tirar o governo anterior com maioria parlamentar, colocando em seu lugar o seguinte agora com maioria parlamentar);

 

Proponho que o Presidente de todos nós exercendo plena e efetivamente todos os poderes constitucionais e morais a que possa ter acesso, proteja os seus (os únicos que conhece e que são de confiança);

 

E perpetue enquanto tiver forças e for possível este governo de Salvação Nacional (e que em vez de gestão como o classificam os seus detratores. irá ser de gestação e oferecer-nos de mão beijada a esperança no futuro).

 

Hipocrisia.jpg

 

Com o Presidente mostrando todo o seu poder e heroísmo mesmo que o seu povo e território desapareçam com ele de vez.

 

Consultando a única Bruxa disponível (da Coligação Negativa) e atrevendo-me a aceitar a sua imagem (sempre turva), após descodificação da mensagem e interpretação dos destroços obtidos, fiquei apenas com dois trilhos opostos como indicadores do destino: o Positivo e o Negativo.

 

Trilho Partido Grupo Governo Descrição
Positivo PSD+CDS Dos 107 De Gestação A
Negativo PS+BE+PCP+PEV (+PAN) Dos 123 De Costa B

 

A
A continuação da nossa dolorosa caminhada em direção ao nosso destino (localizado no cume da montanha sagrada), na procura da salvação e do holograma da felicidade (produzido por apóstolos e num projeto maximalista). Propondo-nos a todos o Céu mas com as portas do Purgatório (as novas cores do Inferno) sempre abertas.

 

B
A opção pelo caminho mais fácil mas pecador, obliterando a Montanha e terraplanando todos os vestígios de vida. Deixando o nosso corpo ao dispor do livre-arbítrio e alienando aos derrotados a nossa alma perdida. Um caminho para Sodoma e Gomorra e para a implantação do Inferno na Terra.

 

Felizmente que existem outras portas, como aquela da Alice.

 

(imagens: teiapolitica.net e arthur.bio.br)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:46

12
Nov 15

A atmosfera da Terra é composta esmagadoramente por três gases: nitrogénio, oxigénio e argónio (mais de 99,9%). O dióxido de carbono não passa dos 0,04%.

 

co2_model_image.jpg

 

Carbon dioxide emitted into the atmosphere by human activities influences the amount of the sun’s energy trapped by Earth’s atmosphere.

 

A NASA veio agora informar-nos sobre a sua crescente preocupação sobre os elevados níveis de CO₂ presentes na atmosfera e sobre os efeitos que este composto gasoso poderá provocar no aquecimento do planeta e nas alterações climáticas.

 

Scientists are investigating how Earth’s warming environment will affect the ability of ecosystems around the world to absorb carbon naturally, and what changes in those ecosystems could mean for future climate.

 

Pelos vistos as concentrações de dióxido de carbono na nossa atmosfera ultrapassam já as 400ppm, num planeta onde cerca de metade desse composto é absorvido pela terra e pelo mar. O problema está na outra metade, nas implicações da sua presença e na sua influência perturbadora nos principais parâmetros meteorológicos.

 

The land and the ocean are really doing us a big favor. Otherwise you would have carbon building up in the atmosphere twice as fast as it does now.

 

Sabendo-se ainda que os níveis de CO₂ na atmosfera atingiram recordes dos últimos 400.000 anos (continuando a aumentar), sendo ainda acompanhado neste crescimento por um primo seu o metano. Registando este último um nível 2,5X superior ao do início da Era pré-Industrial.

 

(texto/itálico e imagem: NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:46

Agora são os Novos Pastorinhos a avisarem-nos do Perigo Vermelho

 

Na continuação da violenta campanha comunicacional de lavagem cerebral levado a cabo pela COLIGAÇÃO + (e que tão bem lhes tinha corrido nestes últimos meses pré-eleições, levando-os de novo Rumo à Vitória não fosse um pequeno detalhe) eis que somos agora premiados com um renovado projeto artístico de manipulação subliminar, que em todos os sentidos nos faz lembrar outros tempos e regimes. Para já não falar da ignorância cultural e da falta de memória.

 

imgLoader.ashx.jpg

O voto dos portugueses foi claro:
Querem que Pedro Passos Coelho continue a ser Primeiro-Ministro de Portugal
(JSD)

 

Num guião dum filme profundamente religioso e relembrando cem anos depois o incrível Milagre de Fátima: de um lado as Virtudes do Bem encarnadas em Nossa Senhora (COLIGAÇÃO +) e do outro lado os Exércitos do Mal encarnados pelo Diabo Vermelho (COLIGAÇÃO -).

 

Num Evento político verdadeiramente fundamental para a manutenção do poder então instituído e que tanto contribui (negativamente) para a sua continuidade. Com o grande impacto comunicacional e emocional a partir daí deliberadamente empolado (ou não fosse então enorme o poder e a influência da Igreja) e a atravessar todos os 50 Anos de opressão e Ditadura.

 

(imagem: jsd.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:12

Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11

21

22
25
26
28

29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO