Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

15
Dez 15

Potentially Hazardous Asteroids (PHAs) are space rocks larger than approximately 100m that can come closer to Earth than 0.05 AU.
None of the known PHAs is on a collision course with our planet, although astronomers are finding new ones all the time.
On December 15, 2015 there were 1642 potentially hazardous asteroids.
(spaceweather.com)

 

neo_banner.jpg

 

No intervalo de tempo que decorreu entre 15 de Dezembro de 2014 e 14 de Dezembro de 2015 (um ano), o número de objetos que atravessaram o espaço nas proximidades do planeta Terra a uma distância menor que 5x a distância Terra/Lua (pouco menos que 2 milhões de km), foi segundo a NASA e o seu programa de deteção (NEAR EARTH OBJECT PTROGRAM) de 155.

 

Mês Período N.º Objetos
1 15.12 a 14.01 15
2 15.01 a 14.02 19
3 15.02 a 14.03 18
4 15.03 a 14.04 17
5 15.04 a 14.05 14
6 15.05 a 14.06 10
7 15.06 a 14.07 5
8 15.07 a 14.08 6
9 15.08 a 14.09 8
10 15.09 a 14.10 13
11 15.10 a 14.11 16
12 15.11 a 14.12 14
Ano Total 155

 

Uma média de 13 objetos/mês detetados (a menos que 5 LD) pelos cientistas da NASA. O que não significa que não tenham sido muitos mais. Hoje mais dois desses objetos passarão nas proximidades da Terra, um a cerca de 960.000km e o outro a pouco mais de 300.000km.

 

Asteroide Data Distância Dimensão
2015 XN55 15 DEZ 2,5 LD 15m
2015 XY261 15 DEZ 0,8 LD 16m

 

Não representando nenhum deles qualquer perigo para o nosso planeta. Aliás se algum dia tal acontecesse (um possível impacto) só veria mesmo duas hipóteses para tal suceder: ou se tratava de um grande objeto previamente detetado e como tal estaríamos previamente avisados (do nosso pobre destino) ou então seria pequeno e atingir-nos-ia de surpresa (e o nosso destino dependeria de muitos dos parâmetros desse objeto). Se nos informam (destes) é porque não há problema (apesar de existirem outros).

 

1LD = 384.401km

 

(imagem: NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:33

The Olympica Fossae are a complex array of deep troughs, channels and streamlined landforms in northern Tharsis. Water, mud, and lava are all thought to have played a role in the formation of these features. (solarviews.com)

 

PIA20113.jpgPIA20114.jpg

Sonda MARS ODISSEY – Instrumento THEMIS
(imagens: 10 e 12 de Outubro 2015)

 

Estas duas imagens obtidas pela sonda 2001 MARS ODISSEY durante as suas 61.342ª e 61.317ª órbitas em redor de Marte, mostram-nos uma estreita e profunda depressão existente sobre a sua superfície do planeta com uma extensão de mais de 400km. Conhecida como OLYMPICA FOSSAE esta grande fratura situada numa planície vulcânica localizada entre a cratera de dois antigos vulcões (ALBA MONS e OLYMPUS MONS), resulta do aparecimento de uma falha e da derrocada de materiais. Uma extensa depressão com linhas bastante lineares e uniformes e alinhada de este para oeste (na segunda imagem com uma bifurcação para sul).

 

(imagens: NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:24

Dezembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12


24
25

27
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO