Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Candidatos a Presidente

Segunda-feira, 04.01.16

Enquanto no mais pequeno país da Península Ibérica se realizam no início deste ano (a 24 de Janeiro) as eleições para a escolha do seu próximo Presidente, do outro lado do Atlântico e no país representando atualmente a maior potência mundial realizam-se as Presidenciais Norte-Americanas (a 8 de Novembro). Provavelmente também à espera do que possa acontecer em Portugal – ou ganhando o mutante Marcelo (o TRUMP BOM português) ou então um dos restantes (uma mulher tipo HILLARY/Belém ou um homem tipo SANDERS/Nóvoa). Nas últimas sondagens realizadas no mês de Dezembro as percentagens registadas em PORTUGAL (entre sete dos candidatos) foram as seguintes:

 

Candidatos%

Marcelo_Rebelo_de_Sousa.jpg

MRS
52.5

Maria_de_Belém_Roseira.jpg

MB
18.1
SN16.9
MM4.8
ES4.7
PM1.7

(EUROSONDAGEM)

 

(ES: Edgar Silva MB: Maria de Belém MM: Marisa Matias MRS: Marcelo Rebelo de Sousa PM: Paulo Morais SN: Sampaio da Nóvoa)

 

Já no caso das eleições na AMÉRICA as últimas sondagens realizadas para a escolha de cada um dos dois principais candidatos à nomeação para Presidente dos EUA (pelo partido DEMOCRATA/3 e pelo partido REPUBLICANO/6) e tendo em conta os principais candidatos a essa nomeação foram:

 

Candidatos Democratas%

HRC_in_Iowa_APR_2015.jpg

HC
53.8
BS31.2
O'M4.6
Candidatos Republicanos%

Donald_August_19_(cropped).jpg

DT
35.0
TC19.5
MR11.5
BC8.8
CC4.8
JB4.3

(realclearpolitics.com)

 

(HC: Hillary Clinton (D) BS: Bernie Sanders (D) BC: Ben Carson (R) CC: Chris Christie (R) DT: Donald Trump (R) JB: Jeb Bush (R) MR: Marco Rubio (R) O’M: O’Malley (D) TC: Ted Cruz (R))

 

Se no caso de Portugal as duas únicas hipóteses que se vislumbram serão uma vitória de MRS à primeira volta ou então uma segunda volta com resultado incerto e opondo MRS a MB ou a SN (tudo dependendo do que acontecer de relevante até 24 de Janeiro), já no caso dos EUA a situação ainda é bastante confusa não só porque ainda vamos na fase da escolha e da nomeação dos candidatos, mas também porque no campo Republicano reina o caos total – em torno de DONALD TRUMP. Em Portugal e se os resultados eleitorais para a Assembleia da Republica prevalecessem o resultado seria inequívoco: MRS/39% e MB ou SN 51%. Mas como sobram uns 10% e o eleitorado é muito volátil (e manipulável) tudo é sempre possível (não é por acaso que todos interiorizamos um pouco o papel de professor de MRS nas suas conversas em família). Com MRS a fazer de DT e a confundir os resultados (de fins de Janeiro). Nos EUA tudo depende de DT num cenário muito mais complexo. Do lado dos Democratas a corrida resume-se à luta HC vs. BS, com a candidata tradicionalista e conservadora HC/54% para já ainda muito bem colocada para derrotar (apesar da idade) o candidato rebelde BS/31% – certamente entre todos (democratas e republicanos) o melhor dos candidatos. O que não quer dizer que BS já esteja excluído (de se candidatar a Presidente mas como Independente). Já do lado Republicano e com a chega de TRUMP o trajeto (tradicional) foi alterado e as regras subvertidas: um candidato do sistema (assim como do seu anti sistema), sem percurso político (público) relevante, com grande poder financeiro (privado), popularista provocador e desprezando com arrogância tudo o que não seja Ele próprio, só poderia ter dos Republicanos uma clara e única resposta: NÃO! Mas então o que fazer agora que o veículo já partiu? De momento DT/35% leva vantagem ultrapassando nas sondagens a soma dos seus dois maiores adversários TC+MR/31% em 4%. Um 35% que não chegam para DT conseguir ser nomeado como candidato republicano à presidência dos EUA, dado todos os outros representantes eleitos serem ao contrário dos seus apoiantes maioritários (no congresso de nomeação). E aí os Republicanos ou escolherão o candidato mais forte (DT) – e aí talvez ganhem – ou aquele de que gostam mais (todos menos DT) – e então aí perdem. Nunca se podendo esquecer que também existem candidatos INDEPENDENTES e que se como tal DT se candidatasse, poderia ser mesmo o fim: com DT a destruir o candidato Republicano e até dando a possibilidade de BS fazer o mesmo (com os Democratas de HC). Deveria ser bonito.

 

(dados de sondagens e imagens: Wikipedia.org)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:58

O Preço da Coisa

Segunda-feira, 04.01.16

As duas faces da mesma moeda
(originada na mesma impressora)

 

56898538c361882e258b4607.jpg

O 1ºMinistro da Ucrânia Arseny Yatsenyuk é retirado da tribuna do parlamento ucraniano
(por um deputado do partido do Presidente Petro Poroshenko)

 

Enquanto o poder político, económico, financeiro, cultural e histórico da EUROPA continua a movimentar-se rapidamente entre os dedos cada vez mais escorregadios das nossas mãos (ao sermos ensinados unicamente a obedecer e a sobreviver em condições mínimas de dignidade), os conflitos externos crescem exponencialmente (na sua fronteira sul e oriental) e a inatividade interna só ajuda à sua propagação (contaminando todo o continente). E se a EUROPA já não existe como contrapoder é porque a mesma se pôs deliberadamente de lado e de uma forma suicida se autoexcluiu – ao ceder aos EUA o seu poder e representação (destruindo os Estados e cedendo-os aos Conglomerados) em troca sabe-se lá de quê.

 

E assim, desde que alguém o queira, é esta a nossa EUROPA: aqui representada pelo 1.ºMinistro da Ucrânia (colocado no cargo com a bênção EUA/EU) sendo levado ao colo no parlamento ucraniano por um deputado oposicionista (talvez representante de outro gang). Um Estado estilhaçado pela política atual norte-americana (ainda há poucos anos o país foi uma das sedes do Europeu de Futebol) provocatoriamente tentando criar nele um estado inimigo da RÚSSIA, preferencialmente numa situação caótica e mesmo nas barbas (fronteira) deles. Tal como no Médio Oriente cujos resultados conhecemos (onde tem sido implantada a teoria da Terra Queimada – criando um Monstro do Bem/Arábia Saudita para combater o Monstro do Mal/Irão).

 

(imagem: Sputnik/RT)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:13