Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

02
Fev 16

Um dia debaixo dos nossos pés a terra tremerá.
E como isso será para todos convém mesmo estar convencido.

 

A nível de manifestações sismológicas de algum relevo (por exemplo tendo registado sismos de magnitude superior a 5) as zonas rodeando a região do Indico/Pacífico têm continuado com a sua habitual e intensa atividade. Não sendo por acaso que por aí se situa o Círculo de Fogo e os seus múltiplos e incansáveis vulcões (acompanhando em conjunto todo o movimento das placas tectónicas e a evolução permanente das suas fraturas). Mas nos últimos dias com maior intensidade e repetidamente é a zona do Mediterrâneo que tem mostrado estar mais ativa: cinco sismos consecutivos de magnitude 5.0/6.3 em pouco menos que duas horas.

 

TWORLD.24hours.jpg

Mundo – últimas 24 horas

 

Registo dos últimos dez sismos de magnitude˃5.0
(Global)

 

Região Localização
(Norte/Sul)
Data Profundidade
(km)
Magnitude
ILHAS KERMADEC N
Nova Zelândia
01.02 382 6.2
ILHAS BALLENY S
Nova Zelândia
31.01 10 6.0
PENÍNSULA KAMCHATKA S
Rússia
30.01 159 7.2
NOVA IRLANDA N
Papua Nova Guine
26.01 44 6.0
ESTREITO GIBRALTAR N
Marrocos
25.01 10 5.0
ESTREITO GIBRALTAR N
Marrocos
25.01 15 5.2
ESTREITO GIBRALTAR N
Marrocos
25.01 10 5.3
ESTREITO GIBRALTAR N
Marrocos
25.01 10 5.0
ESTREITO GIBRALTAR N
Marrocos
25.01 10 6.3
SUL ALASKA N
Estados Unidos
24.01 128 7.1

 

Como se pode facilmente constatar esses dez sismos concentraram-se sobretudo na região do Mar Mediterrânico compreendida entre o norte de Marrocos e o sul de Espanha (metade deles), enquanto os restantes (a outra metade) se concentraram na região do Índico/Pacífico (com exceção do registado no Sul do Alasca). No caso dos fortes sismos registados no Estreito de Gibraltar uma situação que deve preocupar as populações vivendo à sua volta como é o caso da Península Ibérica: ou seja Espanha e Portugal. Que o digam os marroquinos habitando na costa mediterrânica (como foi o caso das cidades de AL-Hoceima e Melilla) a serem os mais atingidos, felizmente só com danos materiais.

 

TEUROMED.2weeks.jpg

Euro-Mediterrâneo – últimas 24 horas

 

Registo dos últimos cinco sismos de magnitude˃2.0
(Portugal)

 

Região Localização
(Norte/Sul)
Data Profundidade
(km)
Magnitude
Cabo S. Vicente S 01.02 30 2.1
Porto Santo (Madeira) N 30.01 5 2.0
Faro S 25.01 15 2.5
Cabo S. Vicente S 25.01 11 2.8
Cabo S. Vicente S 23.01 31 3.9

 


Para já sem grandes motivos de alarme para Portugal. Mas nunca deixando de estar atentos a qualquer alteração visível (especialmente próxima) no comportamento geológico registado à superfície do território onde vivemos e que possamos considerar um forte aviso de que algo estará aí a surgir (pelo menos estando minimamente preparados): no caso de Portugal por proximidade ao Estreito de Gibraltar e a toda a zona do mar Mediterrâneo que se lhe segue, como a zonas marítima em constante atividade sísmica de Alboran (entalada entre a costa sul de Espanha e a norte de Marrocos). E tendo também em atenção toda a atividade sísmica para lá do Cabo de S. Vicente (com o penúltimo registo a atingir quase magnitude 4).

 

Entretanto já se registaram os seguintes sismos:

 

Região Localização
(Norte/Sul)
Data Profundidade
(km)
Magnitude Global (G)
Portugal (P)
NORTH ISLAND
(costa leste)
N
N. Zelândia
01.02 191 5.7 G
HONSHU
(costa leste)
N
Japão
02.02 20 5.6 G
TAIWAN (nordeste) N
Taiwan
02.02 6 5.2 G

 

Com a certeza absoluta de que outros sismos se seguirão – o que poderá significar que está tudo normal (sismos registados até às 20:00 de Lisboa).

 

(dados: emsc-csem.org e ipma.pt – imagens: emsc-csem.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:50

Reentrada de um meteorito na atmosfera terrestre ocorrida depois das 18:00 deste último sábado (hora local) nas proximidades do aeroporto de New Jersey. A imagem foi registada no passado dia 30 por uma câmara instalada num avião tripulado pelo piloto Mike Grossman sobrevoando o rio Hudson a cerca de 500m de altitude. Um evento que foi presenciado por muitas testemunhas (mais de 700) não só nos EUA como também fora dele (Canadá).

 

A.jpg

Reentrada do meteorito registado em pleno voo

(visível à direita do avião)

 

Como se pode ver na imagem e quando o avião já iniciava as suas manobras de aterragem e de aproximação à pista do aeroporto de New Jersey (sobrevoando nessa altura e já em descida o rio Hudson) à sua direita e repentinamente surge um ponto brilhante que crescendo de intensidade ilumina os céus (que a grande velocidade vai atravessando na sua trajetória final) até atingir o seu clímax (em brilho) diminuir e desaparecer na escuridão.

B.jpg

Imagem do meteorito registada na cidade de Falls Church

(visível na parte superior/central da imagem)

 

“More than 715 witnesses have reported a large fireball over Pennsylvania on January 30th around 6:16pm ET (23:16 UT). The fireball was seen from primarily New Jersey and Pennsylvania, but witnesses from Virginia, Washington DC, Maryland, North Carolina, New York, Delaware, Ohio, West Virginia, Kentucky and even Ontario also reported seeing the fireball.” (amsmeteors.org)

 

(imagens: Mike Grossman e Alexander Salvador)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 11:18

Primárias do Ohio – 1 de Fevereiro de 2016
(o arranque com destino às Convenções DEM e REP)

 

promo_iowa20results_4x3_02.png

Clinton, Sanders, Trump e Cruz

 

Realizaram-se ontem as primeiras eleições primárias Democratas e Republicanas para a escolha dos seus respetivos candidatos à Presidência dos Estados Unidos. Se em relação aos DEM o empate técnico já era o resultado mais esperado (dadas as sondagens anteriormente efetuadas), no caso dos REP o resultado (apesar de não ser o mais esperado) era um dos mais possíveis. Desse modo as conclusões que desde já se podem tirar sobre os resultados destas primeiras primárias (o primeiro estado entre 50) são que os DEM Hillary e Sanders começaram com um empate (apesar de ligeira vantagem de Hillary), enquanto do lado dos REP Ted Cruz surpreendeu Trump, com Rubio também na luta (pela vitória). Os resultados foram os seguintes (faltando conhecer 3 delegados republicanos):

 

Ordem Candidato
DEM
%

Delegados

(44)

1 Hillary Clinton 50 23
2 Bernie Sanders 50 21

 

Ordem Candidato
REP
%

Delegados

(30)

1 Ted Cruz 28 8
2 Donald Trump 24 7
3 Marco Rubio 23 7
4 Ben Carson 9 3
5 Rand Paul 5 1
6 Jeb Bush 3 1

 

Como se pode constatar pelas tabelas anteriormente apresentadas do lado DEM restam apenas e neste momento 2 candidatos (o terceiro candidato O´Malley desistiu), enquanto do lado REP (na tabela só surgem os 6 candidatos que elegeram delegados) e que se saiba ainda restam 9 (tendo desistido o candidato Huckabee). Umas primárias que apontam para um duelo democrata bastante disputado e a dois entre Hillary Clinton e Bernie Sanders e para outro também renhido mas aí a três entre os republicanos Ted Cruz, Donald Trump e Marco Rubio – com um destes cinco a ser certamente o próximo presidente dos EUA. (talvez com alguma vantagem do candidato democrata). No próximo embate que se dará daqui a uma semana (dia 9) em New Hampshire se verá como prossegue esta corrida – com os DEM a escolherem mais 24 delegados para a sua convenção e os REP pelo seu lado a escolherem outros 23. Com as sondagens que antecedem a primária (e tal não aconteceu no Ohio com as margens entre os candidatos favoritos a serem sempre mais apertadas) a apontarem muita mais expressivamente para os potenciais candidatos vitoriosos: Sanders do lado DEM (Sanders: 56% – Hillary: 38%) e Trump do lado REP (Trump: 33% – Cruz: 12% – Kasich: 12% – Bush: 10% – Rubio: 10%). Veremos na próxima terça-feira.

 

(dados: wikipedia.org e realclearpolitics.com – imagem: fivethirtyeight.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:52

Fevereiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11

14
15
16




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO