Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

20
Abr 16

Com a conclusão das primárias de NOVA IORQUE – com HILLARY CLINTON e DONALD TRUMP a derrotarem mais uma vez toda a concorrência – torna-se cada vez mais claro mesmo para quem não quer ver quem serão os candidatos que obterão o maior número de delegados nas suas respetivas Convenções (DEM e REP):

 

De momento e com 62% dos delegados HC caminha duma forma imparável para a sua vitória como candidata DEM (confortavelmente sentada no sofá dos seus SUPERDELEGADOS);

 

Delegados Maioria Atribuídos HC BS Desistentes P/atribuir
4764 2383 3120 1936 1184 0 1644

(em 20.04)

 

Enquanto do outro lado e apesar de muitos ainda não quererem acredita no candidato vitorioso que aí vem (veja-se a campanha ininterrupta e descaradamente anti-TRUMP da Republicana FOX), o candidato DT não só esmaga a concorrência com os seus 49% de delegados, como se encontra apenas a 31+1 delegados de atingir a percentagem mágica final de 50%+1 – que como todos sabem significa ser nomeado na Convenção REP.

 

Delegados Maioria Atribuídos DT TC JK Desistentes P/atribuir
2472 1237 1741 846 559 149 187 731

(em 20.04)

 

O que mais uma vez só vem confirmar a concretização da disputa HILLARY-TRUMP, como aquela que se realizará em Novembro deste ano para a escolha do novo Presidente dos EUA. Com Hillary Clinton correndo pelos DEMOCRATAS e DONALD TRUMP pelos REPUBLICANOS (pelo menos por aqueles que ainda respeitam e aplicando-se para todos as regras da Convenção).

 

Quem será assim o próximo Presidente da maior potência do Mundo (pelo menos é assim que os norte-americanos ainda se avaliam, apesar de tudo o que vai sucedendo e que parece ir em sentido contrário):

 

hillary-clinton-vs-donald-trump-cartoon-598.jpg

 

- A DEM HILLARY CLINTON, corretamente avaliada como um candidato a favor da Manutenção do Sistema – e como tal extremamente Conservadora e que na sua essência manterá a estratégia atual do Partido Democrata (com algumas pequenas alterações senão mesmo detalhes, ou não fosse Obama um preto e Hillary uma mulher – dando hipótese aos Republicanos de engolirem mais um sapo);

 

10karik.jpg

 

- O REP DONALD TRUMP (de tal forma as coisas estão a correr mal no campo das elites Republicanas, com os ataques ininterruptos a DT e a recusa sistemática em aceitarem a sua liderança), aos olhos da esmagadora dos seus eleitores curiosamente considerado um candidato Anti-Sistema (logo ele um Republicano, logo ele um Milionário), mas que face ao discurso sombrio e monótono do candidato do outro lado, sempre agita o ambiente e diz coisas algo diferentes (sejam ideias ou disparates).

 

Estados Data Delegados DEM Delegados REP
Maryland 26.04 95 (+23) 38
Connecticut 26.04 55 (+15) 28
Delaware 26.04 21 (+10) 16
Pennsylvania 26.04 189 (+21) 71
Rhode Island 26.04 24 (+9) 19

(Penúltima Super Terça-Feira)

 

Na próxima SUPER TERÇA-FEIRA dia 26 o mais provável de acontecer será assim o da reconfirmação daquilo que já toda a gente sabe, com Hillary Clinton a atirar-se a mais 462 (384D+78SD) Delegados e Donald Trump a 172. Num total de 5 Estados e com todas as sondagens a apontarem para os suspeitos do costume.

 

[HC: Hillary Clinton BS: Bernie Sanders DT: Donald Trump TC: Ted Cruz JK: John Kasich]

 

(imagens: cartoonaday.com e day.kyiv.ua)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:13

E agora encaminhados para a Turquia para verdadeiros campos de concentração

 

imrs.php.jpg

O caminho seguido por milhares

(e que no conjunto representam milhões)

Fugindo da morte e do nada

(do centro de África e da Líbia, da Síria ou da Turquia e agora até do Iémen)

 

Se a EUROPA da POLÍTICA com todas as suas virtudes e defeitos fosse hoje julgada pelos VELHOS que ainda ontem JOVENS religiosamente acreditaram neles, certamente que a esmagadora maioria desses indivíduos chegaria rapidamente à barra dos Tribunais (Criminais e Morais), sendo pela profusão impressionante de indícios com desprezo deixados atrás de si, evidentemente condenados.

 

europe-migrants-greece.jpg

Um Mundo onde a tão falada consciência democrática ocidental já aceita com indiferença a morte de milhares de pessoas à mão de bons ou maus mercenários – sejam as suas vítimas, velhos, mulheres ou crianças. Todos desprezados como se fossem meros objetos (afinal de contas a mera consagração da pratica esclavagista atual)

 

Só que devido aos seus métodos invencíveis de persuasão e coação e para o efeito utilizando exemplarmente e na perfeição todos os órgãos de comunicação social na realidade à sua total disposição (não sendo por acaso que nos dias que hoje correm todos os média nacionais e internacionais dependem e são controlados nas suas ideias e objetivos em 99.9% pelo poder económico e financeiro privado), esta mesma EUROPA da POLÍTICA optou por nos castrar mais uma vez e por ser o caminho mais fácil no pensamento (desvalorizando mais um dos nossos órgãos dos sentidos – neste caso a Visão – implantando-nos umas palas), fixando desde logo como uma das suas prioridades seguintes o controlo e possível paralisação de movimentos: para já dos refugiados (como assim no interior deste contingente de fugitivos poderão estar incluídos os seus perseguidores – sendo como tal necessário instalar urgentemente todos estes indivíduos em campos fechados e o mais distante possível dos cidadãos europeus, proporcionando-lhes uma certa noção de segurança) e mais tarde da sua própria população (como assim no interior das comunidades europeias poderão existir fanáticos infiltrados, sendo por vezes necessário relembrar e repor algumas leis mais antigas e restritivas, proporcionando assim aos seus cidadãos uma certa sensação de proteção).

 

E dando protagonismo à nossa pretensa SEGURANÇA e PROTEÇÃO todos nós sabemos o que irá acontecer de seguida e para quem esse serviço será na realidade prestado: o que acontecerá de seguida é que a LIBERDADE de todos os cidadãos será imediatamente limitada, impondo-lhes em nome da preservação desse DIREITO FUNDAMENTAL todo o tipo de restrições, coações e prepotências, podendo chegar mesmo até à própria declaração de Estado de Sítio ou de Emergência. E aí seremos para eles (a Europa dos Políticos na sua função básica de Predadores) todos iguais – sejamos meras presas ou pequenos subcontratados pelos mesmos predadores. Nem sequer nos preocupando com as ações levadas a cabo por estes políticos da Europa, quando estarrecidos com as imagens violentas e sanguinárias das guerras que proliferam um pouco por todo o mundo, vemos tão perto de nós uma Guerra, as consequências brutais da mesma, os contingentes de fugitivos fugindo por mar e por terra e morrendo aos milhares (à procura na Europa da sua salvação, pela mesma sempre prometida como fez a MAMÃ MERKEL) e mesmo assim consentimos que um outro DITADOR (desejando-se equiparar mas sem petróleo ao Rei da Arábia Saudita) como o é o presidente turco ERDOGAN (que assassina uma parte da população turca apenas por ter sangue curdo – como se decidíssemos matar alentejanos justificando a ação por serem preguiçosos e dormirem debaixo dos chaparros ou então matar algarvios por só pensarem em diversão, praia, bronze, bebidas e engates) negoceie com a EUROPA as condições da troca comercial bilateral envolvendo PESSOAS e DINHEIRO (até parece estarmos a falar de um negócio entre Mercenários), impondo-lhe ainda-por-cima regras não democratas e externas (veja-se o caso do comediante, da exigência de Erdogan e do sim imediato de Merkel – socorrendo-se de uma lei no mínimo com século e meio).

 

Migrant-Boat-Deaths-03.jpg  hungarian-invaders.jpg

Por terra, por mar e talvez mesmo pelo ar, o que estas pessoas desejavam era a TERRA onde NASCERAM e a VIDA que esta lhes DAVA – e que um dia lhes roubaram com promessas ou miragens (como as ruas douradas de Londres ou a imagem da acolhedora Mamã Merkel)

 

Pelo que não é de admirar que estas situações se eternizem, por uma simples replicação de processos. E que as vítimas (a parte ignorada) não parem de crescer. Oriundas de todos os lados (e com uns dos próximos a sermos nós).

Entretanto e como o Mundo nunca para e nós nunca o interrompemos (pois tempo é dinheiro):

 

More than 400 refugees 'drown in Mediterranean'

(nation.com.pk)

 

More than 400 refugees are thought to have drowned, the Somali ambassador to Egypt told BBC Arabic.

 

Reports say the refugees were fleeing to Italy from Somalia, Ethiopia and Eritrea in four boats which were ill-equipped for the journey.

 

"2016, the Mediterranean is a mass grave," Médecins Sans Frontières (MSF) tweeted in response to the news.

 

Num momento deveras importante da evolução da Humanidade, onde mais uma vez se prova que a Guerra não é (nem nunca) será A Solução – e onde nos vemos de novo na necessidade urgente de nos socorremos da sabedoria dos nossos antepassados para não desesperarmos, nos recuperarmos e não cometermos ainda mais loucuras – torna-se reconfortante e porventura ainda despertador de vontades recordar homens como Bertrand Russell: “War does not determine who is right – only who is left”. Isso se ainda desejarmos ser a espécie predominante e em princípio mais inteligente vivendo neste planeta (com um maior nível de organização e garantias de sobrevivência pelo menos segundo os nossos padrões) e como tal com todos os seus integrantes desempenhando um papel fundamental na composição de todo este cenário e assim montando esse grande puzzle coletivo que é a nossa Vida.

 

(imagens: washingtonpost.com/egyptianstreets.com/wordpress.com/cbc.ca)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:58

18
Abr 16

Amanhã veremos mais uma vez se os eleitores norte-americanos estão contra ou a favor do Sistema: segundo o que dizem os iluminados se votarem BS e DT estarão contra e se votarem HC e TC ou JK estarão a favor. Pois! E se fossem muitos outros (norte-americanos) a poderem também escolher (porque não?) e de seguida votar?

 

President_Barack_Obama.jpg

O atual Presidente dos EUA o Democrata BARACK OBAMA

(cumprindo atualmente o seu segundo e último mandato)

 

Na prossecução do antigo e já cadavérico Sonho Americano – agora transformado num verdadeiro e imponente Casino de Apostas – Democratas e Republicanos retomam amanhã a respetiva caminhada para a escolha e nomeação do seu candidato às Eleições Presidenciais de Novembro deste ano (já que dos outros candidatos nem ouvimos falar, talvez podendo-se saber algo, consultando a wikipedia.org). O próximo alvo será o estado Nova Iorque, atribuindo no caso dos Democratas 291 Delegados (para a sua Convenção) e no caso dos Republicanos 95. Quanto aos Democratas e como tem acontecido desde a primeira primária realizada, devido aos célebres SUPERDELEGADOS (aqui com 39 já atribuídos e 5 ainda por distribuir – num total de 44), Hillary Clinton parte com um avanço de 39, ficando apenas 5 no limbo e deixando Bernie Sanders (para já) a olhar (com zero); como assim ainda sobram 247 para o povo poder escolher. Já no caso dos Republicanos e dos seus 95 Delegados em disputa, o jogo torna-se muito mais claro: o candidato nesse estado que o vença com uma diferença significativa face aos seus adversários (por exemplo ultrapassando claramente os 50%), arrisca-se a se não levar tudo, levar mesmo quase tudo.

 

Situação atual das Primárias Norte-Americanas

 

Candidato DEM Delegados Super Delegados Total
Hillary Clinton (HC) 1289 469 1758
Bernie Sanders (BS) 1045 31 1076
Candidato REP
Delegados - Total
Donald Trump (DT) 756 - 756
Ted Cruz (TC) 559 - 559
John Kasich (JK) 144 - 144

DEM (Delegados: 4764 – Maioria: 2383 – Atribuídos: 2834 – Por atribuir: 1930)

REP (Delegados: 2472 – Maioria: 1237 – Atribuídos: 1646 – Por atribuir: 826)

(Fonte: realclearpolitics.com)

 

E assim chegamos a terça-feira dia 19 (uma semana antes da penúltima SUPER TERÇA-FEIRA DEM e REP) e a esse importante marco que poderá representar o grande estado de NOVA IORQUE: no caso DEM com BS a querer alcançar a oitava vitória consecutiva sobre HC, na tentativa de ainda conseguir chegar (seria espetacular) à Convenção DEM a par do número de Delegados eleitos pela sua adversária (ou até com mais D e só sendo ultrapassado e preterido por causa dos SD) – uma vingança servida a frio e que até poderá ter consequências imprevistas; no caso REP e após um curto interregno de tempo sem primárias (mas durante o qual Donald Trump viu a sua distância sobre Ted Cruz encurtar significativamente sem nada poder fazer contra – na verdade sem saber o que fazer em certos casos face à maior experiência da equipa de TC) o candidato DT tentará distanciar-se de novo dos seus adversários, sabendo de antemão que os 50%+1 de Delegados será praticamente impossível de atingir, mas pelo andar da carruagem podendo ali ficar muito perto. Segundo as últimas sondagens realizadas, apontando para uma luta até ao último minuto e eleitor no caso DEM (HC com ligeira vantagem sobre BS), enquanto no caso REP e face à esmagadora vantagem de DT sobre TC e JK, com tudo a apontar para uma vitória gorda do milionário.

 

(imagem: wikipedia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:16

17
Abr 16

Em poucos dias a região do Pacífico voltou de novo às bocas do Mundo, com mais uns violentos sismos (provocando vítimas e destruição) registados nos limites do Círculo de Fogo: um no JAPÃO e agora outro no EQUADOR – este último colocando todo o continente americano a tremer (e não sendo só da vibração, talvez mesmo de medo).

 

7.4-Earthquake-Ecuador-2016.jpg

 Ontem no Japão hoje no Equador e tudo seguindo a linha do ativo Círculo de Fogo

 

Enquanto as notícias ainda se focavam sobre o violento sismo de magnitude 7.3 ocorrido no início deste fim-de-semana na ilha de KYUSU localizada no sul do JAPÃO (numa sucessão de outros sismos bastante fortes iniciada dias antes a uma profundidade de apenas 10Km e por esse motivo provocando mais estragos e vítimas à superfície), eis que de novo e na mesma região do globo terrestre circundando o conhecido CÍRCULO de FOGO, mais um violento sismo sacode a crosta terrestre mas agora no EQUADOR: registado pelas 23:58 UTC de ontem, a uma profundidade inferior a 20Km e com uma magnitude de 7.8.

 

No caso dos sismos ocorridos no sul do JAPÃO provocando mais de 40 mortos e cerca de 900 feridos e no caso do Equador com o número de vítimas a cifrar-se de momento em mais de 200 mortos e de 1500 feridos – num sismo com consequências muito mais trágicas do que as ocorridas na ilha japonesa de KYUSHU.

 

Deixando os equatorianos bastante preocupados com possíveis réplicas que possam entretanto ocorrer (até agora uns nove sismos registados: 5.4/4.5/4.8/4.5/4.8/4.5/5.6/4.5/5.5) assim como todos os outros países da América do Sul e do Norte fazendo fronteira com o PACÍFICO e com o CÍRCULO DE FOGO.

 

No que toca ao Continente Americano com outros países a sentirem desde logo os efeitos das ondas de choque propagadas na região por este forte sismo e por outros sismos ocorridos no seu próprio território: como é o caso do Chile (com dois sismos de magnitude 4.4 e 4.8 registados hoje) e dos EUA (com todos os seus sismógrafos a registarem o sismo e as suas ondas de choque), comprovando que os efeitos provocados por este sismo se repercutiram por todo o Continente (se não por todo o mundo) colocando-nos e à Terra todos a vibrar.

 

O que para quem vive nas zonas limítrofes à região vulcânica e sismologicamente bastante ativa do CÍRCULO de FOGO, deverá desde já coloca-los em estado extremo de alerta, para a forte possibilidade da ocorrência de outros abalos identicamente violentos.

 

(imagem: WEB)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:47

Na próxima semana a Republica Popular da China lançara no mercado a sua nova moeda o NOVO YUAN. Já tendo criado no ano passado um banco de desenvolvimento (AIIB) em alternativa ao BANCO MUNDIAL fortemente influenciado pelos EUA, eis que o lançamento da sua nova moeda inicia uma nova fase do seu ataque ao poderio financeiro norte-americano: proibindo todas as transações de serem feitas com a intervenção do dólar norte-americano e avisando desde logo que MERCADO CHINÊS e NOVO YUAN só mesmo com OURO ou relativos.

 

image.jpg

 

Desde que os estrategas da Republica Popular da China (neste momento a maior potência económica global) descobriram a importância de no interior do seu vasto território (o terceiro estado do mundo em superfície) habitar quase 20% da população mundial (caminhando para os 1,5 biliões) e de o mesmo se integrar num imenso continente no total representando uns impressionantes 60% (a Ásia o maior continente da Terra), a decisão dos seus líderes, empresários e intelectuais na altura no poder, certamente que deverá ter sido clara e imediata: intrometer-se progressivamente (de início em pequena escala) nos esquemas comerciais do sistema de mercado global (aprendendo com todos os seus erros cometidos mas por outro lado aproveitando posteriormente todas as falhas aí instaladas), para a partir daí alargar ainda mais as suas rotas comerciais, estabelecer novos acordos mais dinâmicos (e intrusivos), aumentar a dimensão das suas trocas comerciais e com o alargamento à cooperação mais extensiva e tecnológica (com o seu cliente, país, parceiro e amigo de negócios) e no final poder combater lado-a-lado e de igual-para-igual com os seus principais rivais comerciais, derrotando-os implacavelmente (sem possibilidade de retorno) e como quem não quer a coisa (como resposta ao gozo em torno da afirmação ocidental de que os chineses só produzirem produtos de fraca qualidade, baixo preço, no fundo inúteis chinesice) transformar-se em tão poucos anos a maior potência económica mundial ultrapassando os próprios EUA (ainda e de longe a maior potência militar global).

 

Mas esta era apenas uma das três etapas do maior objetivo final a concretizar: tal como o fez os Estados Unidos da América ao saber aproveitar o exato Momento (a II Guerra Mundial) para se transformar num Monstro Económico Global (como o foi até há pouco tempo), pondo desde logo as cartas em cima da mesa e afirmando a todo o mundo a Superioridade Económica da China – mas no caso chinês não utilizando a sua supremacia atual para a partir daí se armar e coagir os outros a aceitarem a sua pretensa Excecionalidade, optando em alternativa por conquistar o mercado diretamente associado ao económico, dele dependente e ainda sobrevivente: o mercado Financeiro. Num trabalho levado a cabo por especialistas (como disse anteriormente) com um Maior Objetivo a Concretizar e que ao mesmo tempo que se tornavam na maior potência económica já se iam preparando antecipadamente para a sua nova e decisiva campanha: lançando as infraestruturas de um Novo Banco Mundial não controlado pelos EUA e ao tendo como moeda de troca universal o dólar. No caso da Republica Popular da China com a intenção do lançamento num futuro próximo da sua própria moeda (em cronologia variável por prevista antecipação), sendo esta suportada pela enorme quantidade de Ouro até agora aprovisionado pelo país – ao contrário dos EUA em que o dólar é suportado em nada (a não ser na sua Reserva Federal privada, esmagadoramente de origem externa) a não ser na capacidade impressionante das suas impressoras em fabricarem notas e em inundarem o mercado. O que deixará qualquer investidor deste mundo a pensar, se não será melhor ter garantias em OURO (um metal precioso) em vez de ser em PAPEL (que todos nós temos em casa). Nem sequer necessitando de alterar/acelerar muito o seu programa de desenvolvimento militar, já que contará certamente com o apoio incondicional do seu maior aliado – a Confederação Russa – já com estreitas ligações económicas (do lado russo com a GAZPROM) e financeiras (do lado chinês com o banco AIIB) com a R. P. China.

 

Com os EUA entretidos internamente com as suas eleições presidenciais (que na prática e para o desenvolvimento do Mundo nada significam seja qual for o vencedor Democrata ou Republicano), enquanto externamente agentes norte-americanos trabalhando em agências diferentes (CIA, Pentágono), se entretêm a ver (tal como se tratasse de um jogo) qual deles sairá vencedor, combatendo mesmo entre eles e apelidando-se de Bons e Maus. Mas se mesmo assim estão à espera, então esperem sentados.

 

O que se ninguém fizer nada, poderá ser uma tragédia para todos nós – e com a EUROPA como um dos tentáculos do Polvo Norte-Americano.

 

788ff92e9a59aeb146ed681b6c832028_XL.jpg

 

CHINA SAYS "NO DOLLARS" FOR NEW YUAN

(www.superstation95.com – 13 Abril 2016)

 

In a shocking move likely to crush the US economy overnight, China is refusing to make its new gold-backed Yuan, convertible from or to US Dollars. The new Yuan will be introduced next Tuesday, April 19.

 

When the International Monetary Fund (IMF) agreed to add the Yuan to the basket of world currencies used for Global Reserves and International Trade, they wanted China to make the Yuan more reliable as a currency. Since then, China has almost un-pegged its Yuan from the Dollar, allowing its value to fluctuate on world markets.  

 

But for years, China has been amassing huge amounts of gold bullion; some have said their appetite for bullion has been "staggering." And with a new gold-backed Yuan to be issued next Tuesday, the entire world will have a choice of a new currency to use for international trade: The old US Dollar which is backed by nothing, or the new Chinese Yuan, which is backed by gold. Which currency would YOU use?

 

When this new currency is issued, countries that have been forced to use US Dollars for decades, and have had to keep billions of dollars in their foreign currency reserves, will be free to dump those dollars. But they won't be able to dump them to China for the new gold-backed, Yuan!

 

China has reportedly decided "there can be no conversion of gold-backed Yuan to or from US dollars." What China fears is that many countries around the world will want to trade their reserve US dollars for the new Yuan, leaving China with mountains of worthless US dollars. China already has several trillion in US dollar reserves and does not want or need more.

 

If news of this decision by China is correct, then countries around the world may just have to decide whether or not they wish to continue trading with the USA at all?

 

The upheaval this could cause as early as next week, would be staggering.

 

(1ªimagem: vanityfair.com – 2ªimagem e texto/inglês: superstation95.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:04

16
Abr 16

This perspective of Earth makes violence on its own people unimaginable.

Thoughts with Brussels.”

(Scott Kelly)

 

CeLcHzyXEAEhw7E.jpg large.jpg

A Terra a 22 de Março de 2016

(data do atentado terrorista no aeroporto de Bruxelas)

 

No ainda para nós muito recente dia 22 de Março de 2016 – dia do atentado levado a cabo no aeroporto de Bruxelas por terroristas do Estado Islâmico (e que mataram no mínimo 35 pessoas ferindo mais de 300) – ainda em órbita da Terra e emocionado com o cenário com que o seu planeta o presenteava, o então astronauta da Estação Espacial Internacional (ISS) SCOTT KELLY, não resistiu ao contraste tão chocante e contraditório desta contradição nesse instante tão evidente, tendo de um lado a beleza e a imagem acolhedora do seu Lar (a Terra vista do Espaço) e do outro lado aqueles que usufruindo dela mas parecendo esconder-se de algo, nem em si próprios a reconheciam como berço da sua transformação (criação). Com a sua Imagem de Paz escondendo Tempos de Guerra.

 

(imagem: Scott Kelly/twitter.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:46

15
Abr 16

A magnitude-7.0 earthquake struck early Saturday in Japan's Kyushu island, the same region a 6.2 quake struck two days earlier.”

(CNN)

 

_89262501_032480942-1.jpg

Pessoas refugiadas num dos parques da cidade de KUMAMOTO

 

Nesta sexta-feira dia 15 de Abril o sul do JAPÃO tem vindo a ser assolado por uma sucessão de fortes abalos sísmicos iniciados há pouco mais de 24 horas, tendo atingido o seu pico máximo de atividade há cerca de três horas (neste momento vamos a caminho das 20:30 em Portugal) com um violento sismo de magnitude 7.0 e com epicentro a 10Km de profundidade da ilha de KYUSHU. Os primeiros abalos tinham-se feito sentir por volta das 12:26 UTC de quinta-feira (dia 14), fazendo tremer toda a terceira maior ilha do Japão e afetando grandes cidades localizadas nessa região japonesa (como FUKUOKA e HIROSHIMA): numa sucessão de cinco fortes sismos de 6.1/5.5/5.0/6.0/5.3 de magnitude. Entretanto e após o sismo de magnitude 7.0 já se registaram mais outros quatro abalos de magnitude 5.8/5.7/5.3/5.5 num intervalo de duas horas e meia (com o último a ser registado há uma hora atrás por volta das 20:00 de Lisboa). Segundo as últimas notícias entretanto recebidas e sabendo-se que aí habitam mais de 12 milhões de pessoas, as informações apontam para já para a destruição e aparecimento de focos de incêndios limitados em alguns edifícios e outras infraestruturas, mas para já tendo vindo a ser controlados – cenário que se poderá vir a agravar à medida que as horas vão passando, dada a violência deste segundo sismo e o seu tempo de duração (sendo um abalo mais forte e com um epicentro a muito menor profundidade, originando maior destruição). Neste momento contabilizando-se as vítimas mortais em 9 indivíduos (registadas nos abalos do dia anterior) e com o alerta de TSUNAMI a acabar de ser retirado. Num fenómeno natural muito frequente nesta região turbulenta do globo terrestre e com as ilhas formando o JAPÃO a estarem como que penduradas bem na orla da região do Círculo de Fogo – ameaçando um dia fazer desaparecer a terra debaixo das águas do PACÍFICO. Ou não fosse esta zona a RAINHA de SISMOS e VULCÕES e como todos sabemos de muitos outros segredos (também mortais, até mesmo artificiais e envolvendo aviões).

 

(imagem: AFP)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:49

Enquanto se torna impossível nos dias de hoje e com a utilização da atual tecnologia de observação astronómica localizar um planeta das dimensões do hipotético Planeta X e do teórico Nono Planeta, com o início da construção dos novos telescópios e com a sua próxima entrada em funcionamento, poder-se-á finalmente desvendar esse prolongado mistério (sendo esse o caso do Grande Telescópio Sinótico localizado no Chile).

 

planet-nine-structure.jpg

A estrutura interna do misterioso planeta

(aqui retratado como Nono Planeta)

 

No cenário do nosso filme de ação e de aventura desenrolando-se no interior da Via Láctea, o foco central de toda esta narrativa cronológica e muito provavelmente real, acaba por se centrar num ponto minúsculo das extremidades dos braços dessa galáxia em espiral, assim como num dos seus mais pequenos elementos mas contendo uma pequena particularidade: sendo o ponto minúsculo o Sistema Solar e o pequeno elemento o planeta TERRA, um dos oito planetas que integram esse Sistema (onde o Sol é a estrela de referência) e onde todos nós somos a prova e as testemunhas presenciais da existência de Vida – organizada e inteligente. Com uma das estrelas principais integrando este grande elenco universal e avaliada em mais de 98% da sua massa total a ser o SOL e com o jovem premiado e ator revelação (a Terra) habitando a cerca de 150.000.000Km e com características de anão (raio 100X menor do que o Sol) compondo o octeto (os atuais oito planetas principais).

 

E como este filme é imaginado num cenário real apesar de o ser na sua concretização de antecipação, além de considerarmos que outros elementos indicados como secundários ou simplesmente como meros figurantes ao intervirem inopinadamente poderão provocar alterações inesperadas, outros atores noutros tempos já famosos mas apenas à última da hora convidados também o poderão fazer. E se sonharmos em espaços, concretizando realidades do tempo, talvez recordemos passados, há muito ignorados por nós: como poderá ser o da concretização da existência de um NONO PLANETA no nosso Sistema Solar (antes da despromoção de PLUTÃO conhecido como Décimo Planeta) apresentando uma órbita muito mais aberta e alongada e um período orbital aproximado de 3.600/10.000/20.000 anos – é só escolher. Em qualquer dos casos e pelos sinais até agora apresentados (oficiais e especulativos) podendo estar a caminho ou muito próximo do seu periélio, situando-se neste preciso momento senão já no interior do próprio Sistema Solar (talvez para lá de PLUTÃO) pelo menos às portas dos seus limites exteriores.

 

planet-X.jpg

A órbita do misterioso planeta

(aqui retratado como Planeta X)

 

Segundo muitos especialistas estando já a afetar o comportamento de alguns objetos conhecidos habitando a região do CINTURÃO de KUIPER (e habitualmente acompanhados nas suas trajetórias periódicas por diversas sondas e observatórios) e até a trajetória da própria sonda CASSINI-HUYGENS circulando de momento no interior da região dos Planetas Exteriores (e dos Gigantes Gasosos Júpiter e Saturno). E com a NASA à falta de melhor e de outras notícias mais profundas a simular a possibilidade da existência de um outro planeta, que não o das histórias de crianças (PLANETA X) mas o do reconhecimento dos adultos (9ºPlaneta). O que poderá significar que se a pior versão se vier a confirmar, durante o ano de 2016 além de ser eleito o novo Presidente da Excecional Nação Terrestre, anunciar-se-á um novo irmão e até a sua chegada: com todos aqui á espera para ver o que ele faz.

 

Mas então como será esse NONO PLANETA? Poderá ter 4X a dimensão da Terra, aproximadamente 10X a sua massa, temperaturas mínimas negativas na ordem dos 226⁰C, estar a uma distância de mais de 700UA do Sol e surgindo aos nossos olhos como um mundo versão Neptuno ou Úrano. No entanto e devido ao seu baixo poder refletor e apesar das suas dimensões (pelo menos 4X a da Terra) sendo quase impossível de detetar a não ser utilizando infravermelhos (e conhecendo previamente a sua localização). Numa hipótese estabelecida por dois astrofísicos da Universidade Suíça de Berna (Esther Linder e Christoph Mordasini) e numa sequência lógica do trabalho anteriormente desenvolvido por outra dupla de cientistas do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Konstantin Batygin e Mike Brown), incidindo sobre a teoria (e sua confirmação) da existência deste misterioso planeta, conhecido desde há muito tempo e utilizando vários nomes.

 

(imagens: WEB)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:16

14
Abr 16

Somos uma organização independente de jornalistas. Não podemos, nem devemos facultar os documentos porquanto não nos pertencem e, por outro lado, não somos o braço armado dos Estados. Somos jornalistas de investigação”. (ICIJ)

 

panamaprotest.jpg

Manifestações em terra de Sua Majestade

Realizadas em Londres no passado sábado dia 9 pedindo a demissão do 1ºMinistro Conservador David Cameron mencionado nos célebres Papéis do Panamá

 

Quem ainda tivesse dúvidas sobre qual a verdadeira função desta corporação internacional de jornalistas – empresa, consórcio, corporação, como quiserem, mas nunca uma organização independente – basta olhar para estas linhas desta subsidiária local e concluir de imediato que uma justificação deste tipo para um escândalo destas dimensões, só pode ser dado em tons de brincadeira e num contexto de irresponsabilidade ética e profissional e certamente encomendada, planeada e com intenções obscuras e deliberadas (não de informação mas de manipulação da mesma).

 

Como pode um jornalista assumir-se como defensor dos direitos e liberdades de um qualquer cidadão do mundo – sendo o seu mais importante papel a desempenhar INFORMAR – quando se recusa a divulgar documentos de extrema importância para a vida da esmagadora maioria dos cidadãos de todo o planeta, apenas porque tendo-lhe chegado às mãos os mesmos não lhes pertencerem. Mas será que os jornalistas estão a afirmar que acima de tudo e deles próprios a Informação também tem dono – como se fosse única e exclusivamente (na sua base) mais um bocado de Mercadoria? Numa atitude que mais uma vez só vem confirmar a opinião daquele grupo de cidadãos cada vez mais numerosos e em crescimento exponencial, que afirmam que nos dias de hoje o Jornalismo Morreu e que aqueles que os substituíram (os jornalistas) naquela que era uma bela e nobre função, só trabalham mesmo para a sua Empresa e Patrão fonte de obtenção das suas remunerações de sobrevivência (como se fossem escravos assumidos mas vivos). “Não podemos nem devemos porque não nos pertence” – mas francamente que tipo de falsa retórica é esta só mesmo própria de dependentes? “Braço Armado de Estados, Jornalistas de Investigação2? Com títulos destes nem vale a pena argumentar apenas lamentar o nível a que o Jornalismo chegou: um insulto para aqueles que vem na palavra e nas ideias (livres) a única esperança no futuro e que alguém quer matar necessitando de algozes. Nunca um verdadeiro Jornalista de Investigação se sujeitaria a este tipo de prostituição, não se importando de ser um mero e descredibilizado veículo propagandístico e de simples condicionamento e manipulação, ainda-por-cima reclamando para si a recusa de se tornar um braço armado do Estado e no entanto servindo-o servilmente assim como aquele que sem vergonha se esconde e na realidade comanda a Grande Máquina: como no caso dos Papeis do Panamá com os bancos CITI e HSBC. Com um roubo a uma Empresa Privada que pelos vistos não é crime (ainda me lembro da atitude dos EUA face a um caso semelhante sucedido com a SONY e que na altura o poder político norte-americano comparou como uma declaração de guerra aos EUA). Será que tal como na luta contra o terrorismo global existem Bons e Maus Piratas Informáticos? Tudo isto num cenário indigno e quanto a nós (a Europa) enquanto assistimos à nossa derrocada social, moral e definitiva (veja-se o que se passa com o contingente de refugiados, para mim um indício de crimes de guerra e de colaboração criminosa e tácita).

 

Chegando-se ao ponto de, esquecendo-se o fracasso de mais esta campanha, se estar agora a colocar em cima da mesa se tal divulgação não terá sido mais um ato estratégico e de verdadeiro mestre do diabólico Vladimir Putin! “Se não o puderes derrotar hoje (acusando-o), junta-te a ele amanhã (elevando-o) ” – dirão estes jornalistas capazes de com estes métodos destruir qualquer tipo de investigação. Sempre com os EUA por trás e um qualquer milionário suspeito. Num Feitiço que parece ter-se voltado contra o Feiticeiro neste caso MOSSACK-FONSECA. E no entanto inserindo-se num panorama mais geral da prossecução da trajetória definida pelos EUA para a criação e existência dos OFFSHORES: respeitarem a lei norte-americana e de preferência estarem instaladas nos seus Estados e Territórios. LEAK ou HACK?

 

The US has condemned the "vicious murder" of a Syrian journalist in Turkey by an Islamic State militant - the fourth such attack in a year. Zahir al-Shurqat, a presenter for online TV channel Aleppo Today, was shot on a street in the south-eastern border town of Gazientep on Sunday. The 36-year-old died in hospital two days later, Turkish media reported.  A US state department spokesman said Mr Shurqat had courageously worked to expose the "hypocrisy" of IS.” (bbc.com)

 

665003303001_4838434084001_Listening-Post.jpg

Panama Papers

 

Papéis do Panamá: apontando o seu dedo acusador para a Rússia e a para China (mas nunca esquecendo para seu conforto moral de mencionar as Monarquias do Golfo) estes jornalistas esqueceram-se que num cenário deste tipo existem muitas camadas sobrepostas. Com muitas delas sobressaindo do todo (inicialmente proposto), bastando para isso olhar para elas – recordando que nós também temos olhos, ligados a um cérebro para pensar (e por exemplo associar, compreender e ripostar).

 

E assim,

 

Enquanto Jornalistas são assassinados por assumirem sem nunca recuarem e no exercício da sua tão digna profissão, os seus direitos, deveres e obrigações éticas de verdadeiro comunicador e educador (sabendo ao mesmo tempo poderem estar a arriscar as suas próprias vidas, algo que jamais algum dinheiro pagará) – como qualquer profissional dessa área que se identifique com os seus princípios e objetivos e se reveja (mesmo que ameaçado) nessa nobre função,

 

Outros indivíduos reclamando-se desse mesmo estatuto (mas aqui surgindo fardados), apresentando excelentes currículos sociais (institucionais e como tal oficialmente certificados), ao serviço de regimes no poder nos seus respetivos estados e afiliados (crédito à sua cidadania e ao seu patriotismo nacionalista) e escondendo-se estrategicamente atrás de uma Parede de Proteção (como verdadeiros protetores que devem ser protegidos – e tal como um mafioso real é protegido por terceiros para denunciar outros pretensos mafiosos),

 

Comportando-se como simples Marionetas e abdicando do poder e da obrigação a que estão moralmente sujeitos por viverem em sociedade (Informar-nos), sujeitando-se a serem meros veículos de transporte e ignorando a nossa existência (e a de todos os Jornalistas),

 

Suprimindo-nos, auto suprimindo-se, mas julgando reforçar com estes comportamentos, a sua área de conforto.

 

Mas por agora já chega – ou deixamo-nos enredar, só dizemos mais asneiras, ficamos a cheirar mal (já penso sentir o odor) e tudo isto mete Nojo.

 

(imagens: : commondreams.org/The Weekly Bull/flickr.com e aljazeera.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:03

13
Abr 16

No Crash, No Crash, For Space-X

No dia 8 de Abril de 2016

ELON MUSK atingiu finalmente o seu primeiro objetivo com a SPACE-X

 

Na passada sexta-feira a empresa do multimilionário ELON MUSK conseguiu finalmente que o 1ºandar do foguetão FALCON 9 aterra-se suavemente no seu percurso de regresso sobre uma plataforma instalada no mar. Uma tentativa concretizada com sucesso durante a missão CRS-8 da nave de carga espacial SPACE-X.

 

spacex-falcon9-rocket-barge-landing-success.jpg

Aterragem na vertical e no mar do 1ºandar do foguetão FALCON 9

 

Tornando a partir de agora possível seja em terra como no mar a recuperação do 1ºandar do foguetão (sob a ação da gravidade terrestre), reutilizando-o para outras missões e poupando milhões ao projeto. Numa operação nunca vista em terra com estas dimensões (quanto mais no mar), em que várias centenas de toneladas aterraram na vertical.

 

approach.0.jpg

A SPACE-X/módulo DRAGON depois de se ter libertado do 2ºandar

 

E colocando em órbita o módulo espacial DRAGON aqui utilizado pela SPACE-X para o transporte e entrega de carga para a Estação Espacial Internacional (ISS). Numa missão de reabastecimento a uma neve ou estação que no futuro da empresa de transporte espacial de ELON MUSK também incluirá astronautas.

 

marte dragon.jpg

Num projeto da SPACE-X com os olhos postos em Marte

 

Por este andar e nunca ignorando o poder da indústria tecnológica de ponta e dos militares norte-americanos (controlando a outra NASA, omnipotente e para todos nós desconhecida), poder-se-á mesmo seguir Marte e (porque não) a sua subsequente colonização. Desde que a iniciativa privada continue presente e sob rios de dinheiro (dólares).

 

(imagens: nasa.gov e space.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:09

Abril 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11

19
21

27


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO