Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

23
Mai 16

“Apesar de a Esperança ser a última coisa a Morrer,

Há muito tempo que os Mortos já a tinham perdido.”

 

Para qualquer cidadão do Mundo consciente da situação social e civilizacional que a nossa Sociedade atravessa, casos como o da queda do avião da EGYPTAIR sobre o mar Mediterrânico ou da crescente e preocupante atividade em torno da falha de RAMAPO, ainda nos alarmam mais deixando-nos de sobreaviso:

 

O Avião da Egyptair

 

crash-illustration-2.jpg

Derradeiras manobras do voo MS804 da Egyptair antes da queda no mar Mediterrâneo

(ocorrido a cerca de 300Km da costa egípcia)

 

- No caso do EGIPTO porque aparentemente poderá ter sido mais um ato premeditado por parte de um dos tripulantes do avião, como as mais recentes informações sobre este incidente aéreo parecem querer sugerir (um acontecimento que já seria uma repetição de um outro ocorrido em 1999, quando o copiloto da Egyptair também de nacionalidade egípcia e num ato deliberado, despenhou o seu avião sobre o oceano Atlântico a cerca de 100Km da costa norte-americana provocando a morte de 217 pessoas) – agora envolvendo o próprio comandante noutro ato suicida e provocando neste caso mais 66 mortos:

 

“The Captain Mohammed Shakeer the pilot of that fateful flight”

Had organized a “last supper” knowing he is “about to die”

(Osama Abdel Basset – responsável da Egyptian Air)

 

Neste incidente aéreo justificando-se o acontecimento não como mais um ato terrorista e suicida (tal como muitos terroristas com os seus cintos explosivos), mas como mais um imprevisto ato psicótico e suicida servindo-se de um avião como explosivo (provocado pelo estado psicótico do piloto egípcio sofrendo de cancro e com pouco tempo de vida) – e fazendo-nos recordar outra tragédia aérea com o copiloto da GERMANWINGS (com uma depressão grave) a despenhar-se contra uma montanha em Março do ano passado (provocando 150 mortos);

 

A Falha de Ramapo

 

e0c80221c055871f4c8fa180989d43dc.jpg

A extensa falha de Ramapo acompanhada pelas de Nova Madrid e da Costa Este

(localizadas na costa este dos EUA)

 

- No caso do preocupante aumento de atividade (sísmica/vulcânica) em torno da falha de RAMAPO (localizada na parte este dos EUA), o aumento visível nessa região da emissão de gases como o óxido/dióxido de carbono, é para já superior em 20% (níveis de CO2) às medições consideradas normais – o que para já só poderá ter origem no mar em zonas próximas da costa (CO2 remetido do leito rochoso localizado sob o oceano Atlântico) ou então saído de terra na própria zona e em torno da falha de Ramapo (CO emitido a partir do subsolo situado nesta grande falha). O que poderá significar que a pressão interior na Terra afetando a crosta terrestre poderá estar a crescer nesta área específica dos EUA, o que na generalidade destes casos alguns dias ou semanas depois origina um tremor de terra (ou então e para o nosso bem desaparecendo):

 

“The emissions match quite clearly to the location of the Ramapo Fault, running from eastern Pennsylvania, northeast through New Jersey into New York State.

The CO gas also clearly follows the Hopewell fault, the Flemington-Furlong Fault and the Chalfont Fault, all three of which run from eastern PA into NJ.”

(superstation95.com)

 

Num país onde para além desta enorme falha localizada a este do extenso território norte-americano (estendendo-se por cerca de 300Km entre Nova Iorque, Nova Jérsia e a Pensilvânia) – juntamente com a de Nova Madrid e a da Costa Este – ainda surge mais para o meio a região onde está instalado o SUPERVULCÃO de YELLOWSTONE (adormecido mas sempre ativo sismológica e vulcanicamente), num território em muitas zonas geologicamente instável e completando-se a oeste com a falha de SAN ANDREAS (atravessando de cima a baixo todo o estado da Califórnia numa extensão superior a um milhar de quilómetros) – e com o tempo de espera pelo BIG ONE. E tendo como companhia e vizinho (a oeste) o ANEL de FOGO do Pacífico.

 

(imagens: Daily Mail e Pinterest)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:39

22
Mai 16

Não só para verem melhor durante o período noturno, como para detetarem com maior facilidade e precisão o movimento próximo das suas possíveis vítimas – preparando a armadilha a que nós chamamos TEIA (no caso do Homem com múltiplas interpretações e aplicações) para estes Insetos não passando de um simples Restaurante (numa área natural e fundamental à sua sobrevivência).

 

net-spiders-8.JPG

 

Vivendo num MUNDO cada vez mais controlado e dominado pelo PODER SUPREMO DO OBJETO e tendo com a sua INTELIGÊNCIA e como contraponto digerido e interiorizado essa alteração FUNDAMENTAL promovida pelo HOMEM e logicamente refletida no MEIO AMBIENTE, essa espécie (INSECTOS) que certamente perdurará mesmo após o nosso desaparecimento da TERRA e da mais que provável e definitiva extinção dessa espécie então considerada dominante (HOMEM), começou desde há tempos e como medida preventiva METAMORFOSEAR-SE de modo a adaptar-se às novas contingências que este NOVO MUNDO lhes irá criar.

 

Ao contrário do HOMEM que vê no OUTRO HOMEM um perigo à sua EXISTÊNCIA=DOMINAÇÃO propondo em diferentes níveis progressivos uma espécie de lobotomia de aplicação subliminar e exterior (como se a sua própria espécie fosse o seu principal inimigo, obrigando-o a proteger-se do seu próprio grupo, atrás do incomensurável poder do objeto), este INSECTO utilizando outra estratégia completamente oposta por dirigida, intencional e coletiva (muito simplesmente por demonstrar inteligência e organização) decidiu adaptar-se, abrir de vez os seus olhos e em conjunto com a sua espécie (em grande expansão e cada vez mais poderosa) sobrevalorizar e desenvolver os seus órgãos de perceção, melhorando notoriamente a qualidade da sua perceção e desse modo protegendo-se contra a ação de outros, especialmente da intrusão de OBJETOS imprevistos e outros potenciais inimigos.

 

net-spiders-6.JPG

 

E assim enquanto vemos constantemente à nossa volta espécies a serem extintas e outras a eclodirem (como se só existisse como única referência o tempo da nossa morte e do nosso nascimento, nada existindo para lá destas referências nem mesmo a nossa espécie incluindo ascendentes, descendentes e já agora porque não nós próprios) esquecemo-nos daquilo que aprendemos cedo na escola e que (acho eu) ainda hoje é verdade (comprovados pelos fatos reais ou projetados):

 

“Nada se cria, nada se perde, tudo se transforma.”

(Antoine Lavoisier)

 

Pela sua extraordinária estrutura e capacidade de resistência, talvez a única espécie com grande percentagem de sobrevivência ao próximo salto evolucional terrestre (entre todas as espécies existentes no planeta e incluindo a espécie dita dominante, o próprio Homem).

 

E se os Repteis também sobreviverem (muito plausível), provavelmente num futuro próximo um verdadeiro PARAÍSO destes – não sendo talvez por acaso que recordando Histórias/Aventuras de Infância, muitos de nós ainda crianças acreditem em sonhos, que os Repteis já vêm aí a caminho e muito perto: com os desesperados e perdidos adeptos da Conspiração (já que a realidade terrestre é monótona e doentia por estática) imaginando o Planeta X comandado por Reptilianos já dispostos e preparados para em breve nos Invadir.

 

Não para nos comer (SONHO de HOMEM) mas para se reabastecerem de comida (IPESADELO de INSECTO).

 

(imagens: livescience.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:48

Visto à distância pelo telescópio Hubble

(e com um tipo pelo meio)

 

Hoje esteve um dia ameno (para o quente) muito típico do tempo de Verão (antecipado) – e com uma certa tranquilidade a reinar pelo país, talvez por se tratar do início de mais um fim-de-semana: com boas perspetivas de bom tempo para sábado e domingo (praia), com música por todo o lado (Faro/Lisboa), com muito desporto (futebol e Rali de Portugal) e sobretudo (para os privilegiados) com comida (verdadeira) e previsivelmente algum descanso.

 

Mars-Hubble-May-2016-ANNO.jpg

A Luta Continua

Hubble vs. Sondas

(separados por 80.000.000Km)

 

Não se querendo deixar ultrapassar pelas muitas sondas automáticas orbitando ou explorando a superfície do planeta MARTE, o telescópio espacial HUBBLE fazendo-nos recordar mais uma vez o seu fantástico poder de longo alcance, oferece-nos agora mais umas quantas imagens deste ultimamente tão perscrutado corpo celeste.

 

Neste caso e como qualquer um de nós estaria à espera aproveitando um pequeno detalhe para facilitar toda esta apresentação (a única forma de responder à proximidade total das sondas automáticas relativamente ao planeta): no próximo dia 22 de Maio Marte estará em oposição, o que significa que além da Terra se intrometer (na verdadeira aceção da palavra) entre este planeta e o Sol, atingiremos nesse dia um dos pontos de maior aproximação entre estes dois planetas – aproximadamente 76 milhões de quilómetros.

 

Só sendo posteriormente batido no próximo dia 30 de Maio, quando o planeta Marte estiver no seu ponto de trajetória situado mais perto da Terra (desde há pouco mais de uma década) – nesse dia a apenas 75.000.000Km. Para os astrónomos (mesmo amadores) das melhores alturas para observar este distante planeta, já que devido à sua maior proximidade se nos apresenta com maiores dimensões e devido à sua posição (relativamente à Terra) se apresenta muito bem iluminado pelo Sol.

 

(imagem: Hubble)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:02
tags: ,

19
Mai 16

“In an increasingly dangerous and rapidly changing world, we must guarantee that our military and intelligence community have the capability to defeat barbaric Islamic terror groups and deter aggressor-nations, like Russia, Iran, China, and North Korea.” (Defense Subcommittee Chairman Rodney Frelinghuysen/R-New Jersey)

 

CJUrEUsWgAAkV_E.jpg large.jpg

Com a Globalização todo o poder passou do Estado para as grandes Corporações

(com todas as vítimas a aceitarem sem discutirem as virtualidades do interesse Privado sobre o interesse Público)

 

Na prossecução da luta contra os cortes orçamentais que tem vindo a afetar todas as organizações e agências ligadas ao sistema de Defesa Norte-Americana – como os Militares, a CIA e o Pentágono – eis que estala nos EUA um novo conflito institucional opondo agora os interesses dos Militares (com os Republicanos por trás) aos interesses do Pentágono. Mais um caso que só vem confirmar a verdadeira luta pela conquista do poder no interior dos EUA (que não é certamente a Eleição Presidencial), tendo de um lado todos aqueles que apoiam prioritariamente o desenvolvimento da Indústria Militar Norte-Americana (e de todas as suas estruturas de manutenção e suporte ligadas à economia global de guerra e representadas pelas grandes Corporações) e do outro de todos aqueles que se opõe a esta visão ideológica e estritamente bélica do mundo (contando ainda com o apoio de alguns Republicanos e Democratas reformados acreditando ainda nas virtualidades do diálogo e sobretudo da Paz).

 

Numa disputa interna a decorrer nos EUA – opondo o Congresso maioritariamente Republicano ao presidente Democrata Barack Obama – que só tem criado maior confusão neste sector tão importante da estrutura de defesa do país (tendo os militares à frente) com reflexos evidentes na aplicação das suas estratégias no terreno nos mais diversos conflitos existentes a nível mundial. Por vezes vendo-se as suas agências e organizações governamentais combatendo-se em grupos inimigos, exatamente no mesmo cenário: como é o caso evidente e recente da Guerra Civil Síria, onde a CIA e o Pentágono apoiam grupos terroristas diferentes, rivais e inimigos (provavelmente mortais mas de cariz moderado). E para encobrir tudo isto contando com a preciosa colaboração de toda a comunicação social mundial (especialmente Ocidental), ignorando os provocadores, desprezando as consequências, mas nomeando desde logo e como desculpa e justificação, os mais que prováveis (por aparecimento sistemático nas suas notícias e propaganda) criminosos: esquecendo-se da situação económica no seu próprio país e distraindo toda a sua população e o Mundo, ao apontar o dedo ao Diabo. E metendo no mesmo saco (Rússia, Irão e China) e (ISIS e Coreia do Norte). Mas esquecendo-se do outro (EUA e Arábia Saudita) e porque não do seguinte (Alienígenas).

 

“The Defense Authorization bill is supposed to be an opportunity for Congress to shape national defense priorities and share the responsibility with the president when it comes to foreign policy. Generally the president has significant authority to make his mark on foreign and defense policy and the authorization process for both the Defense and State Departments is the Constitution’s way to make sure the co-equal Legislative Branch of government is properly part of the process. Sadly though this is what was intended, current reality no longer resembles what was meant to be. Instead, Congress members abrogate their authority to set defense spending priorities to the Pentagon, the military-industrial complex, and to special interests in their districts. The result is a mess that has very little to do with defending this country and a whole lot to do with enriching those in position to feed from the trough.” (Daniel McAdams – antiwar.com – 16/05716)

 

flightradar.jpg

Flight Radar’s estimation of the flight’s location when it disappeared

(egyptianstreets.com)

 

Entretanto com os EUA entretidos com esse verdadeiro circo de hipocrisia que são as Eleições Presidenciais norte-americanas – com um candidato dito representante do sistema a disputar a eleição, contra um outro pretensamente opondo-se-lhe como um milionário antissistema – financiada pelas Corporações que controlam os políticos (antes nossos representantes agora seus advogados) e generosamente os remuneram (substituindo-se ao pobre e descredibilizado Estado). E com o terrorismo global em marcha contínua, acelerada e aparentemente cada vez mais poderoso – como o (ainda fresco) caso do avião das linhas aéreas egípcias parece mais uma vez comprovar:

 

Egypt's Air Minister:

Terrorism More Likely Cause of Jet Crash Than Technical Issues

 

The crash of an EgyptAir flight en route to Cairo from Paris was more likely caused by a terrorist attack than by a technical failure, Egypt's aviation minister says. Minister Sherif Fathy discussed the crash even as a search operation continued in the Mediterranean for wreckage from the plane, which had 66 people aboard when it disappeared from radar Thursday, moments after it entered Egyptian airspace on the four-hour flight from France;

 

EgyptAir said it lost contact with the Airbus A320 plane at about 2:30 a.m., Cairo time, when the airliner was above 11,000 meters and just 16 kilometers inside Egyptian airspace. Greek defense minister Panos Kamennos said the plane made sudden turns and a sharp descent before disappearing from the radar. 'It turned 90 degrees left and then a 360-degree turn toward the right, dropping from 38,000 (11,582 meters) to 15,000 feet (4,572 meters) and then it was lost at about 10,000 feet (3,048 meters),'' he said. (Hamada Elrasam, Lisa Bryant – voanews.com – 19.05.16)

 

Num roteiro iniciado no distante e desprotegido Afeganistão, prosseguido com grande destruição e violência num país riquíssimo em petróleo como o Iraque, continuado como num intervalo de um filme de guerra com as subtis e manipuladas Primaveras Árabes, entretanto mudando novamente de tom e promovendo de novo a violência e a morte na Líbia e posteriormente na Síria, alastrando a violência ainda mais um pouco mais longe até atingir o Iémen (condenando-o à sua extinção e desaparecimento como estado), permitindo a infiltração da Turquia e a invasão da Europa e finalmente, como se já não o tivéssemos sentido, o fim dos nossos valores (humanos e de solidariedade) como cidadãos europeus. Comprovado com os atentados em terra e no ar para já não falar de milhares morrendo no mar. Hoje com mais uma vítima a adicionar a esta lista (num mais que provável atentado terrorista curiosamente ainda não reivindicado):

 

“EgyptAir Wreckage Found in Sea; Egypt Cites Possible Terrorism.”

(nytimes.com)

 

Ontem a Guerra era lá longe agora é mesmo aqui – e com vítimas de todo o mundo (na queda do avião egípcio sobre o mar Mediterrâneo uma das vítimas era portuguesa).

 

(imagem inicial: Ian56/@Ian56789/twitter.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:41

18
Mai 16

Originários do Cinturão de Asteroides (região do Sistema Solar localizada entre as órbitas de Marte e de Júpiter) estes corpos rochosos orbitando em torno do Sol a uma distância aproximada de 2/3UA (e por vezes sendo acompanhados na sua trajetória por outros corpos menores) por vezes são expulsos da sua zona (habitual e de conforto) mudando de trajetória e deslocando-se na nossa direção (e tal como os cometas navegando entre o seu periélio e o seu afélio – se entretanto algo de inesperado não acontecer).

 

10575413_G.jpg

Bola-de-Fogo nos céus de Portland/EUA iluminando por segundos a escuridão da noite

(Portland Maine Police Department/Facebook – 17/05/16)

 

Com as observações de BOLAS-DE-FOGO a crescerem exponencialmente desde o início da segunda década do século XXI – não ultrapassando no fim do século passado os 1000 registos e estando a meio da segunda década do século XXI a caminho das 10000 – é natural que a preocupação de todos aqueles que habitam o planeta TERRA entre em modo de alarme.

 

E não tendo nós obtido até hoje nenhum tipo de explicação válida e credível para este aumento significativo (senão mesmo dramático) de avistamentos de bolas-de-fogo – nem mesmo oriundo das entidades oficiais representadas pelos seus cientistas – tal facto ainda nos faz pensar um pouco mais, deixando-nos ainda mais cautelosos e um pouco mais perturbados.

 

fireball-last-decade.jpg

Número de bolas de fogo observadas nos EUA entre 2005/2015

(Dr. M.A. Rose)

 

O que não causa nenhum tipo de espanto para qualquer individuo que se debruce um pouco sobre este assunto tão delicado para a preservação da nossa espécie, se nos lembrarmos dos Dinossauros e de como (eles) pretensamente se foram – exterminados pelo brutal impacto de um grande objeto com a Terra (não uma bola de fogo provavelmente um asteroide).

 

Numa escala liderada pelos poderosos cometas e asteroides, seguidos pelos meteoros e meteoritos e tendo na base as nossas conhecidas bolas-de-fogo (muitas delas observadas por nós desde a infância – por exemplo no Verão – como as conhecidas estrelas cadentes). Asteroides que pelos vistos têm vindo a acompanhar este crescimento de bolas-de-fogo.

 

nea_vs_time_chart.jpeg

Número acumulado de asteroides descobertos entre 1980/2016

(neo.jpl.nasa.gov)

 

Como é fácil de constatar ao analisarmos a evolução da descoberta de novos asteroides no decorrer das últimas três décadas: comparando os cerca de mil asteroides até aí conhecidos, com os mais de 14000 até agora registados (graças também ao aperfeiçoamento científico e tecnológico do processo de deteção de corpos celestes de menores dimensões).

 

É certo que com a sua maioria a ter uma dimensão em torno dos 140m ou mais/ou sendo mesmo inferior e contando apenas com uns 1000 (asteroides) com mais do que 1Km (de dimensão): uns 1000 monstros um pouco grandes, uns 6000 mais pequenos e pouco mais de 8000 ainda mais pequenininhos – mas certamente com muitos deles podendo dar-nos cabo da cabeça.

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:17

Ainda não acabou passados mais de 15 dias!

 

'Beastly' Alberta wildfire just won't die, complicating Fort McMurray re-entry

(lfpress.com – 18/05/16)

 

s3.reutersmedia.net.jpg

Autoestrada 63 nas imediações de Fort McMurray

(5 de Maio de 2016)

 

Ainda se lembram do enorme incêndio que deflagrou logo no início de Maio na região canadiana de ALBERTA e que levou à sua frente a localidade de FORT MCMURRAY? Provocando um verdadeiro holocausto incendiário numa zona rica em árvores e areias oleosas (com a sua principal fonte de receitas estando ligado à Indústria Petrolífera), a fuga em desespero de mais de 100.000 pessoas e a destruição de milhares de casas e de outras infraestruturas fundamentais. Começando numa área não maior que 10.000 hectares, alastrando repentinamente para 100.000 hectares e rapidamente atingindo os 200.000 hectares. E deixando atrás de si uma região completamente de rastos e basicamente destruída, com incêndios como que alimentados pelo seu solo (com estreitas ligações ao fracking) e com a meteorologia a não ajudar nada (com tempo seco e vento).

 

Pois pelos vistos continua – incrível e surpreendentemente sem nenhum relevo a ser dado nos órgãos de comunicação mundial – mais de quinze dias depois do mesmo se ter iniciado. Aproveitando essa mistura tão propícia para manter qualquer incêndio: areias oleosas, tempo de seca e sem chuva e para ajudar muito vento! E tendo já ultrapassado os 400.000 hectares (tal como os bombeiros afirmaram num incêndio totalmente descontrolado e sem qualquer tipo de hipótese de combate por terra) numa área já mais de 40X maior do que a área inicial. Continuando tudo à espera que interrompida temporariamente a intervenção e disputa do Homem sobre a Natureza (numa região onde reina a Industria Petrolífera e a atual crise económica a ela associada), esta reconsidere e nos proteja mais uma vez e com a ajuda dos seus amigos ligados à meteorologia, crie as condições básicas e necessárias para a sua definitiva extinção (do incêndio). Prevendo-se agora temperaturas máximas de 24⁰C e 60% de hipóteses de chuva.

 

(imagem: reuters.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:10

Durante os próximos tempos o calendário das Bolas-de-Fogo terá como protagonistas:

ETA AQUARIIDS (19Abril/26Maio) e DELTA AQUARIIDS (11Julho/10Agosto).

 

A American Meteor Society acaba de noticiar o avistamento de mais uma Bola de Fogo atravessando os céus do nordeste dos EUA: o fenómeno ocorreu um pouco antes da uma hora da madrugada do dia 17 (04:50 de Lisboa), tendo sido observado por diversas testemunhas desde o norte dos EUA (em estados como New Hampshire e Pensilvânia) até ao sul do Canadá (em províncias como Ontário e Québec).

 

featured2.jpg

Grande Bola de Fogo nos céus dos EUA

 

Segundo testemunhas o incidente surpreendeu-os não só pelo imprevisto como pelo seu impacto visual:

 

Flash of light drew attention, large ball of fire that appeared to burn up just above treeline. Absolutely amazing!!”

(Jennifer M. – Concoert, NH)

 

“The giant ball of fire was (seamed) extremely close going down below the treed horizon. I waited a minute because I thought I’ll see fire erupting beyond the end of the lake but nothing…”

(Julian K – Ontario, Canada)

 

“There was a 3-5 min delay from the time I saw it to the boom I heard and felt , very loud and shook the home , unlike anything I have ever experienced before.

(Craig C. – Canton, ME)

 

Bolas de Fogo que diariamente entram em rota de colisão com o nosso planeta, acabando por entrar na nossa atmosfera e na esmagadora maioria dos casos, explodindo e desintegrando-se. O que não significa que em determinados desses incidentes alguns não possam ter graves consequências (dependendo da sua posição de entrada na atmosfera, da sua composição, dimensão e velocidade).

 

Como no caso do incidente ocorrido na região russa de Chelyabinsk, onde no dia 15.02.2013 um meteorito com menos de 20 metros de dimensão e cerca de 10000 toneladas de massa, explodiu nos céus com uma potência muitas vezes maior ao da bomba de Hiroshima, provocando alguma destruição e mais de 1000 feridos (unicamente provocados pela onda de choque que se seguiu à explosão).

 

[Para aqueles que acreditam que um outro planeta (ou sistema – para já para lá de Plutão) se encontra a caminho ou já no interior do nosso Sistema Solar – para estes o Planeta X e para os outros o Nono Planeta (mas com outras implicações) – mais um indício de que o mesmo está cada vez mais próximo, do outro lado do Sol e libertando no seu caminho muitos poeiras e detritos, também responsáveis por estes fenómenos tipo bola de fogo.]

 

(texto/itálico e imagem: amsmeteors.org e portsmouthwebcam.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:09

17
Mai 16

Eleições Presidenciais Norte-Americanas

DT vs. HC

(Data de referência: 8 de Novembro de 2016)

 

HalloweenInvaders-1024x576.jpg

Uma Eleição a realizar-se poucos dias depois da celebração da Festa dos Mortos

(numa festa com verdadeiros alienígenas, gulodices e travessuras)

 

“Não será necessário um grande terramoto, um ataque nuclear russo ou chinês, o impacto de um asteroide, a explosão de um Super Vulcão ou até uma invasão alienígena, para se conseguir destruir os EUA: destruído o poder dos representantes dos cidadãos (eleitos pelos mesmos para os representarem e defenderem) as Corporações (em nosso nome e por delegação nelas de responsabilidades por parte do Estado) encarregar-se-ão disso.”

 

Com os dois candidatos do sistema já muito próximos da sua nomeação como candidatos presidenciais – Donald Trump pelos Republicanos e Hillary Clinton pelos Democratas – continuam hoje as primárias nos estados do Kentucky (DEM) e de Oregon (DEM e REP). Faltando apenas 103 delegados a Donald Trump para atingir a maioria em Convenção REP e 143 delegados a Hillary Clinton para ganhar a Convenção DEM.

 

Neste momento contando com 2240 delegados para HC e 1473 para BS do lado DEM (com 1051 delegados ainda em disputa e sendo a maioria atingida com 2383 delegados) e com 1134 delegados para DT e 902 delegados para todos os outros candidatos entretanto tendo desistido do lado REP (com 436 delegados ainda em disputa e sendo a maioria atingida com 1237 delegados).

 

Com as últimas primárias do lado REP programadas para o dia 7 de Junho (última Super Terça-Feira Republicana, decorrendo em 5 estados, mas com o grande tubarão a ser a Califórnia com 172 delegados) e do lado DEM com os candidatos encerrando a campanha a 14 de Junho (no distrito de Columbia com 45 delegados em disputa). E com as Convenções marcadas para 18/21 de Julho entre os DEM e para 25/28 de Julho entre os REP.

 

Esperando-se que durante este interlúdio de quase dois meses (entre Maio e Julho):

 

- Donald Trump com a sua nomeação mais que garantida em Convenção REP inicie desde já a sua campanha de ataque à potencial candidata DEM Hillary Clinton (praticamente certificada pelo seu verdadeiro contingente de Super Delegados) – com esse objetivo bastando verificar a mudança progressiva e inevitável de posição da FOX (Republicana e anti-Trump) face ao agora único candidato DT;

 

- Bernie Sanders (começando curiosamente neste caso pelo candidato que vai em 2º) insista no poder que os delegados por si conquistados representam (assim como as suas 19 primárias conquistadas), apesar da enorme diferença de apoios financeiros à sua campanha comparativamente com HC e ao apoio esmagador da elite VIP DEM expressa através dos Super Delegados – tentando em Convenção inverter (talvez ingenuamente) a opinião destes.

 

Até lá o espetáculo continuará, pelo menos até Novembro data das Eleições Presidenciais. Com os candidatos do Burro e do Elefante já definidos mas com outros (animais) a concorrer – como o Partido Libertário (o 3º maior partido dos EUA) e o partido Verde. No entanto e face às duas hipóteses de candidatura mais viáveis (DEM e REP), a única conclusão antecipada que poderemos desde já tirar é que tudo continuará como dantes (no que toca à política externa norte-americana) e que mais uma vez ganhará o Diabo – e as suas impressoras (de dólares).

 

“Nunca nos poderemos esquecer que em princípio o Estado estaria desde sempre presente para defender o SUJEITO, enquanto o único e lógico objetivo das Corporações será sempre o da obtenção de mais-valia, catalogando naturalmente todos os seus produtos e instrumentos como um mero OBJETO.”

 

(imagem: WEB)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:14

16
Mai 16

Quando olhamos para um determinado cenário, a primeira coisa que logo fazemos é procurar no interior deste algo que nos identifique com esse local: ou porque já lá estivemos, ou porque é surpreendentemente como nós, ou porque recorrendo à nossa memória e cultura alguém na História já falara dele. Seja como for ao colocarmo-nos no seu interior, por vezes (se não e inconscientemente todas as vezes) algo percecionado pelos nossos órgãos nos sensibiliza para um determinado pormenor – como se sem o sabermos traduzíssemos todas as pistas e sinais.

 

MARTE 1.JPG

Marte – Opportunity Rover – SOL 4374

 

E assim se nenhum pormenor nos escapa no mundo que sempre habitamos e facilmente reconhecemos (a Terra), se olharmos para outros mundos com particularidades em certos casos muito semelhantes às nossas (Marte), logo desconfiamos do que de mais evidente ou duvidoso possa aparecer, por ser observado num contexto desenquadrado e num mundo pretensamente sem História (sem vida e sem notícias de marcianos). Como é o caso da imagem anterior que poderia muito bem ter sido tirada na Terra a um monumento pré-histórico qualquer (como as antas, orcas ou dólmens).

 

Mas que neste caso foi registada sobre a superfície árida e desértica do planeta Marte, onde para já não é conhecida a existência de qualquer espécie de organismo vivo mais ou menos primitivo, nem sequer a de poder ter existido em qualquer ponto do seu passado algum ser superior e inteligente ou qualquer tipo de civilização. O que não é impeditivo que tal tenha acontecido há muitos biliões de anos num planeta tão perto de nós e com fortes vestígios de noutros tempos muito remotos ter existido água à sua superfície e até um grande oceano.

 

MARTE 1A.jpgMARTE 2 A.jpg

Estrutura muito semelhante a um iglu terrestre

 

É certo que até hoje nada se viu que autonomamente e demonstrando um certo objetivo se mexesse – podendo com esse movimento em torno da matéria e envolvendo energia significar Vida. Recordemos que na Terra uma das características de qualquer ser vivo é o movimento – se estiveres parado é porque estás morto. No entanto se certas estruturas se deterioram muito rapidamente com o tempo, decompondo-se, desaparecendo e não deixando vestígios milhões ou biliões de anos volvidos (como é o caso do Homem considerado pelo próprio um produto de desgaste rápido), já outras estruturas são muito mais resistentes ao tempo podendo perdurar por vezes indefinidamente (é ceto que com algumas falhas ou transformações).

 

Mas mesmo assim quase nos levando a acreditar que atrás delas existe algo mais – já que caso contrário nunca mais quereríamos saber delas.

 

E o que nos chama a atenção (e seduz) é apenas a sua grande familiaridade – e o sentirmos que ali algo de curioso e de nós se reflete, aparecendo e sendo aceite como se fosse por cá.

 

(imagens: NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:54

15
Mai 16

Três imagens do cometa 252P/LINEAR obtidas a 4 de Abril de 2016 a partir do telescópio espacial HUBBLE, duas semanas após o mesmo ter passado na sua trajetória em torno do SOL a cerca de 3.300.000Km da Terra.

 

p1614aw.jpg

 

Registado já depois do cometa ter ultrapassado o seu periélio (ponto da sua trajetória de maior aproximação ao SOL) a quase 150.000.000Km da nossa estrela.

 

E considerado o corpo celeste mais próximo observado pelo telescópio Hubble (para lá da nossa vizinha LUA localizada a mais de 380.000Km da Terra).

 

Segundo os astrónomos com uma dimensão nunca superior a 1600m, com um núcleo frágil e gelado e devido à mudança de direção dos jatos de gás emitidos pelo mesmo, possuindo movimento de rotação.

 

Com a próxima passagem aquando do seu próximo periélio a estar marcada para 2021.

 

(imagem: NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 05:01

Maio 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11

20
21

24
28

29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO