Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

14
Mai 16

Sim ao Terrorismo Moderado!

 

“Kurds are Kufar (unbelievers) and killing Kurds, taking their women, plundering their property and destroying of their homes is just and fair.”

(declaração islâmica de um grupo terrorista – talvez moderado – atuando na Síria)

 

Mais uma vez atendendo ao pedido oriundo de Washington, as Nações Unidos voltaram a fazer o papel de meras marionetas, no estrito cumprimento da estratégia norte-americana de manutenção da supremacia global.

 

215308Image1.jpg

Treino de jovens terroristas moderados

 

Num pedido oriundo de Moscovo no sentido de incluir dois grupos de combatentes armados na lista negra das organizações terroristas atuando na Síria, a resposta da ONU foi negativa, invocando que estes grupos estariam incluídos nos grupos de negociações e que tal procedimento seria contraproducente.

 

Dando a entender que apesar destes dois grupos armados manterem estreitas ligações ideológicas e estratégicas com organizações terroristas como a Al-Qaeda e o Estado Islâmico (as duas incluídos na tal lista negra), seriam versões moderadas talvez aceitando no futuro conversações e negociações (a que até agora se têm recusado).

 

E assim mais uma vez (e pelos vistos as vezes que for preciso) os EUA tentam resolver à sua maneira um problema que eles mesmos criaram, contando para tal com o apoio dos paus mandados da Europa – a Grã-Bretanha e a França – e para compor o ramalhete de um verdadeiro exemplo político e moral como Estado Modelo Europeu: a Ucrânia.

 

Tentando deste modo e deliberadamente manter a instabilidade na região (com a prossecução da Guerra Civil na Síria e seu possível alastramento à Turquia), com o único objetivo de continuar a tentar isolar a Rússia do Ocidente (ao mesmo tempo culpando Putin pelas consequências) como se esta não tivesse diante de si a extensão imensa do Oriente.

 

Com a R. P. China a acenar com os seus montes de dólares, as suas grandes reservas de ouro e o seu enorme poderio económico (atualmente a maior potência económica global) – e agora blindada com a criação do novo Banco Mundial (AIIB), assente nas suas reservas de ouro e não em papel de impressora – a ser invadida por todo o mundo ocidental (económico e financeiro) de modo a acederem ao dinheiro.

 

Concluindo de mais esta obrigação contratual por parte da ONU (afinal de contas tendo os EUA como seu principal financiador), que esta organização de nada serve nas grandes decisões mundiais, que a opinião da Europa é um nado morto (asfixiada pelas obrigações da Alemanha para sobreviver e do FMI para dominar) e que para os EUA o futuro será inevitavelmente (com estes políticos ignorantes e só sabendo replicar) o regresso da Guerra Fria.

 

Acho que os Estados Unidos da América na sua estratégia de sucessiva confrontação contra os dois blocos que atualmente fazem perigar a continuação da sua supremacia global (já perdida no campo económico) – a China e a Rússia – quererá construir na região (do Oriente) e depois de tão extensa aplicação da sua teoria da Terra Queimada, um novo Estado seja ele qual for (do caos poderá surgir tudo) de modo a desempenhar no futuro um papel muito semelhante ao de Israel.

 

E assim se dá mais um tiro nas já tão reduzidas hipóteses de Paz (provocando russos, sírios e muitos outros mais habitando a região) recusando atacar mercenários e terroristas apenas porque são moderados. Definição de terrorista: “Todo ser humano que age para destruir outros e a si mesmo, por conta própria ou manipulado, seguindo razões políticas, religiosas, econômicas, sociais, particulares, psicológicas, psicopáticas, geralmente financiado por terceiros e preparado para seus crimes contra alvos específicos ou mesmo inocentes. Trata-se de uma arma perigosa ambulante humana pronta para matar e destruir.” (dicionarioinformal.com.br)

 

(imagem: AFP)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:09

US PRESIDENT 2016

 

O principal problema com que se debate os EUA (e todo o Mundo), é que já não dispomos de políticos com um mínimo de credibilidade e de poder, em quem possamos confiar: com o aparecimento das grandes Corporações (e a conquista por parte desta do poder anteriormente detido pelo Estado) os políticos desapareceram e chegaram as estruturas. Esmagando-nos, escravizando-nos, limitando-nos as escolhas – matando-nos e á Liberdade.

 

 

57337f94c36188382f8b45d7.jpg

Os debates promovidos na RT

 

Contribuindo para um mais amplo e democrático esclarecimento dos eleitores norte-americanos e tendo em vista as Presidenciais de 2016 (nas quais será escolhido o sucessor do atual presidente o Democrata BARACK OBAMA), a rede de televisão por satélite RT reconhecendo a impossibilidade de outras candidaturas se divulgarem e promoverem nos meios de comunicação (com a CNN a apoiar os Democratas e a FOX os Republicanos), decidiu promover dois debates entre candidatos do Terceiro Partido: tendo como convidados o Partido LIBERTÁRIO e o Partido VERDE. Debates que foram realizados respetivamente a 9 e 12 deste mês numa emissão do programa WATCHING THE HAWKS, inserido na grelha de emissão internacional da rede de televisão russa RT e pertencente à RÚSSIA de VLADIMIR PUTIN.

 

5735165dc461885c528b4569.jpg

57310c0ac36188047c8b4567.jpg

Candidatos do partido LIBERTÁRIO (o terceiro partido nos EUA) e do partido VERDE

 

Divulgando a nível global quais serão os próximos candidatos às eleições presidenciais norte-americanas (de Novembro de 2016) – e não se dirigindo mais uma vez aos candidatos dos dois partidos tradicionais e já bem estabelecidos, mas pelo contrário abrindo a porta a outros partidos concorrentes mas sem qualquer tipo de apoio publicitário ou monetário. E assim não se sujeitando à exclusividade bipartidária norte-americana – com TRUMP e CLINTON na cabeça do polvo bipolar – e apresentando a Democratas e Republicanas (via Rússia) as muitas outras criaturas (melhor que eles mas curiosamente passando despercebidas). Não sendo por acaso que esta estação de “propaganda de megafone” (como afirmou o secretário de estado dos EUA John Kerry) se tenha tornado numa estação de televisão internacional de grande impacto a nível mundial, aparecendo mesmo no ranking do YOUTUBE num prestigioso 5ºlugar – à frente de redes norte-americanas como a FOZ e a CNN.

 

(imagens: RT)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:37

13
Mai 16

“A total of 30 Syrian refugee children, aged between 8 and 12, have been sexually assaulted over a period of three months by a cleaning worker in Turkey’s Nizip refugee camp located in the southeastern province of Gaziantep and administered by the country’s Disaster and Emergency Management Authority (AFAD).”

(GAZİANTEP/hurriyetdailynews.com)

 

[AFAD é uma organização ligada ao gabinete do 1ºMinistro da Turquia Erdogan]

 

2016_5$largeimg06_Friday_2016_213223963.JPG

UM LADO FEIO (E VERDADEIRO) DA GUERRA

Destruição de um campo de refugiados instalado na Síria, nas proximidades da fronteira com a Turquia

 

Num momento em que a Guerra no Oriente parece nunca mais terminar e durante o qual por mais que os escondam os contingentes de refugiados continuam irreversivelmente a aumentar, a EUROPA em vez de tomar uma posição individual e decisiva sobre o assunto (que tão profundamente a tem vindo a afetar, num cenário económico de crise profunda e prolongada) resolve indiferente e covardemente nada continuar a fazer (como se nada tivesse com o assunto), colocando-se mais uma vez debaixo dos interesses e das ordens dos norte-americanas (como se este fosse um manto protetor). Apesar de todos já termos percebido o que foram as diversas Primaveras Árabes, quem e a razão de quem as promoveu e as reais consequências para todos os países da região: desde o SOFT retorno dos militares ao poder no Egito através de mais um golpe ilegal (mantendo este grande país africano sob o jugo de outros ditadores) até às situações HARD vividas na Síria e no Iémen (com o genocídio de milhares de civis, a destruição total de infraestruturas básicas e a invasão do seu território por multinacionais de mercenários colocados sobre a ordem de organizações terroristas como a AL-QAEDA e o ESTDO ISLÂMICO). Na área referida com a maioria dos Estados do Golfo liderados pela Arábia Saudita a serem a grande potência militar da região, demonstrando em conjunto capacidade de intervenção imediata e direta no terreno, naturalmente apoiados na retaguarda pelos seus grandes aliados globais (e grandes fornecedores logísticos) os EUA. Nunca esquecendo a terraplanagem da Líbia e a contínua destruição do Iraque.

 

Uma EUROPA que se sujeita agora e por uma mera aplicação de mais uma estratégia norte-americana (num país localizado do lado de lá do Atlântico) a ter que aceitar as pressões inadmissíveis de mais um ditador, ameaçando com retaliações unilaterais da sua parte caso não os aceitem na União Europeia nas condições por eles impostas: com um político como ERDOGAN que permite que o seu país se transforme em mais uma fonte dinamizadora do terrorismo global – bombardeando populações do seu próprio território e país por serem descendentes curdos logo equiparados a terroristas e por outro lado apoiando verdadeiros terroristas atuando na Síria aqui considerados combatentes da liberdade – enquanto vai aterrorizando a EUROPA com mais Guerra e Refugiados (caso não o aceitemos sem condições). Afinal de contas é a Turquia que vai ficar com aqueles que ninguém quer (nem mesmo os seus protetores) – o podre visível da guerra (mas vivos) os tais refugiados (ainda em movimento). E o que faz a EUROPA e a sua consciência política centrada na Alemanha por esta multidão desesperada (apesar dos constantes protestos por parte dos ingleses querendo protagonismo, apenas por serem um grande entreposto de lavagem de dinheiro)? Para os refugiados, personificada na figura da mãe alemã Ângela Merkel.

 

image-vam-synacor-com-edgesuite-net.jpeg

UM LADO RETOCADO (E HIPÓCRITA) DA GUERRA

Merkel e Erdogan em visita a um dos campos de refugiados instalados na Turquia e localizado em Nizip

 

Que se saiba para os lados do Entreposto dos EUA sediado na EUROPA – a Grã-Bretanha – David Cameron e a sua Rainha continuam entretidos com Chineses e Nigerianos: chamando malcriados a uns e corruptos aos outos. Com a acusação de corrupção à Nigéria a ser por coincidência lançada num país conhecido por nele serem constantes as lavagens de dinheiro incluindo com interesses nigerianos (com petróleo pelo meio) e por outro lado sendo dita pelo seu 1ºMinistro David Cameron líder de um país promotor, financiador e explorador do maior exemplo de convivência de ética e de dinheiro os OFFSHORE. E com a sua Rainha ainda não tendo percebido de onde hoje vêm os dólares (chineses certificados por ouro e não americano certificado por papel): da R. P. China. Mas centremo-nos na Alemanha e deixemos então a Ilha.

O que tem feito a Alemanha para travar Erdogan? Pelos vistos nada – pelo menos no que diz respeito à outra EUROPA, da profunda crise económica, do desregulamento total dos direitos dos seus cidadãos e do brutal desinvestimento público, asfixiando lentamente toda e qualquer hipótese de recuperação desta sociedade doente e extremamente desprotegida, absolutamente dependente do que possa dar o mundo reinante da especulação financeira. Precisamente aquilo que a Alemanha impõe aos outros países da UE e que no entanto recusa aplicar a si própria desafiando todas as diretivas e o próprio FMI – negando a indicação dada pelo FMI para iniciar desde já reformas económicas internas (despedimentos, descida de salários, maior desregulação no mundo laboral e tudo aquilo que todos os portugueses já conhecem) e optando por um forte investimento no consumo interno com subidas em salários, pensões e outros benefícios sociais de modo a dinamizar a economia (que tem demonstrado ultimamente um maior crescimento, apesar do logico aumento das importações) e contrabalançar a queda no mercado exportador (como é o caso das importantíssimas e estratégicas exportações para a Rússia – tanto para a Alemanha como para toda a Europa – agora suspensas até ordem em contrário – dos EUA).

 

Num cenário global em que uma grande potência agora em queda (os EUA ainda com o maior poderio militar) e tendo já outra mais poderosa para a substituir (a R. P. CHINA atualmente o maior poder económico e reconheçam ou não financeiro), ainda pensa poder reconquistar o Mundo à base de impressoras, de dólares e de guerras totais (e ameaçadoramente mortais): não hesitando em coligar-se com ditaduras das mais ferozes a nível global (desde que tenham matéria-prima a condizer) para combater outras mais moderadas mas não tão obedientes e por vezes contestatárias como o pretendido. Que o digam todos os países produtores de petróleo até pelas guerras brutais de que são testemunhas e vítimas (Iraque, Síria, Líbia); nunca esquecendo os outros que apesar de não estarem em guerra já caminham para o caos (Venezuela, Brasil); e ainda aqueles que sabendo resistir e não estando obcecados eternamente pelo dólar (como qualquer moeda tendo o seu ciclo de vida) e podendo pela sua força económica resistir ainda perduram (como a Rússia aliando-se à China na criação do Novo Banco Mundial o AIIB já com adesão a nível global, contrapondo ao outro Banco Mundial Norte-americano uma moeda certificada em OURO – e não em mero papel, por mais carismático e mentalmente obsessivo que este seja, nada valendo face ao peso do metal precioso). Uma tarefa com dificuldades mas na realidade inevitável: em relação a todas as dificuldades de trajetória económica e financeira a seguir que o comprovem os BRICKS com três países a resistirem – China, Rússia e Índia – e outros dois em alto risco – África do Sul e Brasil – tendo sempre por trás e como parte interessada as mãos do dono do Outro Banco Mundial (os EUA). Uma estratégia que até ao momento só tem fortalecido ainda mais o poderio da China e da Rússia no Mundo e que por outro lado tem transportado toda a EUROPA a caminho de um mundo e de uma sociedade que nunca nenhum de nós desejou – mais um palco de guerra e de intervenção entre dois blocos poderosos, julgando-se cada um deles o mais forte e vencedor final e como tal aniquilando-se mutuamente na aplicação da sua obsessão ideológica e como sempre até à morte e extinção (levando-nos com eles).

 

Turkey-Syria-800x500_c.jpg

UM INSTRUMENTO (E REAL) DE GUERRA

Devido à sua intervenção na Guerra Civil Síria apoiando o Estado Islâmico (na luta destes contra as forças do presidente sírio ASSAD), arriscando-se a envolver-se integral e diretamente nessa guerra sangrenta alastrando-se desde o Iraque

 

E enquanto ERDOGAN vai sendo entronizado na Turquia com líder carismático de mais uma oligarquia ditatorial assente no seu poder militar (aplicado internamente sobre os seus cidadãos ditos curdos e externamente no apoio a organizações terroristas como o Estado Islâmico contra os sírios), na Alemanha as suas exigências são imediatamente escutadas e de uma forma ou de outra (direta ou indiretamente) instantaneamente cumpridas: assim se perseguindo um comediante (um cidadão alemão) e aceitando ameaças sobre uma Hamburgueria (uma empresa alemã) – como se disséssemos mal de todos os crimes de HITLER e fossemos presos ou ameaçados.

 

Mas reconheçamos que a continuar tudo assim (num status quo completamente obsessivo, apático e indiferente) a EUROPA não terá mais futuro e a própria ALEMANHA (com MERKEL à cabeça) se afundará – recorrendo-se aí e em desespero à estratégia da Madrasta!

 

(imagens: tribuneindia.com/undercoverinfo.wordpress.com/globalriskinsights.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:17

12
Mai 16

Do lado DEM Bernie Sanders irá até ao fim – contando em Convenção e com a força dos seus delegados impor certas condições a Hillary Clinton (para a apoiar); do lado REP o vencedor já anunciado Donald Trump terá de obter a partir de agora o apoio do seu partido, ao mesmo tempo que poderá iniciar desde já os seus ataques a HC.

 

15845969-American-election-campaign-fight-as-Repub

O Elefante REP contra o Burro DEM

(apesar de existirem outros animais, também candidatos mas muito escondidos)

 

Ainda com os dados em atualização após as primárias da passada terça-feira dia 10, o número de Delegados eleitos por cada um dos candidatos (Democráticos/DEM e Republicanos/REP) é o seguinte:

 

PRO DEM.png

Maioria: 2383

 

Um resultado que como se pode constatar pela simples observação dos gráficos anteriores aponta para as vitórias inevitáveis de Hillary Clinton pelos DEM (o candidato do sistema) e de Donald Trump pelos REP (curiosamente o candidato antissistema).

 

PRO 2.png

Maioria: 1237

 

Decorrendo ainda este mês outras primárias norte-americanas, com os dois candidatos DEM a disputarem mais 134 Delegados e com o único candidato REP a tentar acrescentar à sua conta mais 72 Delegados.

 

(imagem: 123rf.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:45

10
Mai 16

Fez no passado dia 1 de Maio meio ano que o centro antigo de Albufeira foi completamente invadida pelas águas; e quase um ano que em Silves desconhecidos me limparam a casa, incluindo portas e janelas. E já agora um exercício de memória (política): porque será que este grande incremento na onda de assaltos e de outra criminalidade se reporta ao ano de 2011? Mas que diabo terá acontecido nesse ano em Portugal (estendendo-se os seus reflexos até aos dias de hoje)?

 

ALBUFEIRA.jpg

Albufeira e a inundação do cimento

(com o mar a querer espreitar)

 

Neste dia 10 de Maio de 2016 (terça-feira) Albufeira acordou com um dia frio e cinzento por vezes com muita chuva. Depois das onze horas da manhã e com o céu bem escuro e carregado de nuvens, ainda cheguei a pensar por uns breves instantes (já que entretanto a momentânea carga de água terminou) que a situação ocorrida a 1 de Novembro de 2015 poderia repetir-se mais uma vez. Felizmente que nada de grave ocorreu por estes lados, exceto continuarmos com um dia ventoso, meio sombrio e chuvoso, que sempre nos condiciona os movimentos (meteorologicamente falando) e nos entristece um pouco a alma (estas cidades ficam feias sempre que chove e se revelam os seus defeitos – como todas as outras não tendo apenas virtudes).

 

Quando ainda há poucos dias se vivia num tempo e clima de Verão, com muitos já meios despidos e deslocando-se para as praias. E como uma coisa má nunca vem só, com a notícia de que desde a passada 2ªfeira (dia 9) a ligação pela estrada nacional 125 entre Albufeira e Faro (a alternativa a pagar é a Via do Infante) será temporariamente encerrada perto da localidade da Maritenda durante cerca de dois meses – numa ação justificada pela demolição de duas pontes ferroviárias no trajeto da estrada (em más condições de segurança) e sua posterior reconstrução. Assim ou os automobilistas assumem as suas qualidades de contorcionistas entrando e saindo de estradas até descobrirem o segredo (do labirinto) atingindo o seu destino, ou então resta apenas sacar das carteiras e pagar a Via Rápida.

 

ÉGUA.jpg

Silves e a vaga de assaltos

(com um ocupante indevido)

 

Mas também para quem recentemente viu a sua casa assaltada e como se já não bastasse (já agora) ocupada – tendo que recorrer à GNR para reassumir a propriedade da mesma – e que ainda hoje vai verificar se entretanto já todos fugiram levando consigo um pequeno cachorro e uma égua branca bem bonita, posso dar-me por feliz por não ter ido também no meio da encomenda. Só tenho que reparar tudo (enquanto lá viviam iam roubando tudo o resto) e tentar explicar à vizinhança que a minha ausência forçada (durante 3 meses não pude lá ir e na verdade pelos antecedentes já tinha um certo medo) não tinha sido para Inglaterra, nem tinha entregado a casa (a eles) para dela tomarem conta. E provavelmente entregar o pobre cão e a pobre égua.

 

Como se vê o Algarve é em tudo igual a qualquer outra região. Seja no concelho de Albufeira ou no concelho de Silves (onde decorreu o assalto). Com as zonas de Lagoa e de Silves a serem das mais produtivas da região – no que toca a assaltos (repetidos e no mesmo local) acompanhados por vandalismo (demonstrando um total desprezo pelos outros e sabendo de antemão que ninguém os deterá). Mas como tudo, também tendo virtudes – apesar de serem cada vez mais difíceis de encontrar (em perfeito estado de conservação e respeitando a nossa cultura assim como a nossa memória): como o tempo ameno, a proximidade do mar, as suas praias tranquilas, a beleza rural interior, as saborosas sardinhas (grelhadas) e até os caracóis e as caracoletas (bem temperadas e com o peso certo de orégãos – fazendo com castelos e laranjeiras recordarmo-nos da presença Árabe.

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:08

“Quando olhamos para os Céus estamos a olhar para a História do nosso Passado.

Que com o nosso Presente e entendida a mensagem do Passado, nos abrirá as portas para o nosso Futuro.”

 

PIA20583.jpg

WISEA J114724.10-204021.3

Ilustração de uma estrela Brown Dwarf com cerca de 10 milhões de anos de idade

Apresentando uma massa de 5/10X a de Júpiter e atingindo temperaturas de mais de 1.200⁰C

(PIA 20583)

 

Na procura incessante e maravilhada do misterioso e oculto PLANETA X, qualquer curioso com pretensões a experimentalista e cientista que se preze, deve aproveitar sem nunca recuar todos os indícios e vestígio que entretanto possa obter. Seja a sua fonte mais ou menos institucional ou oficial.

 

Como é o caso da NASA uma prestigiada agência espacial ligada ao Governo dos EUA, que no caso particular da possível existência do PLANETA X (ou Nono Planeta já que entretanto Plutão foi despromovido) já foi capaz de afirmar perentoriamente que Não, Sim e Talvez. Não como X e Sim ou Talvez já como IX.

 

Pelo que já se torna normal que por cada nova interpretação da NASA (para o mesmo acontecimento), os outros por uma questão de princípio (e de idoneidade) mantenham a mesma versão – não derivando para opções de constante negação, seja desacreditando o Planeta X, seja apoiando e duvidando (simultaneamente) de tudo sobre o Nono Planeta.

 

Acredito na sua existência não por uma questão de princípio empírico assente unicamente na escolha de uma opção considerada perfeita, mas unicamente porque os próprios princípios experimentalistas e práticos que levaram à dúvida e ao levantamento da questão, se alicerçavam em dados recolhidos na realidade do momento.

 

PIA20582.jpg

TW HYDRAE

Mapa celeste apresentando-nos a localização duma família de estrelas da constelação Hydrae

Á qual pertence a estrela WISEA situada a 175 anos-luz de distância do planeta Terra

(PIA 20582)

 

E se algumas alterações por mais pequenas, inexplicáveis e ainda por confirmar possam surgir, o tratamento que lhes devemos dar mesmo que entretanto o tempo vá passando sem o compreendermos em profundidade e na sua totalidade, terá que se pautar sempre na recolha de dados e na sua correta integração no conjunto.

 

Se assim for facilmente aceitaremos a existência de outros objetos no interior do nosso Sistema Solar, mais próximos do seu centro ou apenas muito periodicamente o visitando. Como é o caso desses verdadeiros espermatozoides deste Universo Vivo e infinito, os misteriosos e muito viajados cometas.

 

Pelo que por cada vez que nos falarem de planetas misteriosos e viajantes percorrendo através dos mais variados trajetos toda a região onde se integra o Sistema Solar (como parte da Via Láctea) – com órbitas de 10/20 milhares ou até milhões de anos – logo nos recordaremos do outro muito maior do que a Terra e talvez mesmo com Vida.

 

Seja como Planeta X ou como Nono Planeta o que este Evento significa (desde já, desde há muito) é que o Homem mesmo que não o reconhecendo procura no Espaço o destino das suas novas e necessárias Conquistas, fugindo assim de vez ao ambiente claustrofóbico e demente em que o seu Mundo o condenou a viver. Propondo-lhe como redenção a sua extinção.

 

(imagens: photojournal.jpl.nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 09:38

09
Mai 16

Às eleições presidenciais norte-americanas de 2016, concorrem outros candidatos além dos representantes DEM e REP – os chamados Independentes ligados a um terceiro partido (como é o caso do Partido Verde e do Partido Libertário).

 

Jill_Stein_by_Gage_Skidmore.jpg     800px-Garyjohnsonphoto_-_modified.jpg

Dois possíveis candidatos às presidenciais de 2016

Jill Stein pelo partido Verde

Gary Johnson pelo partido Libertário

 

Com a questão dos candidatos já resolvida e restando apenas aos vencedores cumprir calendário – os Democratas encerrando as primárias a 14 de Junho e os Republicanos uma semana antes no dia 7 – realiza-se amanhã mais uma das etapas das primárias norte-americanas tendo como objetivo as respetivas Convenções: com os dois candidatos DEM ainda na corrida a disputarem mais 37 Delegados e o único candidato REP sobrevivente outros 70 Delegados.

 

Estado Data Delegados DEM Delegados REP
Nebraska 10.05 - 36
West Virginia 10.05 37 (29D+8SD) 34
Total de Delegados - 37 70

(Próximas primárias)

 

No caso das primárias Democráticas com Bernie Sanders tendo ainda como seu objetivo (já que a maioria do total de delegados em Convenção será sempre de Hillary Clinton) aproximar-se o mais possível do número de Delegados obtidos por HC (no caso ideal ultrapassando-o), demonstrando que se não fossem os Super Delegados (VIP) tudo poderia ter sido completamente diferente (e porque não tentando ainda um golpe de teatro na própria Convenção). Como o parecem demonstrar as últimas projeções no estado de WEST VIRGINIA apontando para uma vitória de BS sobre HC por 46% contra 40%.

 

Candidato

DEM
Estados & Territórios (ganhos)

Delegados

(nº mágico: 2383)
%
HC 27 2228 46.8
BS 18 1454 30.5
Por Atribuir 12 1082 22.7

Candidato

REP
Estados & Territórios (ganhos)

Delegados

(nº mágico: 1237)
%
DT 28 1068 43.2
(desistentes) 16 899 36.4
Por Atribuir 12 505 20.4

(Resultados em atualização)

 

Já no caso das primárias Republicanas disputadas a partir deste momento apenas por um candidato (Ted Cruz e John Kasich já suspenderam as suas campanhas) resta agora a Donald Trump arrebatar o maior número de Delegados possíveis – já que a sua maioria em Convenção está desde já garantida, não tendo mais adversários e com sondagens esmagadoras acima dos 50%. Numa fase da sua caminhada triunfal e surpreendente em direção à sua nomeação como candidato Republicano (quem diria!), durante a qual o mesmo certamente aproveitará a ocasião para começar a atacar o seu verdadeiro e único adversário (inteligentemente tentando a partir daí, a atrair os Republicanos mais rebeldes): a candidata DEM Hillary Clinton.

 

Democrata (vencedor) Obama (vencedor) 2008 69.498.516
Independente Nader 2008 739.034
Libertário Barr 2008 523.715
Constitucionalista Baldwin 2008 199.750
Verde McKinney 2008 161.797
Partido Candidato Eleições Votos
Democrata (vencedor) Obama (vencedor) 2012 65.915.796
Libertário Johnson 2012 1.275.951
Verde Stein 2012 469.628
Constitucionalista Goode 2012 122.388
Justiça Anderson 2012 43.018
Socialista Lindsay 2012 7.791

(Votações anteriores noutros partidos comparativamente com as dos vencedores)

 

Num cenário eleitoral completamente fossilizado, no qual a esmagadora maioria do elenco principal acompanhado por todos os outros figurantes, obedientemente oscilam nas suas opções (limitadas pela pala que lhes colocaram) entre a cena do burro (DEM) e a outra do elefante (REP) – uns 97%; e com os restantes 3% a serem distribuídos de uma maneira ou de outra entre outros partidos e independentes – neste Sistema norte-americano claramente (partidos e independentes) sem futuro.

 

(imagens e outros dados: wikipedia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:02

Ainda ontem com esperança:

"Is Alberta Seeing a Refinery Renaissance"?

(albertaoilmagazine.com)

 

Pelo menos dois portugueses terão sido evacuados da zona onde decorre o grande incêndio de Fort McMurray, uma localidade ligada à indústria do petróleo situada na região canadiana de Alberta.

 

Um incêndio de grandes proporções com uma semana de vida

Que já reivindicou para si a localidade de Fort McMurray

(na imagem seguinte na zona de mais intensa emissão de CO)

 

15267278960d6e9dc9bfcf4ab3f6ca09_XL.jpg

Poluição atmosférica por emissão de enormes quantidades de monóxido de carbono lançados na atmosfera terrestre a partir dos incêndios ainda a decorrer na região canadiana de Alberta

(satélite)

 

Enquanto um gigantesco incêndio prossegue bastante ativo na região canadiana de ALBERTA (faz uma semana que o mesmo teve início) – estendendo-se por uma área já superior a 200.000 hectares (a área identificada inicialmente era de apenas 10.000 hectares) e não se observando para já nenhum sinal de abrandamento da sua violência destruidora – as populações aí residentes continuam a sua fuga desesperada (por vezes arriscando-se a ficar encurraladas) estimando-se que ultrapassem para já as 90.000 pessoas. Isto tudo apesar do auxílio que tem vindo progressivamente a chegar à região afetada (a mais atingida sendo a zona onde se localiza a localidade Fort McMurray), desde máquinas pesadas, helicópteros de apoio, aviões de combate a incêndios, organizações de socorro e salvamento e ainda o apoio de muitas centenas de socorristas (muitos deles voluntários).

 

2016-05-04t213739z_981865677_s1betceglnab_rtrmadp_

Um enorme incêndio que dura desde o dia 1 de Maio e já provocou a evacuação de mais de 100.000 pessoas, aqui nas imediações da autoestrada 63 passando em FortMcMurray

De enormes proporções, completamente fora de controlo, com um solo colaborante e sem ajuda meteorológica

 

Com o principal foco de incêndio a destruir a localidade de Fort McMurray (e todas as áreas adjacentes), sendo acompanhado por outros dois focos adicionais, um mais a oeste também de grande intensidade e outro a este (um pouco mais distante mas ocorrendo na mesma altura) já na região de Ontário: com todos eles a atingirem níveis de toxicidade atmosférica (em % de monóxido de carbono) muitas vezes superior aos valores normalmente aceites – mais de 20X superior no oeste, quase 45X superior no Ontário e quase 100X superior em Fort McMurray. O que numa fuga descontrolada da morte eminente provocada pelo fogo (arrastada e dolorosa), acresce agora a forte possibilidade de nessa corrida se morrer intoxicado (de uma forma lenta mas indolor).

 

Já hoje com desespero:

“Oil Sands Operators Reduce Personnel,

Cut Production As Fort McMurray Fire Rages”.

(albertaoilmagazine.com)

 

(imagens & alguns dados: superstation95.com e discovery.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:22

08
Mai 16

No dia 11 de Setembro de 2001 mais de 3.000 pessoas foram mortas no cumprimento de um objetivo que pelas suas consequências (2001 a 2016) só pode ter tido a intervenção direta e conjunta dos dois únicos intervenientes (e aliados) então e ainda agora de mãos dadas no terreno: EUA e Arábia Saudita. Claramente que um deles ou os dois serão os culpados! Qual é então a dúvida?

 

Por vezes parece Espanto outras vezes Indiferença

 

Andrew-Card-and-George-Bu-007.jpg

Momento em que em plena aula a ser ministrada numa escola primária do estado da Flórida, o recentemente eleito presidente dos EUA G. W. Bush é informado pela 1ªvez do ataque terrorista em curso contra o seu próprio país

(na altura em que um segundo avião colidia com a outra torre gémea)

 

Neste ano de 2016 faz 15 anos que as duas Torres do WTC localizadas em Manhattan/Nova Iorque foram completamente destruídas e arrasadas: num elaborado e complexo ataque terrorista (tendo claramente como objetivo os EUA e o seu Sistema Financeiro), com um plano de ataque simultâneo (dirigido a um número múltiplo de alvos) e dispondo da garantia de cobertura de retaguarda (que se saiba nenhuma das células terroristas foi antecipadamente detetada pelas agências de segurança do governo), um grupo de indivíduos esmagadoramente naturais da Arábia Saudita fez explodir dois aviões contra as duas torres gémeas, como que implodindo os edifícios e reduzindo-os literalmente a cinzas (um trabalho perfeito entre outros dos múltiplos ataques registados nesse dia, com os mais referenciados a serem o da queda de um outro avião de passageiros e o da colisão de um outro contra uma das fachadas do Pentágono). Num total aproximado de 3.000 mortos e de 6.000 feridos. Ocorrido a 11 de Setembro de 2001 durante a primeira presidência de G. W. Bush – eleito como 43º Presidente dos EUA numas eleições aparentemente fraudulentas, nas quais os 500.000 votos de avanço que o candidato Democrata e seu adversário Al Gore tinham de vantagem, por artes mágicas e divinas do seu querido e mais experiente irmão Jeb Bush, se transformaram numa magra mas saborosa vitória do anterior derrotado. Jeb Bush um potencial candidato a Presidente dos EUA que por acaso já foi despachado logo no início das primárias Norte-Americanas – apesar dos Militares e do seu forte apoio, esmagado por um ingénuo e inexperiente Milionário.

 

Bush_pet_goat.jpg

Um Presidente dos EUA que após tomar conhecimento que o seu país estava nesse preciso momento sob ataque direto de forças estrangeiras – já com as duas Torres do WTC atingidas pelo impacto e explosão dos dois aviões e a caminho do seu colapso total – decidiu manter-se indiferente e como nada se passasse

(bom para as crianças, um tanto estranho para os adultos)

 

Hoje (dia 8 de Maio) a pouco mais de 4 meses de distância da passagem dos 15 anos sobre a data desse Momento-Chave que mudou toda a intervenção política por parte da (na altura) maior potencia mundial – em 2001 e sem qualquer tipo de dúvida económica e militarmente (o que interessa) os EUA – ainda ficamos a pensar como um estado tão poderoso como os EUA (ainda por cima com o estatuto de Polícia do Mundo) permitiu que no interior do seu próprio território, fazendo milhares de vítimas entre a sua própria população e atuando como se estivessem protegidos na sua atuação por forças de proteção estrategicamente colocadas na sua retaguarda (como se certos serviços de segurança tivessem construído uma Firewall adicional de segurança protegendo assim a ação dos terroristas), um grupo de indivíduos armados (terroristas), ligados maioritariamente a um mesmo país (Arábia Saudita), associados à mesma organização terrorista (Al-Qaeda), com ligações políticas privilegiadas ao poder desse país financiador (é bem conhecida a estreita ligação de amizade e negócios entre os BUSH e a família LADEN) e do próprio EUA, ex-aliado em muitos combates no estrangeiro (como no Afeganistão contra a ocupação russa) e movimentando-se livremente no território norte-americano certamente com o conhecimento prévio das várias agências governamentais (pelo menos de algumas, já que as mesmas se digladiam no terreno tentando sobrepor-se à outra e assim ser protagonista) fizessem aquilo que fizeram. Ainda-por-cima sabendo agora tudo aquilo que se seguiu aos acontecimentos do 11/9 e quem na realidade lucrou com a criação (que eu considero artificial por planeada) deste verdadeiro Golpe de Estado, iniciado no interior dos EUA (com um ataque fulminante ao seu centro financeiro encobrindo desde logo os autores do golpe e que logicamente iriam lucrar com o mesmo) e tendo como objetivo um plano estratégico de supremacia Global, impondo ao Mundo a sua força e indicando-lhe mais uma vez quais as zonas já com dono (os EUA – por direitos adquiridos e desde sempre conferidos por uma entidade divina, o Dólar).

 

bush_cheney_rumsfeld_prison.jpg

Um golpe para ter verdadeiramente sucesso e replicar-se indefinidamente entre o seu povo, precisa sempre e sem exceção da presença de um Bobo (neste caso G. W. Bush à esquerda) – só assim os seus verdadeiros autores se poderão esconder atrás dele e desse modo limpar o seu nome da lista de criminosos causadores do genocídio (neste caso os outros dois, Dick Cheney ao centro e Donald Rumsfeid à direita)

 

Para quem ainda tiver dúvidas de qual é o vencedor: a Verdade ou a Hipocrisia

 

Quando recuamos no tempo e verificarmos como o mundo esteve (está e provavelmente ainda estará) entregue mas mãos de verdadeiros psicopatas – que apenas pensam na mais-valia que podem obter a partir de qualquer tipo de objeto, considerando também o Homem como tal e não o diferenciando deste como sujeito que é, logo com o direito de usufruir desse mesmo objeto e não o de ser usufruído por outros Sujeitos como se fossem coisas de desgaste rápido e naturalmente descartáveis – ainda nos perguntamos como tal ainda é possível?

 

E assim voltamos às expressões (de verdadeiro desprezo) com que nos presentearam estes políticos.

 

“A psicopatia é um estado no qual existe excesso de razão e ausência de emoção. Muitas vezes o indivíduo que tem a psicopatia simula emoções que não sente verdadeiramente com algum objetivo próprio. Um psicopata sabe que é diferente, pois se sente superior aos outros. Pessoas que têm esse transtorno de personalidade, convivem com um grande vazio interior. Por serem incapazes de sentir emoções, buscam prazer no sofrimento do outro.” (Júlia Bárány/bolsademulher.com)

 

No caso do nosso protagonista o ex-Presidente G. W. Bush, com o indivíduo e paciente aqui em questão (e análise) alternando entre uma expressão facial e inicial de alguém desligado da realidade e inopinadamente sendo surpreendido pela mesma – num cenário para o mesmo considerado idílico por infantil e de enquadramento completamente inapropriado para tais acontecimentos do mundo exclusivo dos adultos – e uma outra mais alienada do que reflexiva e muito característica de alguém temporariamente sofrendo de lobotomia autoinfligida, retratada numa expressão vazia, perdida e no final receosa mas totalmente indiferente. Para já não falar em Donald Rumsfeld e no assustador Dick Chenney – essas aves de mau agoiro que enquanto no poder do Mundo, tantas vítimas provocaram promovendo (até) o terrorismo: com os terroristas a subirem de nível sendo agora Jubilados e passando de simples Al-Qaeda (algo pequeno) ao poderoso Exército Islâmico (muito mais forte).

 

(imagens: Paul J Richards/AFP/Getty Images e salon.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:36

06
Mai 16

Um incêndio de grandes proporções consome há já mais de 5 dias a região de Alberta no Canadá. Uma região ligada à indústria petrolífera e a atravessar atualmente uma grave crise económica – agora também assolada por um dos fenómenos mais brutais da Natureza (e certamente contando com uma grande contribuição por parte do Homem) que poderá duplicar rapidamente a sua área se as condições meteorológicas não ajudarem.

 

fort_mcmurray_hi-res.jpg

 

Como se já não bastasse tudo o que de Mau se passa hoje em dia em todo o Mundo em acontecimentos artificiais exclusiva e deliberadamente criados pelo Homem,

 

Veja-se a característica que nos distingue das outras espécies, ao sermos capaz de matar e sem motivo visível, a nossa própria espécie

 

Eis que até a própria Natureza certamente revoltada contra todos os atos criminosos contra ela dirigidos e perpetrados (e com covardia e indiferença por todos nós aceites e absorvidos), se revolta e se exprime violentamente com todo o poderio brutal que detêm.

 

Ao Homem não chega auto exterminar-se, satisfazendo-se unicamente na sua plenitude existencial no momento que levar consigo Aquele que o recebeu e criou – a Natureza, a Vida e com ela a Terra e a Memória (de que alguma vez por aqui andamos).

 

1462518865_777.jpg

 

Mas será que isso importa?

 

Pela prática dos nossos Mestres, ou já nem sequer o são, ou certamente que dirão sim – para sua única segurança e pela sua prática quotidiana.

 

Como o sucedido no passado dia 1 de Maio (Domingo) com o deflagrar de um grande incêndio na região canadiana de Alberta, que dias depois de uma forma repentina e até agora considerada inexplicável, se tornou incontrolável alastrando por toda a região:

 

- Entrando no interior dos limites da cidade de Fort McMurray e estendendo-se rapidamente por outras localidades situadas em seu redor – inicialmente afetando uma área aproximada de 10.000 hectares e na passagem do dia 4 para o dia 5 disparando para mais de 80.000 hectares (e tendo já ultrapassado os 100.000 hectares).

 

900x500xfort-mcmurray-wildfire2.jpg.pagespeed.ic.v

 

Numa verdadeira tragédia natural,

 

Para já – pois em casos como este existe sempre uma componente humana atuando por via direta e/ou indireta

 

Que já levou à fuga de cerca de 80.000 pessoas e à destruição de mais de 1.500 casas (felizmente sem notícias de vítimas mortais):

 

- Colocando milhares de pessoas sem ter onde ficar nem saber quando regressar (se ainda tiverem algo de pé quando voltarem a casa),

 

- Perdidos no caos de fogo e sem qualquer instrumento básico de sobrevivência em casos tão graves como este (que muitos responsáveis afirmam não esperar e como tal não sendo necessário prevenir e assim podendo poupar)

 

- E simultaneamente destruindo todas as infraestruturas da região, agrícolas, indústrias, ou de outro tipo qualquer.

 

2016_125_00e13024-d9e7-4107-b14c-1f411468409b.jpg

 

Contando já com um verdadeiro contingente de socorro a caminho da região – mais de 1.000 bombeiros, mais de 100 helicópteros, mais de 300 máquinas pesadas, mais de 30 aviões; e ainda

 

Esperando que chova este fim-de-semana.

 

Numa zona já muito afetada social e economicamente pela queda do preço do petróleo e que agora se vê com um incêndio destas proporções capaz de pôr em fuga muitos milhares dos seus residentes.

 

(imagens: calgaryherald.com/jamaicaobserver.com/abruzzo.tv/989theanswer.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:50

Maio 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11

20
21

24
28

29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO