Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

19
Set 16

“E seremos nós os primeiros a ser atingidos pelos estilhaços”

(do fim de um novo império)

 

s4.reutersmedia.net.jpg

Ângela Merkel – Em queda livre

 

Enquanto a velha EUROPA descendente e órfã de Adolfo Hitler (e das suas ideologias nacionais-socialistas) continuar a pensar que a salvação da sua Elite continua a estar na exploração desenfreada e sem limites dos cidadãos que os elegeram (depositando neles toda a sua esperança e pensando ali estarem unicamente para os defender) – ainda-por-cima substituindo o certificado de posse de arma por um canudo completamente inútil mas indubitavelmente muito mais perigoso (enquanto a arma oprime fisicamente originando revoltas, o canudo deprime psiquicamente provocando psicoses) – o seu destino continuará traçado no caminho inexorável da sua extinção.

 

Pelo que as últimas sondagens realizadas na Alemanha e tendo como objetivo as eleições regionais de BERLIM (após as últimas e estrondosas derrotas do partido de ANGELA MERKEL) nunca poderão espantar, tal a situação que se vive no país especialmente desde que os norte-americanos optaram pela instalação do caos no Médio Oriente para assim melhor controlarem o preço do petróleo: destruindo todas as infraestruturas básicas de países árabes como o Iraque, a Síria, a Líbia e até o Iémen e encaminhando todos estes milhões em fuga da guerra, da morte e do genocídio para territórios aliados (e desvalorizados) como os da Europa.

 

Com as previsões a apontarem para uma derrota histórica da União Democrática Cristã (liderada por Merkel) este domingo ficando-se por uns míseros 18% (ganhando os Sociais-Democratas e registando o aparecimento de novas forças políticas como a direita populista da Alternativa pela Alemanha com cerca de 12%).

 

Agora que a Alemanha está pejada de refugiados, carregada de emigrantes e simultaneamente minada pelos problemas nunca resolvidos dos seus cidadãos oriundos da extinta Alemanha de Leste – incorporados mas sempre marginalizados.

 

Num cocktail explosivo de desespero e de violência – e com um número crescente dos seus cidadãos desejando um novo HITLER já que Merkel é mulher (e naturalmente inferior).

 

Sabendo-se que o problema não está no sexo mas no próprio instrumento (Chinês ou Made in Taiwan).

 

[Resultados provisórios das eleições regionais de Berlim:

SPD/21.6 CDU/17.5 The Left/15.7 Alliance '90/The Greens/15.1 Alternative for Germany/14.1 FDP – 6.7]

 

(imagem: WEB)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 02:03

Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
15
17

23

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO