Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

07
Nov 16

Hillary ou Trump?

 

Terça-feira dia 8 por volta das 14h portuguesas, iniciar-se-á a votação para a escolha do próximo Presidente dos EUA. E se há anos atrás a luta era entre o BRANCO e o PRETO (pelos vistos tentando-se combater o racismo) agora ela transformou-se (por metamorfose feminina) na luta entre o HOMEM e a MULHER (pelos vistos para combater agora o machismo).

 

Com cerca de 130 milhões de norte-americanos a votarem nas eleições presidências de 2016 (219 milhões de possíveis votantes, 146 milhões de votantes registados e 126 milhões de votantes nas eleições anteriores) e provavelmente com pelo menos 1/3 tendo já exercido o seu direito de voto (perto dos 50 milhões utilizando métodos alternativos de voto), ainda não é totalmente claro se será CLINTON a ganhar (OBAMA obteve mais 5 milhões de votos relativamente a MITT ROMNEY – 65/60) ou se TRUMP superará ROMNEY e simultaneamente se aproximará da votação de OBAMA (não necessitando dos seus 332 votos eleitorais alcançados em 2012 mas apenas de 270 – a maioria).

 

il_fullxfull.983184692_pk15.jpg

Enquanto 13% dos Norte-Americanos apostam num asteroide ainda não identificado, os seus Donos já lhes propuseram dois nomes para darem ao Calhau

2016 HC ou 2016 DT

 

A pouco mais de 24 horas do início da votação para a eleição do 45º Presidente dos EUA e com o todo o Mundo Ocidental (político, económico e financeiro) apoiando incondicionalmente a eleição da candidata Democrata HILLARY CLINTON (ou não fossem todos seus Aliados e toxicodependentes do DÓLAR), é com grande expetativa que os norte-americanos (assim como todos os outros cidadãos do Mundo) aguardam os resultados do dia 8 de Novembro (terça-feira), para aí confirmarem (ou não) se um outro candidato deliberadamente ignorado pelo Sistema e constantemente atacado pela esmagadora maioria dos MEDIA (ao serviço exclusivo do outro candidato mais pró-Sistema) pode ou não vencer uma eleição no País mais Democrático do Mundo: é que pela exposição dada aos restantes candidatos à presidência dos EUA (não são apenas HILLARY pelos Democratas e TRUMP pelos Republicanos) a resposta é clara e imediata. No dia 9 de Novembro ficaremos a conhecer qual será o próximo Presidente dos EUA, que por todas as indicações que nos foram constante e estrategicamente sugeridas (acabando por nos penetrar, amedrontar e convencer) será indiscutivelmente HILLARY CLINTON: com DONALD TRUMP a ser esmagado (pelos E-MAIL de CLINTON e pela RÚSSIA de PUTIN) – para já não falar dos outros candidatos concorrendo a menos estados (outros três concorrem apenas a pouco mais de 20 – pelos partidos Libertário, Verde e Constitucionalista) e como tal sem qualquer hipótese de vitória. Pelo menos sendo esse o sentimento que atravessa Portugal e toda a Europa (na qual o nosso país ainda se inclui ao contrário do que desejam a maioria dos cidadãos dos UK) com toda sua Elite e os seus altos e fiéis representantes políticos a apoiarem sem disfarçar e sem qualquer tipo de reserva, a manutenção do seu STATUS QUO através da eleição de mais um CLINTON: e se ao primeiro o tentaram expulsar (como Presidente) não o conseguindo (BILL CLINTON), jamais a segunda (HILLARY CLINTON) permitirá que alguém não lhe permita a entrada (como Presidente), substituindo agora o marido e talvez com o marido substituindo agora a mulher – transformando os EUA num Circo ou num REALITY SHOW, provavelmente mortal para muitos de nós (habitando infelizmente o mesmo Planeta destes traidores à espécie – dita dominante, inteligente e civilizada). Deixando no entanto e desde já um aviso a DONALD TRUMP: os EUA têm já uma antiga tradição de em casos desesperados e não havendo mais nenhum caminho por onde optar (podendo colocar a estrutura em causa e as bases de sobrevivência do Sistema), escolher a violência, as armas e finalmente o assassinato – que o digam os KENNEDY que não o digam os TRUMP.

 

Com a verdadeira Propaganda de Megafone a ser martelada sem vergonha e sem interrupção a partir dos EUA (e posteriormente sendo difundida e replicada por todos os repetidores certificados deste Mundo) até ficamos com medo só de pensarmos diferente: com todo o Mundo a olhar para o mesmo lado é natural o receio de por acidente ou talvez não, apanharmos um torcicolo ficando então completamente dependente deles

 

 

Mas será que a 8 de Novembro HILLARY CLINTON e os DEMOCRATAS farão mesmo a declaração de vitória, colocando de novo os CLINTON na CASA BRANCA? Pelas últimas projeções resultando de sondagens levadas a cabo em todos os Estados & Territórios Eleitorais em votação, o que se constata é uma contínua e sustentada recuperação de DONALD TRUMP face a HILLARY CLINTON, nalgumas desses Estados/Territórios encontrando-se tecnicamente empatados e noutros com DONALD TRUMP já com ligeira vantagem: o que não impede que HC mantenha ainda uma vantagem de 2% sobre DT, significando que mesmo que DT ganhasse a maioria do voto popular arriscava-se a perder no número de representantes eleitos (o vencedor será aquele que obter a maioria no colégio eleitoral – 270 num total de 538). De momento com as sondagens a apontarem para uma média de 2% de avanço de HC sobre DT apesar das mais recentes apontarem para o tal empate técnico (pelo menos no voto eleitoral). Como a seguinte tabelas parece sugerir referida a 6 de Novembro (realclearpolitics.com):

 

Candidato

Partido

Estados

Sondagem

Hillary

Clinton

Democrático

Todos

45%

Donald

Trump

Republicano

Todos

43%

Gary

Johnson

Libertário

20 ou mais

5%

Jill

Stein

Verde

20 ou mais

2%

Darrell

Castle

Constitucionalista

20 ou mais

(sem dados)

Evan

NcMullin

Independente

Menos de 20

(sem dados)

(seis candidatos melhor colocados)

 

Numa batalha sem quartel (sem imaginação, hipócrita e sem vergonho) entre aqueles que se acham (abusivamente) protagonistas da luta pelo controlo do Mundo (assim pensam os norte-americanos neste século, tal como antes já tinham pensado os alemães no século passado), em que um candidato que só pensa em Mulheres & Dinheiro defronta uma candidata só pensando em Dinheiro & Mais Dinheiro: num guião em que os Deploráveis (como descreveu HILLARY os apoiantes REP) nunca terão hipóteses face aos Vigaristas (como descreveu TRUMP os apoiantes Democratas), ainda-por-cima sabendo-se que aos Deploráveis sempre recorreu HILLARY e quanto aos vigaristas muitos deles rodeiam TRUMP. Confuso? Não! Seja qual for o resultado de mais estas eleições que ninguém tenha dúvidas de que continuarão as CORPORAÇÕES a mandar, os POLÍTICOS a obedecer e o POVO a sofrer. Assim até terça-feira para se poder ver qual dos bonecos ganhou: CHUCKY ou TIFFANY.

 

(imagens: williamandjane.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 09:39

Novembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
16
19

20
22
25
26



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO