Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

22
Dez 16

TRUMP

Um Boneco Norte-Americano

(tal como o seria Hillary)

 

s-l1600.jpg

A Dollar American Puppet with two faces of the same coin

 

Certamente não se deixando manipular por Putin (ou outro líder qualquer), mas claramente e até tendo em consideração o seu quotidiano diário de homem de negócios tornado milionário (numa descrição do homem de sucesso), sabendo quem deve escolher (do seu grupo para não o atraiçoar) para depois lhes entregar a pasta e então os colocar a fazer: na verdade vendo-se no espelho e replicando-se entre os seus adjuntos. E provavelmente serão os Sioux (uma das muitas minorias que constituem os EUA) dos primeiros a sentirem na pele a ação do Presidente eleito (apoiando a construção dos oleodutos e esquecendo os Sioux de Standing Rock); e com os seguintes a sermos nós cidadãos do Resto do Mundo, ou não quisesse ele dizer isto num dos seus últimos tweet (tradução fiel mas mais clarificada) – “Os EUA devem fortalecer e expandir fortemente a sua capacidade de intervenção nuclear, pelo menos enquanto o Resto do Mundo não ganhar juízo relativamente à proliferação das armas nucleares.”

 

ScreenShot8183.jpg

Jane Fonda e os índios da reserva Sioux

(tendo encerrado simbolicamente a sua conta na Wells Fargo em Hollywood pela participação financeira deste banco na construção do oleoduto que irá atravessar a reserva índia de Standing Rock – e pedindo a Donald Trump o seu apoio)

 

Mais um ator de HOLLYWOOD (e ativista político de esquerda) – JANE FONDA – que deixando-se levar na onda Democrática anti TRUMP (encabeçada por todos os apoiantes de HILLARY) se manifesta contra a travessia do Estado norte-americano do DAKOTA, por mais um OLEODUTO passando debaixo não só dos rios MISSOURI e MISSISSIPI como também o fazendo sob o lago OHAE situado nas vizinhanças da Reserva índia de STANDING ROCK.

 

[Na defesa de Jane Fonda: "I came away with the belief that what is happening at Standing Rock is an existential confrontation between two opposing world views. One is represented by the Indigenous Water Protectors and their allies who believe our future depends on respecting the land and water on which human life depends. The people on the front lines are very brave. They stand, carrying their banners, chanting, and praying with arms reaching toward the sky."  (Jane Fonda – whitewolfpack.com)]

 

Uma iniciativa que só pode ser motivo de orgulho e de elogio para a atriz (escritora e ex-modelo) nova-iorquina hoje com 79 anos (feitos curiosamente ontem), que tendo já sido um SEX SYMBOL dos anos 60 com filmes como BARBARELLA (do género sci-fi/erótico e com a atriz despindo-se logo no início em Gravidade Zero) e sido casada com o fundador e homem-forte da CNN Ted Turner, agora se dispõe a ser solidária e a apoiar a tribo SIOUX de STANDING ROCK contra a passagem do oleoduto da companhia texana (Dallas) ENERGY TRANSFER: lutando por uma causa que deveria ser da exclusiva responsabilidade e obrigação das autoridades estaduais, não só pelo desrespeito pelo previamente acordado com as reservas índias (há já muitos e muitos anos) como pelo desrespeito para com todas os restantes territórios envolventes aos cursos destes rios, pondo em causa não só a qualidade dos aquíferos como a saúde das populações que destes se servem.

 

Num acontecimento óbvio e merecido de divulgação e impacto mediático por parte dos índios de STANDING ROCK, protestando contra a construção de um oleoduto que irá custar quase 4 biliões de dólares e atravessar 4 estados norte-americanos e preocupados com a mais que provável destruição de locais sagrados pertencentes à sua cultura e sobretudo à futura qualidade da água (que abastece uma vastíssima região). No qual JANE FONDA participou simbolicamente ajudando a servir o JANTAR da AÇÃO de GRAÇAS, mas que apesar das suas boas intenções não deixou os SIOUX esquecer o drama que os persegue: “Given what we are currently fighting against, Thanksgiving is not really a celebration for us”. (Dallas Goldtooth/dailynews.com)

 

ownership-overview-05112016_v3.jpg

Donald Trump e a Energy Transfer Partners

(com o Presidente eleito a ter eventualmente vendido as suas participações e mesmo assim continuando a poiar a construção do oleoduto – contra a opinião dos ambientalistas, da tribo Sioux de Standing Rock e até de veteranos de guerra norte-americanos)

 

Talvez por coincidência tudo acontecendo num momento em que após 8 anos de Barack Obama sobrevoando os céus do mundo com os seus DRONES (originando as suas inevitáveis vítimas inocentes por colaterais) e deixando esburacar e atravessar o seu país à procura e na distribuição de PETRÓLEO (lembrem-se do FRACKING, da poluição que origina, dos danos na saúde para a população e até dos sismos que tem originado) – e terminado inesperadamente o reinado dos Democratas no comando do poder nos EUA (virtualmente instalado na Casa Branca) – o agora Presidente a prazo dos EUA Barack Obama deu o seu apoio ao protesto desta comunidade indígena (índios sioux) e através da intervenção do Exército (também afetado pela passagem sob os seus terrenos desses mesmos oleodutos) interrompeu para já a sua construção.

 

[Na defesa de Jane Fonda: “Jane Fonda has already participated in an arts education program at Solen Middle School in the Standing Rock Sioux Reservation earlier this year. Indeed, the activist and actress is no stranger to the American Indigenous rights movement — in 1969, she supported the Native American occupation of Alcatraz Island, intended to garner attention to continued treaty rights violations and the need for Indigenous sovereignty.” (whitewolfpack.com)]

 

Tudo ficando agora dependente (como se a história tivesse começado apenas ontem e nós não tivéssemos memória para além das 24 horas) da atitude que o novo Presidente terá face a este problema – com Barack Obama a defender claramente as populações pelo menos no passado mês de Novembro – sabendo-se que a partir de 20 de Janeiro de 2017 o novo Presidente será Donald Trump e que este poderá alterar esta decisão. Mas por que razão (ou que raio) ele faria tal coisa, prejudicando mesmo alguns dos seus eleitores e apoiantes? E a resposta foi rápida vinda dos jornais Democratas: descobrindo que uma das empresas ligadas à companhia ENERGY TRANFER mais concretamente a ENERGY TRANSFER PARTNERS, teria como um dos seus proprietários (entre muitos investidores) o futuro presidente dos EUA Donald Trump. Com a conclusão a ser tirada a ser clara e imediata: coitado dos pobres Índios e dos habitantes dos 4 Estados.

 

Ou não fossem anteriores Presidentes também proprietários (mais espertos são os CLINTON que têm a sua Fundação). E assim vai continuando instalada a Guerra Fria nos EUA: e todos nós sabemos como em casos anteriores e em situações semelhantes muitos acabaram duma forma violenta (Assassinato?).

 

(imagens: ebay.com – time.com – energytransfer.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:07

A caminho do Natal e da Passagem de Ano, o tempo parece ter estabilizado (aguenta-se e pelo menos não chove) – tendo em conta para já os dois principais dias da Quadra Natalícia (24 e 25). Depois talvez se mantenha, mas logo se verá.

 

201612212200_msg3_msg_ir_piber.jpeg

Península Ibérica – imagem por satélite

(IPMA – Infravermelho – 21 Dezembro 2016 – 22 horas)

 

Com a previsível estabilização da temperatura entre os 8/10⁰C de mínima e 18/20⁰C de máxima e a mais que certa ausência de precipitação (pelo menos até ao dia 26), antecipa-se para este ano um período da Quadra Natalícia com céu limpo e contando com a presença do Sol (para nos aquecer o corpo), mais carregador por volta da hora do almoço, esmorecendo gradualmente durante a tarde e lá para o fim do dia e podendo contar com a presença de vento, ficando mais frio enfiando-se pelo corpo. No entanto suportáveis como o dizem a previsão: temperaturas de 8 a 20 (⁰C).

 

Já agora e dado que não podemos prever tudo o que venha do Céu e do Espaço, olhemos um pouco para a terra onde assentam as nossas casas: construções edificadas em terrenos de origem sedimentar localizados mesmo ao lado do mar e de zonas sismologicamente ativas. Na nossa zona de conforto sem registo de eventos de relevo ou até mesmo sentidos. Apenas com uns registos menores (5): M1.8 NE Monchique dia 15, M1.9 e M2.0 SW Albufeira dia 15, M2.0 NW Vila Bispo dia 16 e M1.6 SW Faro dia 21 (hoje). Como se vê com registos normais (ao contrário das Ilhas Salomão/Pacífico de novo a tremer – máximo M6.7 ontem).

 

2016-december-solstice.jpg

Solstício de Dezembro de 2016

(21 de Dezembro às 10:44 UT)

 

Numa data do nosso calendário (21 Dezembro) em que se regista o início do Inverno Astronómico (o Meteorológico inicia-se a 1 de Dezembro) e em que se dá o Solstício de Inverno (no Hemisfério Norte), momento da nossa cronologia anual em que as horas do dia sob os efeitos preciosos do Sol atingem o seu mínimo: e sendo o dia em que no Polo Norte as 24 horas se passam em total escuridão. E com o estado do tempo em Albufeira logo no início de quinta-feira (dia 22 00:00) a apresentar 10⁰C de temperatura, céu limpo e humidade de 74%.

 

(imagens: ipma.pt e earthsky.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:15

Dezembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

14

23



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO